A primeira empresa a analisar mídias,
públicos e dados socioeconômicos e politicos
para planejamento estratégico em Relaçõ...
A COPA
Em nova Perspectiva
Estudo exclusivo analisa a imagem da Copa nas mídias e
a opinião de públicos estratégicos. E va...
Mídia
Mercado
financeiro
Riscos e
Oportunidades
360º
Formador
de opinião
Cidadão
Análise
de dados
Análise dos
públicos
Índ...
Mídia
Mercado
financeiro
Riscos e
Oportunidades
360º
Formador
de opinião
Cidadão
Índice de Impacto – IP
Análise das mídias...
Principais
jornais
20%
Portais
69%
Especializa
dos
8%
Regionais
3%
Veículos analisados na WEB: 16 sites e portais. 1452
in...
• Temas relacionados:
mensagens associadas ao
evento, gestão pública,
impacto nos negócios, legado
à população, segurança ...
97878,1
4
73359,5
0
57,2
0,0
25,0
50,0
75,0
100,0
0,00
40000,00
80000,00
120000,00
Mídias sociais
impacto positivo impacto...
Assuntos – participação + e –
Março/2014
68,6
53,8
40,1
45,8
31,4
46,2
59,9
54,2
81,5
15,4
48,8
0,4
18,5
84,6
51,2
99,6
0,...
Credibilida
de
25%
Legado
29%
O Melhor
Serviço
12%
Oportunid
ades de
negócios
23%
Orgulho
Nacional
4%
Não se
aplica
7%
Cre...
Valcke domina 25% do posicionamento oficial: 63% são negativos
Presidente Dilma: colabora com 68% positivos e 11% de
parti...
Formadores de opinião
Formador
es de
opinião;
25,4
sem
formador
es; 74,6
Formadores de opinião respondem por 25% do impact...
ÍNDICE DE IMPACTO – IP: 57,2%
Imprensa 50%
M. Social: 57%
14%
45,3%
Mídia
Mercado
financeiro
Riscos e
Oportunidades
360º
F...
Pulse In Press
Temas
sensíveis
Públicos
Específicos
Mídia
Social
Sondagem
de opinião
Objetivo: conhecer percepções sobre a imagem da Copa
quanto à sua organização, legado e impactos
Pulse In Press As percepç...
43%
4%
24%
9%
20%
Diversão
Orgulho Nacional
Desperdício de
dinheiro Público
Legado de
benefícios para o
Brasil
Oportunidad...
18%
2%
38%7%
35%
Diversão
Orgulho Nacional
Desperdício de
dinheiro Público
Legado de
benefícios para o
Brasil
Oportunidade...
Apoio às
manifestações não
deixa de ser crítico:
27% acreditam que
há manipulação e
6% que são
desnecessárias
• As manifes...
• 79% concordam: as manifestações são legitimas e necessárias. Mas, assim
como as empresas, 14% pontuam como manipuladas e...
Empresas: A vitória do Brasil na Copa pode reduzir as críticas em
relação a:
 Sim, a vitória trará benefícios. Mas , temp...
Jornalista: A vitória do Brasil na Copa pode reduzir as críticas em relação a:
Reclamações ao
não cumprimento
de prazos
re...
1% 1%
30%
68%
Preparado em
organização
Preparado em
transporte
Preparado em
hotelaria
Totalmente
preparado
Totalmente
desp...
13%
14%
26%16%
31%
A população
do País-sede
Visitantes
estrangeiros
Exposição dos
patrocinadores
Exposição de
políticos e
...
9%
5%
33%
2%
51%
A população do País-
sede
Visitantes
estrangeiros
Exposição dos
patrocinadores
Exposição de políticos
e a...
17%
10%
44%
23%
3% 3%
Cumprimento de prazos
Cumprimento de metas orçamentárias
Melhorias na infraestrutura
Legado social p...
25%
2%
44%
27%
2%
Cumprimento de prazos
Cumprimento de metas orçamentárias
Melhorias na infraestrutura
Legado social para ...
Est
Cenários e Perspectivas
Análise de dados:
fatos e versões alinhados
Índice de
Impacto e
Perspectiva IP
Pulse In Press
• POF - Pesquisa de Orçamento Familiar 2008/ 2009 – IBGE - Referência
de dados para o IPCA e avaliação de políticas públic...
