Your SlideShare is downloading. ×
"Descendo à casa do oleiro"
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

"Descendo à casa do oleiro"

10,955
views

Published on

O plano da salvação em figuras. …

O plano da salvação em figuras.
Texto em estudo Jeremias 18:1 a 6
Este faz parte de uma série de tópicos relacionados com este plano.
Veja assim diz Gênesis 2:7
“E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Versão Almeida Revista e corrigida. (ARC)

Porque Deus nos fez do barro?
Porque Deus escolheu a “olaria para nos fabricar”?
Deus sempre faz as coisas com sentido, tudo tem um porquê e um para quê.
Porque Deus escolheu o barro e se fez oleiro?
Estas e outras interrogantes necessitam ter uma resposta, aqui o convite para "descer à casa do oleiro".

Published in: Education

1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
10,955
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
166
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 1Série Figuras da SalvaçãoTópico 1 - Atualizado em 18082013 “Descendo à casa do Oleiro...” (SERMÃO ) Texto central: Jeremias 18:1 a 6 1“PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: 2 Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. 3 E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas, 4 Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer. 5 Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.” Introdução Se conta que em Sevilla, cidade da Espanha, há um bairro, no qual durante anos tem sido um lugar de olarias e oleiros, por ser assim tem uma das suas ruas com o nome de “Alfareria”, que significa olaria. Quando um turista passa por ali podem-se ver até hoje, comércios que fabricam e vendem cerâmicas. O interessante é que na fachada de um desses comércios há um azulejo (um ladrilho vidrado grande) com uma frase que diz: Alfareria: "Oficio noble y bizarro, de entre todos el primero, pues en el oficio del barro, Dios fue el primer alfarero y el hombre el primer cacharro.“ Ouvi dizer que virou ditado, que traduzido seria mais o menos assim: Olaria: “Ofício nobre e bizarro, entre todos o primeiro, é o ofício do barro, pois Deus foi o primeiro dos oleiros e o homem o primeiro vaso” 2 Porque Deus nos fez do barro? Porque Deus escolheu a “olaria para nos fabricar”? -Deus sempre faz as coisas com sentido, tudo tem um porquê e um para quê. -Porque Deus escolheu o barro e se fez oleiro? Veja assim diz Gênesis 2:7 “E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Versão Almeida Revista e corrigida. (ARC) Entre outros motivos estão estes: 1º Deus não quer que você e eu esqueçamos que temos limitações. Somos totalmente dependentes. De Deus e do resto da criação, mensagem inserida no capítulo 1 de Gênesis. 2º Que somos seres terrenos. Pois, somos parte da criação, junto com a terra, e somos parte dela.
  • 2. 3 4Entre outros motivos talvez (Cont.): 3º Somos formados dos mesmos constituintes do pó da terra, dos mesmos elementos. E é surpreendente o grande mistério da vida! 4º Quando o homem morre vai para o pó. Gên. 3:19 - É a dura realidade, consequência fatal do pecado. Esta mensagem de Jeremias está fundamentada na mensagem central da palavra de Deus, o plano de salvação. O Senhor tem muitas maneiras de revelar tudo o concernente ao plano, o fez em forma progressiva e para isso utilizou figuras extraordinárias!! Podemos compactar o plano, em palavras simples, mais o menos assim: 1 - O homem foi criado por Deus, para obediência, é a mensagem de Gên. 2:16 e 17 2 – E o homem tinha a capacidade de obedecer, caráter perfeito, criado à “imagem e semelhança de Deus” Gên. 1:26 – Hebreus 2: 6 e 7 3 – Mas, entrou o pecado e pecado na sua primeira definição é desobediência. Gên. 3. Isto é: Daí em diante o homem perdeu a capacidade de obedecer, assim nascemos a “a imagem e semelhança de Adão”, Gên. 5:3 O que trouxe como consequência a morte, Gên. 3. 