Conservação de alimentos

24,893 views
24,680 views

Published on

Química no cotidiano: alimentos, medicamentos, venenos, estética

3 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
24,893
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
161
Actions
Shares
0
Downloads
555
Comments
3
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conservação de alimentos

  1. 1. QUÍMICA DA CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS
  2. 2. Com o processo de urbanização surgiu a necessidade de produzir e estocar quantidadesde alimentos, disponibilizando-os a todos e em diferentes lugares e distâncias.A indústria de alimentos surgiu a partir do aperfeiçoamento de técnicas caseiras que jáutilizavam conservantes para retardar a decomposição de alimentosA maioria das reações que provocam deterioração de alimentos é resultado da ação demicro-organismos ou de substâncias existentes no ambiente, como o oxigênio.Daí a necessidade de se conhecer os processos para propor formas de evitar essadeterioração.
  3. 3. O oxigênio é essencial para o metabolismo da maioria dos micro-organismos eparticipa de diversas reações de decomposição de alimentos. Uma forma deaumentar a vida útil de diversos alimentos é evitar seu contato com o oxigênio.Isso pode ser feito por imersão em óleos e gorduras ou por meio de embalagens.
  4. 4. A diminuição da temperatura diminui a rapidez em que as reações químicasocorrem. Isso se aplica aos micro-organismos, que tem seu metabolismoreduzido e sua reprodução inibida quando submetidos a baixas temperaturas.Por isso, diversos alimentos são conservados por mais tempo quandoarmazenados em refrigeradores, a baixas temperaturas.
  5. 5. A fumaça proveniente da queima da madeira é constituída por uma infinidadede substâncias. Muitas dessas substâncias tem efeito antimicrobiológico. Oprocesso de defumação é, portanto, a exposição de determinados alimentos àfumaça.A defumação propicia, além do efeito antimicrobiano, o conservante, que sedá pela ação do calor e da desidratação, e o flavorizante. São conservados poresse método linguiças, toucinhos, presuntos, ...
  6. 6. Dos processos de conservação de alimentos, a salga está entre ao mais antigos epopulares. A adição de sal ajuda na conservação dos alimentos porque desidrata e evita odesenvolvimento de micro-organismos.A salga desidrata alimentos pelo processo de osmose, procedimento físico-químico queconsiste na passagem de um solvente por uma membrana semipermeável que separadois meios com diferentes concentrações de soluto. Na osmose, o solvente migra dasolução mais diluída para a mais concentrada.Popularmente, esse processo é feito com a adição de sal ou açúcar. Essas adições fazemcom que a água, contida nas células de tecidos animais e vegetais, saia das células porosmose e passe para a superfície do alimento, e em seguida, evapora-se.
  7. 7. A secagem é um dos métodos mais antigos de conservação de alimentos, sendomuito aplicada a cereais, frutas, carnes e peixes. Como muitas reações químicasocorrem em meio aquoso, que é favorável ao desenvolvimento microbiano,desidratar os alimentos evita que eles se estraguem, pois interrompe aproliferação de micro-organismos.
  8. 8. A pasteurização, desenvolvida pelo médico francês Louis Pasteur (1822 - 1895), éum método em que o alimento é aquecido e mantido a uma certa temperaturadurante um certo tempo e, a seguir, resfriado rapidamente. Nessas condições,diversos micro-organismos não resistem e são eliminados.
  9. 9. OUTROS MÉTODOSA esterilização industrial a altas temperaturas e a esterilização pelairradiação com materiais radioativos são técnicas cada vez mais utilizadas.Uma outra forma, hoje amplamente utilizada, é a incorporação desubstâncias, de origem natural ou artificial, denominadas conservantes.
