Your SlideShare is downloading. ×
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Aids[1]
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Aids[1]

2,895

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,895
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
83
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DIA
    MUNDIAL
    DO
    COMBATE
    A
    AIDS
    1º DE DEZEMBRO
  • 2. DIA MUNDIAL DO COMBATE A AIDS
  • 3. .
    DIA MUNDIAL DO COMBATE A AIDS
    .
    .
    Clicar...
  • 4. PORQUE O LAÇO VERMELHO
    COMO SÍMBOLO?
    O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a AIDS.
    O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual AIDS, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de AIDS.
  • 5. Transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a AIDS foi uma decisão da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas - ONU.
    A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/AIDS.
  • 6. A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada a partir de 1988. O preconceito e a discriminação contra as pessoas vivendo com HIV/AIDS são as maiores barreiras no combate à epidemia, ao adequado apoio, à assistência e ao tratamento da AIDS e ao seu diagnóstico
  • 7. Os estigmas são desencadeados por motivos que incluem a falta de conhecimento, mitos e medos.
    Ao discutir preconceito e discriminação, o Ministério da Saúde espera aliviar o impacto da AIDS no País. O principal objetivo é prevenir, reduzir e eliminar o preconceito e a discriminação associados à AIDS
  • 8. O Brasil já encontrou um modelo de tratamento para a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, que hoje é considerado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) uma referência para o mundo. Agora nós, brasileiros, precisamos encontrar uma forma de quebrarmos os preconceitos contra a doença e seus portadores e sermos mais solidários do que somos por natureza.
  • 9. Acabar com o preconceito e aumentar a prevenção devem se tornar hábitos diários de nossas vidas.
  • 10. O QUE É AIDS?
    É uma deficiência no sistema imunológico, associada com a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana HIV –
    (Human Immunodeficiency Virus), provocando aumento na susceptibilidade a infecções oportunistas e câncer.
  • 11. O QUE É AIDS?
    O vírus da AIDS atua como um parasita ao se instalar em um célula e age como um oportunista, baixando a imunidade das pessoas.
  • 12. O QUE É AIDS?
    Dessa maneira, os portadores podem facilmente ficar doentes, o organismo não consegue se defender sozinho. Assim, as pessoas não morrem de AIDS, mas sim de uma doença que aproveita a baixa do sistema imunológico
  • 13. TRANSMISSÃO
    - O vírus HIV pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal, leite materno;- Relações sexuais homo ou heterossexuais, com penetração vaginal, oral ou anal, sem proteção da camisinha, transmitem a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis e também alguns tipos de hepatite;
  • 14. TRANSMISSÃO
    - Compartilhamento de seringas entre usuários de drogas injetáveis;- Transfusão de sangue contaminado;- Instrumentos que cortam ou furam, não esterilizados;- Da mãe infectada para o filho, durante a gravidez, o parto e a amamentação.
  • 15. TRANSMISSÃO
    A transmissão do vírus não acontece pelo ar ou pelo toque, é necessário que haja condições específicas como relações sexuais sem camisinha, transfusão de sangue contaminado, uso de seringas já utilizadas etc.
  • 16. FIQUE SABENDO
    A AIDS não é transmitida pelo beijo, abraço, toque, compartilhando talheres, utilizando o mesmo banheiro, pela tosse ou espirro, praticando esportes, na piscina, praia e, antes de tudo, não se pega AIDS dando a mão ao próximo, seja ele ou não soropositivo.
  • 17. TRATAMENTO
    Atualmente a terapia com os chamados “anti-retrovirais” proporciona melhoria da qualidade de vida, redução da ocorrência de infecções oportunistas, redução da mortalidade e aumento da sobrevida dos pacientes.
    Os anti-retrovirais são medicamentos que inibem agressivamente a multiplicação do vírus HIV).
  • 18. TRATAMENTO
    Existem várias maneiras de tratar um paciente quando se detecta o vírus precocemente. Quanto mais cedo a pessoa infectada iniciar o tratamento médico, mais possibilidades de estabilizar a doença e, conseqüentemente, manter uma boa qualidade de vida.
    Fontes: Programa Nacional de DST e AIDS do Ministério da Saúde.Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal

×