4 - Então o criador começa a revelar o seu plano, por iniciativa Sua e pelo Seu amor pela raça caída, de como vai resgatar e restaurar a capacidade de obediência no homem. a)Primeiro entrega a Lei dos dez mandamentos, que serve para pôr em evidência a desobediência. Como diz Paulo: “ Sobreveio a Lei para que avultasse a ofensa, (desobediência ou pecado)...” Rom. 5:20* b)Depois estabelece a Lei cerimonial, que tinha como fundamento, mostrar a gravidade da desobediência, na qual o cordeiro inocente morto e todos os serviços apontam o Salvador. Nota: Fica claro o que diz Paulo no texto anterior, a Lei inclui toda a revelação dos cinco livros de Moisés, inclusive a Lei cerimonial. 6 – Então veio a “CRUZ”, ali o verdadeiro cordeiro é morto, como dizia a profecia (Isaías 53: 1 a 11), O substituto leva sobre si o castigo. Na cruz começa a ser resolvido o problema: Recuperar a capacidade de obedecer e tudo “pela obediência de um só”, Cristo. Rom. 5:19 Veja agora a salvação é uma só, mas inclui dois aspectos, o que Deus fez em nosso favor na pessoa de Cristo e o que Deus faz no crente. O primeiro aspecto, garantido pela obediência de Cristo, aceito pela fé, garante o segundo, se crê e se há entrega. É ali onde começa a obra de Deus para recuperar a capacidade de obedecer no homem. Na Bíblia a obediência é fruto da salvação. Confira: Ezequiel 36:27 - Efésios 2:8 a 10 - I Pedro 1:2 Examine o quadro: Nota: Recomendamos fazer o Novo Curso Bíblico Ideal Cristão, de nossa autoria, para mais detalhes do plano da salvação, veja em: http://www.novocbic.blogspot.com.br/
  • 3. Assim é a didática de Deus: Voltando ao nosso texto: Quando a palavra proclamada, anunciada, há encontrado um ponto final, isto é quando a palavra já não produz efeito na vida de um ser humano ou de um povo, Deus recorre a um elemento muito interessante...! Alguns a chamam de, “uma ação dramática”, que é a compreensão das palavras através de uma figura, e é disto que trata o contexto de Jeremias 18:1 a 6 Trata-se do mesmo método de ensino de Jesus nos evangelhos a traves das parábolas; é a sua didática. As palavras já não mexem na espiritualidade de Israel, o Senhor, agora se volta para o profeta para mostrar através de uma figura, para que ele possa descobrir razões e verdades. “A PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras” Ele quis dizer: “Através da observação do oleiro receberás a mensagem” v.3 - O texto diz que Jeremias se levantou e foi e lá estava o oleiro trabalhando sobre a roda... É o que esperava ver...! “... ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas.” Se observamos bem encontramos três elementos mais importantes: O oleiro, a roda, e de maneira implícita o barro. 1 2 3 Suas mãos, (as mãos do oleiro), estão postas no barro trabalhando sobre a roda. Notou? As mãos do oleiro estão no barro, o barro não está nas mãos, porém sobre a roda e de uma forma direta diz que ele trabalhava sobre a roda. Para nossa imaginação ser desafiada, o quadro nos leva ao relato da criação: 1 - Em Gênesis 2:7, Onde Deus parte do barro para criar o homem. 2 - No plano da salvação, não é diferente, nesta figura, o criador, também parte do barro. Trata-se de uma nova criação!! >>> Há um simbolismo aqui, na figura da roda: Sim o oleiro representa Deus e o barro representa o homem e a vida do homem é representada pela roda. É por esse motivo que a mão está no barro e o barro está na roda. Eu vejo uma figura extraordinária, muito interessante interpretar e poder entender o que Deus disse a Jeremias. Ao olhar a roda, a roda representa a vida, e não é uma ideia louca imaginar-se a vida como uma roda, a roda do oleiro girava constantemente e a vida parece uma roda – Notou? 5 6
  • 4. Como é a perda de um esposo, de um filho...! A nossa vida é assim, onde havia risos de pronto a alegria se transformou em luto. E há pessoas que vivem assim castigadas pelos giros da vida. Para alguns outros, ao contrário, a velocidade dos giros da vida é lenta, monótona, é o costumeiro, sempre o mesmo, faz sentir que a vida é lenta...lhes parece que as horas não passam nunca. Sempre é assim quando as coisas vão bem parece que o tempo passa voando. Os momentos felizes passam rápido demais...e nos lamentamos, “como passou rápido o tempo!” Claro que o tempo é sempre o mesmo, mas segundo a perspectiva parece ser um giro repentino ou lento. Quando há felicidade o tempo voa...!!!!!! Quando há tristeza o tempo parece que se detém!!!!! Eu penso que