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9
Brasil
Brasília - DF
Fortaleza - CE
Recife - PE
Salvador - BA
Belo Horizonte - MG
Rio de Janeiro - RJ
...
-15,00% -10,00% -5,00% 0,00% 5,00% 10,00%
Combustíveis e energia
Transportes
Aparelhos eletroeletrônicos
Serviços de saúde...
0,00%
20,00%
40,00%
60,00%
80,00%
100,00%
0,00%
20,00%
40,00%
60,00%
80,00%
100,00%
Facilidade
Alguma dificuldade
Muita di...
0,00%
20,00%
40,00%
60,00%
80,00%
100,00%
Manaus Fortaleza Natal Recife Salvador Belo
Horizonte
Rio de
Janeiro
São Paulo C...
0,00%
20,00%
40,00%
60,00%
80,00%
100,00%
Manaus Fortaleza Natal Recife Salvador Belo
Horizonte
Rio de
Janeiro
São Paulo C...
• COMUNICAÇÃO: DESARTICULAÇÃO E PORTA-VOZES COMPROMETEM
• CENÁRIO DA IMAGEM E REPUTAÇÃO DA COPA
 Copa ancora e potenciali...
• BRASIL É MAIS QUE O PAÍS DO FUTEBOL. COPA PRESERVADA, LEGADO, NÃO
• CONDIÇÕES SENSÍVEIS PERMANECEM
 inflação elevada: s...
ANÁLISE E PERSPECTIVA
RISCOS OPORTUNIDADES
Obrigada
marilia,stabile@inpresspni.com.br
manoela.penna@inpresspni.com.br
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A Copa em Nova Perspectiva

1,070 views
967 views

Published on

O estudo "A Copa em Nova Perspectiva" analisou o impacto social, político e econômico da Copa do Mundo. O material incluiu a avaliação das condições socioeconômicas das cidades-sede e de milhares de inserções de conteúdo em jornais, portais e redes sociais, além da opinião de jornalistas e empresários a partir de questionários online enviados no começo de 2014.

Published in: Data & Analytics
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,070
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
415
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Copa em Nova Perspectiva

  1. 1. A primeira empresa a analisar mídias, públicos e dados socioeconômicos e politicos para planejamento estratégico em Relações Públicas
  2. 2. A COPA Em nova Perspectiva Estudo exclusivo analisa a imagem da Copa nas mídias e a opinião de públicos estratégicos. E vai além: combinado as análises com dados socioeconômicos das cidades-sede do Mundial. Boa Leitura! (versão sintética)
  3. 3. Mídia Mercado financeiro Riscos e Oportunidades 360º Formador de opinião Cidadão Análise de dados Análise dos públicos Índice de Impacto – IP Análise das mídias e discurso dos públicos Cenários e Perspectivas Avaliação de dados socioeconômicos e consolidação das análises Pulse In Press Sondagem de opinião Sondagem de opinião Análise do impacto da informação IP
  4. 4. Mídia Mercado financeiro Riscos e Oportunidades 360º Formador de opinião Cidadão Índice de Impacto – IP Análise das mídias e discurso dos públicos
  5. 5. Principais jornais 20% Portais 69% Especializa dos 8% Regionais 3% Veículos analisados na WEB: 16 sites e portais. 1452 inserções Portais, sites dos principais jornais e sites especializados / janeiro a março
  6. 6. • Temas relacionados: mensagens associadas ao evento, gestão pública, impacto nos negócios, legado à população, segurança e infraestrutura; Veículos analisados e universo de posts na Mídia Social: entre 767.568 posts, estimou-se que 5% referiam-se a temas de interesse da análise
  7. 7. 97878,1 4 73359,5 0 57,2 0,0 25,0 50,0 75,0 100,0 0,00 40000,00 80000,00 120000,00 Mídias sociais impacto positivo impacto negativo IP-I 1855,52 866,77 1953,89 1293,06 1150,8 1953,65 58,9 43,0 50,0 0,0 25,0 50,0 75,0 100,0 0 500 1000 1500 2000 2500 jan fev mar impacto positivo impacto negativo IP-I Principais jornais 20% Portais 69% Especializa dos 8% Regionais 3% Copa ancora e potencializa debate sobre qualidade dos serviços públicos. Impacto da informação na imprensa sobre a imagem e reputação é de 51,5% positivos. É nível de crise. Em março, mídia tradicional e social tem IP: 57,2%. IP-I / Portais, sites dos principais jornais e sites especializados
