DOSSYE - Um mapa da Geração Y.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

DOSSYE - Um mapa da Geração Y.

on

  • 17,961 views

Hello Research e boo-box convidam você a fazer uma breve imersão no universo dos jovens adultos do Brasil. Conheça o estudo web mais abrangente sobre a parcela da população com idade entre 18 e ...

Hello Research e boo-box convidam você a fazer uma breve imersão no universo dos jovens adultos do Brasil. Conheça o estudo web mais abrangente sobre a parcela da população com idade entre 18 e 30 anos, a chamada Geração Y.

Statistics

Views

Total Views
17,961
Views on SlideShare
8,182
Embed Views
9,779

Actions

Likes
53
Downloads
645
Comments
3

62 Embeds 9,779

https://blog.boo-box.com 2433
http://www.sobreadministracao.com 1375
http://blogpagseguro.com.br 1362
http://blog.boo-box.com 1210
http://inovaqui.com.br 602
http://www.colunadonene.com.br 485
http://novasdigitais.blogspot.com.br 472
http://essenciadahumanidade.blogspot.com.br 320
http://imasters.com.br 310
http://www.blogdoprofessorhugo.com 294
http://www.novasdigitais.blogspot.com.br 212
http://jornalysta.com.br 102
http://pjm.maristas.org.br 96
http://feeds.feedburner.com 74
http://us-w1.rockmelt.com 56
http://novasdigitais.blogspot.com 53
http://www.infonaveia.com.br 41
http://temposemovimentos.com.br 31
http://robertaantonioli.wordpress.com 27
http://essenciadahumanidade.blogspot.in 24
http://essenciadahumanidade.blogspot.com 22
http://www.temposemovimentos.com.br 22
http://novasdigitais.blogspot.pt 20
http://gherytealonso.blogspot.com.br 19
http://admfacigpe.blogspot.com.br 17
http://pjmpmrs.net 10
http://essenciadahumanidade.blogspot.com.es 9
http://www.linkedin.com 9
http://tecnologia.beminformado.com 9
http://bundlr.com 7
http://essenciadahumanidade.blogspot.pt 5
http://pinterest.com 4
http://bitly.com 4
http://ehles.com 4
http://essenciadahumanidade.blogspot.nl 4
http://essenciadahumanidade.blogspot.co.uk 3
http://www.pinterest.com 3
http://novasdigitais.blogspot.de 3
http://gherytealonso.blogspot.com 2
http://www.facebook.com 2
https://si0.twimg.com 1
http://www.admfacigpe.blogspot.com.br 1
http://novasdigitais.blogspot.com.ar 1
http://www.novasdigitais.blogspot.fr 1
http://novasdigitais.blogspot.mx 1
http://essenciadahumanidade.blogspot.be 1
http://www.essenciadahumanidade.blogspot.com.br 1
http://webmail4.universonet.com.br 1
http://www.novasdigitais.blogspot.com 1
http://linkivy.com 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

DOSSYE - Um mapa da Geração Y. DOSSYE - Um mapa da Geração Y. Presentation Transcript

