Your SlideShare is downloading. ×
04 09 11
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
122
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. N° 1.872 (Ano A/Verde) 23º Domingo Tempo Comum 4 de setembro de 2011 Mês da Bíblia - Livro do Êxodo "Travessia: passo a passo, o caminho se faz" A COMUNIDADE É O LUGAR DO PERDÃO E DO AMOR refletir sobre o livro do Êxodo, com o tema: "Travessia: passo a passo, o caminho se faz". C.1 Unidos aos participantes do Encontro Estadual de Fé e Política, acontecendo hoje em São Mateus, cantemos: 02.CANTO Tua família aqui reunida... nº 99. 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO D. Meus irmãos e minhas irmãs, sintam a ternura de Deus Pai que se alegra com a presença de vocês em sua casa. Iniciemos a celebração festiva do Dia do Senhor em nome do Pai e do Filho e do Espírito(A equipe prepara uma mesa bem bonita e enfei-tada, na porta da igreja e nela coloca uma bíblia Santo. Amém!e um cartaz: Tua palavra, Senhor, é lâmpada para D. O Deus que nos dá força, vos dê a gra-os meus pés". Preparar a entrada da Palavra). ça e a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo.01. MOTIVAÇÃO Todos: Bendito seja Deus que nos reu-C.1 Irmãos e irmãs, bom-dia (boa-noite)! niu no amor de Cristo.Deixamos nossas casas e viemos para cele-brar o amor do Senhor. Trazemos a história 04. DEUS NOS PERDOAde nossa vida e tudo que pudemos viver nesta D. Conscientes de que nem sempre temossemana. Sejam bem-vindos! (Todos se cum- vivido nossa fé em comunhão de amor eprimentam) sob a direção do Espírito de Deus, humil-C.2 Iniciamos este mês da Bíblia com a dis- demente peçamos perdão, cantando.posição de crescermos na escuta e na práti- Senhor, tende piedade de nós (2x) Peloca da Palavra de Deus. Neste ano vamos irmão... nº 191
  • 2. 05. HINO DE LOUVOR 08. PARTILHANDO A PALAVRA(Escolher entre os números 233 e 252) - O Evangelho deixa claro a nossa respon- sabilidade em ajudar cada irmão a tomar06. ORAÇÃO consciência dos seus erros. Trata-se de umD. Ó Deus de bondade, Vós nos dever que resulta do mandamento do amor.redimistes e nos adotastes como filhos Jesus ensina, no entanto, que o caminhoe filhas pela fé em Cristo. Concedei a correto para atingir esse objetivo não pas-todos os cristãos a liberdade verdadei- sa pela humilhação ou pela condenação de quem falhou, mas pelo diálogo fraterno, leal,ra e a herança eterna. Por Nosso Se- amigo, que revela ao irmão que a nossa in-nhor Jesus Cristo vosso Filho, na uni- tervenção resulta do amor.dade do Espírito Santo. Amém! - O capítulo 18 do Evangelho de Mateus é conhecido como o "discurso eclesial"/Ser-07. DEUS NOS FALA mão sobre a Igreja. Apresenta umaC.1 A linguagem do amor é a linguagem da catequese de Jesus sobre a experiência desalvação. Quem vive o amor é convidado a caminhada em comunidade. Aqui, Mateusrever seus critérios de acolhida ao irmão. ampliou de forma significativa algumas ins-Acolhamos, com alegria, o Livro Sagrado. truções apresentadas por Marcos sobre a(sugestão: a equipe prepara a entrada do vida comunitária (cf. Mc 9,33-37. 42-47)Lecionário, com velas e flores) e compôs, com esses materiais, um dos cin-Canto: A Bíblia é a Palavra de Deus... nº co grandes discursos que o seu Evangelho253 nos apresenta. - A comunidade de Mateus é uma comuni-PRIMEIRA LEITURA: Ez 33, 7-9 dade "normal" - isto é, é uma comunidade parecida com qualquer uma das que nósL.1 Leitura da Profecia de Ezequiel. conhecemos. Nessa comunidade existem tensões entre os diversos grupos e proble-SALMO RESPONSORIAL – 94(95) mas de convivência: há irmãos que se jul-Refrão: Não fecheis o coração, ouvi, gam superiores aos outros e que querem ocupar os primeiros lugares. Há irmãos quehoje, a voz de Deus! tomam atitudes prepotentes e que escan- dalizam os pobres e os débeis. Há irmãosSEGUNDA LEITURA: Rm 13, 8-10 que magoam e ofendem outros membros da comunidade. Há irmãos