18 03 12

206 views
131 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
206
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

18 03 12

  1. 1. Nº 1.905 (Ano B/Roxo ou Róseo) - 4º Domingo da Quaresma - 18 de março de 2012 CF/2012: "QUE A SAÚDE SE DIFUNDA SOBRE A TERRA" DEUS NÃO ABANDONA SEU POVO 02. CANTO Pecador, agora é tempo... n° 170 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO D. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém! D. A graça, o amor e a comunhão da Trin- dade Santa estejam convosco. Todos: Bendito seja Deus que nos reu- niu no amor de Cristo. 04. DEUS NOS PERDOA C.2 Neste Domingo recordamos o encon- tro de Jesus com Nicodemos e recebemos do Senhor o anúncio de sua paixão e en- trega de sua vida como prova de amor a todos nós. Confiantes na salvação ofere-Colocar o carta da CF em destaque: não colocá- cida por Deus em Jesus, cantemos, pedin-lo no ambão e nem no altar. do perdão. Senhor que viestes salvar... nº 18901. MOTIVAÇÃO D. Deus de bondade, Pai de puro amor,C.1 Irmãs e irmãos sejam todos bem vindos perdoai os nossos pecados e nosa esta celebração. Neste 4° Domingo da conduzais à vida eterna. Amém.Quaresma, chamado liturgicamente o Do-mingo da alegria. A Liturgia da Palavra nos 05. ORAÇÃOconvida a uma reflexão profunda sobre a fé D. Deus eterno e todo poderoso, vóse sua ligação com a cruz redentora de Je- que nos destes Jesus Cristo para nos-sus. Confiantes no amor de Deus, iniciemos sa salvação, aumentai em nós o desejocantando: de conversão para que possamos mor-
  2. 2. rer para o pecado e ressurgir para uma O jogo das alianças políticas e das rebeli-vida nova, junto a Vós. Por nosso Se- ões dos notáveis provocava o grande po-nhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na uni- der babilônico. E em 586 antes de Cristodade do Espírito Santo. Amém. acontece o grande exílio, chamado Exílio da Babilônia, que dura até o reinado de06. DEUS NOS FALA Ciro, rei persa, que venceu o exército babilônico.PRIMEIRA LEITURA: Mas, o texto em questão (vv. 22-23) aponta2Cr 36, 14-16.19-23 para a esperança, sinal de que nem tudo está perdido por causa das traições doL.1 Leitura do Segundo Livro das Crô- povo. Deus não abandona seu povo. Movenicas. até o espírito de reis pagãos para que seu povo seja libertado.SALMO RESPONSORIAL – 136(137) No evangelho, Nicodemos é a figura deRefrão: Que se prenda a minha língua todos nós que pretendemos ser fiéis ao pro-ao céu da boca, se de ti, Jerusalém, eu jeto de Deus, mas que nem sempre sabe-me esquecer! mos como fazer ou quais são os desdobra- mentos da fidelidade. Ele é membro doSEGUNDA LEITURA: Ef 2, 4-10 Sinédrio, o supremo tribunal que julgará Jesus à morte. Permanecendo no Sinédrio,L.2 Leitura da Carta de São Paulo aos Nicodemos se tornará cúmplice da morteEfésios de Jesus. Ele custou a entender isso e pare- ce que entendeu tarde, pois se encontraEVANGELHO: Jo 3, 14-21 novamente com Jesus somente após a morte deste.CANTO DE ACLAMAÇÃO O evangelho de hoje tem início com a me-Louvor a Vós, ó Cristo, Rei... nº 369 (4° mória da serpente que Moisés, no deserto,Dom. Quaresma) levantou sobre um poste. Quem fosse mor- dido por uma cobra venenosa, ao levantarProclamação do Evangelho de Jesus o olhar para a serpente de bronze, ficavaCristo segundo João curado. Diz Jesus: "do mesmo modo que Moisés levantou a serpente no deserto,07. PARTILHANDO A PALAVRA assim é preciso que o Filho do HomemAvisado pelos profetas, o povo ainda se seja levantado, para que todos os quedeixou corromper pela influência estrangei- crerem tenham Nele a vida eterna" (vv.ra. O profeta Jeremias o acusou de já estar 14-15). Eva caiu em tentação porque nãohabituado ao mal (Jr 13,23). As ameaças levantou o olhar para Deus. Contemplandodos profetas não eram levadas a sério. Mas, o crucificado somos desenvenenados datudo indicava sua concretização. A Terra mentira, serpente que nos roubou o conhe-Prometida, o rei davídico e o Templo esta- cimento do Pai. A nossa salvação é crer emvam prestes a serem afastados do povo, que Jesus crucificado.não optou definitivamente pela fidelidade à Deus ama a todos indistintamente. Ele nãoaliança, abandonando o projeto de Deus. deseja que as pessoas se percam, nem sente
