Edição de Dezembro                   N.º 14. Dezembro/Janeiro de 2012 . Bimestral . Distribuição Gratuita . Depósito legal...
Webrádio comunitária  Estatuto Editorial  “2.º Âmbito e Fins  1. Na sua qualidade de webrádio comunitária e  intermunicipa...
Editorial                                               decisão nacionais e comunitários a                                ...
Centros Escolaresavançam a bom ritmo Escolas do Concelho de Aveiro dotadas de melhores condiçõesaveiro prossegue no caminh...
Centro de AltoRendimento de Surfpronto em 2012                                                                           S...
Obras no Município                                                             Acção: Substituição de Cubos de Granito na ...
Acção: EB1 e J.I. da Quinta do Simão - pavimentação de piso para jogos                                                    ...
Eixo Ibérico em velocidade     alta considerado prioritário                                                       Ligação ...
Um foco na criação de emprego e oportunidades                             A oportunidade para Aveiro alargar o espaço de c...
Potenciar as     sinergias                                                             Aveiro EmpreendedorProjecto que env...
Empreendedorismo nas     Escolas vai abranger mais     de 1300 alunos                                                     ...
”Fomentar aidentidade e amemória coletivada comunidade”                                                  Parque da Sustent...
Ponte Pedonal vai unir Rossio e AlboiProjecto foi financiado em 70 por cento pelo QREN, no âmbito do Mais Centro, epretend...
Orçamento Participativo     de Aveiro                                                     Projecto arranca em 2012assemble...
TEDxYouth@Aveiro    encheu Teatro Aveirense                                                                         Edição...
Aveiro assina Declaração naCimeira Mundial de Autarcas          “Feira de Cerâmica Internacional de Jingdezhen na China”No...
Aveiro atento às    experiências estrangeiras                                                                          And...
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Musikki: conteúdos musicais à distância de um click
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Musikki: conteúdos musicais à distância de um click

908

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
908
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Musikki: conteúdos musicais à distância de um click"

  1. 1. Edição de Dezembro N.º 14. Dezembro/Janeiro de 2012 . Bimestral . Distribuição Gratuita . Depósito legal Nº 282647/08 Vestir Aveiro Cor é alegriaProjEcto Musikki car-surf ligação avEiro-salaManca
  2. 2. Webrádio comunitária Estatuto Editorial “2.º Âmbito e Fins 1. Na sua qualidade de webrádio comunitária e intermunicipal, destinada a motivar a participação cívica, reforçar a coesão da comunidade e aprofundar a abordagem à cultura urbana e identidade local, a R@ dio Ás pretende: a) motivar a participação cívica no espaço público, abrindo a programação ao movimento associativo e aos cidadãos; b) reforçar a coesão das comunidades, valorizando a programação que se relacione com os temas da vivência comunitária; c) aprofundar a abordagem à cultura urbana e à Identidade local, procurando difundir as marcas da tradição e da modernidade locais.” Boletim Informativo Municipal Edição e Propriedade: Câmara Municipal de Aveiro Director: Élio Manuel Delgado da Maia Edição: Gabinete de Comunicação – 234 406 413 – boletiminformativo@cm-aveiro.pt Coordenação : Virgílio Nogueira Redacção: Carla Silva, Miguel Araújo, Paula Rocha Colaboração: Paulo Pinho, TEDx Aveiro Design: Pedro Girão Fotografia: Pedro Girão; Câmara Municipal de Aveiro; Nuno Vilhena, Dário Silva, Ivo Tavares Impressão: FIG Tiragem: 40.000 Ex. Depósito Legal N.º: 282647/08Boletim Informativo Municipal . 2
  3. 3. Editorial decisão nacionais e comunitários a defesa da sua concretização. O nosso boletim reúne um conjunto de Estimad@ leitor informações que permitem concluir que Aveiro é uma cidade criativa. Uma cidade É com imensa satisfação que me dirijo que envolve os criadores na perspectiva a si para, em breves palavras, enunciar de rasgarem horizontes, de ousarem a o que a edição de Dezembro do Boletim escapadela à rotina e de exprimirem Informativo Municipal (BIM) evidencia novas concepções de retratar a realidade. ao longo das páginas. Leiam-se, a propósito, as peças sobre Revela as obras no Município que o Vestir Aveiro, a Bienal Internacional são a marca da transformação e do de Cerâmica Artística ou a relativa ao desenvolvimento de Aveiro, entre Prémio de Poesia Nuno Júdice. outras: a construção do Centro de Alto A atitude criativa reflecte-se, também, Rendimento de Surf, em São Jacinto, na criação da R@dio Ás, uma webrádio algumas das intervenções no âmbito comunitária, dirigida à participação dos do Parque da Sustentabilidade, a cidadãos e das instituições locais, e que, requalificação da estrada municipal ao mesmo tempo, procura aproximar 230-1, a nova Avenida das Agras e a Aveiro das cidades irmãs de Santa renovação do parque escolar. Cruz, Cabo Verde e São Bernardo do Este número do BIM destaca o mais Campo, no Brasil, municipalidades que importante projecto das últimas manifestaram interesse em compartilhar décadas para o futuro de Aveiro: a o projecto. Trata-se da primeira ligação ferroviária, para passageiros e webrádio de iniciativa municipal inscrita mercadorias, em velocidade alta, que na ERC – Entidade Reguladora para a unirá Aveiro ao centro e ao norte da Comunicação Social, e que aproveita Europa, até Estocolmo: o designado a faculdade aberta pela Lei da Rádio, Corredor Atlântico. Esta ligação não só que possibilita aos Municípios criarem faz de Aveiro um ponto de partida e de serviços de programação de rádio na chegada para o velho continente, mas Internet. Registe-se que a R@dio Ás torna o Concelho num centro nevrálgico criou, em Aveiro, o Conselho Editorial, de rotas à escala global, se entendermos juntando as entidades que investigam ou a implementar o Orçamento Participativo. No ano que vem, em 2012, os cidadãos a relação que necessariamente manterá leccionam na área da Comunicação ou interessados poderão ajudar a construir o futuro de Aveiro, propondo obras e iniciativas com o tráfego marítimo do Porto de afins, nomeadamente o Departamento que valorizem o desenvolvimento da comunidade e o bem-estar dos aveirenses. Aveiro, afinal o motivo preponderante de Comunicação e Arte da Universidade A cultura do empreendedorismo está a chegar às escolas do Concelho, mercê da ambição da construção da infra-estrutura. O de Aveiro, o Instituto Superior das de um programa estabelecido para o efeito pelo projecto Aveiro Empreendedor. Trata- investimento nacional e comunitário Ciências da Informação e Comunicação se de uma sementeira que dará frutos a médio e a longo prazos. No tempo presente o neste projecto constitui uma excelente – ISCIA, a Escola Secundária Homem empreendedorismo já distingue os aveirenses, que têm obtido resultados de excelência, notícia, já que se trata de uma medida Cristo e a Escola Profissional de Aveiro. que nos orgulham. É o caso do projecto Musikki, desenvolvido por Joaõ Afonso, Juliana estruturante para a economia regional, O Orçamento Participativo também tem Teixeira e Pedro Almeida que foi um dos vencedores da semifinal da competição ISCTE- beneficiando as próximas gerações. Este um cariz inédito em Aveiro: à data da IUL MIT Portugal – Venture Competition. Obtiveram um prémio que lhes vai permitir corredor define, também, o reforço da aprovação, foi o primeiro Orçamento desenvolver o Musikki, cuja versão final deverá ser apresentada em Abril, no MIT, nos identidade de um território que, tendo Participativo, em Portugal, cujo Estados Unidos. Felicito-os pela inovação e por possuírem o saudável atrevimento de interesses comuns, deve aprofundar a Regulamento se apresentou e discutiu criar um produto novo, cultural e socialmente tão interessante. aproximação entre os Municípios que o em sede de Assembleia Municipal. Isto Creio bem que ao folhear o BIM confirma que somos uma comunidade inconformada, integram, nomeadamente os espanhóis depois de ser trabalhado pelos técnicos que investe na mudança, exigente consigo própria, que não se permite estagnar e que de Ciudad Rodrigo, Salamanca e municipais e de ter recebido contributos procura reproduzir os sinais de esperança e as ideias em factos concretos, em obras e Valladolid, dando passos para a criação valiosos dos Senhores Presidentes medidas que beneficiam o bem comum. do Eixo Ibérico, institucionalizando uma das Juntas de Freguesia. Lembramos Aproveito o ensejo para lhe desejar um Natal muito feliz e um excelente Ano Novo de euroregião capaz de federar desígnios que depois de Lisboa, Aveiro é a 2012. e habilitada a assumir nos centros de segunda capital de Distrito portuguesa Aceite um abraço amigo.Qr CodeNesta edição está implementada uma novatecnologia que permite ao leitor o acesso 1. Use a aplicaçãolernoo seu telemóvel para QR 2. Faça oCode com o seu do Qr enquadramento 3. O programapermissão, à com a sua irá ligar-se 4. Aceda e disponível. conteúdo navegue nodirecto às reportagens vídeo de algumas Code, apontando como se leitor e aguarde a sua leitura. internet.das notícias, através do seu smartphone ou fosse tirar uma fotografia.tablet.À semelhança dos código de barras que nossupermercados permitem no caixa saber opreço dos produtos, o Qr Code também temque ser lido.Antes de experimentar, é necessário obterum programa capaz de fazer a leitura do QrCode para o seu dispositivo móvel, existindono mercado várias opções de acordo com omodelo do seu dispositivo móvel.No entanto o Qr Code não serve apenaspara aceder aos vídeos das reportagense pode estar associado, por exemplo, àprogramação de um evento cultural.Experimente! Boletim Informativo Municipal . 3