  8. 8. Assuntos – participação + e – Março/2014 68,6 53,8 40,1 45,8 31,4 46,2 59,9 54,2 81,5 15,4 48,8 0,4 18,5 84,6 51,2 99,6 0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0 120,0 Evento Gestão Pública Infraestrutura Manifestações Internet Internet Mídia social Mídia social Internet Mídia social Mídia Social: perfil mais crítico à gestão pública. Canais permanecem para organização de protestos contra governos WEB:imprensa e mídia social se alinham na crítica à qualidade da gestão pública na infraestrutura Copa como evento e esporte: melhor imagem alcançada. Evento aprovado. Mídia social: 81,5% . Imprensa: 68,5%
  9. 9. Credibilida de 25% Legado 29% O Melhor Serviço 12% Oportunid ades de negócios 23% Orgulho Nacional 4% Não se aplica 7% Credibilidade e Legado: imagem negativa varia de 53% a 96% respectivamente. M. Social: Oportunidade de Negócios é valorizada com 23% de presença. Imprensa: Oportunidade Negócio e Orgulho Nacional: positivo de 77% a 100%, mais baixa representatividade: 0,3% a 8,7% Orgulho nacional: 2%Mensagens – Web (Participação %) Mensagens – Mídia Social (Participação %)
  10. 10. Valcke domina 25% do posicionamento oficial: 63% são negativos Presidente Dilma: colabora com 68% positivos e 11% de participação. Comunicação Oficial: 26% do total. Valcke determina cenário negativo 12,55 1,2 1,4 1,8 1,8 1,8 3,0 3,1 3,5 4,8 5,0 5,3 8,1 10,0 11,4 25,3 0,00 5,00 10,00 15,00 20,00 25,00 30,00 Demais Thiago Paes, gerente de integração… Arthur Chioro, ministro da Saúde Bebeto, membro do COL Paulo Bernardo, ministro das Comunicações FIFA Ralf Mutschke, chefe de segurança da Fifa José Maria Marín, presidente da CBF e do COL Ricardo Trade, CEO do COL Thierry Weil, diretor de marketing da Fifa COL Joseph Blatter, presidente da Fifa Ronaldo Nazário, membro do COL Aldo Rebelo, ministro do Esporte Dilma Rousseff, presidente Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa FIFA 23% COL 35% Poder público 42% Qualidade: 32% de negativos Porta-vozes
  11. 11. Formadores de opinião Formador es de opinião; 25,4 sem formador es; 74,6 Formadores de opinião respondem por 25% do impacto Perfil pulverizado reflete elevada mobilização da sociedade e ampla consulta de fontes: 39% são negativos Qualidade: 39% de negativos 66,7 1,1 1,1 1,1 1,2 1,2 1,4 1,7 1,8 2,0 2,3 2,7 2,9 3,0 3,1 3,3 3,3 0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 Demais Eduardo Levy, diretor executivo do SindiTelebrasil Atila Roque, diretor da ONG AI no Brasil Abear John Powers, jornalista internacional Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians Beatriz Lima, relações públicas do Consórcio Novo Rio Sarah de Carvalho, CEO da Happy Child International Ricardo Mangrich, chefe do Centro de Logística da… Pelé Tim Vickery, jornalista especializado Ian Hebert, jornalista inglês do The Independent Andrés Sanchez, resp. pelas obras da arena de… Thomas Bach, presidente do COI Rogério Feijó, dir. de inteligência de mercado da ABF Romário Anac
  12. 12. ÍNDICE DE IMPACTO – IP: 57,2% Imprensa 50% M. Social: 57% 14% 45,3% Mídia Mercado financeiro Riscos e Oportunidades 360º Formador de opinião Cidadão Excelência de imagem80% a 100% 70% a 80% Boa imagem Nível de atenção Nível de crise de imagem 50% a 70% 0 a 50% Níveis de qualidade de imagem
  13. 13. Pulse In Press Temas sensíveis Públicos Específicos Mídia Social Sondagem de opinião
  14. 14. Objetivo: conhecer percepções sobre a imagem da Copa quanto à sua organização, legado e impactos Pulse In Press As percepções sobre a Copa 2014 • Questionário online estruturado. Amostra intencionalMetodologia: Período: • 72 executivos de empresas nacionais e multinacionais com sede no Brasil - 25% de respostas; • 50 jornalistas brasileiros de editorias de política, economia, esporte, entre editores e repórteres – 58% de respostas • 373 consultados Amostra: Total: • Março
  15. 15. 43% 4% 24% 9% 20% Diversão Orgulho Nacional Desperdício de dinheiro Público Legado de benefícios para o Brasil Oportunidades de negócios e investimentos Legado e Orgulho Nacional ficam em segundo plano: 9% e 4% nas percepções • Diversão domina 43% das respostas. Desperdício de dinheiro público e oportunidades de negócio disputam o segundo lugar com 24% e 20% da preferência, respectivamente Empresas O que a Copa 2014 mais representa para você?