que têm dificul-L.2 Leitura da Carta de São Paulo aos dade em perdoar as falhas e os erros dosRomanos. outros… Para responder a este quadro, Mateus elaborou uma exortação que con-EVANGELHO: Mt 18, 15-20 vida à simplicidade e humildade, ao acolhi- mento dos pequenos, dos pobres e dosEvangelho de Nosso Senhor Jesus Cris- excluídos, ao perdão e ao amor. Ele dese-to segundo São Mateus. nha, assim, um "modelo" de comunidade para os cristãos de todos os tempos: a co-CANTO DE ACLAMAÇÃO munidade de Jesus tem de ser uma famíliaAleluia... Onde dois ou mais... n° 326 de irmãos, que vive em harmonia, que dá
  • 3. atenção aos pequenos e aos fracos, que deixar de amar os seus irmãos. Essa exi-escuta os apelos e os conselhos do Pai. gência, contudo, nunca estará completa-- O modo de proceder para com o irmão mente realizada… Qualquer dívida pode serque errou e que provocou conflitos no seio liquidada de uma vez; mas o amor não: emda comunidade é o seguinte: é preciso tra- cada instante é preciso amar e amar sem-tar o problema com bom senso, com matu- pre mais. O cristão nunca poderá cruzar osridade, com equilíbrio, com tolerância e, braços e dizer que já ama o suficiente ouacima de tudo, com amor. que já amou tudo: ele tem uma dívida eter-- Em primeiro lugar, Mateus propõe um na de amor para com os seus irmãos.encontro com esse irmão, em particular, e - A primeira leitura é uma prova do amorque se fale com ele cara a cara sobre o pro- zeloso de Deus sobre toda a comunidade.blema (vers. 15). O caminho correto não O profeta é chamado de sentinela. Pelopassa, decididamente, por dizer mal "por Batismo, todos nós fomos constituídos pro-trás", por criticar publicamente (ainda que fetas. Missão do profeta é alertar os ho-não se invente nada), e muito menos por mens sobre os valores que norteiam a vidaespalhar boatos, por caluniar, por difamar. social. Para tanto, o profeta tem de ser al-- Se esse encontro não surtir efeito, Mateus guém que vive em comunhão com Deus, quepropõe uma segunda tentativa. Essa nova medita a Palavra de Deus, que dialoga comtentativa implica o recurso a outros irmãos Deus e que, nessa intimidade, vai perceben-("toma contigo uma ou duas pessoas"- vers. do o que Deus quer para os homens e para16) que, com serenidade, sensibilidade e o mundo. Para isso é preciso que ele de-bom senso, sejam capazes de fazer o infra- senvolva uma consciência crítica sobre otor perceber o sentido do seu comporta- mundo que o rodeia. Ele tem de estar aten-mento. to aos acontecimentos da vida nacional eSe também essa tentativa falhar, resta o re- internacional (o profeta tem de ouvir as no-curso à comunidade. A comunidade será tícias e ler o jornal!), tem de conhecer a fun-então chamada a confrontar o infrator, re- do as questões que os homens debatem.cordando-lhe as exigências do caminhocristão e pedindo-lhe uma decisão (vers. 09. PROFISSÃO DE FÉ16a). D. Certos do amor ilimitado do Pai, pro-- Precisamos perceber que não é a Igreja fessemos a nossa fé, rezando: Creio emque exclui, mas a própria pessoa que errou Deus Pai todo poderoso...é que se exclui quando opta por situações evalores contrários ao Reino. "Pagão ou co- 10. PRECES DA COMUNIDADEbrador de impostos" são imagens tipicamen- D. Jesus disse: "onde dois ou três estãote judaicas para falar de pessoas que estão reunidos em meu nome, eu estou aí noinstaladas em situações de erro, que se obs- meio deles". Confiantes na sua presençatinam no seu mau proceder e que recusam rezemos nossas preces.todas as oportunidades de integrar a co- Todos: Senhor, fazei-nos instrumentosmunidade da salvação. de vosso perdão.- Na segunda leitura, Paulo exorta os cris- L.1 Para que a Igreja seja fiel testemunhatãos de Roma a construir toda a sua vida do amor de Deus e continuadora da missãosobre o amor. O cristianismo sem amor é de Jesus no mundo em favor da vida, reze-uma mentira. Os cristãos não podem nunca mos.
