Treinamento CIPA - Mapa de Risco

8,763 views
8,369 views

Published on

Mapa de Risco é uma representação referente aos riscos presentes no ambiente de trabalho.



É apresentado graficamente de acordo com o layout do local analisado através de círculos de cores diferentes, de acordo o nível dos riscos e com as cores correspondentes a eles.

Published in: Education
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,763
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
593
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Treinamento CIPA - Mapa de Risco

  1. 1. Treinamento da CIPA Mapa de Riscos Ambientais Anexo IV – NR – 5 Portaria N° 25, de 29/12/1994 GRH-SESMT
  2. 2. Mapa de Riscos Histórico O MAPEAMENTO DE RISCO no Brasil, surgiu através: Portaria nº de 20/08/1992 Modificada pelas portarias: nº 25 de 29/12/1994 e nº 08 de 23/02/1999, tornando obrigatória a elaboração de MAPAS DE RISCO pelas CIPA´s. NR-05 – Item 5.16 Atribuições: a) Identificar os riscos do processo de trabalho e elaborar o Mapa de Risco, com a participação do maior numero de trabalhadores.
  3. 3. Mapa de Riscos O conceito de risco – Melhoria dos Controles internos •Risco é qualquer situação que pode afetar a capacidade da empresa de atingir seus objetivos (impacto) •É a condição que cria ou aumenta o potencial de perda; •Sempre refere-se ao futuro; •É um elemento de incerteza.
  4. 4. Mapa de Riscos Afinal ........... Qual a diferença entre Perigo, Risco e Ameaça ?
  5. 5. Mapa de Riscos Risco é a condição que cria ou aumenta o potencial de perdas. Perigo é a causa de uma perda! Ameaça é a percepção do risco, ou seja como que o “ameaçado” percebe, sente a situação!!
  6. 6. Mapa de Riscos Diferenças: Perigo Passado = Já Ocorreu Risco Futuro =Poderia Ocorrer
  7. 7. Mapa de Riscos CIPA: Visão Emergente do Risco •Otimização do risco •Exposição a riscos conhecidos e desconhecidos •Mapear Controlar e medir todos os riscos •Envolver toda a Unidade (responsabilidade).
  8. 8. Mapa de Riscos 0 QUE É MAPA DE RISCOS? É a representação gráfica do reconhecimento dos Riscos existentes nos locais de trabalho, por meio de círculos de diferentes tamanhos; e cores. 0 seu objetivo é informar e conscientizar os trabalhadores pela fácil visualização desses Riscos. Obs.É uma ferramenta muito importante para diminuir a ocorrência de acidentes do trabalho.
  9. 9. Por que Fazer o Mapa de Risco? Estes Riscos podem prejudicar o bom andamento de um processo de trabalho, portanto, devem ser identificados, avaliados e controlados de forma correta. Mapa de Riscos
  10. 10. Mapa de Riscos OBJETIVOS a) reunir as informações necessárias para estabelecer o diagnóstico da situação de segurança e saúde no trabalho na Unidade; b) possibilitar, durante a sua elaboração, a troca e divulgação de informações e integração entre os trabalhadores,e estimular sua participação nas atividades de prevenção;
  11. 11. Mapeamento de Riscos Etapas de Elaboração ⇒Conhecer o processo de trabalho no local analisado; ⇒Identificar os riscos existentes no local analisado; ⇒Identificar as medidas preventivas existentes e sua eficácia; ⇒Identificar os indicadores de saúde; ⇒Conhecer os levantamentos ambientais já realizados no local; ⇒Elaborar o Mapa de Riscos, sobre o lay-out da empresa, indicando através de círculos, colocando em seu interior o risco levantado (cor), agente especificado e número de trabalhadores expostos.
  12. 12. Atividade coordenada, de caráter físico e/ou intelectual, necessária à realização de qualquer tarefa, serviço ou empreendimento: • trabalho especializado; • trabalho de responsabilidade; • executar uma operação, de acordo com determinadas normas e procedimentos; métodos e técnicas. Processo de Trabalho
  13. 13. RETIRAR SINALIZAÇÃO ACONDICIONAR MACACO/CHAVE DE RODA/PNEU FURADO COLOCAR PNEU ESTEPE COLOCAR PORCAS DESCER VEÍCULO APERTAR PORCAS SOLTAR PORCAS ERGUER VEÍCULO RETIRAR PORCAS RETIRAR PNEU FURADO PREPARAR MACACO/CHAVE DE RODA/ESTEPE SINALIZAR LOCAL TRIÂNGULO OUTROS ESTACIONAR VEÍCULO TROCA DE PNEU
