Your SlideShare is downloading. ×

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
797
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Instituto Federal de Educação Ciência Tecnologia –IFPE- Campus Pesqueira Curso de Graduação em Enfermagem – Bacharelado Glaucilene Oliveira Jhorrana Tunu Juliane Pereira Tamires Batista Microbiologia Pesqueira/Pe 2012
  • 2. Introdução Os cientistas dizem que a Terra foi formada há cerca de 4,5 bilhões de anosatrás, e que entre os primeiros 800 milhões e 1 bilhão de anos de existência na Terra nãoexistia vida nesse planeta. Os primeiros microrganismos datam de cerca de 3,5 bilhõesde anos atrás. Por comparação, os animais e o ser humano são relativamente recém-chegados. Os primeiros microrganismos a surgirem na Terra são as arqueanas e ascianobactérias. Com toda probabilidade, as doenças infecciosas do ser humano e dos animaisexistem desde que esses seres habitam o planeta. Algumas doenças bacterianas comotuberculose e sífilis, e infecções por vermes parasitas como esquistossomose vêmocorrendo há muito tempo. A primeira epidemia registrada ocorreu no Egito em torno de 3.180 a.C,eacredita-se que essa epidemia tenha sido de peste bubônica.Microbiologia Microbiologia é o estudo dos organismos vivos minúsculos. Os microrganismo sãoconsiderados ubíquos , ou seja , estão praticamente em todos os lugares. As varias categorias demicrorganismo incluem os vírus, as bactérias, as arqueanas, certas algas, os protozoário e certosfungos. Os microrganismos causadores de doenças são conhecidos como patogênicos e os quenão causam doenças, como não patogênicos.Eles vivem na superfície ou no interior de nosso corpo (microbiota endógena).Alguns habitam o nosso corpo (patógenos oportunistas).Muitos estão envolvidos na decomposição de organismo mortos e produtos residuais deorganismo vivos (decompositores ou saprófitas).Certas bactérias e fungos produzem antibióticos que são utilizados para o tratamento depacientes com doenças infecciosas.Os microrganismos causam duas categorias de doenças: as infecciosas e as intoxicaçõesmicrobianas.Carreiras em Microbiologia Microbiologia: é o cientista que estuda os micro-organismos.Ele deve ter grau de bacharel, mestre ou doutor em microbiologia. Bacteriologia: é o cientista que se especializa em bacteriologia, estudo das estruturas, atividades e funções das bactérias. Ficologia: especialista em algas; Protozoologia: estuda os protozoários e suas atividades; Micologia: estuda os fungos; Virologia: o estudo dos vírus e seu efeito sobre as células vivas de todos os tipos, também podem estudar os príons e os viróides, que são agentes infecciosos menores que os vírus;
  • 3. Microbiologia Aplicada: a microbiologia aplicada a diferentes aspectos da sociedade, medicina e indústria. São resumidamente: 1. Microbiologia Agrícola; 2. Biotecnologia (Microbiologia Industrial); 3. Microbiologia Ambiental e Biorremediação; 4. Microbiologia Médica e Clínica; 5. Genética Microbiana e Engenharia Genética; 6. Fisiologia Microbiana; 7. Paleomicrobiologia; 8. Parasitologia; 9. Microbiologia Sanitária; 10. Microbiologia Veterinária.Pioneiros na ciência da microbiologia Bactérias e protozoários forma os primeiros micro-organismos a serem observados pelohomem. Demorou cerca de 200 anos para que fosse estabelecida uma relação entre micro-organismos e doenças infecciosas. Entre os mais significativos acontecimentos na história damicrobiologia podemos citar o desenvolvimento do microscópio, os procedimentos de coloraçãobacteriana, as técnicas que tornaram possível cultivar micro-organismos em laboratório e asetapas que provaram que micro-organismos específicos são responsáveis por determinadasdoenças infecciosas. Três microbiologistas pioneiros serão apresentados neste trabalho: AntonVan Leeuwenhoek (1632-1723), Robert Koch (1843-1910) e Louis Pasteur (1822-1895). Pelo fato de Anton Van Leeuwenhoek ter sido a primeira pessoa a observar bactéria eprotozoários vivos ele é algumas vezes referido como pai da microbiologia, pai da bacteriologiae pai da protozoologia. É interessante destacar Leeuwenhoek não