  • DOSSYEUm mapa da geração Ycom tudo o que vocênão sabia sobre ageração que todosjulgam conhecer. Um mapa da geração Y com tudo o que você não sabia sobre a geração que todos julgam conhecer.
  • YNTRODUÇÃOHello Research e boo-box convidam você a fazer uma breveimersão no universo dos jovens adultos do Brasil. Conheça oestudo web mais abrangente sobre a parcela da populaçãocom idade entre 18 e 30 anos, a chamada Geração Y. Informações, curiosidades e uma questão: será que realmentesabemos tanto sobre eles quanto achávamos? Descubra nas próximas páginas.
  • A PESQUYSAEspecificações Técnicas Pesquisa quantitativa realizada de 15 de Outubro a 20 de novembro de2011 por meio do sistema OnTarget Hello Research comrepresentatividade nacional. Margem de erro: O erro de amostragem é de no máximo 2 p.p., com 95%de intervalo de confiança. Os dados podem ser projetados para o total dapopulação. Coleta de dados: as entrevistas são de auto preenchimento, realizadasvia web. Todas as entrevistas são checadas e validadas via softwarepróprio, com sistema de validação com sete níveis de segurança. 
  • PERFYL DO ENTREVISTADO Foram realizadas 3427 entrevistas . Divisão por região 50 % SUDESTE 20 % SUL % NORTE/C.O 17 % NORDESTE13
  • PERFYL DO ENTREVISTADO POR IDADE ELAS ELES de 18 a 24 anos 55% 49% de 25 a 30 anos 45% 51% POR CLASSE SOCIAL Classe A 14% Classe B/C 80% Classe D/E % 6% %
  • PERFYL DO ENTREVISTADO POR ESCOLARIDADE até 4a série do fund. 2% 5a a 8a série 6% Ensino Médio 57% Superior 35% POR RENDA FAMILIAR até 2 salários min 13% 2 a 5 salários 39% 5 a 10 37% 10 ou mais 11%
  • FA M L A
  • FAMYLYA 93%A grande maioria dosjovens de até 25 anos 67%é formada por Classe Classe SOLTEIROS 87% A/B D/E CASADOS 13%De 25 a 30 anos o número 11% DO TOTAL DE JOVENSde casados sobe para ENTREVISTADOS JÁ TEM FILHOS26% + - NORTE SUL 13% 9%
  • FAMYLYA RAIO-YA grande maioria desses jovens é formada por solteiros (87%), com 13% decasados. Entre os jovens de 25-30 anos, o percentual de casados aumenta para32%. Enquanto 93% dos entrevistados da Classe A afirmam ser solteiros, na ClasseE esse número baixa para 67%. Do total da Geração Y, 11% já têm filhos, sendo queesse número sobe para 26% entre os indivíduos mais velhos (25-30 anos).Uma consideração a parte é a baixa diferença de jovens com filho, por região, aocontrário do que se imaginava. O Sul aparece com o menor índice, 9%, e o nortecom o maior, 13%.
  • L BERDADE
  • LYBERDADE 67% Dos entrevistados 21-25 anos ainda moram com os pais 26-30 anos 44%moram com cônjuge, companheiro e/ou filhos 14% Moram sozinhos 12% Moram com amigos 6% Moram com os pais Classe Classe A/B D/E84% 47%
  • LYBERDADE RAIO-YÉ consenso aceito pela sociedade que os Ys dão valor ao conceito de liberdade.Ainda assim, o mundo real está bem longe do imaginário. Na prática a ideia deliberdade é confrontada com outro valor que eles admiram: conforto. Tanto que amaioria deles ainda mora com os pais (67%). Essa proporção cai de 83% entre osmais jovens (18-20anos) para 44% entre os mais velhos (25- 30 anos); 14% moramcom cônjuge, companheiro e/ou filhos;12% moram sozinhos; 6% com amigos e 1%em outra situação de coabitação. Outro fator que ficou evidente é a relação entreclasse social e saída precoce da casa dos pais: enquanto 84% do entrevistadosClasse A ainda moram com os pais, esse número cai para 47% na Classe D.
  • PROF SSÃO
  • PROFYSSÃOCOMONOSSOS PAIS Qual dos fatores mais influencia  sua escolha por um emprego? Estabilidade econômica 16%  Por mais que se diga que os Ys pensamdiferente das gerações anteriores. Ficou Remuneração   19%evidente que sua relação com o trabalhoé parecida com a de seus antepassados. Qualidade de Vida 18%Ainda preferem segurança, dinheiro e  tranquilidade ao invés de assumir Realização 23%grandes desafios. Muitos deles colocam  profissões tradicionais como as Vocação 15%profissões de momento.   Outros 9%   