  16. 16. 18% 2% 38%7% 35% Diversão Orgulho Nacional Desperdício de dinheiro Público Legado de benefícios para o Brasil Oportunidades de negócios e investimentos Diversão atinge apenas 18% contra os 43% das empresas. Legado e Orgulho Nacional também em segundo plano: 7% e 2% nas percepções • Jornalistas se dividem ao simbolizar a Copa: 38% acreditam que é desperdício de dinheiro público e 35% oportunidade de negócios e investimentos Jornalista O que a Copa 2014 mais representa para você?
  17. 17. Apoio às manifestações não deixa de ser crítico: 27% acreditam que há manipulação e 6% que são desnecessárias • As manifestações são apoiadas por empresários. São legítimas para 44% dos entrevistados e necessárias para 21% Empresas Como avalia as manifestações contrárias à Copa?
  18. 18. • 79% concordam: as manifestações são legitimas e necessárias. Mas, assim como as empresas, 14% pontuam como manipuladas e 9% desnecessárias Jornalistas Como avaliam as manifestações contrárias à Copa?
  19. 19. Empresas: A vitória do Brasil na Copa pode reduzir as críticas em relação a:  Sim, a vitória trará benefícios. Mas , temporários: 36% manifestações acreditam que reduzirá a crítica ao uso abusivo de verbas públicas e 18% ao não cumprimento de prazos. Crítica ao governo cairia 54% Vitória não elimina, mas pode reduzir em 34% as críticas no atendimento, preços e qualidade.  Sim, a vitória trará benefícios. Mas, temporários: 36% manifestações acreditam que reduzirá a crítica ao uso abusivo de verbas públicas e 18% ao não cumprimento de prazos. Crítica ao governo cairia 54%
  20. 20. Jornalista: A vitória do Brasil na Copa pode reduzir as críticas em relação a: Reclamações ao não cumprimento de prazos recuariam para 20% , assim como críticas a obras mal feitas e acidentes para 11% dos entrevistados  Governo se beneficiaria com a vitória pois reduziria as críticas ao uso abusivo de verbas públicas para 39%; menor foco em má qualidade de serviços e atendimento para 23%
  21. 21. 1% 1% 30% 68% Preparado em organização Preparado em transporte Preparado em hotelaria Totalmente preparado Totalmente despreparado Parcialmente preparado Sem Resposta 2% 2% 20% 76% • Empresas: 68% dos gestores de empresas acreditam que a percepção será de um Brasil parcialmente preparado; 30% totalmente despreparado • Jornalista: 76% acreditam que o turista vai perceber o Brasil parcialmente preparado. Totalmente despreparado: 20% Empresas e jornalistas como o turista vai perceber o Brasil? Empresas Jornalistas
  22. 22. 13% 14% 26%16% 31% A população do País-sede Visitantes estrangeiros Exposição dos patrocinadores Exposição de políticos e autoridades Público de TV • A Copa é feita para o público de Tv para 31% dos entrevistados, seguidos por 26% para os patrocinadores e 16% para político e autoridades. População brasileira e Turistas são os últimos públicos da Copa: 13% e 14% respectivamente para entrevistados Empresas a Copa de 2014 é principalmente para quem?