ao ver a roda do oleiro girar, logicamente representa a vida, a vida gira. Para alguns sempre é mais do mesmo....sempre a mesma miséria, sempre a mesma dívida, sempre as doenças, as queixas ...etc. Há coisas que passam muito rápido e outras que passam muito lentamente. É assim a roda da vida. É assim que o ser humano põe seu olhar sobre a roda da vida...e pode dizer: A alguém lhe vá melhor...ou a outro lhe vá pior. 7 8 Vamos abrir um parênteses: Para alguns a vida dá um giro inesperado, violentamente gira mudando o quadro, de situação e de cenário de uma maneira veloz, por uma catástrofe, por uma perda, por uma ausência. Hoje feliz, amanhã triste, e há um grande número de pessoas que se vem envolvidas em giros repentinos que dá a vida! Agora Jeremias estava olhando para a roda e o Senhor lhe disse: O oleiro está trabalhando sobre a roda...e paro aqui para salientar, não há outra maneira do oleiro trabalhar que não seja sobre a roda ... O oleiro não trabalha sobre um banco, sobre uma mesa, o faz exclusivamente sobre a roda. Há uma afirmação que fala de algo lógico...é assim que ele trabalha. É como se Deus estivesse falando: “Observa a roda, a roda é como a vida , gira, não anda de um lado para outro, parece estar sempre no mesmo ponto, o que pode mudar é a velocidade com o qual acontecem os fatos.” “É assim durante a vida do homem que escolheu voltar a ser o barro nas mãos do criador, o barro não tem vontade própria e deixa o grande oleiro fazer a sua obra, Ele vai trabalhar durante toda a sua vida.
  • 5. Vamos pensar um pouco! Todo o mundo deve ter a noção de que um bom trabalho de oleiro, depende da elasticidade, a maciez do barro e docilidade que tenha para ser moldado e transformado. Ninguém imagina um barro cheio de pedras ou pedrinhas, qualquer sujeira e endurecido, tem que estar macio, flexível e homogêneo, porque assim ele fica firme sobre a roda. Há pessoas que não conseguem se adaptar a vida, quando a vida gira como não podem se adaptar a vida elas quebram; e há outros que são mais flexíveis e se acomodam mais rápido ás mudanças. Podemo-nos adaptar a essa vida...ou então renunciar a vida. De uma maneira mais simples, esquecendo a fé cristã, há pessoas que se acostumam com a vida e há outros que renegam toda a vida independente de como se apresenta. Do ponto de vista espiritual acontece a mesma coisa, a pessoa pode Nascer de novo, iniciar o processo de salvação, porém isto não anula a vontade humana, pelo livre arbítrio, pode resistir, abandonar o oleiro e até voltar atrás ou esfriar na fé. At 7.51 – “... vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais” O que é resistir ao Espírito Santo. É recusar, de forma consciente, a vontade divina transmitida pelo Espírito Santo mediante a Palavra de Deus e por meio de seu trabalho em nossos corações. Mas, a qualquer momento pode haver um reavivamento e o processo continua. 9 10 A santificação: No plano de salvação, Deus efetuou a primeira fase plano, na pessoa do salvador, e essa obra garantida pela obediência de Cristo, tem que ser apresentada de livre espontânea vontade, a Deus como única justificativa, para que o Seu plano possa ter continuidade. 1 - Sem isso Deus não pode, foi Ele que diz, após a entrada do pecado, “...é certo que morrereis” e não poderia levantar a penalidade. E se o fizesse seria acusado de injusto ou de mentiroso. Está em jogo o seu caráter. 2 – Por outro lado, tendo em conta que o homem foi criado um ser livre, não poderia invadir o coração do homem. É a justificação pela fé, a porta de entrada para a restauração do homem. O barro que somos nós, que pela fé chegamos Deus, está sobre a roda da vida, e o criador enquanto vivemos está fazendo a sua obra. É um processo longo, demorado porque depende da submissão, da entrega de cada um. Isto é o que a palavra de Deus chama de santificação. Ou como diz o apóstolo Paulo: “ ... somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” II Cor. 3:18 >>> Agora veja, a figura central da revelação, não é a roda, o que importa é o que está encima da roda, e é o “Barro”, e o barro, é o ser humano, é você e Eu. Então poderíamos dizer que a visão fala da qualidade do ser humano.
