Treinamento WebSphere 6.1 Administration
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Treinamento WebSphere 6.1 Administration

on

  • 1,267 views

Treinamento de WAS 6 que ministrei

Treinamento de WAS 6 que ministrei

Statistics

Views

Total Views
1,267
Views on SlideShare
1,267
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
29
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Treinamento WebSphere 6.1 Administration Presentation Transcript

  • 1. Parceria IBM & Centro Paula SouzaIBM Websphere 6.1 Application ServerAdministration TrainingAutor/Instrutor: Gustavo Henrique de Moraes Concon (gconcon@br.ibm.com)Monitor: Argemiro José de Lima (ajlima@br.ibm.com)Novembro/2009 © 2006 IBM Corporation
  • 2. Academic InitiativesAvisos e Marca Registrada A IBM não fornece garantias ou declarações com relação ao conteúdo Os logos usados neste documento são marcas registradas e não podem ser usados nem reproduzidos. © Copyright IBM Corporation 2009 Todos os direitos reservados. IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 3. Academic InitiativesAGENDA Introdução Família de produtos Arquitetura Instalação Navegação no console administrativo Clustering Instalação do HTTP Server Segurança IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 4. Introdução © 2006 IBM Corporation
  • 5. Academic InitiativesIntrodução – Arquitetura Cliente/ServidorWeb estática• Os servidores disponibilizavam informação em modo texto (html puro).• Os clientes (usuários) consumiam a informação acessando o diretamente orecurso (html), através de sua URL. http://meu.server.com/page1.html Servidor Page1.html HTTP (GET) Page2.html HTML Response Page3.html Page4.html Home.html IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 6. Academic InitiativesIntrodução – Arquitetura Cliente/ServidorWeb dinâmica• Os usuários agora querem informação mais rápida, mais personalizada.• Os servidores recebem como pedido não só o nome do recurso, mas tambémos parâmetros, para devolver um resultado mais direcionado ao usuário. http://meu.server.com/pesquisa?q=WebSphere Servidor PesquisaServlet HTTP (GET) HTML Response DataSource DB IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 7. Academic InitiativesAfinal, o que é um Application Server?Um servidor de aplicação ou em inglês, application server, é um software quedisponibiliza um ambiente para a instalação e execução de certas aplicações.O objetivo do servidor de aplicações é disponibilizar uma plataforma que abstraia dodesenvolvedor de software algumas das complexidades de um sistemacomputacional.No desenvolvimento de aplicações comerciais, por exemplo, o foco dosdesenvolvedores deve ser a resolução de problemas relacionados ao negócio daempresa, e não de questões de infra-estrutura da aplicação. O servidor de aplicaçõesresponde a algumas questões comuns à todas as aplicações, como segurança,garantia de disponibilidade, balanceamento de carga e tratamento de exceções. Fonte: Wikipedia IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 8. Academic InitiativesRanking dos mais utilizados no mercadoResultado a pesquisa da Evans Data Corporation, feita em 2008, elegendo osmelhores Application Servers no mercado, considerando critérios comoPerformance, segurança, conectividade, suporte, escalabilidade e outros. • IBM WebSphere Application Server • Apache Geronimo • Windows Server • Coldfusion • JBoss • Sun / Glassfish • BEA Weblogic • NetWeaverFonte: Evans Data Corp.http://www.evansdata.com/reports/viewRelease_download.php?reportID=20 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 9. Academic InitiativesContainersEm Java EE, o container contém os componentesconstruídos como Servlets (container paraaplicações Web) ou EJBs (container paracomponentes de negócio). Quando uma aplicaçãoweb faz uma solicitação para um Servlet, oservidor não entrega a solicitação diretamente aoServlet, mas sim para o container que contém oServlet. O container gerencia o ciclo de vida, dásuporte ao multithread, segurança, e suporte parapáginas JSP, no caso dos containers web. IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 10. Academic Initiatives Containers Web Containers • Responsáveis por tratar conteúdo dinâmico da web, principalmente Servlets e JSPs • Exemplos no mercado: • WebSphere Application Server • Apache Tomcat • Borland Enterprise Server • BEA Weblogic EJB Containers • Responsáveis por fornecer as funcionalidades dos EJBs (Persistência, transação, segurança)0 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 11. Product Packaging – A família de produtosWebSphere © 2006 IBM Corporation