  • PROFYSSÃO RAIO-YSegundo a crença geral, os Ys são ambiciosos, autocentrados, exigentes, confiantes e acreditamque podem mudar o mundo. No entanto, ficou evidente que sua relação com o trabalho éparecida com gerações anteriores. Ainda preferem segurança ao invés de grandes desafiose colocam profissões tradicionais como as profissões de momento em sua visão. A maioria destesjovens trabalha (58%), aumentando essa proporção com a idade. Os homens da Geração Y estãomais inseridos no mercado de trabalho do que as mulheres (63% e 52% respectivamente). AsClasses B e C têm as maiores proporções de jovens no mercado de trabalho e também hádiferenças de acordo com a região do país, o que acaba sendo reflexo do próprio mercado detrabalho nestas regiões. As áreas de maior concentração de trabalho da Geração Y sãoinformática (19%), comércio (10%), administrativo (9%), educação (9%) e comunicação (7%). 
  • REL G I Ã O
  • RELYGIÃO 59% } Dos entrevistados 18-25 anos tem algum tipo de religião DESTE TOTAL,De 25-30 anos 65% A MAIORIA É CATÓLICA. 48% ClasseA CLASSESOCIOECONÔMICA A/B 35%também tem impacto naproporção de religiosos Classe C/D 49%
  • RELYGIÃO RAIO-YMais da metade dos jovens têm religião (59%). Mas, ainda assim, esse númerorepresenta uma mudança de comportamento se confrontado com a análise degerações anteriores. As mulheres são mais religiosas que os homens (64% e 55%respectivamente), e eles ficam mais religiosos conforme aumenta a idade.A classe socioeconômica também tem impacto na proporção de religiosos, os jovensdas classes C e D são os mais religiosos.Dentre os jovens com religião, os católicos são maioria, com 48%.
  • A T I V I D A D E FÍS C A
  • ATIVIDADE FÍSYCA A MENOR PARTE DOS JOVENS, 40%, PRATICA ATIVIDADE FÍSICA REGULARMENTE. A PRÁTICA AUMENTA JUNTAMENTE COM A CLASSE SOCIOECONÔMICA 54% P R23% A T I E D C B A C A CLASSE SOCIAL ESPORTES MAIS PRÁTICADOS ACADEMIA FUTEBOL Mulheres 30% 32% 26% Homens 48% Elas Eles Eles Elas 47% 21% 35% 3%
  • ATIVIDADE FÍSYCA RAIO-YApenas 40% dos jovens dessa geração praticam atividade física regularmente.A prática aumenta quanto mais alta a classe socioeconômica. A atividade maispraticada é academia (32%), seguida de futebol (21%). Há diferença de gênero,sendo que 47% das mulheres que fazem atividade física regularmente vão àacademia, contra apenas 24% dos homens. Já o futebol é escolha de 30% homenspraticantes de atividade física regularmente e apenas 3% de mulheres.
  • ME O D ET R A N S P O R T E
  • MEYO DE TRANSPORTE CARRO PRÓPRIO VS. TRANSPORTE PÚBLICO POR REGIÃO VOCÊ USA OS SERVIÇOS DE TRANSPORTE PÚBLICO DA SUA CIDADE ? SUDESTE 67% SIM 50% NÃO 50% SUL 72% POR SEXO NORTE/ NORDESTE 58% Mulheres 56% Homens 35%POR CLASSE SOCIAL C A U R S R O O D P I R Ó Á P R R I E D C B A I E D C B A O O
  • MEYO DE TRANSPORTE RAIO-YA maioria desses jovens tem veículo próprio (67%), e o percentual cresce conformeaumenta a classe socioeconômica. Também existe uma sensível diferença entreregiões: nas mais ricas, o percentual de jovens motorizados é maior. Metade utilizatransporte público com alguma freqüência. O uso do transporte público diminui coma idade, pois aumenta também a posse de veículo próprio.Os jovens das classes C e D são os que mais utilizam transporte público.De maneira geral, pode-se afirmar também que as mulheres utilizam mais transportepúblico do que os homens. 
  • NTERNET
  • YNTERNETLOCAL DE USO O uso da internet está cada vez mais democrático e espalhado por todas as regiões brasileiras. O local de uso mais frequente da internet é: WEB MOBILE Maioria CASA   74% CLASSE A/B/C D/E TRABALHO   20% 6% D/E LAN HOUSE   3% CLASSE B/C 2% TEMPO DE NAVEGAÇÃO Média 31 horas POR SEMANA
  • REDES SOCYAIS ORKUT   Maioria D/E47% dos jovens das regiõesNORTE e NORDESTEde menor renda ainda utilizamTWITTER   76% classe ARede social de formadores de opiniãoe jovens de classes mais abastadas.FACEBOOK   Maioria A/B/CÉ, com folga, a rede social mais utilizadapelos jovens adultos no Brasil.Lidera em todas as regiões, sexo e faixade idade.
  • REDES SOCYAIS“ A favoros enrolados.   contra dos solteiros, “ Uma curiosidade do estudo mostrou que rede social é LUGAR DE SOLTEIRO ou, ao menos, de parecer solteiro, principalmente entre os homens. Compare: apenas das mulheres 61% costumam postar fotos com seus namorados FOTOS C/ FAMÍLIA POR REGIÃO Entre os homens esse número é 49% ainda menor. NORDESTE 63% NORTE COMPARTILHAM Elas 84% Eles 70% 56% FOTOS COM AMIGOS
  • REDES SOCYAISTRAIÇÃO é TRAIÇÃO  Quando o assunto é traição virtual, as mulheressão mais rígidas do que os homens.Consideram troca de mensagens picantes como traição…   Elas 89% Eles 77% Elas reprovamFato parecido quando a pergunta era em relaçãoa sexo virtual:     93% 86% eles