  10. 10. São substâncias específicas que a indústria alimentícia adiciona aos alimentos paraaumentar a vida útil ou realçar determinadas características dos alimentos.Os aditivos adicionados tem como função:* Manter sua consistência* Melhorar ou manter seu valor nutricional* Manter sabor e frescura* Controlar a acidez e a textura* Melhorar o aspecto visual e o sabor
  11. 11. Aditivos / códigos Função Exemplos Conferir ou intensificas o sabor Ácido benzoico, ácido bórico,Acidulantes/ H ácido e conservar ácido cítrico, ácido fosfórico.Antioxidantes/ A Evitar a oxidação dos alimentos EDTA, ácido ascórbicoAromatizantes/ F Conferir ou realçar aroma Álcool isoamílico, óleo de laranja Conferir ou realçar aroma e o Acetaldeído, acetato de etila,Flavorizantes/ F sabor glutamato de sódioConservantes/ P Impedir a deterioração Ácido benzoico, antibióticos, nitritos, nitratos, ácido sórbicoCorantes/ C Conferir ou intensificar a cor dos Clorofila, carotenoides, alimentos curcumina, óxido de ferro (III)Espessantes/ EP Aumentar a viscosidade e o Ágar-ágar, carboximetilcelulose volume, mantendo sua textura e consistênciaEstabilizantes/ ET Dar cremosidade, não deixar que Fosfolipídeos, polifosfatos, citrato os componentes se separem de sódioEdulcorantes/ D Adoçar (sem açúcares naturais Sacarina, ciclamatos, aspartame como sacarose e frutose)Umectantes/ U Evitar a perda de umidade Glicerol, sorbitol, propilenoglicolAntiumectantes/ AU Evita a absorção de água Carbonato de cálcio, carbonato de magnésio, silicato de cálcio
  12. 12. Ácido benzoico
  13. 13. CuriosidadeMuitos aditivos são reconhecidos por siglas. É o caso do 2-terc-butil-4-metoxifenol, o BHA, edo 2,6-terc-butil-4-metilfenol, o BHT. Estes derivados do fenol inibem reações oxidativas que podem acontecer nos alimentos, capazes de alterar suas qualidades. Ambos são muito utilizados; confira, por exemplo, uma embalagem de margarina: na certa um deles estará presente. Evidências indicam que, além de antioxidantes, estes compostos auxiliam na prevenção do câncer. Andrew Dannenberg, do Cornell Medical College, recentemente publicou um estudo demonstrando que tanto o BHA como o BHT podem reduzir o risco de câncer, em humanos, da mesma forma de alguns vegetais fazem (brócolis, repolho, couve).
  14. 14. Fármacos, cosméticos e a Química desses produtos que atuam no organismo ora comoremédio ora como veneno...Desde o início das civilizações o ser humano usava algumas substâncias para curar malesdo corpo e da mente... Na maioria das vezes, essas substâncias era, extraídos de plantas.Galeno (129 – 199) considerado o pai da farmácia, divulgou o uso de extratos de plantaspara tratar inúmeras enfermidades.Diversas culturas pelo mundo desenvolveram técnicas para extrais substâncias que eramutilizadas em cerimônias religiosas.Tanto num caso como no outro, essas substâncias são normalmente denominadas drogas.O conceito de droga é muito amplo e assume diferentes significados em função dediferentes grupos de uma mesma sociedade.
  15. 15. Do ponto de vista farmacológico, drogas são substâncias ou materiais que, depois deintroduzidos num organismo vivo, alteram processos bioquímicos, causando mudançasfisiológicas ou comportamentais.As drogas que objetivam a cura são chamadas MEDICAMENTOS.As drogas que buscam atenuar os sintomas de uma doenças são chamados REMÉDIOS.Para a farmacologia, ramo da ciência que estuda as drogas utilizadas com finalidadespreventiva, diagnóstica ou terapêutica são denominadas fármacos ou medicamentos.
  16. 16. Os medicamentos podem ser classificados em naturais e sintéticos.Os naturais são aqueles extraídos de fontes minerais, animais ou vegetais.Os sintéticos são os produzidos em laboratórios por meio de processos químicos, eatualmente representam cerca de 85% do mercado.As substâncias contidas num medicamento podem ter ações terapêuticas:Curativas: como os antibióticos, que removem o agente causador da doença;Paliativas: que aliviam um sintoma da doença, como os analgésicos;Substitutivas: quando repõem outra substância, como a insulina insuficiente ouausente.
  17. 17. Uma substância eficiente como remédio também pode causar danos à saúde,dependendo da dose utilizada...O cientista Paracelso foi um dos primeiros cientistas a relacionar a cura de certasdoenças a substâncias específicas. Theophrastus Philippus Aureolos Bombastus von Hohenheim, com nome de Paracelso (1493 – 1541), ficou eternamente conhecido como o pai da ciência que estuda os efeitos das substâncias sobre os seres vivos: a Toxicologia, batizada por ele de Iatroquímica ou Química Medicinal. Sua frase mais célebre: A diferença entre o remédio e o veneno é apenas a dose.