  • 12. Academic Initiatives A familia de produtos WebSphere WebSphere Application Server Express • Quando usar? Pequenas ou até médias empresas, que estão começando a usar a linha WebSphere ou que possuem uma baixa utilização • Componentes Todos os componentes da linha WebSphere, menos a possibilidade de federar nós (cluster) • Outros detalhes Limitado à 2 CPUs, para migrar para o pacote superior (base), deve-se apenas comprar a licensa, já que o aplicativo é o mesmo.2 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 13. Academic Initiatives A familia de produtos WebSphere WebSphere Application Server (Base) • Quando usar? Pequenas ou até médias empresas, que estão começando ou já usam a linha WebSphere, e que possuem utilização média (500 usuários +) • Componentes Todos os componentes da linha WebSphere, menos a possibilidade de federar nós (cluster) • Outros detalhes Não há limitação de uso de CPU.3 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 14. Academic Initiatives A familia de produtos WebSphere WebSphere Application Server Network Deployment • Quando usar? Grandes empresas, que precisam de um ambiente de alta disponibilidade e escalabilidade. • Componentes Todos os componentes da linha WebSphere, com a possibilidade de criar Clusters, federando os nós. • Outros detalhes Possui mais um componente em sua arquitetura, o DMgr.4 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 15. Academic Initiatives A familia de produtos WebSphere5 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 16. Academic Initiatives A familia de produtos WebSphere6 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 17. Arquitetura do produto © 2006 IBM Corporation
  • 18. Academic Initiatives Arquitetura do produto O browser é o principal mecanismo de interação do usuário.8 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 19. Academic Initiatives Arquitetura do produto As requisições então são feitas ao HTTP Server, servidor dedicado para ouvir e direcionar as requisições para os recursos certos.9 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 20. Academic Initiatives Arquitetura do produto O HTTP Server, através de um plug-in configurado, direciona as requisições para o Application Server, que irá executar a requisição através de um Servlet ou JSP.0 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 21. Academic Initiatives Arquitetura do produto Se os servlets ou JSPs precisarem acessar algum recurso distribuído ou um banco de dados, a requisição é direcionada ao EJB, através do protocolo RMI/IIOP.1 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 22. Academic Initiatives Arquitetura do produto O EJB container então pode acessar dados externos (como um banco de dados) através do padrão JDBC.2 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 23. Academic Initiatives Arquitetura do produto Uma série de outros serviços estão disponíveis no Application Server.3 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 24. Academic Initiatives Arquitetura do produto Não só os browsers podem ser clientes de um Application Server, uma aplicação Java (J2SE) também pode, e conecta-se diretamente via RMI/IIOP.4 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 25. Academic Initiatives Arquitetura do produto Os Web Services, amplamente utilizados atualmente, também são clientes, e podem acessar os recursos ou via HTTP (REST), ou por mensagens assíncronas.5 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 26. Academic Initiatives Arquitetura do produto Finalmente um cliente JMS (MQ Series por exemplo) pode também acessar os serviços de mensageria do Application Server.6 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 27. Academic Initiatives Arquitetura – Topologia do WebSphere7 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 28. Academic Initiatives Arquitetura – Topologia do WebSphere • Cell – A célula representa um ambiente em comum do Application Server, uma instalação em alto nível. • Deployment Manager (DM, DMgr) – Processo Java responsável por controlar a configuração Master da instalação. – Há apenas 1 DMgr por célula. – O DMgr comunica-se com os NodeAgents da célula.8 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 29. Academic Initiatives Arquitetura – Topologia do WebSphere • Node – Uma entidade lógica na célula. – Para cada nó, existe apenas um NodeAgent. • NodeAgent (NA) – Processo Java que representa um nó. – O NodeAgent comunica-se direto com o DMgr. – O NodeAgent monitora/administra os processos do Application Server em seu nó.9 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 30. Hands on: Instalação do Application Server ND © 2006 IBM Corporation
  • 31. Clustering © 2006 IBM Corporation
