Your SlideShare is downloading. ×
0
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Aula t01 normas e boas práticas de segurança laboratorial

2,162

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,162
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
82
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. VirologiaAno Lectivo 2010/11 Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 2. Boas Práticas Laboratoriais  Os erros humanos e as más técnicas podem comprometer os melhores laboratórios e as melhores medidas de protecção do pessoal de laboratório.  É essencial assegurar uma formação contínua in loco sobre medidas de segurança.Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 2
  • 3. Boas Práticas Laboratoriais  Para sua segurança, procure conhecer os perigos oferecidos pelos produtos químicos e biológicos utilizados no seu trabalho.  Estude bem os seus protocolos de cada aula e realize. Idealmente, antes de começar um trabalho, deve saber exactamente o que precisa.Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 3
  • 4. Postulados de Koch  Organism present only in diseased individuals  Organism cultivated in pure culture from diseased individualAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 5. Postulados de Koch  Organism causes disease when injected into healthy individuals  Organism re-isolated from infected individualAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 6. Postulados de River’s Proof of Viral Diseases:  Isolate virus from diseased hosts.  Cultivation of virus in host cells.  Proof of filterability.  Production of a comparable disease when the cultivated virus is used to infect experimental animals.  Re-isolation of the same virus from the infected experimental animal.  Detection of a specific immune response to the virus.Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 7. Grupos de Risco BiológicoAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 8. Grupos de Risco Biológico Decreto-Lei nº 84/97, de 16 de Abril  Estabelece prescrições mínimas de protecção da segurança e da saúde dos trabalhadores contra os riscos ligados à exposição a agentes biológicos durante o trabalho, prevê que a lista dos agentes biológicos classificados nos grupos 2, 3 e 4;  Só são incluídos na lista os agentes reconhecidamente infecciosos para o ser humano, não tendo sido tomados em consideração os microrganismos geneticamente modificados.  A classificação dos agentes biológicos baseia-se nos seus efeitos sobre os trabalhadores saudáveis.Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 9. Grupos de Risco Biológico Agente biológico do grupo 1:  agente biológico cuja probabilidade de causar doenças no ser humano baixa;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 10. Grupos de Risco Biológico Agente biológico do grupo 2:  agente biológico que pode causar doenças no ser humano e constituir um perigo para os trabalhadores, sendo escassa a probabilidade de se propagar na colectividade e para o qual existem, em regra, meios eficazes de profilaxia ou tratamento;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 11. Grupos de Risco Biológico Agente biológico do grupo 3:  agente biológico que pode causar doenças graves no ser humano e constituir um risco grave para os trabalhadores, sendo susceptível de se propagar na colectividade, mesmo que existam meios eficazes de profilaxia ou de tratamento;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 12. Grupos de Risco Biológico Agente biológico do grupo 4:  agente biológico que causa doenças graves no ser humano e constitui um risco grave para os trabalhadores, sendo susceptível de apresentar um elevado nível de propagação na colectividade e para o qual não existem, em regra, meios eficazes de profilaxia ou de tratamento.Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 13. Tipos de LaboratóriosAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 13
  • 14. Tipos de Laboratórios Nível Segurança 1 (Mínima)  Agentes microbiológicos não associados especificamente a doenças humanas;  Riscos minimos para Pessoal e Ambiente;  Não requer equipamentos de contenção especial ou laboratórios específicos;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 14
  • 15. Tipos de Laboratórios Nível Segurança 2 (Média)  Agentes microbiológicos associados a risco moderado de doenças humanas;  Acesso condicionado ao laboratório;  Utilização de Câmaras de Segurança Biológica;  Requer equipamentos de contenção sempre que existirem risco de formação de aerossóis ou salpicos;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 15
  • 16. Tipos de Laboratórios Nível Segurança 3 (Alta)  Agentes microbiológicos associados a risco grave de doenças humanas por via aérea;  Equipamento proteção individual obrigatório: óculos, máscara, batas, luvas;  Sala de contenção e acesso condicionado ao laboratório;  Sistema de Ventilação fechado com filtros HEPA;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 16
  • 17. Tipos de Laboratórios Nível Segurança 4 (Máxima)  Agentes microbiológicos com risco grave de doenças humanas que põe a vida em risco, transmitidos por via aérea ou desconhecida;  Laboratório selado  Pressão negativa  Filtros HEPA  Registo entradas/saídas;  Sala de entrada com Vestiário (Calça e casaco, fato, sapatos, luvas)  Sala de saída com chuveiro;  CSB classe III  Tomadas de emergência  Treino especializado;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 18. Tipos de Laboratórios Nível Segurança 4 (Máxima) A CDC researcher working on a BSL-4 A CDC scientist showers in a infectious agent. protective suit before leaving a BSL-4 laboratory.Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 19. Tipos de LaboratóriosAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 20. Câmaras Segurança BiológicaAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 21. Câmaras Segurança BiológicaAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 22. Câmaras Segurança Biológica A câmara divide-se em 3 zonas: - zona contaminada - zona de trabalho - zona limpaAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 22
  • 23. Câmaras Segurança Biológica Operadores:  Minimizar os movimentos de entrada e saída da câmara;  Introduzir previamente todos os materiais necessários, antes de iniciar a manipulação;  Nunca devem ser introduzidos dentro da câmara quaisquer documentos; Colocação do material  Descontaminar todo o material com álcool a 70% antes de colocar na CSB;  Descontaminar todo o material com álcool a 70% ao retirar da CSB; Lâmpadas ultravioleta  Descontaminar área de trabalho na CSB antes e depois da utilização;  15 minutos;Aula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 24. Câmaras Segurança BiológicaAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 25. Protecção IndividualAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 26. Protecção Individual  É obrigatório o uso de bata  É obrigatório o uso de luvas  O pessoal de laboratório deve evitar o contacto com a boca, olhos, cara, cabelos, telemóvelAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 27. Protecção IndividualAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 28. Utilização de Micropipetas  O operador nunca deve ultrapassar o valor mínimo ou máximo de uma micropipeta  Deve sempre procurar uma micropipeta adequada para a manipulação do volume adequadoAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial 28
  • 29. Eliminação de Resíduos Resíduos do Grupo III: resíduos hospitalares de risco biológico – resíduos contaminados, susceptíveis de incineração ou de outro pré-tratamento eficaz. Devem ser sempre eliminados no contentor de cor verde Resíduos do Grupo IV: resíduos hospitalares específicos – resíduos de incineração obrigatória. Devem ser sempre eliminados no contentor de cor amarela para incineração directa Resíduos líquidos (Risco Biológico/ Risco Tóxico): Devem ser eliminados num recipiente apropriadoAula 1 - Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial
  • 30. VirologiaAno Lectivo 2010/11 Normas e Boas Práticas de Segurança Laboratorial

×