  18. 18. A toxicidade de uma substância pode ser classificada em aguda e crônicaAguda: é decorrente de um único contato ou de vários contatos num período de 24 horas.Crônica: Surge por contatos frequentes durante meses ou anos.* Muitas substâncias que não causam danos de imediato podem, em longo prazo, provocaraté mutações genéticas, além de vários tipos de câncer.Venenos: substâncias que, ministradas por qualquer via ou desenvolvidas no próprio corpo,podem causar doenças ou matar.Essas substâncias podem ser sintéticas (substâncias ativas nos inseticidas) ou produzidas pororganismos vivos, como as liberadas nas ferroadas de abelhas e picadas de cobras, chamadastoxinas.As toxinas podem ser definidas, grosseiramente, como um veneno biológico: são proteínasproduzidas por animais ou presentes em alimentos estragados, ou resultante de doençasinfecciosas.Tanto as toxinas quanto os venenos são capazes de matar, podendo ser tratadas comosinônimos.
  19. 19. Os venenos estão em toda parte: Nos alimentos, nos produtos de limpeza doméstica, nosmedicamentos...Exemplos: sal de cozinha, água...No entanto, há mais riscos com substâncias presentes nos alimentos e que tem efeitosnocivos à saúde.Na Química dos alimentos essas substâncias são classificadas em: TOXINAS Componentes naturais dos alimentos; ENDÓGENAS TOXINAS Oriundas da atividade de fungos ou bactérias; MICROBIANAS RESÍDUOS Produtos e substâncias que são incorporados aos TÓXICOS alimentos, como agrotóxicos e medicamentos dados aos animais; CONTAMINANTES Produtos e substâncias que contaminam alimentos TÓXICOS durante o processamento industrial e a manipulação, no transporte ou no preparo culinário. Nesses casos, e em milhares deles, o problema é o excesso
  20. 20. Toxidez de substâncias:DL50: dose que, quando aplicada a um grupo de cobaias de laboratório, causa a mortede metade delas. (dose letal para 50% do grupo)É dada em miligramas de substâncias por quilograma de massa corporal para o animalde teste. (mg/Kg)Curiosidade:Entre os mais poderosos venenos está a toxina botulina, com uma DL50 para ratos deaproximadamente 3.10-8 mg/kg.É produzida por um micro-organismo presente no solo, denominado Clostridiumbotulinum, encontrado em frutas e vegetais mal lavados ou conservados de formainadequada.Esse micróbio não resiste a altas temperaturas nem sobrevive em alimentos com pHabaixo de 4,6.Uma variedade dessa substância tem sido empregada na medicina por cirurgiõesplásticos e dermatologistas no intuito de suavizar rugas faciais, curar dores de cabeça etorcicolos.Será mesmo necessário injetar propositadamente uma toxina no organismo?
  21. 21. O nome vem do grego kosmetikós: “o que serve para enfeitar”Hoje os cosméticos são produtos usados para limpar, embelezar, perfumar, mudar oaspecto visual, impedir a ocorrência de odores desagradáveis...Os cosméticos são utilizados desde a antiguidade...* Na Grécia antiga, as mulheres pintavam os lábios com cinabre (sulfeto de mercúrio),uma substância tóxica.* Em Roma, inventou-se um creme dental à base de pedra pomes moída e vinagre e, paradeixar os dentes mais brancos, era incluída urina humana na fórmula.* Na Idade Média, usava-se fuligem para escurecer os cílios.*No século XVIII, muitos homens e mulheres morreram devido ao pó branco que usavampara empoar o rosto – que era feito à base de chumbo. Mercúrio e chumbo, denominados metais pesados, acumulam-se no corpo, afetando o sistema nervoso e provocando graves intoxicação que podem levar à morte.* Civilizações do Oriente e povos indígenas da América e da África também faziam amplouso de cosméticos e perfumes.
  22. 22. No século XIX, surgiu a chamada cosmética tecnológica, que, além da beleza, se preocupacom a toxicidade dos produtos.Para fabricar todos os produtos de higiene e cuidados pessoais que existem é necessárioconhecer e estudar muitos aspectos de corpo – a Farmacologia, um ramo da Química, fazisso muito bem.
