História da Arte - Arte egipcia

30,411 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
10 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
30,411
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
802
Comments
1
Likes
10
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

História da Arte - Arte egipcia

  1. 1. A ARTE EGÍPCIA Uma das principais civilizações da antiguidade. Religião é a base da arte. Grande importância na vida após a morte. Anúbis, deus dos rituais
  2. 2. ARQUITETURA Características: • solidez e durabilidade; • sentimento de eternidade; • aspecto misterioso e impenetrável. Construção mais famosa: pirâmides de Gizé. Preservaria o corpo sagrado da decomposição. Acreditavam que o corpo tinha que ser preservado afim de que a alma pudesse continuar vivendo no além.
  3. 3. QUÉOPSMIQUERINOS QUÉFREN
  4. 4. PRESERVAÇÃO DAS IMAGENS  As construções arquitetônicas não eram suficientes; a imagem do rei também deveria ser preservada através da escultura, para garantir a vida eterna.  Inicialmente, os ritos eram reservados aos monarcas; com o passar do tempo, nobres da casa real passaram a ter túmulos menores.  Simplicidade: o objetivo principal do artista era destacar os aspectos essenciais. Cabeça, c. 2551-2528 a.C. Encontrado no túmulo em Gizé; calcario, altura 27,8cm; Kunsthistorisches Museum, Viena.
  5. 5. ESFINGE Esfinge: Tipos de Túmulos: representa corpo • Pirâmide - túmulo real, de leão (força) e cabeça humana destinado ao faraó; (sabedoria). • Mastaba - túmulo para a Eram colocadas nobreza; na alameda de • Hipogeu - túmulo entrada do destinado à gente do povo. templo para afastar os maus espíritos.
  6. 6. PINTURA Características: • ausência de três dimensões; • ignorância da profundidade; • colorido a tinta lisa, sem claro-escuro e sem indicação do relevo; • Lei da Frontalidade que determinava que o tronco da pessoa fosse representado sempre de frente, enquanto sua cabeça, suas pernas e seus pés eram vistos de perfil. Retrato de Hesire, numa porta de madeira em seu túmulo, c.2778- 2723 a.C. madeira, altura115cm; Museu Egípcio, Cairo
  7. 7. PINTURA O que mais importava não era a beleza, mas sim a plenitude. A tarefa do artista era preservar tudo com a maior clareza e permanência possível. O artista limitava-se a aprender as técnicas já existentes, mantendo a tradição das pinturas. Hierarquia da pintura: eram representadas maiores as pessoas com maior importância no reino, ou seja, nesta ordem de grandeza: o rei, a mulher do rei, o sacerdote, os soldados e o povo. As figuras femininas eram pintadas em ocre, enquanto que as masculinas pintadas de vermelho.O jardim de Nebamun, c.1400 a.C
  8. 8. Mural do túmulo de khnumhotep, c.1900 a.C. Encontrado em Beni Hassan
  9. 9. AMENÓFIS IV – O HERÉTICO Rompimento com antigos costumes religiosos. Existência de apenas um deus, Aton, de quem era devoto e fez representar pela forma do disco do sol enviando seus raios, cada um dotado de uma mão. Não existia a dignidade dos faraós anteriores. Representou-se com sua esposa Nefertiti, acariciando seus filhos sob as bênçãos dos sol. Intitulou-se Akhnaton, referente ao seu deus.
  10. 10. Akhnaton e Nefertiti com seus filhos,c.1345 a.C. Relevo em altar de pedracalcária, 32,5 x 39 cm; Museu Egípcio,Staatliche Museem, Berlin.
  11. 11. TUTANKHAMON – O SUCESSOR O túmulo de Tutankhamon foi descoberto repleto de ouro em 1922. Algumas de suas obras ainda tem o estilo moderno da religião Aton. No decorrer de seu reinado, as velhas crenças foram restauradas. Novos temas foram introduzidos, novas tarefas executadas mas nada de essencialmente novo foi acrescentado à realização artística. Tutankhamon e esposa c.1330 a.C. Detalhe de talha dourada e pintada proveniente do trono encontrado em seu túmulo. Museu Egípcio, Cairo.
  12. 12. FONTES http://www.flickr.com/photos/designhistoriada arte http://www.historiadaarte.com.br :História da arte.E.H. Gombrich. LTC: Rio de Janeiro,1995.

×