  • 6. Neste processo o homem pode falhar, abandonar, porém, Deus está sempre disposto a continuar a Sua obra. >>> Jeremias está olhando e o Senhor está dizendo: 1 - Olha ali o oleiro que é Deus 2 - Ali estão as rodas, que representam a vida. 3 - E o barro que representa o homem. Porém, quero dizer que no cenário, nem a roda, nem o barro que está sobre a roda, ainda não são os mais importantes. Então o que é mais importante na visão? Nem a roda...nem o barro...nem o oleiro que representa Deus são importantes... 1 - Há pessoas acreditam que Deus existe,.. 2 - mas, que conseguem viver sem Deus...até com um certo equilíbrio e sucesso, só enquanto a ”roda gira” (enquanto a vida dura) Agora Jeremias está olhando e há uma expectativa no ar...! A pergunta mais importante até aqui: O que quis Deus mostrar ao ver o oleiro, a roda e o barro? 11 12 - O detalhe é bem simples, o importante da visão são as mãos do oleiro. v. 4 - A palavra de Deus diz: “...o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro...” Resumindo: Ele está dizendo que: “a roda é a vida, o barro é você, o oleiro sou Eu e você se quebrou em minhas mãos.” Eu vou tentar explicar com esta história: Uma vez um turista parou enfrente de um oleiro, a roda estava girando com muita velocidade, o barro estava sobre a roda, o oleiro tinha colocado suas mãos sobre o barro e estava lhe dando formas. Num momento determinado a vasilha se quebrou nas mãos do oleiro, e o turista lhe disse: - “Por quê a quebrou ela estava perfeita? Eu vi quando suas mãos a esmagaram.”