  • REDES SOCYAISTRAIÇÃO  NAS CLASSES SOCIAISA relação entre classe social e conservadorismo é alta.  As classes mais baixas tem a tendência mais conservadora CLASSE E, 89% Reprova os relacionamentos virtuais SUL OS + CONSERVADORES Um simples papo entre pessoas do sexo oposto, pode ser considerada traição? SIM 20%
  • PIRATARYA 18-20 62% HOMENS 59% 57 % dos jovens afirmam fazer downloads POR REGIÃO NORTE piratas com frequência 47% SUL 61% Classe social Essa prática nada tem A/B 62% a ver com dinheiro D/E 26%
  • PRIVACYDADE A grande maioria preocupa-se com privacidade na rede Elas 91% Eles 85%AS PRÁTICAS DE INVASÃO MAIS CITADASENTRE OS ENTREVISTADOSConversas privadas de MSN e FACEBOOK lidas por outra pessoa 91%E-mails pessoais e profissionais lidos por outra pessoa 86%FOTOS E VÍDEOS publicados sem autorização 89%
  • REAL VS. DYGITAL 1.0 VS. 2.0 A INTERNET JÁ É A FONTE DE INFORMAÇÃO MAIS UTILIZADA PELOS JOVENS ADULTOS BRASILEIROS 48% telejornais tradicionais Sites de Noticia e blogs 53% PREFERÊNCIA DE MÍDIA 50% 50% ALTOS ÍNDICES DE REJEIÇÃO REVISTAS E JORNAIS CONFIANÇA NA FONTE 67% Classe A/B Blogs 53% ENTRETENIMENTO E DIVERSÃO Afirmaram frequentar centros Assistem vídeos21% culturais,museus, teatros relacionados, buscam aplicativos, sites e blogs de humor 61%
  • MARCAS NA YNTERNET A MELHOR FORMA DE DECIDIR UMA COMPRA 48% PARA É CONVERSAR E ESCUTAR A OPINIÃO DE AMIGOS E PARENTES 08% Clica em Banners… ENQUANTO 27% Busca sites das marcas e discussões nas redes sociais 16% Abre e-mail MKT PENSAMENTO ESTRATÉGICO DIGA-ME QUEM“ Sempre seguem ou curtem marcas no Twitter/Facebook 16% SEGUES, QUE EU TE DIREI O “ Sempre usam mídias sociais para = QUE CONSOMES reclamar de produtos ou serviços 16% … Boas práticas nas redes sociais e Interagem com suas respeito ao consumidor. #ficaadica Marcas favoritas 65%
  • RAIO-YO uso da internet está cada vez mais democrático e espalhado por todas as regiõesbrasileiras. O local de uso mais frequente da internet é a própria casa (74%),seguido do trabalho (20%). As lan houses ficam em terceiro, sendo o principal localpara apenas 3%, com maior concentração nas classes D e E. A distribuição entrecasa e trabalho muda de acordo com a idade – entre os mais velhos, vai aumentandoa importância do trabalho. Em média, o jovem da Geração Y gasta 31 horas porsemana navegando na rede - o valor mediano é de 23 horas/semana e a moda de 20horas/semana.  Esse tempo aumenta conforme cresce a classe social. Nessa geração, os homenstambém costumam passar mais tempo na internet do que as mulheres. Entre jovensde 18-20, a navegação a partir de um computador na residência chega a 85%.A região sul lidera o uso de internet no trabalho, com 24% da navegação total detoda a região. Um aspecto peculiar é que a pobreza tem ligação direta com o uso deinternet via celular. Tanto que as regiões mais pobres lideram esse tipo de uso daweb. Para se ter ideia, 8% dos jovens Classe E faz uso da internet via celular,enquanto na Classe B esse número cai para 2%. 
  • RAIO-YQue a internet já é a fonte de informação mais utilizada pelos brasileiros, ninguémduvida. Em uma comparação simples, enquanto 48% deles assistem a telejornaistradicionais, 53% optam pela informação a partir de sites de notícias e blogs.Indo um pouco mais a fundo no assunto, porém, temos alguns aspectos peculiares:os sites de notícia ainda são as fontes mais procuradas, mas os blogs estão muitoperto de ultrapassar essa mídia, tanto é que já estão empatadas tecnicamente com53%. A grande questão a ser abordada aqui é a descentralização da informação e ofato de a população não se preocupar com a confiabilidade das fontes.As revistas semanais agonizam com índices cada vez menores, obtendo seu melhorresultado entre os jovens de Classe A, com 33% de penetração. O universo virtual tambémganha de goleada do mundo real quando o assunto é entretenimento e diversão. Enquantosites e blogs de humor fazem parte do dia a dia de 61% da população jovem, apenas 20%deles frequentam centros culturais,museus, teatros, etc. Mas ainda existem contextos em que o real leva vantagem. Por exemplo, quando se fala defonte de informação sobre produtos e marcas. Aqui nada substitui o famoso boca a boca.Para 48% deles a melhor forma é conversar e escutar a opinião de amigos e parentes.Já os sites das marcas e discussões nas redes sociais somam pouco mais de 28%.
