Factores bioticos1

  • 6,236 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • esta muito fixe
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • ola
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • o
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
6,236
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
282
Comments
3
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. FACTORES BIÓTICOS Subcapítulo 1.1 Interacções seres vivos-ambiente
  • 2. Dizem respeito às relações que se estabelecem entre os seres vivos. Factores Bióticos
  • 3. Factores Bióticos Relações Intra-específicas Interespecíficas Ocorrem entre organismos da mesma espécie Ocorrem entre organismos de espécies diferentes
  • 4. Factores Bióticos Relações Intra-específicas Interespecíficas Cooperação Competição Canibalismo Mutualismo Comensalismo Predação Parasitismo Competição Antibiose Neutralismo
  • 5. Relações intra-específicas
    • A cooperação é uma relação benéfica para ambos os organismos envolvidos.
    • Os organismos da mesma espécie podem agrupar-se em:
        • Colónias:
          • Agrupamentos não hierarquizados.
        • Sociedades:
          • Agrupamentos hierarquizados.
    Colónia de bactérias da espécie E. coli Alcateia, um exemplo de uma sociedade COOPERAÇÃO
  • 6.
    • Na competição, pelo contrário, ambos os indivíduos ficam prejudicados.
    • São vários os motivos pelos quais os organismos da mesma espécie podem competir:
          • o território
          • a fêmea
          • o alimento
          • a água
          • a luz
    COMPETIÇÃO Relações intra-específicas
  • 7. Relações intra-específicas
    • O canibalismo é uma relação em que um indivíduo mata e se alimenta de outro da mesma espécie.
    • Ocorre, por exemplo, com crocodilos e peixes, em que os adultos comem as crias. São também conhecidos os casos do louva-a-Deus e de aranhas, em que as fêmeas se alimentam dos machos após o acasalamento.
    CANIBALISMO
  • 8. Relações intra-específicas Organismos Associação Símbolo Benéfica + Prejudicial - Indiferente 0 A B Cooperação + + Competição - - Canibalismo + -
  • 9. Relações interespecíficas
    • O mutualismo é uma relação em que ambas as espécies envolvidas ficam beneficiadas. Pode ser:
        • Obrigatório: Se a associação é indispensável à sobrevivência de ambos. Ex.: líquenes.
        • Facultativo: Se os dois indivíduos podem viver separados. Ex.: garça-boieira e rinoceronte.
    Mutualismo obrigatório Mutualismo facultativo MUTUALISMO
  • 10. Relações interespecíficas
    • O comensalismo é uma relação em que apenas um dos organismos é beneficiado, ficando o outro indiferente.
    • É o que sucede, por exemplo, com orquídeas vivendo no tronco de árvores, sem as beneficiar ou prejudicar, e obtendo, assim, mais luz para se desenvolverem.
    COMENSALISMO
  • 11. Relações interespecíficas
    • A predação é a relação em que um indivíduo mata outro, para dele se alimentar.
    • A maior parte dos predadores são animais. Há, no entanto, também plantas predadoras, as quais se alimentam de insectos.
    Planta carnívora PREDAÇÃO Animal carnívoro
  • 12. Relações interespecíficas
    • O parasitismo é uma relação em que um ser vive à custa de outro, sem causar a sua morte a curto prazo.
    • O parasita pode viver no interior do corpo do hospedeiro – endoparasita – ou à sua superfície – ectoparasita .
    Carraça, um ectoparasita PARASITISMO
  • 13. Relações interespecíficas
    • Na competição interespecíficas, tal como sucede na competição intra-específica, os organismos envolvidos, que competem entre si pelo espaço ou pelos recursos, ficam prejudicados.
    Hienas e abutres disputando a mesma carcaça COMPETIÇÃO
  • 14. Relações interespecíficas
    • Neste tipo de relação, a antibiose ou antagonismo, uma das espécies envolvidas produz e liberta para o meio uma substância que impede o desenvolvimento de outra.
    • Ex.: o fungo do género Penicilium produz uma substância – penicilina – que inibe o desenvolvimento de algumas bactérias.
    Fungo do Género Penicilium ANTIBIOSE ou ANTAGONISMO
  • 15. Relações interespecíficas
    • No neutralismo as espécies envolvidas ficam indiferentes à presença umas das outras.
    • É o que sucede, por exemplo, com os herbívoros da savana que se alimentam de plantas diferentes, como sucede com as zebras, as girafas e os elefantes.
    NEUTRALISMO
  • 16. Relações interespecíficas Associação Símbolo Benéfica + Prejudicial - Indiferente 0 Espécies A B Mutualismo + + Comensalismo + 0 Predação + - Parasitismo + - Competição - - Antibiose - 0 Antibiose 0 0