• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Projeto grafico iii   livro diagramação
 

Projeto grafico iii livro diagramação

on

  • 1,180 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,180
Views on SlideShare
1,180
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
15
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Projeto grafico iii   livro diagramação Projeto grafico iii livro diagramação Presentation Transcript

    • 2 3 Sumário Apresentação da Coleção 5 Nas Ruas 7 Pixadores 10 Vicio 16 Contrastes 18 Zine Fiz n.5 20 Anônimo ATOS 22 Instrumentos / Pixo 24 Arranha o Céu 28 Publicidade 30 Caderno de Caligrafia 33 Varios 34ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 4 5 Esta coleção tem como objetivo ilustrar as mais di- versas categorias de Arte de Rua (pichação, tag, Bomb, stencil, lamb-lamb, wild style). Este livro de arte e fotografia assumirá características de um Black Book*. O objetivo do livro é expor informações sobre o tema, com espaços entre páginas para pos- síveis intervenções do proprietário da coleção. * Caderno característico desse tipo de arte cujo os artistas co- locam seus esboços desenhos/ idéias, para assim poderem ser representados mais tarde nas paredes da cidade.ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 6 7 Nas Ruas “Pichadores se organizam bre o tema cita a busca de “ibope” para sujar cidade” ( 1 ), este é o como a motivação principal dos pixa- título de reportagem publicada em dores: obtenção de reconhecimento, um jornal de grande circulação de fama, entre o grupo. Aqueles que pix- Curitiba . Além de apresentar al- am mais e, em locais de difícil acesso, gumas constatações a respeito do obtém, entre os integrantes do grupo assunto, a reportagem tem como a que pertencem, reconhecimento e objetivo principal divulgar o número notoriedade. Os olhares externos ao de denúncias contra pichadores na grupo sobre o ato da pixação não im- cidade de Curitiba, o 153. portam, a pixação é feita de pixador Algo que antes era comum para pixador. apenas em cidades de grande porte, Assim como a persistência e como São Paulo e Rio de Janeiro, ousadia dos pixadores têm aumenta- agora começa a invadir até mesmo do, também as denúncias e manifes- cidades menores. Impossível ignorá- tações de desprezo por tais façanhas los, os traços carregados, retos e re- têm se tornado mais frequentes. Os voltos estão em todos os lados. Não principais argumentos referem-se ao estampam apenas os muros, como enorme gasto gerado por esta práti- já fora outrora, estão também no ca, não apenas para o poder público, topo dos edifícios (quanto mais alto quando precisa cobrir de tinta as pixa- melhor), em monumentos, veículos, ções em muros de espaços públicos, patrimônios tombados, e onde mais como para indivíduos que têm suas a criatividade do pixador* permitir. propriedades degradadas. A maioria dos estudos so- Já os pixadores respondemARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 8 9as críticas atendo-se, entre vários ar- era combatido da mesma forma que em suas propagandas. Não somente * Pixação – os pichadores brasileiros utilizam esta grafia para referir-se a sua prática. 1 Reportagem publicada no jornal Gazeta do Povo, edição online, em 19 de abril de 2011.gumentos, à poluição visual causada a pixação. Ambos eram inscrições col- o graffiti, mas também outras formas 2 Existem outras versões obre a época e local de origem do graffiti ao qual me refiro aqui.pela publicidade: placas enormes, oridas feitas ilegalmente, não pode- de arte e de práticas urbanas, comopequenas, em diversos formatos e riam ser aceitas. Porém, ao longo dos a pixação. Com isso, as empresascores, em muros, paredes, prédios, e anos, após espalhar-se pelo mundo procuram atingir o público que apre-onde mais a criatividade dos publici- e, após cair nas graças de artistas cia estas manifestações.tários e empresários permitir. Quanto como Andy Warhol, que levou o ar- Esta é apenas uma das mui-mais placas, mais consumidores. tista de rua Basquiat à fama, o graffiti tas discussões acerca deste tema,Assim como os pichadores, querem adquiriu o status de arte. que tem sido tratado sob diversosestar em muitos lugares, querem Muitas exposições de arte ângulos, em várias áreas do conheci-“ibope”. Contudo, não buscam recon- têm sido feitas, em muitos lugares, mento, como a História e a Antropolo-hecimento do grupo, mas sim consu- nos últimos anos. O Brasil destaca- gia, por exemplo.midores para seus produtos. se no cenário internacional, uma vez Neste trabalho procuro apresenta um Beef Ribs Longhorn ,1982 Jean-Michel Basquiat Todavia, não se pode es- que os grafiteiros brasileiros são re- outro olhar sobre estas práticas, pre-quecer que o que afasta a publici- conhecidos mundialmente por sua sentes aqui através de imagens.dade nas ruas das práticas urbanas originalidade.é a legalidade do ato e, a aceitação Após este boom, o graffiti foi,do público. Atos ilegais contra a pro- inclusive, absorvido pela moda e pela New York , anos 70 TAKI 183priedade privada não são aceitos, publicidade, numa situação paradox-enquanto a publicidade, legal, é bem al. Sim, se no passado o graffiti erarecebida pela maioria. ignorado nas ruas, visto como vandal- Além da pixação, é válido ismo, um ato criminoso, diferente dalembrar do graffiti, seu descendente. publicidade, hoje, ele é publicidadeQuando surgiu, em meados dos anos em muitos casos: muitas marcas têm70, na periferia de Nova Iorque ( 2 ) , utilizado o graffiti em seus produtos e Skull ,1982 Andy Warhol ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 10 11ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 12 13 escreva sobre as da cidadeARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 14 15 continueARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 16 17 VICIOARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 18 19 pixaçãograffiti ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 20 21 Zine Extra - Revista FIZ n.5 São PauloARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 22 23 V E S T I G I O S Anônimo ATOARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 24 25 * * respeite os mais vélhosARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 26 27 Expor Lesão por Esforços RepetitivosARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 28 29PIXE o céu ou recorte no tracejado e DESTRUA o seu livro ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 30 31 R$ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 32 33ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 34 35ARTE DE RUA - PIXAÇÃO ARTE DE RUA - PIXAÇÃO
    • 36ARTE DE RUA - PIXAÇÃO