  23. 23. Falar de saúde é também falar de doença e até mesmo de morte.Falar de saúde é falar da vida humana, e lidar com algo tão precioso e frágil envolvequestões éticas.A Medicina, como qualquer ciência, tem se estabelecido com métodos confiáveis, masnão infalíveis.O tratamento ortodoxo em medicina sempre foi baseado em intervenção direta noorganismo, seja fisicamente – com manipulação ou remoção de tecidos ou órgãosafetados – ou quimicamente – com a utilização de substâncias ativas presentes emervas, animais, materiais minerais, ou de substâncias sintetizadas pela indústriafarmacêutica.Como muitas doenças surgiram, no século XX, justamente em decorrência detratamentos ortodoxos com produtos farmacêuticos, quer pelo seu uso prolongado ouaté mesmo por efeitos colaterais que só se manifestaram anos mais tarde, pois nãopuderam ser identificados na fase de testes de medicamentos, a busca por tratamentosmédicos menos ortodoxos – terapias de tradição secular como a acupuntura e ahomeopatia, só tem aumentado.
  24. 24. Fármaco vem do grego phármakon = droga.Substâncias produzidas pelo próprio organismo = endógenas (como a serotonina)Substâncias externas ao organismo = exógenas (como ácido acetilsalicílico)Para explicar a ação dos medicamentos no organismo, o químico alemão Hermann EmilFischer (1852 – 1919) formulou um modelo conhecido como chave-fechadura, utilizado atéos dias atuais.Simplificadamente, esse modelo define que as moléculas das substâncias ativas noorganismo seriam como chaves específicas.Essas chaves interagem com as macromoléculas do organismo, chamadas biorreceptores,como se elas fossem fechaduras.É dessa interação chave-fechadura que resulta a resposta farmacológica de substânciasativas presentes em medicamentos.Todo medicamento possui um princípio ativo (fármaco), que é a principal substância da suafórmula, responsável pelo seu efeito terapêutico.
  25. 25. Morfina Quinina
  26. 26. Sua síntese foi feita pela primeira vez em 1853 por um químico francês, que descobriu aestrutura química do ácido salicílico, substância de origem natural a partir da qual o ácidoacetilsalicílico foi obtido. 1899 a indústria Bayer obteve o registro da patente da aspirina.A aspirina foi o primeiro comprimido produzido, visto que seu pó é pouco solúvel emágua.Um século depois, apesar do surgimento de tantas novas drogas, a aspirina ainda é omedicamento mais vendido no mundo. E atualmente, além de analgésico, é indicada parao tratamento de muitas doenças, incluindo as cardíacas. Úlceras e dores no estômago costumam ser os efeitos colaterais do ácido acetilsalicílico após utilização prolongada. Paracetamol ou acetaminofen provocam menos efeitos colaterais com o uso contínuo. Medicamentos como os antigripais,Ácido acetilsalicílico descongestionantes e antitussígenos possuem princípios ativos derivados de aminas. Acetaminofen
  27. 27. Os antibióticos forma descobertos em 1932, quando descobriu-se um pigmentovermelho chamado prontosil, que curava certas infecções.Antes disso, as pessoas não tinham com tratar infecções bacterianas.A degradação do prontosil pelo processo in vivo gera a sulfanilamida, que combate asinfecções bacterianas. Outros derivados de sulfanamidas foram sintetizados e receberam o nome de sulfas. Estas agem como agentes anti-infecciosos, impedindo a multiplicação de muitas bactérias.
  28. 28. Em meados de 1928, o escocês Alexander Fleming, em seus estudos, pesquisava umacolônia de bactérias causadoras de infecções no organismo humano.E observou que suas bactérias foram contaminadas por um fungo (Penicilium notatum),por descuido.Em vez de descartar o sistema, continuou a observação e observou que o fungo passou aproduzir substâncias que destruíam as bactérias à sua volta. Após identificar e isolar essasubstância, nomeou-a de penicilina – um poderoso antibiótico que revolucionou amedicina.A elucidação da estrutura da penicilinae do seu modo de ação impulsionaramas pesquisas em busca de novosantibióticos, mais eficientes e commenos efeitos colaterais. Hoje sãoconhecidos mais de mil antibióticos,variando em fórmula e estrutura.