  4. 4. Centros Escolaresavançam a bom ritmo Escolas do Concelho de Aveiro dotadas de melhores condiçõesaveiro prossegue no caminho da melhoria dos estabelecimentos escolares nasfreguesias. São Bernardo conhece já o renovado Centro Escolar, em fase finalestá o centro Escolar de verdemilho na freguesia de aradas. no próximo anoarrancam as empreitadas das requalificações de três centros escolares: Glória,santiago e vera cruz. Em fase de desenvolvimento do projecto de arquitectura,anunciamos as escolas de cacia, oliveirinha, santa joana e Barrocas, este últimonuma fase mais avançadaAveiro vê o Parque Escolar renovado. No futuro Centro Educativo, tem já o projectoâmbito da Carta Educativa de Aveiro, está de arquitectura aprovado.prevista a requalificação e construção Nas Barrocas, freguesia da Vera Cruz,de vários equipamentos escolares para o está em funcionamento a Escola Básicaensino básico. do 1.º Ciclo e Jardim-de-infância que não“A educação é, a médio prazo, uma das possui refeitório e a biblioteca ocupa dois Projecto para a Escola Básica do 1.º ciclo de jardim de infância das Barrocasáreas mais decisoras para ultrapassar gabinetes.a crise que vivemos actualmente. Neste Neste sentido, e para dar resposta amomento, temos um centro escolar em mais de 300 alunos, este equipamentofuncionamento, temos outro centro escolar será intervencionado para que possa que permitam os jogos tradicionais e será financiamento de 720.066,29 €.em fase final de conclusão e, recentemente, corresponder a todos os requisitos exigidos incluído um pequeno recinto de jogo. Com um investimento associado devimos aprovadas candidaturas de três por lei para um Centro Educativo. Recorde-se que o Município viu aprovadas 950.504,82 €, em que 757.133,04 € serãonovos centros educativos. Vamos lutar por Integrada na Carta Educativa está prevista as candidaturas e já foram assinados co-financiados, o projecto do “Centromais, mas se concluir cinco num único a manutenção desta escola com as 10 salas os Protocolos de Financiamento com o Escolar de Santiago” visa a requalificaçãomandato, garantida a parte mais difícil, de 1.º ciclo de ensino básico e quatro salas Programa Operacional MAIS CENTRO do Centro Escolar, de modo a permitir queque é a comparticipação, já nos parece bom de Jardim-de-infância. Esta intervenção para a requalificação de três centros os alunos possam efectuar grande parte doconseguir o que quem agora muito fala versa sobre três principais aspectos: a escolares: Glória, Santiago e Vera Cruz. seu percurso escolar no mesmo local.nunca fez, nem nada próximo” salienta o reabilitação dos edifícios existentes (EB1 Com o projecto “EB 1º Ciclo da Glória” O projecto “EB 1º Ciclo da Vera Cruz” temPresidente da Câmara Municipal de Aveiro, e JI), a construção do novo corpo com o pretende-se dotar o actual estabelecimento como principal objectivo a requalificaçãoÉlio Maia. refeitório, cozinha e dependências anexas, de ensino com espaços escolares total e integral da actual escola, de modoDestacamos que em fase de preparação vestiários e balneários de pessoal e sala multifuncionais de qualidade, de modo a criar condições óptimas de conforto edo projecto de arquitectura, temos os para informática e biblioteca, bem como a permitir que os alunos possam fruir sucesso escolar para alunos, professores eequipamentos escolares de Santa Joana, arranjos exteriores que incluem o campo de condições excelentes para o seu pessoal auxiliar. O valor associado a esteOliveirinha, Cacia, São Jacinto e Parque de jogos, um parque infantil, horta, desenvolvimento pedagógico. O montante projecto é de 1.474.922,73 €, tendo um co-Desportivo de Aveiro. A escola Básica do zonas relvadas e zonas pavimentadas. de investimento associado a este projecto financiamento de 1.169.763,62 €.1.º ciclo e Jardim-de-infância das Barrocas, As zonas pavimentadas terão desenhos é de 951.106,20 €, tendo previsto um co-Boletim Informativo Municipal . 4
  5. 5. Centro de AltoRendimento de Surfpronto em 2012 S. Jacintoinvestimento de mais de um milhão de euros vai dotar a freguesia de s. jacinto localizado junto à praia (mesmo ao lado do turismo e surf de mãos dadasde um equipamento que, para além de permitir a dinamização da prática de surf, Complexo Desportivo) e ocupará uma área de cerca 930m2, distribuída em quatrose pretende venha a criar novos postos de trabalho e promover o turismo na A aposta no turismo surge valorizada espaços fundamentais: área de balneáriosfreguesia pelo carácter pouco sazonal do surf, e camaratas; zonas de recepção e salas que permitirá diminuir assimetrias polivalentes; hangar e bar/esplanada deO primeiro semestre de 2012 é apontado desenvolvimento do turismo será um bem entre as ocupações nos meses estivais apoio.como a data de inauguração do futuro muito grande para S. Jacinto, pois teremos e no resto do ano. Por fim importa Para além do edifício do Centro de Surf,Centro de Alto Rendimento de Surf, que sempre mais gente na praia e com isso mais referir que o efeito multiplicador da será igualmente efectuada uma intervençãoestá a ser construído na freguesia de S. gente nos restaurantes e no comércio local”. actividade turística, induzido através do de arranjos exteriores em toda a área doJacinto. Trata-se de um investimento de As “excelentes condições da praia de S. investimento no projecto do CAR Surf, terreno de implantação. Será tambémum milhão de euros (financiado em 70 Jacinto para a prática de surf” e o facto de será muito positivo e importante para criada uma ligação à Piscina e ao Pavilhãopor cento pela Feder), desenvolvido em ter já um complexo desportivo foram duas o desenvolvimento económico desta existentes, de modo a que se possam utilizarparceria com a Federação Portuguesa de das razões que levaram à escolha desta freguesia. alguns dos espaços aí existentes.Surf. freguesia do concelho de Aveiro como o Este centro destina-se à realizaçãoPara o Vice-presidente da Câmara “local ideal” para a implementação de mais respeito pelo Meio ambiente de estágios da selecção, formação eMunicipal de Aveiro, Carlos Silva Santos, a um Centro de Alto Rendimento, adiantou existe ainda a possibilidade de outrosconstrução do Centro de Alto Rendimento Rui Félix, da Federação Portuguesa de Surf. A construção do Centro de Alto países virem fazer estágios aqui e esterepresenta um “investimento estruturante O responsável explicou ainda que “as Rendimento de Surf não esqueceu espaço poderá dar apoio a clubes locaispara a freguesia de S. Jacinto, sobretudo praias onde actualmente estão localizadas o respeito pelo Meio Ambiente e as para a prática de outras modalidades.por causa da dinamização da vertente do algumas valências da Federação Portuguesa preocupações de eficiência energética, Actualmente existem já seis Centros deturismo e também do desporto”. de Surf têm vindo a sofrer nos últimos anos são a prova disso. As paredes, Alto Rendimento de Surf localizados emCarlos Silva Santos realça ainda o facto um acréscimo de utentes e uma maior taxa pavimentos, coberturas e as janelas de Viana do Castelo, Nazaré, Peniche, Sintra,deste novo Centro permitir a criação de de ocupação ao longo da época balnear e vidro duplo, em PVC terão a resistência Almada e Vila do Bispo, aos quais senovos postos de trabalho em S. Jacinto. mesmo no resto do ano”, realidade que vai térmica necessária a responder às juntará, em breve, o de Aveiro.“A prática de surf faz-se ao longo de todo ao encontro das expectativas da Câmara necessidades do edifício e à suao ano e penso que graças a isso poderemos Municipal de Aveiro relativamente a este localização. Para o aquecimento dascombater a sazonalidade que se verifica projecto. reportagem da localvisão águas quentes sanitárias estão previstosactualmente e com isso dar emprego a mais O Centro de Alto Rendimento de Surf, disponível em: painéis solares térmicos e a colocação depessoas”, afirmou, acrescentando que “o cujas obras avançam a bom ritmo, está http://zip.net/bxcqNR painéis fotovoltaicos. Boletim Informativo Municipal . 5
