Filo cnidaria
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Filo cnidaria

on

  • 3,753 views

Descrevendo o filo dos cnidários.

Descrevendo o filo dos cnidários.

Statistics

Views

Total Views
3,753
Views on SlideShare
3,752
Embed Views
1

Actions

Likes
1
Downloads
91
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slashdocs.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Filo cnidaria Filo cnidaria Presentation Transcript

  • FILO CNIDÁRIA(COELENTERATA) (Cnidos = urtiga)
  • Características Gerais São invertebrados, acelomados, diblásticos e com simetria radial; Possuem células nervosas e uma cavidade digestiva (revestida pela gastroderme); Digestão inicialmente extra-celular, seguida de digestão intracelular; Apresentam-se em duas formas: pólipo e medusa.
  •  Possuem células características do celenterados – os cnidoblastos (células urticantes presentes nos tentáculos). Duas formas : – Móveis : medusas – Fixa : pólipo (anêmonas) Simetria Radial. Apresentam cavidade digestiva; Presença de células nervosas; Representantes: Hidras, medusas, anêmonas do mar e corais.
  • FISIOLOGIA DOS CNIDÁRIOS Inicialmente a digestão é extracelular por enzimas digestivas; Depois, o alimento parcialmente digerido é fagocitado pelas células da gastroderme – digestão intracelular. Sistema Digestório Incompleto – único orifício. Respiração por difusão.
  • Células dos cnidários Cnidoblastos ou cnidócitos: produzem e eliminam uma substância urticante. Células contráteis ou mioepiteliais: realizam movimentos. Células intersticiais: originam qualquer tipo celular. Células sensoriais: controlam as ações da mioepiteliais. Células secretoras de enzimas digestivas ou glandulares: digestão extracelular. Células mioepiteliais digestivas: digestão intracelular.
  • Reprodução Assexuada: ocorre por brotamento, podendo ou não formar colônias. Sexuada: – a fecundação pode ser externa ou interna; os indivíduos podem ser monóicos ou dióicos. – algumas espécies apresentam alternância de gerações ou metagênese.
  • Classificação Hidrozoários: predominância de pólipos. Ex.: Obelia, Physalia (caravelas) e Hydra (dulcícola).
  • Classe Hydrozoa: Apresentam- se:dulcícolas e marinhos Hidras: forma Polipóide Obélias: forma polipóide e medusóide.
  • Metagênese em Obelia:
  • Classe Scyphozoa Forma predominante é a MEDUSÓIDE; Ocorre alternância de gerações , mas o pólipo é reduzido
  •  Cifozoários: predominância de medusas. Ex.: Aurelia sp.
  • ESTRUTURA DA MEDUSA As medusas são formas planctônicas com tentáculos; Porção superior do corpo – umbrela; Do lado côncavo projeta-se o manúbrio – boca; Mesogléia – substância gelatinosa; Cnidoblastos presos aos tentáculos.
  • O CNIDOBLASTO Responsáveis pela defesa do animal e captura de alimento Possui o nematocisto:Em seu interior encontram-se células urticantes.
  • Metagênese em Aurelia aurita
  • ESTRUTUA DO PÓLIPO Animais na maioria das vezes fixos ao substrato, com tentáculos localizados na região superior do corpo na região dorsal; Parte superior - Hipóstoma - região da boca
  • CLASSE ANTHOZOA Animais exclusivamente marinhos com forma de pólipos, como corais e anêmonas.
  •  Antozoários: exclusivamente polipóides. Ex.: corais e anêmonas-do-mar.
  • Os exoesqueletos dos corais acumula-se ao longo do tempo originando os belíssimos recifes.Grande barreira de coraisaustraliana, cerca de 2400quilômetros de extensão.