  3. 3. satisfação em condenar alguém. O prazer quaresmal se preparam mais intensamentede Deus é salvar a todos; é desarmar a to- para o novo nascimento; que eles cresçamdos com a lógica do amor. sempre mais na fé e sejam apoiados peloA vida de Jesus provoca as pessoas à deci- nosso testemunho de seguimento sincero asão. Para João, o julgamento se dá aqui e Jesus Cristo, nosso Salvador, rezemos:agora no confronto das pessoas e da soci- L.2 Pelas paróquias de Águia Branca e Altoedade com a pessoa e a prática de Jesus. Rio Novo, que a exemplo de São José, seuO tempo do julgamento é o momento em padroeiro, trabalhem pela justiça, cumprin-que vivemos. Estar a favor da vida é estar do a vontade de Deus, rezemoscom Jesus. Não estar com Ele é patrocinar D. Senhor, tudo é vosso dom; de vós es-a morte. Nicodemos caiu nesta tentação. E peramos, com fé, a realização dos desejostodos nós estamos passíveis a ela. que vós mesmo nos inspirastes. Por Cristo,Deus se mostra libertador em Jesus. Acre- nosso Senhor. Amém.ditar nesse nome é ser a favor da vida emtodas as suas expressões, aproximando-se 10. CAMPANHA DA SOLIDARIEDA-da luz e seguindo a verdade. No texto de DEJoão, o alto ou elevado é o próprio Jesus D. Deus, bom e fiel, jamais se cansa deelevado na cruz. Nascer do alto significa ser chamar os que erram a uma verdadeira con-como Jesus nas palavras e nas ações. versão e que, em Jesus Cristo, levantadoPaulo diz que a fé é o compromisso que na cruz, nos cura de todo mal, nos ensina abrota espontâneo em quem se descobre solidariedade geradora de paz. Que Ele nossalvo e glorificado. Ter fé é acreditar que conceda a riqueza da graça para que, re-fomos criados por Deus pelo e para amor, novados pelo Espírito Santo possamoso qual é experimentado na prática das boas corresponder a seu desígnio de amor eter-obras preparadas pelo próprio Deus. no e infinito. Aclamemos, no Domingo de Ramos e da08. PROFISSÃO DE FÉ Paixão do Senhor, a Jesus Cristo, Deus fei-D. Creio em Deus... to homem, que deu a Vida para nos salvar, e sejamos generosos partilhando nossos09. PRECES DA COMUNIDADE bens que contribuirão para os fundos deD. Irmãos e irmãs, ao Senhor façamos nos- solidariedade diocesano e nacional.sas preces. A cada pedido rezemos juntos: Cantando: Erguer as mãos com alegria,Que a saúde se difunda sobre a terra, mas repartir também o pão de cada dia!Senhor! (2x)L.1 Para que a reflexão sobre a realidadeda saúde no Brasil suscite o espírito frater- 11. APRESENTAÇÃO DOS DONSno e comunitário das pessoas na atenção C.1 A Campanha da Fraternidade se ex-aos enfermos, rezemos: pressa concretamente pela oferta de doa-L.2 Para que a Pastoral da Saúde ganhe ções em dinheiro na Coleta da Solidarie-novo dinamismo em nossas realidades, re- dade. É um gesto concreto de fraternidadezemos: feito em âmbito nacional, em todas as co-L.1 Pelos catecúmenos que neste tempo munidades cristãs, paróquias e dioceses.
  4. 4. Esta coleta será realizada no Domingo de 13. ABRAÇO DA PAZRamos com a entrega dos envelopes. Hoje, C.2 Em Jesus que nos tornou todos irmãos,enquanto apresentamos ao Senhor nosso saudemo-nos com o abraço da paz.Dízimo e nossas ofertas, peçamos que Ele Canto: a escolhanos abençoe e nos dê a graça de sermossempre atentos às necessidades da Igreja 14. ORAÇÃOe de nossos irmãos e irmãs que precisam D. Senhor, nosso Deus, nós Vos agra-de nossa solidariedade. decemos por esta celebração. Fortale-Canto: Bendito és tu... nº 490 cidos pela Vossa Palavra queremos vi- ver aos cuidados de Vossa graça.12. LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS Iluminai nossa caminhada quaresmalD. O Senhor esteja convosco! para que possamos viver segundo Vos-Todos: Ele está no meio de nós. sa vontade e Vos amar de todo coração.L.1 Nós vos damos graças ó Pai, por toda Por Cristo, nosso Senhor. Amém.a Vossa criação e por tudo o que fizestesno meio de nós, por meio de Jesus Cristo, 15. AVISOSnosso Salvador, que nos destes como ima- D. Vamos começar a preparar as celebra-gem viva do vosso amor e da vossa bon- ções da Semana Santa durante esta sema-dade. na.Todos: Nós vos damos muitas graças,vos rogamos ó Senhor! 16. BÊNÇÃO E DESPEDIDAL.2 Como expressão do nosso louvor, co- D. O Senhor esteja conosco.locamos aqui este sinal da nossa fé: diante Todos: Ele está no meio de nós.desta cruz, a comunhão no Vosso amor e D. Abençoe-nos o Deus todo poderoso,nosso desejo de corresponder com mais Pai e Filho e Espírito Santo. Amém!fidelidade à missão que nos destes.Todos: Nós vos damos muitas... 16. CANTOL.1 Enviai sobre nós o Vosso Espírito e Hino da CF-2012dai a esta terra que nos é querida uma facenova. Que haja paz em nossas famílias ecresça em nossa comunidade a alegria de Leituras para a Semanasermos vossos.Todos: Nós vos damos muitas... 2ª (São José) - 2Sm 7, 4-5a.12-14.16 / Sl 88(89)L.2 Ó Deus, criador do céu e da terra, Rm 4, 13.16-18.22 / Mt 1, 16.18-21.24atoda a nossa louvação, todas estas pre- 3ª Ez 47, 1-9.12 / Sl 45(46) / Jo 5, 1-16 4ª Is 49, 8-15 / Sl 144(145) / Jo 5, 17-30ces, chegam a Vós pelas mãos de Jesus 5ª Ex 32, 7-14 / Sl 105(106) / Jo 5, 31-47Cristo com quem aprendemos a rezar: Pai 6ª Sb 2, 1a.12-22 / Sl 33(34) / Jo 7, 1-2.10.25-30Nosso... Sáb.: Jr 11, 18-20 / Sl 7 / Jo 7, 40-53 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177 Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.

×