O concelho de Azambuja situa-se a Nordeste da cidade de Lisboa, fazendo parte do distrito de Lisboa.
A vila de Azambuja está na parte Sul do concelho.
 
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><ul><li>População: 5011 habitantes </li></ul></ul><ul><ul><li>Área (km2) : 2716,26 </li></ul>...
Fonte:  Censos 2001, INE
Fonte:  Censos 2001, INE
Fonte:  Censos 2001, INE
Fonte:  Censos 2001, INE No Sector Primário : exploração agro-pecuária; vitivinicultura; estufas; produção agrícola divers...
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><li>O número total de Sociedades Sedeadas no Concelho é de cerca de 600.  </li></ul><ul><li>O...
Fonte:  Censos 2001, INE É no sector terciário,  que se concentra a maior parte da estrutura produtiva do Concelho.
 
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><ul><li>Palácio das Obras Novas </li></ul></ul><ul><ul><li>Estuário do Tejo </li></ul></ul>
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><li>19 de Julho de 1976 – criação da Reserva Natural do Estuário do Tejo. </li></ul><ul><li>E...
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><li>Não é demais salientar que Lisboa é a única capital europeia a possuir, diante de portas,...
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><li>O estuário do Tejo funciona como local de cria para peixes, caso do Linguado e do Robalo;...
Fonte:  Censos 2001, INE <ul><li>Atendendo à sua localização, esta zona húmida é um área de eleição, em termos de invernad...
De facto, a vala real de Azambuja está poluída e a sua principal causa são os esgotos provenientes das fábricas e os esgot...
O Lezirão é uma aldeia que pertence ao concelho de Azambuja.Trata-se de uma pequena terra de pescadores do rio Tejo, e que...
 
 
 
 
 
Palácio das Obras Novas -» É, na foz da vala real, que se encontra um edifício em ruínas – o Palácio das Obras Novas.  -» ...
-» O encanto natural, a sua envergadura e extensa alameda ladeada por palmeiras caracterizam esta zona e os acontecimentos...
Os Mouchões são ilhas existentes ao longo do Tejo e que se formam através da acumulação de sedimentos como areia, terra, p...
Rota dos Mouchões -»  A Rota dos Mouchões foi criada pelo facto de, na posse da Câmara Municipal de Azambuja, estar um bar...
 
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentacao do Projecto

1,217

Published on

Published in: Travel, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,217
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentacao do Projecto

