Similaridade genética entre a variedade ‘folha murcha’ e outras

286
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
286
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Similaridade genética entre a variedade ‘folha murcha’ e outras

  1. 1. Brazilian Journal of Plant Physiology, vol. 19, suplem., 2007Resumo apresentado no XICBFV - Gramado - RSSIMILARIDADE GENÉTICA ENTRE A VARIEDADE ‘FOLHA MURCHA’ E OUTRASVARIEDADES DE Citrus sinensis (L.) Osbeck POR MEIO DE MARCADORESMOLECULARES RAPD 1 2 2Carvalho, Humberto Henrique de ; Mendonça, Evânia Galvão; Rocha , Elizângela Almeida ; Lacerda, 1 3 2Guilherme Araújo ; Souza, Maurício de ; Paiva, Luciano Vilela1 Laboratorio Central de Biologia Molecular – Fisiologia Vegetal – Universidade Federal de Lavras – e-mail humberto_henriquec@yahoo.com.br2 Laboratorio Central de Biologia Molecular – Biotecnologia Vegetal – Universidade Federal de Lavras– e-mail luciano@ufla.br3 Professor aposentado da Universidade Federal de LavrasO gênero Citrus apresenta híbridos intergenéricos e interespecíficos, os de maior impactosão aqueles de crescimento uniforme, com melhor coloração de frutos, e ausência desementes. Dentre as cultivares de Citrus sinensis (L.) Osbeck, a variedade ‘Folha Murcha’apresenta frutos de ótima qualidade, folhas enroladas e maturação no período deentressafra, com forte demanda por laranjas, podendo ser usada na diversificação para finsindustriais. Torna-se importante o conhecimento da origem de tal variedade. Marcadoresmoleculares RAPD (Random Amplified Polymorfic DNA) têm sido utilizados na análise dediversidade genética; podendo também serem utilizados no estudo em questão. Destaforma, este trabalho teve como objetivo avaliar a similaridade genética entre a variedade‘Folha Murcha’ e outras cultivares de laranjas-doce por meio de marcadores RAPD. Foramavaliados 09 indivíduos pertencentes a 06 variedades de laranjas-doce. As distânciasgenéticas foram obtidas pela porcentagem de similaridade. O número de bandaspolimórficas geradas por 35 primers de RAPD foi eficiente para análise dos dados, gerandoa marca de 60 fragmentos polimórficos onde, 51 apresentaram uma correlação de altamagnitude (r = 0,97). Com esse número de fragmentos, a soma dos quadrados dos desviosem relação às amostragens e o valor de estresse foram menor que 0,05 (0,0436), sugerindoalta consistência na associação das matrizes. A análise de agrupamento, realizada com ométodo UPGMA, produziu um dendograma o qual permitiu a separação genética dasvariedades. Assim, os marcadores RAPD detectados neste trabalho foram adequados paraa diferenciação entre os indivíduos confirmando o potencial da técnica na análise de"fingerprint". Informações sobre Citrus sinensis (L) Osbeck são de extrema importância,principalmente sobre ‘Folha Murcha’ pois há poucos relatos sobre a mesma. Os estudosrealizados visaram apenas à prévia distinção de plantas ‘Folha Murcha’ e outras variedades.(Apoio Financeiro-CNPq)Palavras-chave: Laranjas-doce, UPGMA, Fingerprint

×