  29. 29. Os antibióticos devem ser usados apenas quando necessário, e são eficazes somente seusados de maneira adequada.Alguns são administrados durante 5, 10 ou 14 dias, e uma vez iniciado o tratamento, não sedeve interrompê-lo, mesmo se os sintomas passarem, pois a infecção pode não estarcompletamente eliminada, restando os micro-organismos mais resistentes da colônia.Ao longo dos anos, as bactérias também se tornam mais resistentes em decorrência doabuso e do uso incorreto do medicamento. Elas ficam resistentes ao antibiótico ministradocom frequencia, forçando o paciente a optar por algum outro tipo. O perigo é não haverum substituto mais potente.
  30. 30. Em 1984, o agente etiológico da AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) foiidentificado e denominado HIV (Human Immunodecience Vírus, ou vírus daimunodeficiência humana).Em 1986 surgiram as primeiras drogas do grupo AZT (azidotimidina ou zidovudina) usadasno tratamento da AIDS, diminuindo a mortalidade de pacientes com a síndrome. Maistarde surgiram novos medicamentos com menos efeitos colaterais.
  31. 31. Muitas drogas atuam no sistema nervoso central, como os analgésicos, que bloqueiam asensação de dor.Essas drogas podem ser classificadas como: depressoras, perturbadoras ou estimulantes.Todas elas alteram a comunicação química mediante a ativação ou desativação de certosneurotransmissores, que são as substâncias que transmitem sinais elétricos no sistemanervoso central, mas produzem resultados diferentes no comportamento de quem asingere.Com as drogas estimulantes, há um aumento na atividade cerebral, deixando a pessoaelétrica, ao passo que as drogas depressoras deixam seus usuários mais aquietados, poisreduzem a atividade do cérebro.
  32. 32. É uma droga depressora do SNC, ou seja, não atua num neurotransmissor específico, masdiminui a transmissão dos sinais nervosos, provocando distúrbios na capacidade depercepção e nas habilidades.Seu efeito no organismo produz, em princípio, sensação de euforia, relaxamento, torna apessoa mais efusiva, diminui a tensão, a ansiedade e o tédio, mas reduz o reflexo aestímulos externos.Essa é a principal razão para que seja proibido dirigir após o consumo de bebidasalcoólicas.Segundo a Polícia Rodoviária Federal, noBrasil morrem mais de 35 mil pessoas acada ano em acidentes de trânsito e,metade dessas mortes é provocada porcondutores alcoolizados.Ao ser ingerido em grandes quantidades,o álcool atua como veneno, causandointoxicação, e morte.
  33. 33. O fígado humano consegue metabolizar cerca de 15 mL de álcool por hora, porém,enquanto trabalha na eliminação do álcool deixa de metabolizar outras substâncias tóxicasproduzidas pelo organismo. Então, a permanência do álcool por longo tempo noorganismo afeta uma série de outras funções do corpo.Está comprovado que o consumo constante de bebidas alcoólicas favorece oaparecimento de doenças como hepatite, distúrbios do coração., do pâncreas e algunstipos de câncer, tais como de garganta, de boca, de esôfago e de cordas vocais.Ingerido em pequenas quantidades é metabolizado de acordo com o esquema:
  34. 34. No cigarro encontra-se uma enormequantidade de substâncias. A começar porsua fumaça, que já é considerada umgrande poluente atmosférico, diversasdoenças são provocadas por substânciastóxicas inaladas pelos fumantes, comoproblemas de visão, câncer de bexiga,problemas estomacais e intestinais, câncerde rim, do pâncreas, entre outros.As substâncias presentes na fumada doscigarros podem até branquear os cabelos ecausar calvície.
  35. 35. O alcatrão de fumo é uma mistura gasosaliberada durante a queima e que contémmais de 4000 substâncias. Dessas, pelomenos 60, como o benzopireno e algunsmetais, são cancerígenos e causamalterações nos genes das célulascomprometidas com a divisão celular,favorecendo a multiplicação celulardescontrolada e a consequente formação detumores.
  36. 36. A causadora da dependência emcigarros é a nicotina, que atuadiretamente no SNC e provoca umasensação de bem-estar agradável epassageira. E quanto mais se fuma,mais o organismo se adapta à droga.A nicotina aumenta a capacidade decirculação sanguínea, aumenta adeposição de gorduras nas paredesdos vasos sanguíneos e sobrecarregao coração, podendo levar a infarto.
  37. 37. Uma estratégia adotada pelas companhias de tabaco é seduzir os jovens.A estratégia visa reabastecer as fileiras daqueles que deixam de fumar ou morrem, pelosconsumidores que serão regulares amanhã.