  • RAIO-YO Facebook já é, com folga, a rede social mais utilizada pelos jovens adultos noBrasil. Lidera em todas as regiões, sexo e faixa de idade. Só não aparece na primeiracolocação entre jovens da Classe E, onde o Orkut lidera com 51%.O Twitter realmente provou ser uma rede social de formadores de opinião e jovensde classes mais abastadas. 76% dos jovens Classe A participam desta rede, que vaidiminuindo sua audiência classe a classe, até seu menor índice de penetração, 36%,na Classe E. 79% dos jovens da geração Y utilizam o Facebook, 71%, o MSN, 65%, o Twitter e44%, o Orkut. As mulheres utilizam mais Facebook e Twitter do que os homens. EOrkut e Facebook variam em direções opostas, conforme se vai das classes maisbaixas para as mais altas: o uso do Facebook aumenta e o do Orkut cai – ou seja, háum viés de classe na utilização dessas mídias.
  • RAIO-Y57% dos jovens afirmam fazer downloads de filmes e vídeos piratas.E nada tem a ver com dinheiro, muito pelo contrário. Essa prática é mais comumentre asclasses mais favorecidas. Enquanto 56% dos jovens Classe E não praticamesse tipo de atividade nunca ou quase nunca, esse número é de apenas 16% naClasse A. A região com menor índice de downloads pirata é a região Sul, 16%, já olocal onde essa prática é mais frequente é a região norte, 23%Uma curiosidade do estudo mostrou que redes sociais é lugar de solteiro ou, aomenos, de parecer solteiro, principalmente entre os homens. Enquanto 61% dasmulheres costumam postar fotos com seus namorados, esse número cai para 49%entre eles.Mas esse não é um fato isolado, a questão é bem mais simples do que se possajulgar: as mulheres, em sua maioria, gostam mais de divulgar suas fotos pela web.As fotos mais compartilhadas em ambos os sexos são aquelas tiradas com osamigos, 76%. Nordeste e Sudeste são os que mais postam fotos nas redes sociais.A região com o menor índice é o Norte. 
  • RAIO-YA grande maioria (87%) preocupa-se com privacidade na rede. E essa preocupaçãoé alta em todos os perfis, principalmente entre as mulheres, com 91%. Os campeõesda invasão de privacidade são “ouvir conversa de alguém sem pedir autorizaçãoprévia para esta pessoa” e “ler correspondência de outras pessoas sem pedirautorização”, com mais de 90% apontando essas duas atitudes como invasão deprivacidade. Outro fator que incomoda bastante o jovem, com 89%, é “ter uma fotosua postada na internet sem autorização.”Quando o assunto é traição virtual, as mulheres são mais rígidas do que os homens.Enquanto 86% deles consideram sexo virtual como uma forma de traição, essenúmero sobe para 92% entre elas. Fato parecido quando a pergunta é em relação atroca de mensagens apimentadas nas redes sociais. Para 89% delas isso éconsiderado traição, já entre eles esse número cai para 78%.A região sul mostrou-se a mais conservadora do país. Para 20% de seus habitantes,um simples papo entre pessoas do sexo oposto, pode ser considerado traição.Outro fator relevante evidenciado no estudo foi que a relação entre classe social econservadorismo é alta.
  • RAIO-YAs grandes marcas que se cuidem, ou melhor, que saibam fazer bom uso dasferramentas sociais e, principalmente, mostrar respeito ao consumidor.Pelo estudo ficou evidente um novo comportamento do consumidor em relação àsmarcas. Cerca de 16% dos jovens dessa geração declaram que sempre seguem oucurtem marcas no Twitter/Facebook, mesmo número de jovens que se dizemdispostos a usar as mídias sociais para reclamar de produtos ou serviços, ou seja,ao mesmo tempo em que eles seguem suas marcas favoritas nas redes, não hesitamem reclamar delas ao menor problema ou experiência negativa. Outro ponto a ser (re) pensado pelas marcas é de como chegar até seu público- alvo.Enquanto 29% dos jovens abrem recomendação de serviços e produtos enviadospor amigos via e-mail, apenas 16% abrem e-mails de propaganda encaminhado pelopróprio anunciante ou marca. Já em relação ao número de jovens que clicam embanners e/ou anúncios, esse número cai para apenas 8%.
  • OBRYGADO! www.HelloResearch.com.br  /hellopesquisa  55 11 3777 6600