  6. 6. Obras no Município Acção: Substituição de Cubos de Granito na Rua Eça de Queiroz, freguesia da GlóriaAcção: Beneficiação / Requalificação da 230-1Acção: Construção da Avenida das Agras do Norte – 2.ª fase Acção: Requalificação da Travessia Hidráulica na Ex-EN 109 – Esteiro de São PedroBoletim Informativo Municipal . 6
  7. 7. Acção: EB1 e J.I. da Quinta do Simão - pavimentação de piso para jogos Acção: Remarcação de sinalização horizontal diversa na Zona Industrial de EsgueiraAcção: C.S. de Esgueira - execução de base / aplicação do piso amortecedor de parque infantil Acção: Reparação de passeio na Rua de São Martinho, Glória Boletim Informativo Municipal . 7
  8. 8. Eixo Ibérico em velocidade alta considerado prioritário Ligação Aveiro-Salamanca Prioridade do troço de Alta Velocidade entre Aveiro e Salamancao troço entre aveiro-salamanca, em Élio Maia destacou ainda a decisão da União Nos últimos anos a Região de Aveirobitola ibérica, está nas prioridades do Europeia, conhecida a 19 de Outubro, que tem-se evidenciado pelo dinamismo e define o Corredor Ferroviário do Atlântico desenvolvimento do tecido empresarial queGoverno Português, mas também da como prioritário e contemplado no pacote aposta muito na actividade exportadora,união Europeia que incluiu este troço financeiro de 2014/2020. “É uma data a integrando no seu hinterland importantesno pacote financeiro de 2014/2020 fixarmos em Aveiro. Este corredor contempla empresas, com reflexo na economia nacional. a construção de uma nova rede ferroviária de A ligação de Zaldesa - Plataforma Logística deO ministro da Economia, Álvaro Santos vias mistas de mercadorias e passageiros em Salamanca com a Plataforma de Cacia será,Pereira, anunciou a criação de duas linhas bitola europeia. É um projecto extremamente assim, mais uma oportunidade para reforçarde velocidade alta entre Portugal e Espanha, estruturante e decisivo para o futuro da nossa a cooperação económica e o estreitamentodando a ligação entre Aveiro e Salamanca, economia”, acrescentou o Autarca Aveirense. das relações entre as empresas e instituiçõesem bitola Europeia, como um dos troços Do outro lado da fronteira, o congénere de Castela e Leão e as da região Centro deprioritários, a par da ligação entre Sines e espanhol, Alfonso Fernández Mañueco, Portugal. Conjugar as potencialidades dos nossos portos marítimos com a existência deMadrid. presidente do Município de Salamanca, um comboio de Velocidade Alta, para transporte de mercadorias permitirá um aumentoUma notícia que surge depois da União congratula-se com o anúncio do Governo progressivo do grau de diversificação dos produtos transportados, possibilitando o acessoEuropeia ter confirmado que os fundos Português.“A decisão do Governo Português competitivo de mercadorias regionais, nacionais e internacionais, aos mercados externos.destinados ao comboio de alta velocidade de investir na melhoria das infra-estruturas Nesse sentido, a AIDA em parceria com a APA, integra o projecto europeu PORPOSSEpoderão ser aplicados às novas linhas do corredor ferroviário Aveiro-Salamanca, para promover a intermodalidade de transporte através da criação de auto-estradasferroviárias. “A linha de bitola europeia tem grande relevância para Salamanca e marítimas que terá como efeito, a redução de custos de transporte e prazos de entreganão pode ser só a linha de Sines. É muito em particular para a plataforma logística reforçando a competitividade empresarial.importante que haja uma linha do Norte (ZALDESA) que estamos a promover”. A efectivar-se a construção desta ligação ferroviária consolidar-se-á a posição da Regiãodo país, a partir de Aveiro, que ligue através O novo corredor ferroviário aprovado pela de Aveiro enquanto plataforma logística a nível nacional, bem como aproximando ada linha Beira Alta para o resto da Europa”, União Europeia, e no qual se integra o Eixo Europa dos mercados africano e americano.garantiu o ministro, em Setembro, em Ibérico Aveiro-Salamanca, irá permitirdeclarações ao programa Prós e Contras da o aumento do volume de mercadorias Elizabete ritaRTP. transportadas através da ferrovia, sobretudo Directora-geral da associação industrial do Distrito de aveiro Aumentar a competitividade do País, numa altura em que se estima que apenasdinamizar a economia e criar novas ligações 1 por cento do tráfego de mercadorias nade acesso à Europa são apenas algumas das Península Ibérica seja feita por esta via.vantagens associadas a este anúncio que foi No documento que serviu de base à decisãorecebido na região de Aveiro, mas também de da União Europeia, pode ler-se que este Enclave de Logística Cylog em Salamanca - ZALDESASalamanca, com forte regozijo e satisfação. corredor ferroviário pretende “impulsionarPara o Presidente da Câmara Municipal o desenvolvimento da ferrovia”, ao mesmo tempo que “irá fomentar o transporte Ter uma rede ferroviária competitiva tanto node Aveiro, Élio Maia, o eixo ibérico, agora ferroviário-portuário”. Está ainda prevista lado Português como Espanhol é um grandedefinido como prioritário, “é central e é uma “profunda adaptação da infra-estrutura avanço para que as empresas consideremestruturante”, pois entende que “esta é a ferroviária do corredor e das respectivas a ferrovia como uma alternativa para ogrande ligação ferroviária que vai acontecer ligações aos portos”, potenciando desta forma transporte de mercadorias. As melhoriasna Europa e que nos vai levar para todas as os investimentos já realizadas, como é o caso nas infra-estruturas precisam de sercidades na Europa. Enche-nos de felicidade do Porto de Aveiro. acompanhadas por políticas de harmonizaçãoisto estar a acontecer e Aveiro estar na rota das normas ferroviárias, a fim de se reduziremdesta nova ligação ferroviária”. custos e burocracias, para melhorar a competitividade do transporte ferroviário de mercadorias. No caso da ligação ferroviária entre Aveiro e Salamanca irá produzir avanços significativos, como foi com a ligação ferroviária do Porto de Aveiro, a construção futura da Plataforma Intermodal Salamanca, a execução conjunta de projectos europeus, como o “E-Intermodalidade 80 “(Porto de Aveiro, o Porto de Leixões e ZALDESA). A confirmação por parte da UE do Corredor Ferroviário do Atlântico como prioridade a nível europeu e a classificação estratégica parte do Governo de Espanha do “Nodo Intermodal de Salamanca” devem contribuir para que se continue a trabalhar para o objectivo de tornar o modo ferroviário de transporte de mercadorias ainda mais competitivo. Pablo Hoya Director da Zaldesa, Plataforma logistica de salamancaBoletim Informativo Municipal . 8
  9. 9. Um foco na criação de emprego e oportunidades A oportunidade para Aveiro alargar o espaço de cooperação Para a cidade de Salamanca é uma Há momentos na história de prioridade o desenvolvimento Aveiro que influenciaram o de infra-estrutura Corredor curso futuro da cidade de forma Ferroviário Atlântico onde decisiva e que asseguraram não estamos, e em particular a só a subsistência, mas também comunicação dos Portos de a prosperidade da comunidade Aveiro, Leixões e Salamanca. aveirense. A elevação de Aveiro Desde 2004, quando se assinou à condição de Cidade, a abertura o primeiro acordo com ambas da Barra, a passagem da linha as partes, nós trabalhámos férrea do Norte, a instalação para revitalizar este corredor liceal e judicial e a criação da de mercadorias na Europa Universidade, foram alguns dos e promover o crescimento factos que hoje assinalamos económico em toda a região. com apreço e que jamais serão O projecto Zaldeza colocará rasurados da memória colectiva. em marcha, a curto prazo, Tenho a mais firme convicção a Plataforma Intermodal de que a anunciada ligação (Porto Seco) que permitirá o ferroviária em que Aveiro é fortalecimento do transporte ferroviário como um meio de comunicação entre a ponta atlântica e que nos aproxima a Espanha, ao centro e ao norte da Europa, os portos portugueses e Salamanca. Isso também significa um aumento do fluxo ligação conhecida como Corredor Ferroviário do Atlântico, inaugura uma nova de mercadorias transportadas por via férrea, reduzindo os custos de logística de época, um novo capítulo na nossa história e que se juntará, nos tempos vindouros, empresas e estimular a implementação de novos. Em troca, os portos portugueses e aos grandes acontecimentos que hoje celebramos. as suas zonas interiores vão ver aumentadas as suas operações portuárias. Esta via de comunicação é importante para todo o espaço europeu, pois aproxima Esta declaração do Governo Português é muito importante e terá de ter a continuidade o continente, através do Porto de Aveiro, a destinos transatlânticos, incrementando do lado espanhol, sendo essencial a coordenação das actividades realizadas por uma rota comercial e turística com dimensão global. Este projecto é extremamente ambos os países a fim de alcançar um corredor efectivamente concorrencial. aliciante para os investidores e para os empreendedores que compreendam bem as Portugal e Espanha são países periféricos na Europa e, portanto, devemos trabalhar possibilidades de desenvolvimento económico que a nova rede ferroviária abre para para minimizar essa condição, melhorando