• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Inov Aula1 2009
 

Inov Aula1 2009

on

  • 760 views

 

Statistics

Views

Total Views
760
Views on SlideShare
743
Embed Views
17

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

3 Embeds 17

http://pa4design.blogspot.com 14
http://www.pa4design.blogspot.com 2
http://www.blogger.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Inov Aula1 2009 Inov Aula1 2009 Presentation Transcript

    • Novas tecnologias e inovação – aula 1
      • tecnologia
      redes digital mídia ciberespaço virtual games google .com web Interatividde online
      • Comunicação Mediada por Computadores (CMC)
      • Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs)
    • Técnica Tecnologia do grego tékhné ,és = arte manual, indústria, artesanato conjunto de procedimentos ligados a uma arte ou ciência teoria geral e/ou estudo sistemático sobre técnicas, processos, métodos, meios e instrumentos de um ou mais ofícios ou domínios da atividade humana (p.ex., indústria, ciência etc.) Derivação: por metonímia. técnica ou conjunto de técnicas de um domínio particular Derivação: por extensão de sentido qualquer técnica moderna e complexa
    • Digitalização
      • Dos meios de produção (“criamos conteúdo através de”): word, powerpoint, excel, photoshop, web )
      • Dos processos: (“executamos tarefas com o auxílio de”): cartões eletrônicos, home-banking, celular, escutar música, etc.
      • Dos suportes (“lugares onde guardamos o conteúdo produzido”): pendrives, DVDs, HDs, CDs, discos virtuais, disquetes...
      • Das linguagens (“tipos de discurso”):
      • texto, som, imagem, audiovisual.
    • A evolução da computação está ligada ao cálculo e armazenamento.
    • O computador realiza operações. Essa faceta de máquina de processar, calcular, buscar resultados é fundamental para pensarmos a Internet.
    • Internet
      • ARPANET – 1969 (origem militar-acadêmica) – conexão de campi.
      • Anos 70 – Vale do Silício
      • 1983 – divisão Milnet e ARPANET
      • Convívio das idéias de rede, compartilhamento/colaboração e segurança.
    • Enquanto isso...
    • Interface
      • Sistema que faz a mediação de um usuário solicitante com um sistema pré-programado que busca atendar as demandas do primeiro.
      • Duas áreas gostam de lidar muito com a interface: Design + estudos de HCI (Human-computer Interface)
      • Quando temos o Windows e cia, falamos de interfaces gráficas digitais.
    • World Wide Web
      • Criada em 1991 por Tim-Berners Lee
      • Lee propôs a criação de um espaço hipertextual global e aberto, no qual qualquer informação pudesse ser acessada através de um único Universal Document Identifier (Identificador Universal de Documentos).
      • Nem tudo que é Internet, é web.
      • A web fez pela Internet o que o Windows fez pelo computador, tornou a interface “amigável”.
    • Os softwares chamados navegadores, permitem que se acesse os documentos HTML que universalizam a forma de “recepção” do conteúdo que se desejasse fazer circular pela Internet. Textos, imagens, sons, vídeos começam a aparecer nas interfaces gráficas digitais da web. O usuário ao requisitar uma página, faz um “pedido” ao servidor que a disponibilize.
    • Mas a “máquina” continua operando nos “bastidores.”
    • Web
      • Diversos grupos de mídia passam a produzir suas “versões online” quando a Web torna-se, o lado mídia da Internet.
      • Diferentes processos midiáticos ocorrem na web.
      • Remidiation (Bolter & Grusin, 1999)
    • O sujeito deixa marcas.
      • O lado máquina nos mede, mensura, percebe nossos passos e comportamentos.
      • O lado mídia nos oferece ambientes para nos inserirmos em processos gregários, desenvolvermos estratégias identitárias, CONSTRUÍRMOS RELACIONAMENTO.
    • Isso nos faz olhar com mais anteção para entender que:
      • WIKI não é apenas uma enciclopédia
      • Blogs não são só diários abertos
      • YouTube não é TV na Internet
      Conceitos ligados a isso: emergência (sistema organizado e desorganizado simultaneamente), Folksonomia
    • Internet é: Máquina + Mídia + Ambiente de relacionamento
    • O “mercado” se dá conta disso:
    •  
    • Mais idéias importantes:
      • Entre perder-se e manter a coerência dentro da Internet. (pigmentar o “conteúdo”? ARGs e Jogos)
      • Links são uma moeda (os continentes)
      • Web 2.0-> a “máquina” aprende e cresce quanto mais ela é usada.
      • “ Cloud Computing”> meus dados estarão em todo lugar, mobilidade.
      • Pequenas telas,
      • interfaces mais
      • intuitivas?
    • Brasil
      • 40 Milhões de pessoas com acesso a Internet
      • Forte participação da Classe C.
      • Vínculo forte com redes sociais.
      • Um dos maiores volumes de uso (em horas) de Internet no mundo.
      • O IPhone ainda não é vendido legalmente e responde por 50% do acesso móvel à Internet no país.
    • O uso de redes sociais (orkut, myspace, etc) não pára de crescer no Brasil.
    • Tá todo mundo conversando: além de crescer, o Brasil é líder mundial de uso de instant messengers (MSN, etc)
    • A cultura digital, no que diz respeito aos meios de comunicação e seus protagonistas, traz imensa necessidade de reposicionamento. Interações menos reativas e mais ricas.