  • 4. L.2 Para que a Igreja seja a fiel mos porque sois misericordioso e per-proclamadora da Palavra Divina convocan- feito no amor. Continuai, Senhor, a en-do os homens e as mulheres a praticar o viar profetas como sentinelas, para vi-Evangelho, rezemos: giar o nosso caminho e para nos guiar.L.1 Para que as resistências e oposições Que o vosso Espírito nos purifique dasao anúncio do Evangelho não nos desani- más condutas que desvalorizam o nossomem em nossa missão, rezemos: testemunho. Por Cristo, nosso Senhor.L.2 Para que superemos a intolerância, oódio e o desejo de vingança, rezemos: 15. AVISOS D. Convidar todos para o Grupo de refle-11. APRESENTAÇÃO DOS DONS xão do mês da Bíblia. Avisar local, dia e hora.C.2 Com alegria, apresentemos nosso - Dia 7 é o Dia do Grito dos excluídos. Emdízimo, ofertas e um coração limpo ao Se- muitas cidades, realizam-se caminhadas,nhor, por meio de Jesus, mestre e modelo celebrações.da humanidade reconciliada e pacificada - Dia 8 é festa de Nossa Senhora da Vitó-no amor. ria, padroeira da arquidiocese de Vitória.Se meu irmão me estende a mão... n°466 16. BÊNÇÃO E DESPEDIDA D. O Senhor esteja convosco.12. PAI NOSSO T. Ele está no meio de nós.D. Guiados pelo Espírito Santo e ilumina- D. Desça sobre nós a bênção de Deus Pai edos pela sabedoria vinda do Evangelho, ou- Filho e Espírito Santo. Amém!samos dizer: Pai nosso... D. Ide em paz e que o Senhor vos acompa- nhe.13. ABRAÇO DA PAZ T. Graças a Deus!(Antes do convite para o abraço da paz, a equi-pe pode preparar um grupo de catequizandos 17. CANTOpara coreografar/dançar uma música adequa-da ou, então, fazer um pequeno diálogo para O Evangelho nos ensina... n° 751que a comunidade perceba a beleza do perdãoe da convivência fraterna).C.1 A comunidade é também a nossa fa-mília, onde todos devem se amar, se res-peitar, onde se vive a alegria dafraternidade e os ensinamentos de Jesus.Saudemo-nos como verdadeiros irmãos e Leituras para a 23ª Semana do Tempo Comumirmãs desejando a paz a todos. 2ª Cl 1, 24– 2, 3 / Sl 61 / Lc 6, 6-11Aperta a minha mão... nº 541 3ª Cl 2, 6-15 / Sl 144 / Lc 6, 12-19 4ª Cl 3, 1-11 / Sl 144 / Lc 6, 20-26 5ª Mq 5, 1-4 ou Rm 8, 28-30 / Sl 70 / Mt 1, 1-16.18.2314. ORAÇÃO 6ª 1Tm 1, 1-2.12-14 / Sl 15 / Lc 6, 39-42Ó Deus de santidade, nós vos bendize- Sáb.: 1Tm 1,15-17 / Sl 112 / Lc 6, 43-49 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177 Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.

×