nossas comunicações com o resto do o futuro de Aveiro. continente. Esta é, também, a oportunidade para Aveiro alargar o espaço de cooperação A Cidade de Salamanca vai trabalhar para aumentar a área Logística de Zaldesa e as económica, social e cultural, aprofundando relações com os Municípios servidos suas actividades como o foco de oportunidades de criação de emprego e como motor por esta rede, quer falemos dos portugueses, quer dos espanhóis, nomeadamente económico. Ciudad Rodrigo, Salamanca e Valladolid, com quem devemos ir trabalhando para dar passos tendentes à formação de uma euroregião, o Eixo Ibérico, uma organização para agregar interesses comuns e com escala geográfica e densidade demográfica significativas para os afirmar nos centros de decisão política nacionais e europeus. alfonso fernández Mañueco Élio Maia Presidente da câmara de salamanca Presidente da câmara Municipal de aveiroPorto de Aveiro como porta marítima da EuropaJosé Luis Cacho, presidente do Conselho a Espanha em bitola europeia irá fazerde Administração do Porto de Aveiro com que o Porto de Aveiro chegue ainda(APA), recebeu com satisfação a notícia mais além da zona de Castela e Leão,de que o Governo Português considerava ou até mesmo Madrid. “No nosso planoprioritária a ligação em alta velocidade estratégico, uma das componentes era aentre Aveiro e Salamanca. expansão do porto para a zona de Castela e“Estava calendarizada nos acordos entre Leão. Esta ligação é muito importante paraPortugal e Espanha, mas a antecipação consolidar este processo de crescimento edas datas era muito bem vinda”, disse o de afirmação e que, ao mesmo tempo, nosresponsável da APA, recordando que “o irá permitir uma maior movimentação deprojecto ferroviário do Porto de Aveiro cargas”, afiançou o presidente do Conselhojá estava integrado neste projecto da alta de Administração do Porto de Aveiro.velocidade entre Aveiro e Salamanca”. Em jeito de balanço do primeiro ano dePara José Luis Cacho, esta “é uma funcionamento do ramal ferroviário donotícia que vem consolidar a estratégia Porto de Aveiro, José Luís Cacho admitedesenvolvida na perspectiva de que “superou as expectativas”. “Só noconsolidação do hinterland ibérico- primeiro ano movimentou-se cerca deeuropeu, funcionando o Porto de Aveiro 200 mil toneladas de carga. Estamos acomo porta marítima da Europa”. trabalhar com uma média de três a quatroCom a inauguração, há cerca de um comboios diários”, disse, acrescentandoano, do ramal ferroviário, o Porto de que, contudo, “é preciso reconhecer que aoAveiro viu concretizado um desejo antigo nível das exportações se nota uma ligeiraque permite, hoje em dia, uma maior quebra e penso que este ano, de 2011, serácompetitividade e um alargamento da aquele em que se irá sentir um pouco maisárea de influência. No futuro, a ligação o efeito da crise”. Boletim Informativo Municipal . 9
  10. 10. Potenciar as sinergias Aveiro EmpreendedorProjecto que envolve 17 instituições tem como objectivo fomentar oempreendedorismo e apoiar as Pequenas e Médias EmpresasO dia 3 de Novembro de 2011 ficará assinalado como o dia da “apresentação pública” do projecto uma manifesta vontade de em continuar a desenvolver este projecto com todos os parceirosAveiro Empreendedor, que envolve de 17 entidades da região, entre as quais a Câmara Municipal envolvidos”.de Aveiro (através da Agir), a AIDA, a Universidade de Aveiro e a Comissão de Coordenação e Acções a desenvolverDesenvolvimento Regioanal do Centro. Fomentar o empreendedorismo e prestar todo o apoio às PME’s, para que tornem cada vezPara o Presidente da Autarquia Aveirense, que marcou presença nesta sessão, o Aveiro mais competitivas, são os principais objectivos do projecto Aveiro Empreendedor que prevê oEmpreendedor “é motivo de grande orgulho, sobretudo numa época em que tanto se fala de desenvolvimento de outras acções já em 2011.crise”. “Estamos perante um desafio através do qual pretendemos dar resposta a alguns dos Em curso está já a actividade de promoção do Empreendedorismo nas Escolas e o Workshopproblemas actuais e para isso contamos com uma excelente equipa que envolve vários parceiros “Cerâmica Inovadora”, que tem como objectivo fazer uma contextualização teórica acerca doda nossa comunidade, trabalhando em união e na construção do sucesso para o nosso País”, empreendedorismo e da clarificação de alguns conceitos financeiros e de gestão, promovendo,afirmou Élio Maia. desta forma, a atitude empreendedora durante o desenvolvimento de um projecto pessoal queElizabete Rita, directora-geral da AIDA, enaltece o facto deste projecto promover o trabalho pode ser apresentado como proposta de criação do próprio emprego.em parceria e de focar as suas atenções no empreendedorismo e no apoio às empresas. “Temos Destaque ainda para o Workshop “Empreendedorismo Social” que irá apoiar pessoasde tirar partido das sinergias ao invés de andarmos a duplicar esforços, bem como temos de desempregadas a criarem o seu auto-emprego, a desenvolverem o seu projecto com a ajuda eadaptar as acções aos públicos que, para já, não estão ainda habituados a essas acções. Falo das o know-how de alguns parceiros do Aveiro Empreendedor,o que permitirá garantir negóciosnovas empresas que precisam do nosso trabalho conjunto e de uma resposta que potencie o com uma maior viabilidade técnico - financeira. O Consultório de Empreendedorismo, que temempreendedorismo”, acrescentou. vindo a ser desenvolvido pela UATEC, da Universidade de Aveiro, é outra das acções previstasPotenciar o empreendedorismo é, de facto, um dos objectivos do Aveiro Empreendedor, no âmbito do Projecto Aveiro Empreendedor. Tem como objectivo informar os empreendedoressobretudo junto dos jovens. Uma ideia defendida pelo vice-Reitor da Universidade de Aveiro, sobre o processo de constituição de empresa e o apoio prestado pela universidade nesse sentido.Carlos Pascoal Neto, para quem “a promoção e divulgação da cultura do empreendedorismo Ainda em 2011, irá decorrer a actividade Investor Readiness Arenas. Esta acção irá capitalizaré fundamental junto dos mais novos”. A Universidade de Aveiro, através da UATEC e da resultados de outras actividades desenvolvidas no âmbito do Aveiro Empreendedor, como osIncubadora de Empresas, presta a sua contribuição neste missão, criando “uma maior ligação resultados dos estudos de Benchmark, Prospectiva e Estratégia ou do Estudo de Caracterizaçãoentre a comunidade académica e as empresas”, disse Carlos Pascoal Neto. Empresarial da Região do Baixo Vouga, entre outras.Do lado da CCDRC, Pedro Coimbra, sublinhou, também, o “trabalho em equipa”, a “cooperaçãointer-institucional” e o “envolvimento de um vasto conjunto de agentes desta região”. Reforçou reportagem da localvisãoainda o facto de que “só com apostas desta natureza se conseguem traçar novos rumos para disponível em:o sucesso e para a criação de emprego” e deixou a garantia de que “do lado da CCDRC há http://zip.net/bscq3Q Conteúdos musicais à distância de um só click conseguimos transmitir aos investidores a ideia de união e de que se surgirem problemas nós vamos conseguir ultrapassar e dar resposta. Vamos entrar num mercado muito competitivo echama-se Musikki e pretende revolucionar o mundo da pesquisa musical. um penso que era importante passarmos esta imagem. E conseguimos.projecto desenvolvido por Joaõ Afonso, Juliana Teixeira e Pedro Almeida que Considera que são, de facto, jovens empreendedores? Sim, somos. Há mais de dez anos que tento implementar ideias e esta altura de crise acabouforam um dos vencedores da semifinal da competição ISCTE-IUL MIT Portugal por ser boa para nós, pois fez-nos procurar coisas e arriscar. Eu (ainda) sou bolseiro, os meus– Venture Competition. Arrecadaram um prémio de 100 mil euros que lhes vai colegas são freelances e acho que isso tudo nos motivou a procurar o caminho de forma apermitir desenvolver o Musikki cuja versão final deverá ser apresentada em conseguirmos criar o nosso próprio posto de trabalho.abril, no Mit, nos Estados unidos E em Abril marcarão presença nos Estados Unidos, no MIT, para apresentar o Musikki. Sim. A 3 de Abril estaremos no MIT. Vamos estar lá durante três semanas. Até lá temos muitoComo surgiu a ideia de criar o Musikki, um site que reúne numa só página, toda a informação trabalho pela frente, pois queremos ter tudo pronto nessa altura, uma vez que irão estar lásobre uma banda ou um artista musical? investigadores do MIT e investidores americanos. Quanto mais desenvolvido estiver o projecto,Durante muito tempo estive ligado à música, que sempre foi uma paixão muito grande. Quando mais nos ajudará a convencer que o nosso produto é bom e que vale a pena investir nele.terminei a minha formação na área das Novas Tecnologias da Comunicação e Multimédia Vão criar novos postos de trabalho?achei que poderia ser uma boa ideia criar uma empresa, tendo a música como ponto de partida. Sim, temos de garantir que estará tudo pronto em Abril e por isso precisaremos de maisReparei que a informação sobre um qualquer artista foge ao controlo deles próprios e das pessoas a trabalhar. Penso que iremos criar, para já, mais dois ou três postos de trabalho.editoras, uma vez que a informação está muito dispersa. Se fizermos uma pesquisa, somosencaminhados para vários sítios, desde o Youtube, ao Facebook, MySpace, entre outros. Ouseja, vamos sempre dar aos mesmos sítios. E porque não ter essa informação disponível numúnico local?E foi assim que surgiu o Musikki. Pode explicar-nos como funciona?O que fazemos é ir a todos os repositórios e devolvemos ao utilizador é uma única páginacom a informação mais relevante, como seja a biografia, discografia, agenda de concertos, sópara dar alguns exemplos. Quando pensámos nesta ideia, percebemos que não havia nadasemelhante e por isso decidimos criar o site com o conhecimento que tínhamos.Depois de criarem o site, quais foram os passos que se seguiram?Criámos um protótipo que foi disponibilizado online e partilhado através das redes sociais.Dois meses depois começaram a sair referências ao nosso site em blogs de referênciainternacionais e em revistas especializadas.Das redes sociais para um prémio...