  1. 9. O concelho de Azambuja situa-se a Nordeste da cidade de Lisboa, fazendo parte do distrito de Lisboa.
  2. 10. A vila de Azambuja está na parte Sul do concelho.
  3. 12. Fonte: Censos 2001, INE <ul><ul><li>População: 5011 habitantes </li></ul></ul><ul><ul><li>Área (km2) : 2716,26 </li></ul></ul><ul><ul><li>Densidade Populacional: 1844,82 hab/km2 </li></ul></ul>
  4. 13. Fonte: Censos 2001, INE
  5. 14. Fonte: Censos 2001, INE
  6. 15. Fonte: Censos 2001, INE
  7. 16. Fonte: Censos 2001, INE No Sector Primário : exploração agro-pecuária; vitivinicultura; estufas; produção agrícola diversa e extracção de areias. No Sector Secundário : plásticos; produtos químicos; metalo-mecânica; construção civil; nutrição animal; transformação de produtos agrícolas; indústria automóvel; calçado e cerâmica. No Sector Terciário : banca; prestação de serviços variados; comércio retalhista e grossista; importação de veículos automóveis, logística de armazenamento e transporte e materiais de construção.
  8. 17. Fonte: Censos 2001, INE <ul><li>O número total de Sociedades Sedeadas no Concelho é de cerca de 600. </li></ul><ul><li>O número de Empresas Sedeadas (englobando empresários em nome individual) é de mais 2000. </li></ul>
  9. 18. Fonte: Censos 2001, INE É no sector terciário, que se concentra a maior parte da estrutura produtiva do Concelho.
  10. 20. Fonte: Censos 2001, INE <ul><ul><li>Palácio das Obras Novas </li></ul></ul><ul><ul><li>Estuário do Tejo </li></ul></ul>
  11. 21. Fonte: Censos 2001, INE <ul><li>19 de Julho de 1976 – criação da Reserva Natural do Estuário do Tejo. </li></ul><ul><li>Estuário do Tejo é a maior área húmida da Europa Ocidental. Abrange uma parte dos distritos de Lisboa e Setúbal. </li></ul><ul><li>No estuário do Tejo existe uma reserva ecológica (Reserva Natural do Estuário do Tejo, com sede em Alcochete) onde nidificam várias espécies de aves. Devido à grande poluição do rio deixaram de existir golfinhos, aparecendo raramente um exemplar, que por engano entra no estuário, voltando ao mar sempre que possível. </li></ul>
  12. 22. Fonte: Censos 2001, INE <ul><li>Não é demais salientar que Lisboa é a única capital europeia a possuir, diante de portas, uma reserva natural desta importância. </li></ul>
  13. 23. Fonte: Censos 2001, INE <ul><li>O estuário do Tejo funciona como local de cria para peixes, caso do Linguado e do Robalo; </li></ul><ul><li>Para peixes migradores como a Lampreia, a Savelha e a Enguia, o Tejo é local de transição entre o meio marinho e o fluvial; </li></ul><ul><li>Entre as espécies sedentárias tipicamente estuarinas salientam-se o Caboz-de-areia e o Camarão-mouro; </li></ul>
  14. 24. Fonte: Censos 2001, INE <ul><li>Atendendo à sua localização, esta zona húmida é um área de eleição, em termos de invernada, para diversas espécies da avifauna. Nela se concentram, durante a estação fria, largos milhares de aves aquáticas de diversas espécies, nomeadamente o Alfaiate; </li></ul><ul><li>Bandos de anatídeos nidificam na lagoa do Mouchão do Lombo do Tejo; </li></ul><ul><li>O Flamingo e o Ganso-bravo-comum, com populações variáveis, também frequentam estas paragens. </li></ul>
  15. 25. De facto, a vala real de Azambuja está poluída e a sua principal causa são os esgotos provenientes das fábricas e os esgotos domésticos. Este problema é um condicionante para o desenvolvimento da área assim como se trata de um problema para os seres vivos que nela habitam. Há que se fazer algo para resolver este problema. A população poderia usufruir da Vala Real e da área envolvente com mais frequência, se esta se encontrasse em melhores condições. Quanto às espécies aquáticas, a diversidade é pouca e tende para reduzir-se ainda mais, tudo isto devido à poluição das águas. As aves da zona da vala são também atingidas pela poluição, sendo uma das causas de morte.
  16. 26. O Lezirão é uma aldeia que pertence ao concelho de Azambuja.Trata-se de uma pequena terra de pescadores do rio Tejo, e que hoje em dia ainda cumprem algumas das suas tradições mais antigas: a pesca. Esta aldeia piscatória supostamente iria incidir no nosso projecto. Foram preparados inquéritos à população, só que no entanto sem sucesso. A equipa inovar tejo deslocou-se até esta aldeia, mas infelizmente não encontrámos ninguém que pudesse responder aos inquéritos. Demos então por cancelado o projecto da aldeia do Lezirão, com muita pena nossa.
  17. 32. Palácio das Obras Novas -» É, na foz da vala real, que se encontra um edifício em ruínas – o Palácio das Obras Novas. -» Iniciou-se a construção da vala nova, hoje Vala Real, por ordem de Marquês de Pombal (1619/1782). -» Este Palácio funcionou como um posto de controlo de tráfego de embarcações, pessoas e mercadorias que transitavam através da Vala Real. -» Funcionava principalmente com entreposto e estalagem de apoio à antiga carreira de vapores que estabelecia circuito entre Lisboa e Vila Nova da Constança. -» Actualmente, o edifício encontra-se em ruínas, o seu estado de conservação deve-se a uma recente intervenção a nível de restauro.
  18. 33. -» O encanto natural, a sua envergadura e extensa alameda ladeada por palmeiras caracterizam esta zona e os acontecimentos antecedentes. -» A Vala Real de Azambuja liga a vila de Azambuja ao rio Tejo. -» A rede de canais foi construída pela companhia de canais de Azambuja, num despacho datado a 30 de Julho de 1839 e outro a 1 de Maio de 1843, que tinha como obrigação construir um edifício que albergasse pessoas. -» Nesta época, navegaram por estas águas 3000 barcos, que transportavam 16.000 toneladas de carga e, por sua vez, 18.000 viajantes.
  19. 34. Os Mouchões são ilhas existentes ao longo do Tejo e que se formam através da acumulação de sedimentos como areia, terra, poeiras, troncos arrastados pelo vento e pela água. O passar dos anos permite o desenvolvimento de sementes também elas transportadas pelo vento e que se transformam em ervas, arbustos e árvores.
  20. 35. Rota dos Mouchões -» A Rota dos Mouchões foi criada pelo facto de, na posse da Câmara Municipal de Azambuja, estar um barco varino sem qualquer aproveitamento. -» Era então, uma excelente oportunidade para promover o turismo na zona. -» Pode-se observar a beleza do rio Tejo através deste percurso fluvial, que tem com principal atractivo a exploração da paisagem envolvente. -» Está, ao serviço do turismo desde 2002, com viagens de lazer até Lisboa. -» Contudo, o intuito principal é preservar e manter o património histórico, cultural, humano e natural. -» Outro objectivo a atingir era explorar a fauna e a flora desta zona, visto que, o turismo de natureza era o ponto culminante deste projecto. -» As agências de viagens foram as principais divulgadoras e promotoras deste tipo de turismo. -» Até à data cerca de 5000 visitantes já se sentiram tentados a explorar a paisagem.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×