Tatiana - 8B - 2012-13
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
574
On Slideshare
302
From Embeds
272
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
3
Comments
0
Likes
0

Embeds 272

http://tic8ano1213.blogspot.pt 151
http://tic8ano1213.blogspot.com 78
http://www.blogger.com 41
http://www.tic8ano1213.blogspot.pt 2

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 TIC – Conceitos IntrodutóriosNome: Tatiana Sarraiponº:29Turma/Ano:8º B
  • 2. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 Índice1. O que e a informática? .................................................................................................................... 32. Objetivo das Tecnologias de Informação e Comunicação ............................................................... 43. Dados/Informação ........................................................................................................................... 54. Informação digital e Unidades de Medida ...................................................................................... 65. Hardware/ Software ........................................................................................................................ 76. Estrutura de um Computador.......................................................................................................... 87. Motherboard ................................................................................................................................... 98. CPU (Unidade Central de Processamento) .................................................................................... 109. Memórias (Primárias e Secundárias) ............................................................................................. 1110. Periféricos de Entrada, Saída e Entrada/Saída .......................................................................... 12Sitegrafia ................................................................................................................................................ 13T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.2
  • 3. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 1. O que e a informática? Informática é um termo usado para descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo: a ciência da computação, a teoria da informação, o processo de cálculo, a análise numérica e os métodos teóricos da representação dos conhecimentos e de modelagem dos problemas. A palavra surge, em meados do século XX, da junção de parte de duas outras palavras, informação e automática. Designa, assim, o processamento da informação por meios automáticos em simples impulsos binários. O meio mais comum da utilização de informática são os computadores que tratam informações de maneira automática.T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.3
  • 4. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 2. Objetivo das Tecnologias de Informação e Comunicação A comunicação é uma necessidade e algo que está presente na vida do ser humano desde os tempos mais remotos. Trocar informações, registrar fatos, expressar ideias e emoções são fatores que contribuíram para a evolução das formas de se comunicar. Assim, com o passar do tempo, o homem aperfeiçoou a sua capacidade de se relacionar. Nesse sentido, conforme as necessidades surgiram, o homem lançou mão de sua capacidade racional para desenvolver novas tecnologias e mecanismos para a comunicação. Conceitua-se tecnologia como tudo aquilo que leva alguém a evoluir, a melhorar ou a simplificar. Em suma, todo processo de aperfeiçoamento. A humanidade já passou por diversas fases de evoluções tecnológicas, porém um equívoco comum quando se pensa em tecnologia é se remeter às novidades de última geração. Em se tratando de informação e comunicação, as possibilidades tecnológicas surgiram como uma alternativa da era moderna, facilitando a educação através da inclusão digital, com a inserção de computadores nas escolas, facilitando e aperfeiçoando o uso da tecnologia pelos alunos, o acesso a informações e a realização de múltiplas tarefas em todas as dimensões da vida humana, além de capacitar os professores por meio da criação de redes e comunidades virtuais.T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.4
  • 5. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 3. Dados/Informação AInformaçãoé todo o conjunto de dados devidamente ordenados e organizados de forma a terem significado. Em informática designa-se por dados os elementos de partida que servem de base para o tratamento e sobre os quais o computador efetua as operações necessárias á tarefa em questão. Os dados são uma representação dos fatos, conceitos ou instrumentos de uma maneira normalizada que se adapte á comunicação, interpretação e processamento pelo ser humano ou através de máquinas automáticas. Os dado são representados por símbolos como por exemplo as letras do alfabeto: a, b, c etc, mas não são em si a informação desejada.T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.5
  • 6. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 4. Informação digital e Unidades de Medida Em Informática é muito importante considerar a capacidade de armazenamento, já que quando se faz algo no computador, trabalha-se com arquivos que podem ser guardados para uso posterior. Evidentemente, quando se armazena algo, isto ocupa um certo espaço de armazenamento. Assim como a água é medida em litros ou o açúcar é medido em quilos, os dados de um computador são medidos em bits e bytes. Cada valor do código binário foi denominado "bit" (binary digit), que é a menor unidade de informação Cada conjunto de 8 bits forma o byte, o qual corresponde a um caracter, seguindo o código binário. Porque 1 Kb equivale a 1024 bytes? No caso do quilo e de outras medidas de nosso dia a dia, a estrutura numérica é construída sobre a base 10. O termo quilo representa a milhar constituída de alguma coisa. Nossa base de trabalho numérica, sendo 10, faz com que, quando a base é elevada à terceira potência, atinja a milhar exatamente com 1000 unidades. Mas, quando falamos em bytes, grupos de bits, não estamos a falar em base 10, mas sim em uma estrutura fundamentada no código binário, ou seja, na base 2, nos dois modos que o computador deteta, geralmente chamados de 0 e 1.Assim, quando queremos um quilo de bytes, temos que elevar essa base a algumnúmero inteiro, até conseguir atingir a milhar.Mas não há número inteiro possível que atinja exatamente o valor 1.000. Então, ao elevarmos a base 2 à décima potência, teremos 1024.Com esse raciocínio agora podemos entender a seguinte tabela: Unidade de medida Equivalência 1 byte 8 bits 1 Kilobyte (Kb) 1024 bytes 1 Megabyte (Mb) 1024 Kb 1 Gigabyte (Tb) 1024 MbT.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.6