É verdade. Conseguimos 100 mil euros de investimento no nosso projecto. Estamos a falarapenas da meia-final do concurso, pois se ganharmos a final, este valor pode ser duplicado.Mas mais do que o prémio- que nos vai permitir desenvolver o nosso produto- é o facto deque este prémio é, de certa forma, composto por várias pessoas que vieram consolidar ecredibilizar o nosso plano de negócios. reportagem da localvisãoO que mais terá contribuído para este prémio? disponível em:Penso que uma das coisas que jogou a nosso favor foi a união da nossa equipa e o facto de termos http://zip.net/bqcwKXevoluído bastante no plano de negócios. Há um grande risco associado a este projecto, masBoletim Informativo Municipal . 10
  11. 11. Empreendedorismo nas Escolas vai abranger mais de 1300 alunos Apresentação PúblicaProjecto será implementado pela câmara Municipal no âmbito do aveiroEmpreendedor e irá contar com a participação de 25 estabelecimentos de ensino,desde o 1º ciclo ao secundárioNo ano lectivo 2011/2012 mais de 1300 alunos ensino que aderiram ao projecto. Cada umdos 1º, 2º e 3º Ciclos e Ensino Secundário do dos três parceiros terá a responsabilidadeMunicípio de Aveiro vão beneficiar de um de desenvolver as actividades destinadas aconjunto de acções desenvolvidas no âmbito professores e alunos, dos respectivos ciclosdo projecto Empreendedorismo nas Escolas, de ensino.que será implementado pela Câmara No âmbito do 1º Ciclo do Ensino Básico seráMunicipal de Aveiro. implementado, pela JUST BE, o Programa Trata-se de uma iniciativa desenvolvida no Max que irá envolver entre 200 a 250 alunos.âmbito do Aveiro Empreendedor e que irá “Pretendemos com este projecto estimularenvolver 25 estabelecimentos de ensino. a capacidade de criação e observação dosEspera-se que no próximo ano lectivo este alunos, fomentando atitudes pró-activas quenúmero venha a duplicar, abrangendo perto permitam o desenvolvimento do trabalhode 3000 alunos do Concelho. em equipa, o planeamento e a organização”,As várias acções previstas no âmbito do explicou Luísa Leite, responsável da JUSTEmpreendedorismo nas Escolas foram BE.apresentadas no passado dia 12 de Outubro, O projecto prevê a formação dos professores,numa sessão pública em que participou uma vez que os docentes serão a peçao Vereador com o Pelouro da Educação fundamental em todo este processo, a quemna Câmara de Aveiro, Pedro Ferreira, serão, também fornecidas as actividades aos parceiros da iniciativa (JUST BE; desenvolver com os alunos.BETWEIEN; GESENTREPRENEUR) e Ao nível dos 2º e 3º Ciclos, caberá àrepresentantes das escolas que irão acolher BETWEIEN dinamizar as acções que irãoas actividades. ser implementadas nas escolas do MunicípioFazer de Aveiro “uma cidade educadora, virada de Aveiro. O projecto Educação para opara o empreendedorismo” é o objectivo da Empreendedorismo tem, segundo NarcisoAutarquia e para o Vereador da Educação, Moreira, “o objectivo de sensibilizar e apoiara implementação deste projecto nas escolas os professores para o desenvolvimento dedo Município surge “da necessidade de se projectos empreendedores”. Nesse sentido,promover o empreendedorismo junto dos irão ser desenvolvidas acções de formaçãomais novos”. “A nossa ideia é contribuir para para os professores e espera-se vir a atingira criação de um espírito empreendedor nos mais de 25 docentes, abrangendo um totalnossos jovens, permitindo, desta forma que de 500 alunos.eles criem o seu próprio lugar na sociedade”, Os alunos e professores do Ensino Secundárioreferiu Pedro Ferreira. terão também a oportunidade de desenvolverPrograma de Iniciação ao acções no âmbito do Empreendedorismo realização de um concurso de ideias no qual poderão ser apresentadas as ideias dos alunos”,Empreendedorismo (1.º CEB); Educação nas Escolas, onde será implementado, explicou Marta Reis, acrescentando que “essas ideias têm de ser organizadas de acordo compara o Empreendedorismo (2.º e 3.º CEB); através da GESENTREPRENEUR, o algo similar a um plano de negócios”.Empreendedorismo no Secundário são as projecto Empreendedorismo no Secundário. Também neste projecto está prevista formação para os professores para que, posteriormente,acções que irão ser desenvolvidas ao longo do “Queremos incentivar o espírito de iniciativa venham a desenvolver com os alunos as acções previstas. Neste ano lectivo estarão envolvidosano lectivo em cada uma das instituições de e para isso, este projecto, irá culminar com a 28 professores, num total de 400 a 500 alunos do Ensino Secundário. Boletim Informativo Municipal . 11
  12. 12. ”Fomentar aidentidade e amemória coletivada comunidade” Parque da Sustentabilidadeliliana sousa, pró-reitora da universidade de aveiro, destacou as virtudesdo projecto em que a universidade e a câmara Municipal de aveiro foramparceiras. A importância dos parques públicos na vivência de uma cidade foi umdos aspectos mais realçadosBIM: Na sua opinião, qual a importância A equipa do projeto (Liliana Sousa, Sara escolares; dia Internacional da Família (15 Pinho que dinamizou vários trilhos e nosdo Parque da Sustentabilidade para a Guerra, Natália Abrantes, Celina Silva, Ana maio), realizando árvores genealógicas, ajudou a conhecer a flora do parque.cidade, mas também para a própria Petim, Sacha Vieira), que integra diversos árvores da família, árvore dos desejos; feiraUniversidade de Aveiro e para os cidadãos aveirenses, vê o Parque Infante Dom dos Direitos Humanos, Sustentabilidade No próximo ano, a Universidade iráaveirenses? Pedro como um lugar de extrema beleza e e Ecologia, que incluiu feira de artesanato continuar a colaborar no programa doLiliana Sousa: Os parques públicos da riqueza em termos do espólio psicossocial. e de produtos biológicos, workshops, Parque da Sustentabilidade? De que forma?cidade de Aveiro (tal como os de outras Por isso, quis dar o seu contributo. Os performances de grupos escolares; dia Já existem novas ideias de dinamização?cidades) são lugares onde se cruza a grandes objetivos deste projeto incidiram Mundial da Criança (1 de junho), que Iremos dar toda a colaboração possível,história da cidade, que envolve muitas no desenvolvimento, implementação e envolveu um desfile em homenagem aos atendendo a que o projeto terminou, mashistórias com diversos personagens que divulgação de eventos no parque, com vista direitos humanos, hora do conto e árvore o entusiasmo e os materiais desenvolvidossão figuras locais ricas em iniciativas, à sua revitalização e preservação do espólio dos desejos; Parque@20’s (24 a 26 de ficaram. Da experiência que tivemos noacontecimentos e enredos. Estas histórias bio-social através de atividades intra e junho), que constituiu a comemoração último ano percebemos quais as atividadesconvocam inúmeras memórias capazes de inter geracionais. A equipa conceptualizou da inauguração do parque em 1927 que são mais atrativas e interessantes paradespertar, em quem as escuta, sensações, um plano de atividades apelativas a todas com atividades de recriação cultural e a comunidade, por isso pensamos queemoções, evocações de outras épocas as gerações, que promovam a participação exposições com fotografias e documentos serão estas a ter continuidade. Tambéme de outros sítios. Em simultâneo, é comunitária e institucional. As linhas de dos anos 1920. sabemos que é necessário criar e mantertambém a reconstrução de um puzzle, ação incluíram: envolvimento dos cidadãos Além disso, desenvolvemos vários materiais rotinas! Contudo, as ideias ainda estãoonde se vão inscrevendo momentos e aveirenses; trabalho em rede (mobilização que podem ser utilizados na animação do em negociação, mas serão conhecidas emsituações significativas para o percurso de outras entidades); design de trilhos com parque ao longo dos tempos, tais como: breve.de reconfiguração identitária da cidade as histórias e estórias do parque (recolha mascote Félix; árvore dos desejos; árvorede Aveiro. Os parques e jardins públicos de testemunhos aveirenses