  • 7. E o oleiro respondeu: - “Amigo, você pode vela perfeita, é verdade, aos olhos de qualquer pessoa estava perfeita, porém eu que pus minhas mãos nela senti pelo tato de meus dedos que nas entranhas do barro havia uma dureza; uma impureza sabe? -Eu poderia ter deixado a vasilha assim e ninguém teria levantado suspeitas que dentro das paredes da vasilha teria alguma dureza, porém, amigo eu a toquei com as minhas próprias mãos, palpei com as minhas gemas dos dedos e senti que esse pedaço de barro não era o que eu queria para a minha vasilha. Então a quebrei em minhas mãos para retirar a impureza” Sim, diz Deus: Jeremias...!! “Vá a casa do oleiro, e ali ele trabalha sobre a roda e o vaso se quebrou em suas mãos.” A mensagem de Deus a Jeremias foi: Não importa quantas voltas a vida dá, não interessa o flexível que você seja, o que interessa realmente são Suas mãos. Nas mão do Oleiro. Pela justificação pela fé, isto é se crê, Ele tira limpa de toda impureza, do pecado e reinicia todo de novo, quantas vezes cada um permitir. I João 2:1 a 2 Se o “Oleiro” há podido meter as mãos no barro, que é você, eles tocarão a impureza, e sem que ninguém veja ou saiba o oleiro sabe o que há dentro e “o bom Oleiro” deixará que se quebre para tirar a impureza e voltar a dar-lhe forma. 13 14 v.4 - “Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.” Temos que ser quebrados... Daí que a palavra de Deus fala dos quebrantados de coração: >>> Quero chegar a conclusão de que a vida sempre gira, de que os homens e mulheres somos barro, que Deus pode, é o grande Oleiro, mas há homens e mulheres que sabem que Deus os fez do barro, que em certa forma conhecem a Deus, porém nunca deixaram Deus por as suas mãos sobre eles... Sobre a sua vida...! Tem muitos “Cristãos” que dizem ter aceito Jesus como o seu salvador pessoal. E pela fé acreditam que serão justificados ante Deus e perdoados os seus pecados passados. Porém não entendem ou não aceitam, que a obra da salvação continue na sua pessoa, que é a santificação. Olhar para o oleiro, para a roda, e para o barro... é bom! Olhar para Deus, olhar para a vida e para você ...é bom...
  • 8. Mas antes, olhe para as mãos do oleiro, você tem permitido que Ele ponha Suas mãos em você ... há permitido a Deus, por suas mãos no barro e há encontrar as impurezas ...? Só você poder lhe permitir, ser submisso assim como o barro. Então entenda se assim for, Deus, o Oleiro, quer refazer você “segundo a Ele lhe pareça”. V.6 “Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.” “Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro?” Se o barro estiver nas mãos do oleiro, a obra poderá ser refeita. 15 16O agente criador Permita-me ainda continuar com a analogia: Se pisa o barro – O barro tal como é retirado do solo tem impurezas, então é necessário acrescentar água e é pisado. Durante este processo vão se separando as pedras e algumas outras coisas que fariam dano a obra final... Também vai dar a consistência necessária para poder trabalhar com ele. >>> Irmãos e amigos, Deus quer fazer a Sua obra em nós, e primeiro quer retirar as impurezas. A justificação garante isso! A água nas escrituras representam o agente de Deus, a pessoa, O Espírito santo, que executa os planos de Deus. João 3: 5 a 6 - Ezequiel 36: 25 a 27 Para isso Ele submete a cada um de nós à prova, situações em que somos pisados, quebrados, esmagados e junto com a água (a Sua Palavra e o Espírito Santo), vá tirando todo o que atrapalha. ”Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” 2 cor. 5:17 Isto é o plano da salvação em andamento: ” Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” Efes. 2:10 >>> Estas são as promessas! Entregue hoje a sua vida nas mãos de Deus ... A justificação pela fé, é a obra de Deus em Cristo por nós, se você crê nisso, os seus pecados passados são perdoados. A santificação é a continuação, da sua obra, agora em cada um de nós, si apresentamos Jesus como a nossa justificativa.
  • 9. Mesmo antes de começar a Sua obra em nós, já está preocupado com a limpeza. As vezes doem as pisadas, essas impurezas faziam à muito tempo parte de nossa vida, e só assim poderemos ser boas peças de oleiro. Sem a limpeza nunca seremos o que Deus desenhou para que fôssemos. - É por este motivo que as pessoas que brincam com o pecado nunca chegam a nenhum lugar. - Temos que deixar Deus pôr as suas mãos em nós! Diz a Escritura: “Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra ... e outro para desonra?” Hebreus 9:21 Acredita nisso? Adaptado por: Prof. Ramón Zazatt Atualizado em 18082013 17 18 http://www.homerzatt.blogspot.com.br/ Recomende e Veja outros temas escolhidos em: Homerzatt - Princípios teológicos básicos. Gostou? Estude a Bíblia conosco: Novo Curso Bíblico Ideal Cristão Online: http://novocbic.blogspot.com.br/