  • 32. Academic Initiatives Clustering Um cluster é a criação de um Application Server como template, e a partir dele, são criadas instâncias idênticas para compartilhar a carga do servidor.2 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 33. Academic Initiatives Clustering – Cluster Vertical O cluster é chamado de cluster vertical, quando temos um cluster de instâncias do Application Server no mesmo Nó (Node). Quando usar? Essa implementação é usada para ganho de performance, desde que a máquina onde estão rodando suporte esse crescimento.3 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 34. Academic Initiatives Clustering – Cluster Horizontal O cluster horizontal, permite que seus membros estejam espalhados em diferentes Nós. Quando usar? Nesse caso, usamos cluster horizontal para alta disponibilidade (failover)4 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 35. Academic Initiatives Clustering – Cluster Horizontal5 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 36. Academic Initiatives Clustering – Cluster Vertical + Cluster Horizontal Em diversas situações, as duas implementações são necessárias, pois precisamos de um ambiente de alta disponibilidade e performance. Por isso, é possível criar um cluster vertical em cada nó, e um cluster horizontal agregando todos os nós6 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 37. Academic Initiatives Clustering – Cluster Vertical + Cluster Horizontal7 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 38. Hands on: Criação de um cluster Horizontal + Vertical © 2006 IBM Corporation
  • 39. Hands on: Instalação e configuração do IBM HTTP Server 6 © 2006 IBM Corporation
  • 40. Segurança © 2006 IBM Corporation
  • 41. Academic Initiatives Segurança Web Servers: provê o acesso universal a lógica de negócio da companhia. Permite o acesso à companhia pelo navegador de internet Apps (aplicações): é a lógica de negócio. Estas aplicações possuem acesso ao banco de dados e provê as regras de negócio.1 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 42. Academic Initiatives Segurança pode ser aplicada em vários níveis:2 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 43. Academic Initiatives Serviço de Segurança O Serviço de segurança roda localmente em cada processo(Dmgr, NodeAgent e Servidor) - Falha do serviço somente afeta um processo. - Pico de processamento na segurança não sofre gargalo para um único processo. Mecanismo de separação de autenticação e registro de usuários - Somente um mecanismo de autenticação e registro de usuário pode ser habilitado por vez.3 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 44. Academic Initiatives Serviço de segurança do WebSphere4 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 45. Academic Initiatives Autenticação e Controle de Acesso Autenticação (Quem é você?) Autorização (O que você pode fazer?)5 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 46. Academic Initiatives Passos básicos6 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 47. Academic Initiatives Autenticação Diga ao servidor quem você é!!! - Mecanismo de contestação; - Mecanismo de autenticação; - Registor de usuário.7 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 48. Academic Initiatives Autenticação Básica - Senha transmitida com codificação; - Autenticação gravada no servidor; - Navegador valida o certificado do servidor8 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 49. Academic Initiatives Autenticação certificada - Servidor solicita certificado do navegador; - Navegador valida certificado do servidor; - Navegador envia certificado do cliente para o servidor; - Servidor valida o certificado do cliente.9 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 50. Academic Initiatives Mecanismos de registros e autenticação0 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 51. Academic Initiatives Repositórios Federados1 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 52. Academic Initiatives Registro customizável Possíveis implementações: - Banco de dados; - Arquivo; - Baseado no Sistema Operacional; - outros, não diretamente suportado. WebSphere disponibiliza: - Base; - Implementação exemplo.2 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 53. Academic Initiatives Mecanismos de Autenticação3 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 54. Academic Initiatives LTPA e LDAP4 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 55. Academic Initiatives Single Sign-On - Uma vez que o cliente tem uma chave LTPA token válida, não há necessidade de autenticar com uma célula novamente; - SSO é ativo por padrão; - Envia cookies para o navegador rastrear as informações de autenticação de usuário; - Fornece para SSO dentro ou mesmo entre as células WebSphere.5 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 56. Academic Initiatives Autorização - Autorização envolve dar permissões reais para executar ações em recursos(páginas, JSPs, EJBs etc); - Controle de acesso a recursos.6 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation
  • 57. Academic Initiatives Autorização de Aplicações - Autorização é realizada usando as funções de segurança JEE; - Amarração de usuários e grupos para as funções de segurança JEE geralmente é feita na instalação da aplicação.7 IBM Academic Initiatives – Web technologies © 2006 IBM Corporation