  38. 38. O cigarro promove o envelhecimento precoce da pele. A fumaça libera radicais livres,espécies químicas muito reativas, que promovem morte celular contribuindo para oaparecimento de rugas e para o aumento da predisposição do câncer de pele e de boca.A elevada temperatura da ponta do cigarro também contribui para o envelhecimentoprecoce da pele e dos cabelos; a cor amarelada nos dentes, unhas e pele do rosto vemdo alcatrão presente na composição do cigarro.
  39. 39. Algumas drogas atuam no hipotálamo, parte do cérebro que regula o apetite, inibindoa fome e provocando sensação de saciedade. Outras inibem a absorção de gorduraspelo intestino. Genericamente chamadas de “remédios para emagrecer”, essas drogas, se não forem bem administradas, podem até matar.As anfetaminas são drogas de uso controlado por causarem dependência e alteraçãodo comportamento do indivíduo, provocando diminuição ou perda de apetite, insônia,falta de afetividade, agressividade, taquicardia, sudorese, etc.Durante a Segunda Guerra Mundial, a benzidrina foi largamente utilizada por soldadosque queriam evitar a fadiga, aumentar a coragem e diminuir a consciência do perigo,acarretando pelo uso indiscriminado, dentre outros, erros fatais nas aterrissagens porparte dos pilotos.
  40. 40. Os Esteroides Anabólicos Androgênicos (EAA), ou anabolizantes, são hormôniossintéticos derivados da testosterona.Eles possuem propriedades que favorecem o aumento da massa muscular edesenvolvem características masculinas.Na medicina são usados para tratar pacientes com distúrbios que provoque queda nosníveis de testosterona ou tratamentos de obesidade, pois o hormônio masculinoprovoca um aumento do metabolismo do organismo, aumentando a “queima” degorduras.Os anabolizantes tem sido usados, com bons resultados, no tratamento de pessoascom AIDS, pois o hormônio reforça o sistema imunológico. Testosterona
  41. 41. Significa odor natural ou artificial agradável. Deriva da palavra “fumo”, pois osmétodo utilizado para perfumar ambientes consistia em queimar materiais emdefumadores. Isso era feito para invocar deuses, curar doenças ou, simplesmente,para seduzir.Os perfumes são soluções de essências dissolvidas em um ou mais solventes,geralmente água e álcool.As principais fontes de perfumes são as plantas, mas também podem ser utilizadosessências de origem animal.Felizmente as essências sintéticas estão substituindo, gradativamente, as essênciasnaturais, evitando o sacrifício e extinção de espécies vegetais e animais.
  42. 42. São a base para vários outros tipos de cremes de tratamento de beleza, tendo comoprincipal função proteger a pele contra o ressecamento e manter a sua adequadaelasticidade.O ingrediente básico é a lanolina, que é uma mistura de ácidos graxos (gorduras) e seusésteres, que tem aspecto de massa branca amarelada e consistência pastosa.É sintetizada pelas glândulas foliculares da pele e tem propriedades hidrofílicas, ou seja,apresenta grupos funcionais que interagem fortemente com moléculas de água, o quelhe confere um eficiente poder hidratante e amaciante.Atualmente as indústrias, no intuito de ampliar o mercado de consumidores e criarnovidades, adicionam vitaminas, substâncias fitoterápicas e outros componentes, paracriar diferentes cremes de tratamento de beleza que, além de promover a hidratação,possam combater o envelhecimento e amenizar efeitos desagradáveis à pele.
  43. 43. Colesterol
  44. 44. O suor, aquele líquido desagradável e incômodo que muitas vezes pode nos deixardesconfortáveis e não muito cheirosos, tem importantes funções para o metabolismohumano, como conduzir água para a superfície da pele a fim de manter a temperaturacorporal e a manter sua hidratação.A composição química do suor é, basicamente, 99% de água e, em ordem deconcentração do maior para o menor, íons cloreto, sódio, potássio, ureia, amoníaco, ácidolático e proteínas.A transpiração corporal é proveniente do trabalho de 2 a 5 milhões de glândulassudoríparas espalhadas por quase todo o corpo.O suor humano é uma solução quase inodora (não tem cheiro), porém as associações commicro-organismos existentes normalmente na pele, que interagem com os componentesdo suor, é que causam odor desagradável e algumas doenças da pele, como a acne.O odor de uma pessoa não está associado com a quantidade de suor que ela produz, mascom a quantidade de bactérias existentes em sua pele.