  23. 23. 9% 5% 33% 2% 51% A população do País- sede Visitantes estrangeiros Exposição dos patrocinadores Exposição de políticos e autoridades Público de TV • Jornalistas sobem o percentual: Copa é feita para o público de Tv para 51% dos entrevistados. Empresas 31%. Patrocinadores também ficam em segundo lugar: 33% População do País- sede atinge 9% e visitantes e estrangeiros não ultrapassam 5% Jornalistas a Copa de 2014 é principalmente para quem?
  24. 24. 17% 10% 44% 23% 3% 3% Cumprimento de prazos Cumprimento de metas orçamentárias Melhorias na infraestrutura Legado social para a população Melhorias ambientais e cumprimento das metas verdes estabelecidas com o COI Sem resposta • Melhorias na infraestrutura seria o melhor aprendizado para 44%. Correção de falhas no legado à população e cumprimento de prazos somam outros 40% Cumprimento de metas orçamentárias é a expectativa de 10% dos entrevistados para os Jogos Olímpicos Empresas você acha que, após a experiência da Copa, ainda é possível corrigir rumos para os Jogos Olímpicos em:
  25. 25. 25% 2% 44% 27% 2% Cumprimento de prazos Cumprimento de metas orçamentárias Melhorias na infraestrutura Legado social para a população Melhorias ambientais e cumprimento das metas verdes estabelecidas com o COI Sem resposta • É possível melhorar na infraestrutura para 44% dos jornalistas; • 27% ainda acreditam em maior legado para a população; • 25% apostam em melhorias ambientais e atingir metas verdes Jornalistas você acha que, após a experiência da Copa, ainda é possível corrigir rumos para os Jogos Olímpicos em:
  26. 26. Est Cenários e Perspectivas Análise de dados: fatos e versões alinhados Índice de Impacto e Perspectiva IP Pulse In Press
  27. 27. • POF - Pesquisa de Orçamento Familiar 2008/ 2009 – IBGE - Referência de dados para o IPCA e avaliação de políticas públicas, pesquisas de condições de vida e hábitos de consumo; • Abrangência nacional, com dados por Unidades da Federação: capitais e regiões metropolitanas, região urbana e área rural; • Amostra: 56 mil domicílios/unidades de consumo. A mais abrangente pesquisa nacional; • Núcleo: - características dos domicílios; - características dos domiciliados, incluindo renda; - despesas familiares detalhadas por especificação de produto e serviços; - avaliação das condições de vida. Base de dados utilizada
  28. 28. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Brasil Brasília - DF Fortaleza - CE Recife - PE Salvador - BA Belo Horizonte - MG Rio de Janeiro - RJ São Paulo - SP Curitiba - PR Porto Alegre - RS IPCA X Inflação (%) / Janeiro a Junho- 2013 1.Alimentação e bebidas Índice geral Inflação foi determinante para criar clima de insatisfação. Alimentação puxa inflação às vésperas das manifestações
  29. 29. -15,00% -10,00% -5,00% 0,00% 5,00% 10,00% Combustíveis e energia Transportes Aparelhos eletroeletrônicos Serviços de saúde Alimentação fora do domicílio Cursos, leitura e papelaria Alimentação no domicílio Inflação Acumulada por Subgrupos com Maior Variação (%) Janeiro a Abril de 2013 0,00% 10,00% 20,00% 30,00% 40,00% 50,00% 60,00% 70,00% 80,00% Banana - prata Banana-da-terra Mandioquinha (batata-baroa) Morango Feijão - carioca (rajado) Farinha de mandioca Repolho Batata-inglesa Açaí (emulsão) Cenoura Cebola Tomate Inflação por Subitens de Maior Variação (%) Janeiro a Abril de 2013(véspera das manifestações) 0,00% 5,00% 10,00% 15,00% 20,00% 25,00% 30,00% 35,00% 40,00% 45,00% Couve Cebola Cenoura Laranja - pera Couve-flor Açaí (emulsão) Morango Peixe - tucunaré Tomate Pimentão Repolho Alface Inflação Acumulada por Subitens com Maior Variação (%) Janeiro a Março de 2014 (a mesma cena volta agora) 2014: Alimentos: alta de até 40% 2013: alimentos: alta de até 70%, às vésperas das manifestações, em junho • Combustíveis e energia: - 15% 70% 40% -15% +10