era um cientista diplomado.Em diferentes ocasiões de sua vida Leeuwenhoek teve outros ofícios como conferentealfandegário e de tecidos, funcionário público Delfi (Holanda), entre outros. Como passa-tempoele polia pequenas lentes de vidro e as fixava em pequenas armações metálicas, criando assim oque hoje conhecemos como microscópio de lente única. Fabricou mas de 500 dessemicroscópio, que podiam ampliar um objeto em 200 a 300 vezes do seu tamanho original, elenão ensinou esta habilidade a ninguém. Em uma das centenas de cartas que enviou a RoyalSociety of London ele escreveu que o “método para observar os menores animalículos eu nãotransmito a ninguém; nem sobre como observar muitos animaliculos ao mesmo tempo. Essemétodo eu mantenho só para mim.”. É inquestionável que Leeuwenhoek era curioso, poisutilizava seu microscópio para examinar quase tudo que podia ter em suas mãos. Ele examinouraspa de seus dentes, água de valas e lagoas, água na qual ele havia colocado pimentas, sangue,esperma e até mesmo suas fezes diarreicas; e muitas dessas amostras, observou uma variedadede minúsculas criaturas vivas que chamou de animalículos. As cartas de Leeuwenhoekfinalmente convenceram os cientistas, do final do século XVII, da existência dos micro-organismos. Leeuwenhoek nunca especulou a origem destes micro-organismos, nem osassociou a causa das doenças. Tais relações só foram estabelecidas com os trabalhos de LouisPasteur e Robert Koch no final do século XIX. A partir do momento em que os cientistas se convenceram da existência de criaturasminúsculas que não poderia ser observadas a olho nu, eles começaram a especular sua origem.Baseando-se em observações, muitos cientistas da época acreditavam que a vida poderia sedesenvolver espontaneamente a partir de substancias inanimadas, abiogênese. Louis Pasteur
  • 4. finalmente demonstrou que a teoria da biogênese não era verdadeira e provou que a vida sópode surgir a partir da vida preexististe. Esta teoria denominada biogênese proposta pelocientista alemão Rudolf Virchow em 1858. Louis Pasteur, químico francês fez inúmeras contribuições para a microbiologia.Enquanto tentava descobrir porque o vinho se contaminava com substancia indesejada, Pasteurdescobriu o que ocorre durante a fermentação alcoólica. Através de sues experimentos Pasteurdestruiu a teoria da geração espontânea. Pasteur Descobriu formas de vida que podiam existirsem oxigênio. Aerobios (Organismos que necessitam de oxigênio) Anaerobios (Organismos que não necessitam de oxigênio) Pasteur desenvolveu processo de pasteurização para matar micro-organismos patógenos Desenvolveu vacinas para evitar varicela, cólera, antraz, erisipela e raiva animal. Um dilema ético para Pasteur, em julho de 1885 quando estava desenvolvendo umavacina para combater a raiva em cães, um menino de 9 anos de idade chamado Joseph Meistertinha sido mordido 14 vezes nas pernas e mãos por um cão raivoso, naquela época sabiam quetodas as pessoas que eram mordidas por animal raivoso morreriam. A mãe da criança pediu paraque fosse utilizada a vacina no menino. Pasteur não era médico por isso não podia utilizar e suavacina era experimental. Dois dias após Pesteur injetou a vacina na tentativa de salvar a vida dacriança. O menino sobreviveu, Pasteur se convenceu que tinha criado uma vacina que podia seradministrada em seres humanos. Robert Koch, fez numerosas contribuições à microbiologia, e também para a teoriagerminal das doenças. Koch Desenvolveu métodos para corar, fixar e fotografar bactérias,desenvolveu métodos para cultivar bactérias em meio sólido. Descobriu a bactéria causadora datuberculose (Mycobacterium Tuberculosis) e a bactéria causadora cólera (Vibrio Cholerae). Oseu trabalho com a tuberculina (uma proteína derivada da M. Tuberculosis) levou aodesenvolvimento do teste cutâneo de grande valor no diagnóstico da tuberculose
  • 5. Figura 1. Anton Van LeeuwenhoekFigura 2. Robert Koch
  • 6. Figura 3. Louis Pasteur
  • 7. Referencia BibliográficaR. W. BURTON, GWENDOLYN ; G. ENGELKIRK, PAUL: Microbiologia para as ciências da saúde.7ª Ed. Editora Guanabara Koogan.

×