  45. 45. Os cosméticos antissudorais apresentam-se no mercado como desodorantes, que sãocompostos por substâncias capazes de favorecer as atividades microbianas, e osantitranspirantes, que agem diminuindo a produção de suor pelas glândulas sudoríparas, ea adstringência e outras funções que impeçam o metabolismo dos micro-organismos.Quimicamente pode-se destacar algumas substâncias que fazem parte da composição dosdesodorantes como sulfato de zinco, cloreto de zinco, sulfofenato de zinco, sulfofenato dealumínio, cloridróxido de alumínio, bicarbonato de sódio, triclosan, brometo decetiltrimetilamônio, éster trietílico do ácido cítrico.
  46. 46. Os dentifrícios possuem a função de remoção da placa bacteriana e garantem a limpeza epolimento dos dentes.Existem três tipos: a anticárie, que contém flúor; a antitártaro, que contém substânciasque reduzem a formação de tártaro; e as antiplacas, que contém substânciasantimicrobianas.A composição dos cremes dentais inclui algumas substâncias que permitem atuarconforme a necessidade, como o bicarbonato de sódio, substância alcalinizante capaz deneutralizar os ácidos produzidos pela placa bacteriana durante a metabolização do açúcar.Os tipos de flúor e sua concentração variam de acordo com o tipo de abrasivo que a pastacontém. A ação clareadora da pasta de dente é muito discutida e pode ser contraindicada.
  47. 47. O xampu, palavra que em sua origem significa amassar ou massagear os cabelos, nasceu naIndonésia. Os ingleses levaram a novidade para seus país e a palavra sofreu influências de lá.Aqui, usa-se a grafia própria, que é xampu, apesar do mundo comercial preferir a de origeminglesa.Os xampus são detergentes, ou seja, substâncias capazes de desengordurar. Possuem emsua formulação os surfactantes ou tensoativos, substâncias que apresentam de fato a açãodetergente, limpando sujeiras associadas a óleos e graxas.Quando o cabelo está sujo, ele contém óleo proveniente do próprio corpo, insolúvel emágua, associado às sujeiras provenientes de poeiras existentes no ambiente. O xampu,associado à água da lavagem, possibilita a dispersão da sujeira e gordura do cabelo em água.O cabelo é constituído, basicamente, de uma proteína chamada queratina. Em cada fioexistem milhares de cadeias de queratinas entrelaçadas em forma de espiral, gerando placasque se sobrepõem, resultando em um longo e fino “cordão” proteico. Essas proteínasinteragem fortemente entre si, por várias maneiras, o que resulta na forma característica decada cabelo: liso, enrolado, ondulado...
  48. 48. Existe na formulação dos xampus basicamente dois tipos de substâncias: o tensoativoaniônico (um tipo de detergente) e a alcanolamida (ou amida). O primeiro retira gordura esujeira mas resseca o cabelo e promove uma ação eletrostática nos fios, deixando-osrebeldes, por causa da repulsão entre as moléculas do tensoativo aniônico (negativos) quepermanecem no cabelo mesmo depois do enxágue. A alcanolamida repõe um pouquinho daoleosidade retirada pelo detergente, para diminuir o ressecamento.Portanto, xampu para cabelos oleosos contém pouca alcanolamida e mais tensoativo; e osxampus para cabelos secos possuem uma quantidade maior de alcanolamida e menor detensoativo. Dietanolamida de ácido graxo
  49. 49. Além dos xampus usados para o banho,você utiliza condicionadores. Eles sãofeitos a partir de surfactantes catiônicos eem sua composição existem tambémoutros produtos para repor a oleosidaderetirada pelo xampu.
  50. 50. Quando os cabelos são lavados pelos xampus, os surfactantesaniônicos se associam à queratina dos fios de cabelo, que ficamcarregados eletricamente, e as escamas de queratina queformam os fios de cabelo ficam levantadas, com aspecto maisquebradiço e sujeito a agressões.Os condicionadores tem a unção de eliminar a eletricidade docabelo porque interagindo fracamente com polímeros eproteínas neutras, são capazes de agregar e arrastar moléculasde xampu que ainda estão no cabelo.Assim as escamas do cabelo se fecham, o pH do cabelo ficaequilibrado e os cabelos ganham maleabilidade.

×