Cornelius Vanderbilt I

2,742 views
2,514 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,742
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cornelius Vanderbilt I

  1. 1. Curso: Administração<br />Turma: 1 NA<br />EmpreendedorismoOrientador: Amanda PaolaOs Grandes empreendedores – Cornelius Vandebilt IAlunos: DanielaDorca Evaldo Fabio Mayara Rondinelly<br />
  2. 2. Cornelius Vandebilt I<br />
  3. 3. Cornelius Vandederbilt I<br />Empreendedor e capitalista americano, nasceu no dia 27 de maio de 1794 em Port Richmond, Stanten Island/Nova York e morreu no dia 4 de janeiro de 1877 no Canadá. <br /> Conseguiu fazer sua fortuna atuando de forma agressiva no mercado de transporte de passageiros e mercadorias através da Marinha Mercante e de Ferrovias.<br />
  4. 4. Família Vanderbilt<br /> Vanderbilt I era o mais novo dos quatro irmãos de Cornelius Vanderbilt e de Phebe Hand. A maioria dos seus ancestrais eram ingleses e seu avô Jacob Vanderbilt, foi o ultimo antepassado holandês. A origem do seu nome veio do seu tetravô, Jan Aertson, vindo de um vilarejo chamado “De Bilt”.<br /> Casou com sua prima Sophia Johnson (1795-1868) e tiveram treze filhos, criando doze:<br />
  5. 5. Seus filhos<br />Phebe Jane Vanderbilt Cross (1814-1878)<br />Ethelinda Vanderbilt Allen (1817-1889)<br />Eliza Vanderbilt Osgood (1819-1890)<br />William Henpy Vanderbilt (1821-1885)<br />Emily Almira Vanderbilt Thorn (1823-1896)<br />Sophia Johnson Vanderbilt Torrance (1825-1912)<br />Maria Louisa Vanderbilt Clark Niven (1827-1896)<br />Frances Lavinia Vanderbilt (1828-1868)<br />Cornelius jeremiah Vanderbilt (1830-1882)<br />Mary Alicia Vanderbilt Labau Berger (1834-1902)<br />Catherine Washingnton Vanderbilt (1836-1881)<br />George Washington Vanderbilt (1893-1864)<br />
  6. 6. “O Comodoro”Da balsa ao barco a Vapor<br /> Vanderbilt deixou a escola aos onze, indo trabalhar nas balsas de Nova York. Aos dezesseis já tinha seu próprio negócio, transportando cargas e passageiros entre StatenIsland e Manhattan.<br /> Enxergou na guerra de 1812, oportunidade de expandir seus negócios, fornecendo suprimentos as Fortalezas as margens de Nova York, obtendo grandes lucros, aumentando e inovando sua frota marítima.<br />
  7. 7. Defendendo seu ponto de vista de uma competição livre e contra o monopólio do governo que dava a Robert Livingston e Robert Fulton o direito de explorar por trinta anos o trafego a vapor em Nova York, continuou clandestinamente com o transporte, sofrendo ação judicial que resultou na quebra do monopólio pela Corte Suprema dos Estados Unidos.<br /> Expandiu seu negócio para Long Island, Providence, Boston e Connecticut, desafiando seus rivais com baixas tarifas.<br />
  8. 8. Vanderbilt construiu um império através do domínio da era “VAPOR”. Nos meados de 1840, já tinha uma frota de cem barcos a vapor navegando o Rio Hudson e omaior número de empregados dos Estados Unidos da época.<br /> Em 1849, durante a corrida de ouro na Califórnia, ele ofereceu um atalho através de Nicarágua, diminuindo a viagem em 960km e pela metade do preço que custava o caminho do Istmo do Panamá.<br />
  9. 9. Ferrovias<br /> Em 1860, de olho no futuro, Vanderbilt retirou capital das empresas de barco e investiu em ferrovias, adquirindo a Nova York e Harlem Railroad, melhorando a eficiências dessas linhas férreas.<br />Construiu a partir de 1863 grande parte das ferrovias de nova York e Harlem, chegando a ligar em 1873 Chicago a Nova York.<br />
  10. 10. Seu Legado<br /> Depois da morte da esposa Sophia, mudou-se para o Canadá, onde casou com sua prima Sra. Crawford, 43 anos mais nova que ele. Foi lá que seu sobrinho o convenceu a fundar a Universidade de Vanderbilt.<br /> Agressivo nos negócios e considerado mesquinho e miserável, Vanderbilt fez poucos amigos na sua vida. <br />
  11. 11. Na época de sua morte, sua fortuna era estimada em 100 milhões de dólares e em seu testamento, 95% desta fortuna foi deixada para seu filho de William, por ele considerá-lo capaz de manter seu império, dividindo o restante em fatias iguais para filhos e esposa.<br /> Apesar da fortuna, Vanderbilt não dava importância para trabalhos de caridade, deixando 1 milhão, como prometido para a Universidade de Vanderbilt e 50 mil para a Igreja dos Desconhecidos na Cidade de Nova York. Apesar de viver modestamente,seus descendentes construíram as famosas “Casas Vanderbilt”, as quais caracterizam a “Idade Dourada” da América.<br />

×