  14. 14. Atribuições da CIPA: identificar e relatar os riscos existentes nos setores e processos de trabalho. conhecer os riscos que podem existir nesses setores; sugerir medidas para que os mesmos possam ser eliminados e/ou neutralizados. Identificados esses riscos, os mesmos deverão ser transcritos e representados no Mapa de Riscos. Riscos Ambientais Atribuições
  15. 15. Prioridades no Controle de Risco Eliminar o risco; Neutralizar / isolar o risco, através do uso de Equipamento de Proteção Coletiva; Proteger o trabalhador através do uso de Equipamentos de Proteção Individual.
  16. 16. Fluxograma da Prevenção ErroErro FalhaFalha Risco/PerigoRisco/Perigo IncidenteIncidente AcidenteAcidente ++ I. Gerenciamento II. Controle III. Proteção
  17. 17. Risco Probabilidade de Materialização do Perigo Perigo Potencial de Produzir Dano Acidente ou Incidente Perdas= Risco = Gravidade x Probabilidade Mapa de Riscos
  18. 18. RISCOS AMBIENTAIS São capazes de causar danos à saúde e à integridade física do trabalhador em função de sua natureza, intensidade, suscetibilidade e tempo de exposição Riscos Físicos: Riscos Químicos: Riscos Biológicos: Riscos Ergonômicos: Riscos de Acidentes
  19. 19. GRUPO I: VERDE GRUPO III: MARROM GRUPO IV: AMARELO GRUPO V: AZUL Riscos Físicos Riscos Químicos Riscos Biológicos Riscos Ergonômicos Riscos de Acidentes Ruído Poeiras Vírus Esforço Físico Intenso Arranjo físico inadequado Vibrações Fumos Bactérias Levantamento e transporte manual de peso Máquinas e equipamentos sem proteção Radiações ionizantes Névoas Protozoários Exigência de postura inadequada Ferramentas inadequadas ou defeituosas Radiações não ionizantes Neblinas Fungos Controle rígido de produtividade Iluminação inadequada Frio Gases Parasitas Imposição de ritmos excessivos Eletricidade Calor Vapores Bacilos Trabalho em turno e noturno Probabilidade de incêndio ou explosão Pressões anormais Substâncias, compostos ou produtos químicos em geral Jornada de Trabalho prolongadas Armazenamento inadequado Umidade Monotonia e repetitividade Animais peçonhentos Outras situações causadoras de stress físico e/ou psíquico Outras situações de risco que poderão contribuir para a ocorrência de acidentes Riscos Ambientais GRUPO II: VERMELHO Toxinas
  20. 20. Ruído Vibrações Calor Frio Umidade Radiações ionizantes (raios X,alfa,beta) Radiações não-ionizantes (microondas, laser) Pressões anormais Riscos Físicos
  21. 21. Poeiras Fumos Névoa Neblina Vapores Gases Produtos químicos em geral Riscos Químicos
  22. 22. Vírus Bactérias Fungos Parasitas Bacilos Microorganismos Riscos Biológicos
  23. 23. Esforço Físico Levantamento manual de peso Ritmo excessivos Monotonia e repetitividade Trabalho em turnos/noturno Posturas inadequadas Controle rígido da produção Estresse físico/psíquico Riscos Ergonômicos
  24. 24. ERGO TRABALHO NOMO LEI Objetivo: - Maior Produção; - Menor Desgaste Físico e Mental (Saúde). ERGONOMIA
  25. 25. Arranjo físico inadequado Máquinas sem proteção Ferramentas inadequadas /defeituosa Eletricidade Armazenamento inadequado Probabilidade de Incêndio Iluminação inadequada Risco de Acidentes
  26. 26. Mapa de Riscos Ambientais Representação gráfica de um conjunto de fatores presentes no local de trabalho, capaz de acarretar prejuízo à saúde dos trabalhador. Tais fatores têm origem: • Diversos elementos que compõem o processo de trabalho (materiais, equipamentos, instalações, suprimentos e espaços de trabalho) • Forma de organização do trabalho (arranjo físico, ritmo de trabalho, método de trabalho, postura de trabalho, jornada de trabalho, turnos de trabalho, treinamento, etc.)
  27. 27. Mapa de Riscos Ambientais Levantamento dos locais de trabalho apontando os riscos nos diferentes setores das empresas, identificando situações e locais potencialmente perigosos, para estabelecer o diagnóstico da situação de segurança e saúde no trabalho. Possibilitar, durante a sua elaboração, a troca e divulgação de informações entre os trabalhadores, bem como estimular sua participação nas atividades de prevenção.