e análise da família; “a minha árvore genealógica”; Que ações gostava de ver implementadas?são lugares para estabelecer relações documental); avaliação do impacto das trilhos intergeracionais (Curios’Idades do Pessoalmente, penso que neste momentoregulares entre pessoas, que inscrevem na atividades. Parque); batalha das Flores; filmes sobre a as obras no parque são fundamentais.sua agenda pessoal a mais-valia de fruir história e as estórias do parque; exposição Paralelamente, acho relevante continuardo espaço público. Além disso, são locais Uma das ações do Parque da de fotografias antigas do parque com a animação tal como tem decorrido,que fomentam estilos de vida saudáveis e Sustentabilidade em que a Universidade com alguns acertos “aqui e ali”. E, gostariaa dinamização de atividades inovadoras. esteve diretamente envolvida está Nesta parceria da UA no Parque muito que o evento “parque@20’s” seResumindo, penso que o Parque da relacionado com o Programa de Animação. da Sustentabilidade, os alunos da mantivesse e consolidasse como umaSustentabilidade tem o enorme potencial Qual foi o contributo que a UA teve nestas Universidade também foram chamados grande festa aveirense. E que a batalhade fomentar a identidade e a memória atividades? a colaborar? Se sim, falamos de alunos de flores se tornasse emblemática ecoletiva da comunidade, promovendo, Penso que se tratou de uma forte parceria de que áreas de formação e qual foi o seu participada por todos.assim, coesão social, relevante para todos que envolveu a UA, a Câmara Municipal contributo?os membros da comunidade. de Aveiro e a Junta da Freguesia da Os estudantes da UA envolveram- Glória, agregadas a diversas instituições se de diferentes formas: estudantes Que balanço faz desta parceria entre a e cidadãos aveirenses. Em termos mais de Gerontologia e Educação Básica UA e a Câmara de Aveiro, no âmbito doNestes últimos meses, verificámos específicos a equipa da UA organizou colaboraram na planificação e Parque da Sustentabilidade?um envolvimento da Universidade de (sempre em parceria): feiras mensais dinamização de atividades; estudantes Acho que criámos uma excelente dinâmicaAveiro neste projeto. A que se deveu esse (primeiro domingo de cada mês, entre abril de design contribuíram para refletir de colaboração, já não era a equipa da UAenvolvimento? e julho), que envolveram atividades como sobre novas atividades e dinâmicas no e a equipa da Câmara Municipal de Aveiro,Em junho de 2010 iniciámos o projeto feira de artesanato, atividades desportivas, parque; estudantes da ESTGA (Escola mas a “equipa do parque”. E nesta “equipaP=LHNS (Parque= Lugar com Histórias e workshops e música ao vivo; comemoração Superior de Tecnologias e Gestão de do parque” tenho de incluir também a JuntaNatureza para Socializar), financiado pela do dia dos avós (29 de julho), que incluiu Águeda) organizaram o site http:// de Freguesia da Glória. E claro: diversasFundação Calouste Gulbenkian, inserido exposições, feira de artesanato, música ao v id a nop a r q ue .ne t/i nde x .php/i n ic io; instituições e cidadãos! Foi um trabalhono Programa Entregerações. O objetivo vivo, concurso de dança intergeracional, estudantes de educação básica planearam muito bom, em que nos divertimos,deste projeto é revitalizar o Parque Infante ioga e workshops. E a equipa da UA e desenvolveram o projeto PEPE (Projeto criámos amizades e contribuímos para aDom Pedro (integrante do Parque da colaborou noutros eventos organizados por de Exploração do Parque Esquecido) no comunidade.Sustentabilidade) através de atividades outros parceiros, tais como: aniversário da parque.intergeracionais. O envolvimento Declaração dos Direitos Humanos (10 de Também tivemos a inestimável colaboração *Este texto foi escrito ao abrigo donas atividades de animação deveu-se dezembro), envolvendo workshops sobre do Herbário do Departamento de Biologia Novo Acordo Ortográfico a pedido daprincipalmente a este contexto. direitos humanos e atividades para grupos da UA, principalmente a Doutora Rosinha entrevistada.Boletim Informativo Municipal . 12
  13. 13. Ponte Pedonal vai unir Rossio e AlboiProjecto foi financiado em 70 por cento pelo QREN, no âmbito do Mais Centro, epretende fazer a ligação entre duas zonas nobres da cidade de aveiro. as obrasdeverão arrancar no início de 2012Ligar as duas margens da Ria de Aveiro e criam, no seu todo, um dos grandes eixoscom isso permitir uma ligação directa entre pedonais muito utilizado em particularo Jardim do Rossio e o a Baixa de Santo pelos utentes da Universidade mas tambémAntónio (e por conseguinte, ao Parque pelos da escola João Afonso, HospitalInfante D. Pedro) é uma das vantagens Infante D. Pedro e Gulbenkian, a título deque a nova ponte sobre o Canal Central irá exemplo.trazer aos Aveirenses que habitualmente “Sempre foi sentida a necessidade decirculam a pé nesta zona. garantir a continuidade pedonal entreSendo o Jardim do Rossio a maior área o Parque da Baixa de Santo Antónioverde da freguesia da Vera Cruz, tornou- e o Parque da Cidade, separado pelase imperativo fazer a sua união àqueles que Avenida Central. Este eixo rodoviário desão os espaços nobres da freguesia vizinha elevado tráfego, constituía uma barreira eda Glória: Baixa de Santo António e Parque comprometia a continuidade tão ansiada.Infante D. Pedro. Várias razões justificam a Através da candidatura ao PdS conseguiu-necessidade de unir as duas margens da ria se garantir esta continuidade do eixo verde,e prendem-se, sobretudo, com as vivências e nomeadamente neste ponto de conflito,de cada uma das zonas, priviligiando a resolver a situação de uma forma muitocirculação pedonal quer seja durante o dia eficaz e harmoniosa, garantindo a ligaçãoou até mesmo durante a noite. pedonal entre os dois principais parques daDo lado do Rossio, na margem norte da Ria, cidade”, afirmou o Presidente da Câmara dea proximidade com a Praça do Peixe, palco Aveiro, Élio Maia. Os encontros e as escadas respondem aos mais altos critérios de sustentabilidade ede actividades urbanas, nomeadamente a poupança de energia e são compostos por elementos singulares, tendo sido criadosmaior concentração de restaurantes e bares, características do Projecto numerosos pontos de acesso às rampas e ao tabuleiro da ponte com um elevado graue do Canal de São Roque, fazem desta zona de economia de material.da cidade um dos destinos preferenciais A nova ponte será construída em betão, O uso de betão aparente como passeio reduz as necessidades de manutenção, evitandopara o lazer urbano. Destaque-se ainda mas todos os restantes elementos serão a execução de trabalho temporário acima da água do canal.o facto desta ser uma área servida de pré-esforçados e pré-fabricados, de modo As rampas de acesso ao tabuleiro são suportadas em pontos intermédios onde seestacionamento automóvel, o que permite a minimizar o impacto da construção localizam escadas de acesso. Na margem sul, a rampa inicia a curva do canal, criandoparquear e percorrer a pé todo o centro no parque envolvente e sobre o canal. uma ligação à futura passagem pedonal sob a Ponte da Dubadoura. Na margem norte,tradicional da cidade. Nenhuma parte da estrutura será apoiada a rampa de acesso à ponte inicia igualmente na curva do canal. Este é o ponto maisJá na margem Sul, o Canal do Paraíso, o no canal propriamente dito e os muros distante de qualquer das ruas adjacentes, o que confere a máxima relevância à ponteLargo do Alboi e a Baixa de Santo António, permanecerão intactos. pedonal como um componente do desenvolvimento do Parque da Sustentabilidade.Parque dos Amores revitaliza espaços verdesa câmara Municipal de aveiro vai desenvolver, na zona do antigo Estádio MárioDuarte, o projecto Parque dos Amores que prevê a requalificação de toda a zonalocalizada na parte sul do Parque infante D. PedroO nome, Parque dos Amores, não foi introduzir no projecto global do Parque daescolhido em vão e deve-se ao facto desta Sustentabilidade a componenteárea integrar um elemento histórico e da preocupação e consciência ambiental.bastante simbólico da cidade de Aveiro, a Desta forma, a Autarquia AveirenseFonte dos Amores. Com esta intervenção, pretende contribuir para a regeneração deque conta com um investimento de 426 650 uma área verde que se pretende dotada deeuros, pretende-se dar uma nova imagem uma componente didáctica e virada para aa uma área que se encontrava bastante comunidade.degradada e que havia já perdido alguma A intervenção na área do Estádioda sua capacidade de atracção e de usufruto Mário Duarte é considerada uma dasdo espaço público. mais ambiciosa do projecto Parque daDesta forma, a Câmara Municipal de Aveiro Sustentabilidade , na medida que vaipretende recuperar um dos espaços nobres implicar uma mudança estrutural, nãoda cidade que, no arranjo paisagístico apenas no que diz respeito ao aspecto físicoprevisto, inlcui a construção de um que o espaço assume actualmente, comopolidesportivo, um campo de ténis e um em termos da mudança da imagem que lheskate-park. é atribuída.Após a intervenção, cujas obras deverãoarrancar em Janeiro de 2012, este espaçoocupará lugar de destaque na ligaçãodo cordão verde à zona sul da cidade. A Acções a desenvolver:contribuir para isso estão os projectosprevistos e que visam revitalizar e ordenar *O arranjo paisagístico irá decorrer numa área aproximadamente com 16500 m2 e será efectuada de modo a permitir a interacçãoo espaço verde e percursos, para além do do visitante com a natureza.aproveitamento da linha de água, que passaa estar a céu aberto. *À semelhança de todas as áreas verdes do Parque, a iluminação será feita através da colocação ao longo dos percursos de iluminaçãoSerá ainda criado um lago e a e a pública com a utilização de LEDs.implementação de uma Fito-ETAR,com capacidade para devolver às águas *Os caminhos pedonais serão permeáveis, e no seu acabamento final, serão utilizados resíduos de cerâmicas numa mistura com odos lagos a qualidade necessária para a pó de pedra.existência de vida saudável, serão pólos deatracção para crianças e jovens e ajudarão a *A escolha das espécies vegetais será feita criteriosamente atendendo às características do solo e ambiente Boletim Informativo Municipal . 13