  • 7. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 5. Hardware/ Software umsistema informático (computador) é constituído pelo hardware e pelo software. O Hardware é a parte física do computador, isto é, todo o equipamento informático, processador, dispositivos de entrada e de saída, monitor, memórias, etc. O Software é a parte lógica, ou seja, dos programas e comandos do computador. É o software que permite o funcionamento do hardware. Os programas de procedimento de textos, jogos, enciclopédias digitais, etc. são exemplos do software.Exemplo de:HardwareExemplo de:SoftwareT.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.7
  • 8. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 6. Estrutura de um Computador Um computador e uma é uma máquina muito complexa, um dos objetivos mais sofisticados de engenharia humana. Dispositivos de Dispositivos de Unidade central de entrada saída processamento (input) (output) (cpu) Memórias ou dispositivo de armazenamento Exemplo de: estrutura de computadorT.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.8
  • 9. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 7. Motherboard O Motherboard é a parte do computador responsável por conectar e interligar todos os componentes do computador entre si, ou seja, processador com memória RAM, disco rígido,placa gráfica, entre outros. tipos de motherboard: AT AT é a sigla para Advanced Tecnology.Trata-se de um tipo de placa- mãe já antiga. AT e ATX (simultaneamente) Modelo de transição entre o AT e o ATX, uma vez que as duas tecnologias são encontradas simultaneamente. Esta é uma estratégia criada pelos fabricantes para obterem maior flexibilidade comercial. ATX ATX é a sigla para "Advanced Technology Extended".Pelo nome, é possível notar que trata-se do padrão AT aperfeiçoado. Um dos principais desenvolvedores do ATX foi a Intel. O objetivo do ATX foi de solucionar os problemas do padrão AT (citados anteriormente), o padrão apresenta uma série de melhorias em relação ao anterior. Atualmente a maioria dos computadores novos vêm baseados neste padrão. Entre as principais características do ATX, estão: o maior espaço interno, proporcionando uma ventilação adequada; conectores de teclado e mouse no formato mini-DIN PS/2 (conectores menores); conectores serial e paralelo ligados diretamente na placa-mãe, sem a necessidade de cabos;T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.9
  • 10. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 melhor posicionamento do processador, evitando que o mesmo impeça a instalação de placas de expansão por falta de espaço. Exemplo de: ATX 8. CPU (Unidade Central de Processamento) Para muitas pessoas, CPU é aquela caixa grande que protege as peças do computador (o gabinete). Mas se fosse assim, Notebook não teria CPU. A CPU - Unidade Central de Processamento - é o que normalmente chamamos de processador. É o cérebro da máquina. A peça mais importante. É a unidade responsável pelo processamento de tudo o que entra no computador através dos periféricos e dos próprios dispositivos internos do computador, além de ser responsável também pelo controle e gerenciamento do hardware e da realização de cálculos lógicos e aritméticos. Exemplo de: CPUT.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.10
  • 11. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 9. Memórias (Primárias e Secundárias) Amemória primária, também conhecida como memória principal, às vezes, é alvo de perguntas de provas de concursos públicos. Mas, então, qual o conceito da memória primária? Memória primária também é chamada de memória real, trata-se dos tipos de memória que o processador pode endereçar diretamente, sem as quais o computador não pode funcionar. Estas fornecem geralmente uma ponte para as secundárias, mas a sua função principal é a de conter a informação necessária para o processador num determinado momento; esta informação pode ser, por exemplo, os programas em execução. Nesta categoria insere-se a memória RAM (volátil), memória ROM (não volátil), registradores e memórias cache. A memória secundária é do tipo que não podem ser endereçada diretamente pela CPU, os dados precisam ser carregados na memória principal antes de eles serem tratados pelo processador. Não são estritamente necessárias para a operação do computador. São geralmente não-voláteis, permitindo guardar os dados permanentemente. Incluem-se, nesta categoria, os discos rígidos, CDs, DVDs e disquetes.T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.11
  • 12. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 10. Periféricos de Entrada, Saída e Entrada/Saída Periféricos são aparelhos ou placas que enviam ou recebem informações do computador. Existem vários tipos de periféricos: De entrada: basicamente enviam informação para o computador (teclado, mouse, joystick, digitalizador); Ex. de um periférico de entrada. De saída: transmitem informação do computador para o utilizador (monitor, impressora, caixa de som); Ex. de uma periférico de saída. De entrada e saída (ou mistos): enviam/recebem informação para/do computador (monitor touchscreen, drive de DVD, modem). Ex. de um periférico de entrada e saída.T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.12
  • 13. Escola Secundária c/3º C.E.B. de Pinhal Novo Ano Letivo 2012/2013 Sitegrafia Para realizar o meu trabalho eu visitei os sites da wikipédia e o site de 9º ano de TIC de Jorge Rocha, essencialmente.T.I.C. -Conceitos Introdutórios Pág.13