Fontes de legitimação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Fontes de legitimação

on

  • 468 views

 

Statistics

Views

Total Views
468
Views on SlideShare
468
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Fontes de legitimação Document Transcript

  • 1. INVESTIGAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FONTES DE LEGITIMAÇÃO1 – A TEORIA1.1 – A relação entre teoria e factos na construção do conhecimento1.2 – A relação entre teoria e prática1.3 – A quase ausência de uma “cultura de investigação”2 – O OBJECTO2.1 – Os sujeitos2.1.1 - A multiplicidade de actores sociais intervenientes2.1.2 – O papel do interventor social2.2 – A intervenção2.2.1 - A relação entre conhecimento e acção2.2.2 – As características da procura social2.2.3 – Os procedimentos utilizados2.3 – O contexto2.3.1 - A complexidade dos problemas sociais2.3.2 – As políticas sociais3 – A FORMAÇÃO3.1 – A ruptura com o senso comum3.2 – O papel das representações3.3 – O domínio dos procedimentos de pesquisa
  • 2. RELAÇÃO ENTRE TEORIA E FACTOS TEORIA FACTOS1 – Orienta os objectivos da ciência 1 – Inicia a Teoria • Restringe a amplitude dos • Compete ao investigador explicar factos a serem estudados os factos e suas correlações • Define os principais aspectos de uma investigação2 – Oferece um sistema de conceitos 2 – Reformula e rejeita teorias • Sistema de conceptualização • A teoria deve ajustar-se aos factos • Sistema de classificação dos factos3 - Resume o conhecimento 3 – Redefine e esclarece teorias • Generalizações • Os pormenores e o geral • Inter-relações4 – Prevê factos 4 – Clarifica os conceitos contidos nas • Estabelece uniformidades e teorias generalizações5 – Indica lacunas no conhecimento
  • 3. “OS OUTROS RAMOS DO SERVIÇO SOCIAL, QUE ESTÃO EM RELAÇÃOCOM O SERVIÇO SOCIAL DE CASOS INDIVIDUAIS, SÃO TRÊS: TÊM POROBJECTO OS SERVIÇOS SOCIAIS COLECTIVOS, AS REFORMAS SOCIAIS EAS INVESTIGAÇÕES SOCIAIS.(...)ENFIM, O SERVIÇO DE INVESTIGAÇÕES SOCIAIS COM A SUA PRECIOSACARGA DE DESCOBERTAS REALIZADAS EM TODOS OS CAMPOS DEACÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL, TEM TAMBÉM COMO TAREFA ACESSÓRIAA DE REUNIR OS FACTOS CONHECIDOS E INTERPRETÁ-LOS PARA USODO SERVIÇO DE REFORMAS SOCIAIS, DOS SERVIÇOS SOCIAISCOLECTIVOS E DO SERVIÇO SOCIAL INDIVIDUALIZADO.(...)NÃO CREIO QUE POSSA DAR UM MELHOR CONSELHO AOS ASSISTENTESDE SERVIÇO FAMILIAR DE CASOS INDIVIDUAL, QUE O DE ESTUDAR EDESENVOLVER A PARTE DA SUA ESFERA DE ACTIVIDADE DEINVESTIGAÇÕES SOCIAIS” Mary Richmond, 1922“ A INVESTIGAÇÃO É A APLICAÇÃO DE PROCEDIMENTOSSISTEMATIZADOS COM O FIM DE DESCREVER, MODIFICAR E AMPLIARCONHECIMENTOS QUE PODEM SER COMUNICADOS E VERIFICADOS” Tripoli, Fellin e Meyer