  14. 14. Orçamento Participativo de Aveiro Projecto arranca em 2012assembleia Municipal aprovou regulamento. cidadãos podem começar aparticipar em 2012Aveiro é a primeira Autarquia do país a sua rua até a projectos de envergadura,a ter um Regulamento do Orçamento através de processos consultivos e de Excerto do regulamento do orçamento Participativo do Município de aveiroParticipativo - OP - aprovado em estabelecimento de consensos. (…)Assembleia Municipal. Este facto original, O Orçamento Participativo procura que oà data do acontecimento, na história da acto de participação popular não se esgote capítulo idemocracia portuguesa revela bem a no simples acto de votar numas eleições. Disposições Geraisintenção que o Município de Aveiro tem em Os Cidadãos são o centro nevrálgico artigo 1.º - objectobeneficiar o processo de implementação do da Democracia. Se isto acontece a nívelOP com um amplo debate. A apresentação europeu e nacional, é a nível local que a 1. O Orçamento Participativo de Aveiro (OP Aveiro) é uma iniciativa da CMA, com o objectivo deda lógica política e das potencialidades do base da interacção entre os cidadãos e as promover uma progressiva participação das instituições e dos cidadãos na discussão e elaboraçãoOP foram feitas no Seminário “Orçamento instituições democráticas se consubstancia. do orçamento público municipal.Participativo em Aveiro – Reflectir para Sendo um processo que reveste dinâmicas 2. Pretende-se, deste modo, consolidar a ligação entre a autarquia os munícipes e, com isso,Agir”, encontro realizado em Novembro próprias ao nível da comunicação e reforçar os mecanismos de transparência e de credibilidade da administração, bem como, emde 2010, tendo reunido especialistas diálogo entre os cidadãos e o poder consequência, aperfeiçoar a qualidade da própria democracia.na áreas do OP e investigadores de público, o Orçamento Participativo exige o (…)Ciência Política, tendo contado, também, cumprimento de diversas fases: concepção,com os testemunhos de autarcas e de coordenação e desenvolvimento, Artigo 4.ºtécnicos municipais. A sua experiência participação dos munícipes e avaliação. Modalidades do oPna implementação local do OP, ao nível Todas elas se conjugam no empenhamento (…)Municipal ou de Freguesia, revelou-se útil da Autarquia com vista à satisfação das 3. Na dimensão consultiva do OP, os cidadãos são consultados sobre a definição de propostas depara transmitir os melhores caminhos para necessidades dos munícipes e na melhoria investimento para o orçamento e plano de actividades da CMA.se atingirem os objectivos essenciais do e modernização dos seus serviços. 4. Na dimensão deliberativa do OP, os cidadãos podem votar projectos de investimento resultantesprograma do OP: envolver os cidadãos na Em 2012 será lançado o desafio à de propostas apresentadas.vida da comunidade e assegurar que esse população, para que participe na melhoria (…)envolvimento é consequente. O teor das das condições de vida e da sua cidadediversas participações ficou registado no e, desta forma, na melhoria da sua artigo 8.ºe-book que está disponível para consulta própria qualidade de vida. Em próximas Mecanismos de participaçãona página da Câmara Municipal de Aveiro edições prestaremos informações (…)na Internet. do desenvolvimento do OP Aveiro, 2. O debate e a participação devem ser assegurados por mecanismos on-line, promovendoComo afirmou o Presidente da Câmara designadamente das reuniões presenciais, a utilização das tecnologias de informação e comunicação, e por mecanismos presenciais,Municipal de Aveiro, Élio Maia, “o as Assembleias Participativas, que se nomeadamente através da realização de Assembleias Participativas promovidas pela CâmaraOrçamento Participativo é uma forma de deseja realizar em cada uma das 14 Municipal de Aveiro, em estreita colaboração com as Juntas de Freguesia, envolvendo, para odemocratizar a democracia”, e foi dentro Freguesias do Concelho de Aveiro. efeito, os cidadãos, a universidade e instituições de ensino superior, as empresas, o movimentodesse espírito que o Regulamento foi associativo e todas as instituições empenhadas na vida do Concelho de Aveiro.elaborado, ouvindo os técnicos municipais Paulo Pinho (…)e os Presidentes das Juntas de Freguesia. coordenador do Projecto oP aveiroAveiro, cidade com pergaminhos na Artigo 10.ºhistória da liberdade e da democracia em a participaçãoPortugal, abre com o OP um novo canal de (…)participação, através dos qual cidadãos e 3. Podem participar, com apresentação de propostas para investimentos a realizar no âmbito doorganizações locais, cívicas e empresariais reportagem da localvisão OP Aveiro, cidadãos com idade a partir de 18 anos que sejam eleitores recenseados no Município disponível em:têm possibilidade de participar em decisões de Aveiro. http://zip.net/bxcqNRpolíticas, desde o pequeno projecto paraBoletim Informativo Municipal . 14
  15. 15. TEDxYouth@Aveiro encheu Teatro Aveirense Edição 2011Edição dedicada aos mais jovens tentou transmitir mensagens de esperança num Testemunhosfuturo que se pretende mais risonho e positivoNão foi apenas a plateia do Teatro Aveirenseque esteve cheia no passado dia 20 denovembro, durante o segundo TEDxYouth “Foi uma iniciativa fabulosa. Este evento não pode morrer,em Aveiro. Foram também os corações dos poisparticipantes cheios de emoções, energia temos jovens dinâmicos que mostram que é possível mudar opositiva e inspiração. mundo e nãoDesta vez o TEDxYouth teve como lema sonhar, mas atingir objectivos que podem parecer impossíveis.“Pensas, logo crias”, e foi dedicado aos Continuemos a trabalhar para preparar o futuro”.jovens, aos seus sonhos e às suas ideias. Osoradores desta edição foram quatro alunos judite carvalhodas escolas secundárias de Aveiro e quatrojovens convidados. Cada um deles mostrouque não é preciso ter medo do futuro, poisestá nas mãos dos jovens e das mentescheias de ideias, a vontade e capacidadede mudar um pouco este mundo. E todospartilharam que não é suficiente pensar e “Eu adorei! Foi muito divertido, e com muito bons oradores.reclamar, mas também, e principalmente, é Gostei muito da experiência que tive, pois os oradores fizeram-necessário atuar e criar. me pensar em coisas que eu nunca tinha pensado!”A Escola Secundária Homem Cristo foirepresentada por Filipe Curado e por Marta sáuma banda rock. A oradora mais nova doevento, Rafaela Ferro representou a EscolaSecundária Jaime Magalhães Lima e veioacompanhada do grupo de “street dance”,FSD Crew. Da Escola Secundária Mário “Brilhante. Selecciono esta palavra para adjectivar asSacramento, veio Miguel Diogo, que falou comunicações a que tive o prazer de assistir. Brilhantes porsobre “pedido de amizade” e revelou que o revelarem uma aprendizagem consistente com a construçãocerebro humano só tem “espaço para 150 de desejos para os problemas e desafios com que lidamos.amigos”. Júlio Camilo, do curso da cozinha Afinal, os jovens observam e vivem os problemas. Convertemda EFTA, incendiou a plateia, ao saltear os problemas em desafios aliciantes”.cogumelos no meio do palco.Mas quem fez a plateia chorar foi a “Dança Emídio ferroInclusiva”, um projeto de CERCIAG quejunta jovens com paralisia cerebral ebailarinas, numa coreografia de dança, apresentação, uma folha branca de papel aconteceram durante a palestra de Vasco Palmeirim que falou um pouco sobre tudo, mas commostrando que os limites do corpo nunca e relembrou que “uma folha igual àquela a mensagem geral que cada pessoa tem capacidade para criar.limitam os sentimentos. O “Start Teatro” foi onde grandes artistas como Camões, O resumo do que foi o TEDxYouth@Aveiro pode ser visto em www.tedxyouthaveiro.com eapresentou-se em palco com uma peça Picasso e Pessoa começaram a escrever ou mais informações sobre as novidades da equipa TEDx para 2012, podem ser obtidas em: desenhar as suas obras de arte”. www.tedxaveiro.comdivertida, mas com uma mensagem forte decoragem, força e irreverência. Já Ana Lídia Rouxinol falou das origens e reportagem da localvisão importância do pensamento, e João Martins * Este texto foi escrito ao abrigo do Novo disponível em:Guilherme Gomes, um dos oradores Acordo Ortográficoconvidados, mostrou, durante a sua dos sonhos de criança. Boas gargalhadas http://zip.net/bqcwKX Boletim Informativo Municipal . 15