  30. 30. 0,00% 20,00% 40,00% 60,00% 80,00% 100,00% 0,00% 20,00% 40,00% 60,00% 80,00% 100,00% Facilidade Alguma dificuldade Muita dificuldade Facilidade Alguma dificuldade Muita dificuldade Difícil adequação da Renda às despesas Até 3 salários mínimos (SMs) Até 8 salários mínimos (SMs)
  31. 31. 0,00% 20,00% 40,00% 60,00% 80,00% 100,00% Manaus Fortaleza Natal Recife Salvador Belo Horizonte Rio de Janeiro São Paulo Curitiba Porto Alegre Cuiabá Brasília Brasil 3 - Não tem 2 - Ruim 1 - Bom 0,00% 20,00% 40,00% 60,00% 80,00% 100,00% Manaus Fortaleza Natal Recife Salvador Belo Horizonte Rio de Janeiro São Paulo Curitiba Porto Alegre Cuiabá Brasília Brasil 3 - Não tem 2 - Ruim 1 - Bom Precariedade dos serviços: água, esgoto, lixo, energia Até 3 SMs Até 8 SMs
  32. 32. 0,00% 20,00% 40,00% 60,00% 80,00% 100,00% Manaus Fortaleza Natal Recife Salvador Belo Horizonte Rio de Janeiro São Paulo Curitiba Porto Alegre Cuiabá Brasília Brasil 3 - Não tem 2 - Ruim 1 - Bom 0,00% 20,00% 40,00% 60,00% 80,00% 100,00% Manaus Fortaleza Natal Recife Salvador Belo Horizonte Rio de Janeiro São Paulo Curitiba Porto Alegre Cuiabá Brasília Brasil 3 - Não tem 2 - Ruim 1 - Bom Má qualidade do transporte em relação a moradia só Curitiba atinge 80%. São Paulo em segundo lugar Até 3 SMs Até 8 SMs
  33. 33. • COMUNICAÇÃO: DESARTICULAÇÃO E PORTA-VOZES COMPROMETEM • CENÁRIO DA IMAGEM E REPUTAÇÃO DA COPA  Copa ancora e potencializa debate sobre qualidade dos serviços públicos;  Demanda reprimida cobra Legado;  Gestão de recursos públicos e déficit de serviços atingem imagem • Índice de Impacto: 57,2% • Índice de Impacto Relações com o Cidadão: 14% • EVENTO COPA.  Melhor imagem alcançada: críticas não desprezam o brilho do esporte  IP - Mídia social: 81,5%. IP - Imprensa: 68,5% • MENSAGENS TRANSMITIDAS MÍDIA E SONDAGEM DE OPINIÃO  Negativo vai de 53% a 96%: Desperdício; Falta de qualidade dos serviços; Falta de credibilidade dos governos;  Positivo e baixa representatividade: Orgulho nacional, Oportunidade de negócio e Legado. Principais conclusões sondagem e IP
  34. 34. • BRASIL É MAIS QUE O PAÍS DO FUTEBOL. COPA PRESERVADA, LEGADO, NÃO • CONDIÇÕES SENSÍVEIS PERMANECEM  inflação elevada: sintoma de desequilíbrio;  Opção do governo pela Copa revela desvio de foco nos serviços públicos – fato evidente com a ausência de legado;  Mesmo para a classe média, a qualidade dos serviços deixa a desejar; • DESDOBRAMENTOS  Político, Social e Eleitoral: ênfase na mudança, por governo eficiente para prover serviços públicos, saúde e educação;  Política: risco de obras com defeitos e qualidade dos serviços entregues. Acompanhamento social permanece com Jogos 2016  Manifestações: permanecem, mas em menor grau, com ações da segurança e mídia;  Conjuntura: questões estruturais agudizam. Cenário e Perspectivas
  35. 35. ANÁLISE E PERSPECTIVA RISCOS OPORTUNIDADES Obrigada marilia,stabile@inpresspni.com.br manoela.penna@inpresspni.com.br

×