  28. 28. Mapa de Riscos Ambientais Etapas de elaboração: 1.- Definição da equipe de trabalho: – Coordenador – Os demais membros podem ser divididos considerando a classificação dos Riscos Ocupacionais. 2.- Conhecer o processo de trabalho no local analisado: – Os trabalhadores: número, sexo, idade, treinamentos profissionais, segurança e saúde, jornada de trabalho; – Os equipamentos e materiais de trabalho; – As atividades exercidas; – O ambiente.
  29. 29. Mapa de Riscos Ambientais 3. Identificar os riscos existentes no local analisado, conforme classificação do risco - CR. 4. Identificar as medidas preventivas existentes e sua eficácia: – medidas de proteção coletiva - EPC; – medidas de organização do trabalho; – medidas de proteção individual - EPI; – medidas de higiene e conforto: banheiro, lavatórios, vestiários, armários, bebedouro, refeitório, área de lazer.
  30. 30. Mapa de Riscos Ambientais 5. Identificar os indicadores de saúde: – queixas mais freqüentes e comuns entre os trabalhadores expostos aos mesmos riscos; – acidentes de trabalho ocorridos; – doenças profissionais diagnosticadas; – causas mais freqüentes de ausência ao trabalho. 6. Conhecer os levantamentos e Mapas de Riscos já realizados;
  31. 31. Mapa de Riscos Ambientais 7. Elaborar o novo Mapa de Riscos, sobre o layout da empresa, indicando através de círculos: – Determinar o grupo de risco, de acordo com a padronização da cor; – Anotar o número de trabalhadores expostos ao risco dentro do círculo; – Especificar o agente (exemplo: químico – hipoclorito de sódio, ácido clorídrico; ou ergonômico- repetitividade, ritmo excessivo), deve ser anotada também dentro do círculo; – a intensidade do risco deve ser representada por tamanhos proporcionalmente diferentes de círculos.
  32. 32. Mapa de Riscos Ambientais 8. Após discutido e aprovado pela CIPA, o Mapa de Riscos, completo ou setorial, deverá ser afixado em cada local analisado, de forma claramente visível e de fácil acesso para os trabalhadores. 9. No caso das empresas da indústria e da construção, o Mapa de Riscos do estabelecimento deverá ser realizado também para as etapa de execução dos serviços. 10. O Mapa de Risco deve ser revisto sempre que um fato novo modificar a situação de riscos estabelecida.
  33. 33. Mapa de Riscos Ambientais Tabela de levantamento de riscos e medidas de controle
  34. 34. (1) Improvável de ocorrerBAIXA (2) Provável de ocorrerMÉDIA (3) Esperado que ocorraALTA ESCALA DE PROBABILIDADE SUGESTÃO: COMO ESTABELECER O GRAU DE RISCOSUGESTÃO: COMO ESTABELECER O GRAU DE RISCO PROBABILIDADE X GRAVIDADE = RISCOPROBABILIDADE X GRAVIDADE = RISCO
  35. 35. SUGESTÃO: COMO ESTABELECER O GRAU DE RISCOSUGESTÃO: COMO ESTABELECER O GRAU DE RISCO PROBABILIDADE X GRAVIDADE = RISCOPROBABILIDADE X GRAVIDADE = RISCO (1) Danos materiais e prejuízos ao processoBAIXA (2) Doenças ocupacionais e lesões menoresMÉDIA (3) Morte e lesões incapacitantesALTA ESCALA DE GRAVIDADE
  36. 36. SUGESTÃO: COMO ESTABELECER O GRAU DE RISCOSUGESTÃO: COMO ESTABELECER O GRAU DE RISCO PROBABILIDADE X GRAVIDADE = RISCOPROBABILIDADE X GRAVIDADE = RISCO G R A V I D A D E 321 642 963P R O B A B I L I D A D E PEQUENO MÉDIO GRANDE 1 42 2 3 3 6 6 9
  37. 37. Mapa de Riscos Ambientais O desenho deve ser elaborado na forma de um croquis, caracterizado como um desenho rápido, feito com o objetivo de discutir ou expressar graficamente uma idéia. Representar o RISCO
  38. 38. Mapa de Riscos Ambientais
  39. 39. Mapa de Riscos Ambientais
  40. 40. Mapa de Riscos Ambientais
  41. 41. Mapa de Riscos Ambientais 7 7 7 7 7 6 13 13 8 9 10 5 1 2 3 4 6 6 6 6 6 7 7 7 7 11 11 11 12 1 25 1 5 15 1 4 16 15 15
  42. 42. Mapa de Riscos Ambientais 7 7 7 7 7 6 13 13 8 9 10 5 1 2 3 4 6 6 6 6 6 7 7 7 7 11 11 11 12 1 25 1 5 15 1 4 16 15 15
  43. 43. Mapa de Riscos Ambientais GRUPO 1 VERDE - RISCOS F SICOS– Í GRUPO 3 - MARROM - RISCOS BIOL GICOSÓ S GRUPO 2 - VERMELHO - RISCOS QU MICOSÍ GRUPO 5 AZUL - RISCOS DE ACIDENTES– GRUPO 4 - AMARELO - RISCOS ERGONÔMICOS GRUPOS DE RISCOS PEQUENO MÉDIO GRANDE TABELA DE GRAVIDADE
  44. 44. Simbologia das Cores
  45. 45. Mapa de Riscos Ambientais •O direito de viver e de trabalhar num ambiente sadio, deve ser considerado como um dos direito fundamentais do homem •A prevenção é o conjunto da confiança com a consciência de todos os trabalhadores. •O Acidente acontece onde a Prevenção falha..........

×