  16. 16. Aveiro assina Declaração naCimeira Mundial de Autarcas “Feira de Cerâmica Internacional de Jingdezhen na China”No passado mês de Outubro, de 18 a 22, teve lugar, na cidade chinesa de Jingdezhen, à Indústria Cerâmica e o projecto UNIC desempenhará, nesse ímpeto, um papel muitoa “feira de cerâmica internacional de jingdezhen na china” e, em simultâneo, importante.” UNIC é uma Rede Urbana para a Inovação na Cerâmica com a qual se pretende reforçar adecorreu a “cimeira Mundial dos autarcas sobre a temática da cerâmica”. aveiro inovação no sector da cerâmica. “Localmente iremos apostar na criação de condições quefez-se representar em ambos os eventos no âmbito do projecto do qual faz parte: apoiem a competitividade da nossa indústria através da Inovação e do reforço da imagem“unic – urban network for innovation in ceramics” urbana de Aveiro com produtos cerâmicos.”Jingdezhen foi o palco mundial da Este documento é resultado da “CimeiraCerâmica. Aveiro, enquanto cidade de Mundial dos Autarcas sobre a temática a Declaração de jingdezhen da cimeira Mundial de autarcas sobrecerâmica e como membro do projecto da Cerâmica” onde foi discutido o Cerâmica contém a seguinte informação:mundial “UNIC – Urban Network for futuro desenvolvimento do comércioInnovation in Ceramics” esteve presente a no mundo da Cerâmica Industrial pelos Objectivo: melhorar a interacção e promover a cooperação para o desenvolvimentoconvite da cidade anfitriã e do Consulado representantes das Cidades de Cerâmica: comum.de Portugal em Xangai, onde foi assinada Aveiro (Portugal), Delft (Holanda),a Declaração de Jingdezhen da Cimeira Limoges e Aubagne (França), Faenza Proposta: devemos empenhar-nos para estabelecer uma plataforma de interacção comMundial de Autarcas sobre Cerâmica”. (Itália), Jingdezhen (China), Kaga e base na competitividade e partilha das nossas actividades empresariais. A cada doisDurante uma semana, 18 a 22 de Outubro, Seto (Japão), Arita (Japão), La Louvière anos, uma cidade de um país produtor de cerâmica deve ser seleccionada para realizarrealizou-se a “Feira Internacional de (Bélgica), Makurdi (Nigéria) e Icheon uma cimeira que servirá para discutir em conjunto a interacção e cooperação entre asJingdezhen na China”, um certame co- (Coreia do Sul). diferentes regiões. Antecipamos também, uma partilha nas várias áreas, como segue:patrocinado anualmente pelo Ministério Durante a cimeira, o Vereador Pedrodo Comércio, Conselho da Indústria Ferreira destacou que “é na nossa região 1. Na fundação de cimeiras regulares, devemos também estabelecer intercâmbiosChinesa, Conselho para a Promoção do de Aveiro que se encontram as mais e formação, tendo por base programas de intercâmbios internacionais, expandindoComércio Internacional Chinês e Província representativas e inovadoras empresas portanto tanto oficial como não oficialmente, intercâmbios em termos de técnicasde Jiangxi da República Popular da China. cerâmicas de Portugal. Em sete concelhos artísticas, turismo, cultura e economia.O Município de Aveiro fez-se representar do Distrito de Aveiro existem 150 2. Todas as cidades produtoras de cerâmica devem fortalecer as trocas de informação ecom vários artigos relacionados com a empresas de cerâmica que empregam 12 fontes, e devem fornecer ainda, respectivamente, periódicos cerâmicos, websites e outracerâmica aveirense. 000 pessoas. Para além da importância publicidade que facilite as trocas inter-regionais, entendimento e integração.Saliente-se que, integrado no programa que estas detêm na economia local, a 3. Todas as cidades produtoras de cerâmica devem organizar localmente grupos deda feira, foi assinada a Declaração sua expressão artística e decorativa empresas, especialistas e investigadores da área para a mútua participação em fóruns ede Jinggdezhen da Cimeira Mundial deixou marcas profundas na arquitectura exposições cerâmicas internacionais.de Autarcas sobre Cerâmica” pelo industrial local, nomeadamente nas 4- Cada região produtora de cerâmica deve designar um departamento específicorepresentante do Município de Aveiro, o fachadas dos edifícios” pelo que “Aveiro para contacto, que será responsável pela mútua comunicação e troca de informaçãoVereador do Pelouro de Desenvolvimento ambiciona assim ser parte integrante da actualizada.Económico e Turismo, Pedro Ferreira. rede de cidades mundiais de promoçãoBoletim Informativo Municipal . 16
  17. 17. Aveiro atento às experiências estrangeiras Andar a Pévários especialistas da área da mobilidade apresentaram em aveiro os seus projecto “A Cidade a Pé” em Lyon pelo Presidente da Associação de Urbanistas do Territórioestudos e trabalhos, uns já no terreno, outros em fase de preparação. Destacamos (França), Bernard Lensel que salientou que “a compatibilidade é fundamental entre os meios de transporte e para isso é necessário reconciliá-los de tal forma a que haja harmonia entreas intervenções de três técnicos com trabalhos em cidades europeias os diversos modos, as diversas velocidades que esses modos circulam”. A ideia principal é que haja respeito entre todos e que a mobilidade seja feita de forma coordenada.Aproveitando uma acção prevista no lado, queremos contribuir com o nosso “A Bicicleta e o Comércio de Rua” (BUY LOCAL) que está a ser implementado em Magyar“Active Access”, o shadowing que consiste exemplo, estamos a trabalhar com menos Kerékpárosklu, Budapest, na Hungria foi apresentado pela responsável, Kristina Papp.em receber a visita de parceiros do referido investimentos e menos obra, pelo que temos Esta acção trata da relação dos ciclistas e do comércio local, desenvolvendo campanhasprograma, a Câmara Municipal de Aveiro de ir mais pela criatividade: acompanhar as de comunicação demonstradoras dos benefícios públicos, apelando-se aos sentidos epromoveu o seminário internacional pessoas, conduzi-las para que elas vivam a emoções através de mensagens positivas e claras. Kristina Papp destacou que “os meios desubordinado ao tema “Espaço Público – vida com mais prazer.” comunicação são essenciais para transmitir a nossa mensagem porque os consumidores eAcessibilidade e Cidadania”. Perante uma plateia de 110 participantes, os comerciantes ficam a conhecer quais os objectivos deste projecto”.Sob a tutela do Vice-Presidente da Câmara a coordenadora do Centro de Transportes,Municipal de Aveiro, Carlos Silva Santos, EPFL, na Suíça, Sónia Lavadinho, medianteo seminário foi preparado na premissa a sua experiência e conhecimento, apontou reportagem da localvisãono desejo de se aumentar a qualidade de algumas cidades europeias que podem disponível em: servir de exemplo para Aveiro, referindo http://zip.net/bdcq26vida dos Aveirenses. “É hoje consensualque as cidades têm um papel fundamental ainda que “Aveiro tem desenvolvido algumna promoção de uma mobilidade mais trabalho para fomentar os modos activos Testemunhossustentável e de um espaço público mais (andar a pé e bicicleta), tanto que é pioneirainclusivo e atraente” refere o Edil. nestas temáticas. Vêem-se muitas bicicletasAssim, a autarquia aposta num trabalho e nota-se que as pessoas vivem o espaço público. Há bastante potencial pelo que “Existem poucos eventos nesta área e tinha um painel mui-integrado “planeamento, mobilidade, temos de “puxar” esse comportamento para to generoso de intervenientes e portanto eu não podia deixarurbanismo e a regeneração urbana que têm o quotidiano”. de participar. Eu entendo que estes eventos constituem tam-de seguir a mesma direcção, articulando as No que ao Espaço Público diz respeito, bém oportunidades de melhoria na minha formação e aindadiversas áreas do saber em torno de uma Lavadinho explica que este deve ser flexível por cima de forma gratuita.”ideia comum”.José Quintão, coordenador do Projecto para que as pessoas possam usufruir dele“Active Access” salientou que este seminário pelo que se torna “necessário encontrar um equilíbrio entre todos. É importante que as fernando lima Pachecoserviu “para aprendermos, sobretudo com pessoas coabitem umas com as outras”. Arquitecto – Oxigénio 4 Alla Suíça e a França que estão há muitos Houve a possibilidade de se conhecer o Arquitectura, Qualidade, Segurança, Lda - Lisboaanos a trabalhar nestas áreas. Por outro “Gostei muito deste seminário. Tornou-se uma mais valia, não só como técnica nesta área, mas também como cidadã comum. Achei particularmente interessante a intervenção de Sónia Lavadinho, nomeadamente, sobre a importância do espaço público transmitida com uma mensagem e modelos originais e poéticos.”. raquel chumbinho Eng. em Planeamento regional e urbano câmara Municipal de são joão da Madeira Boletim Informativo Municipal . 17

×