Regulamentação do transporte ferroviário

2,368 views
2,171 views

Published on

Apresentação ministrada por Sérgio Mendes, gerente da GEAFA (Controle de Ativos Ferroviários Arrendado) da ANTT, sobre a regulamentação do transporte ferroviário.

Foi mostrado o protótipo do novo sistema de fiscalização de bens (GIGFER).

Published in: Technology, Business, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,368
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
17
Actions
Shares
0
Downloads
46
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Regulamentação do transporte ferroviário

  1. 1. REGULAMENTAÇÃO DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO NOVAS SUBCONCESSÕES E EXPANSÃO DO SISTEMA FERROVIÁRIO 30 setembro 2009
  2. 2. EVOLUÇÃO DO INVESTIMENTO TOTAL INVESTIMENTO ANUAL A PREÇO CORRENTE 1996 - 2008 4.500.000 4.196.885 4.000.000 3.500.000 3.192.005 em milhares de Reais 3.000.000 2.691.746 2.458.785 2.500.000 1.889.630 2.000.000 1.500.000 1.071.971 1.000.000 810.415 671.514 625.695 353.045 308.713 477.583 500.000 12.866 0 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008
  3. 3. EVOLUÇÃO DO ÍNDICE DE ACIDENTES ÍNDICE DE ACIDENTES - Período 1996 - 2008 100,0 90,0 82,1 77,7 80,0 Acidentes por milhão de trens.km 75,0 70,0 68,7 60,4 60,0 50,0 43,6 48,8 40,0 32,0 31,8 35,7 30,0 23,0 20,0 14,0 10,0 14,0 0,0 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008
  4. 4. EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO DE TRANSPORTE HISTÓRICO DA PRODUÇÃO DE TRANSPORTE DAS CONCESSIONÁRIAS FERROVIÁRIAS - Em milhões de tku 350.000 266.957 257.117 300.000 237.652 221.633 205.711 250.000 182.644 170.178 162.235 154.945 140.032 133.252 138.352 142.697 200.000 135.954 128.437 124.186 116.101 150.000 100.000 50.000 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008
  5. 5. EVOLUÇÃO DA CARGA TRANSPORTADA
  6. 6. EVOLUÇÃO DA CARGA TRANSPORTADA 31.497 Mercadorias transportadas 2008 (mil tu) 10.306 13.571 Minério de ferro 13.595 Soja e Farelo de Soja 20.546 Indústria Siderúrgica 20.695 Produção Agrícola Carvão/coque Combustíveis, Derivados do Petróleo e Álcool Outros 316.310
  7. 7. EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO DE TRANSPORTE 35,00 Densidade (milhão tku/km) 33,23 30,00 25,00 ALL VALE MRS TNL 20,00 15,00 17,15 12,28 10,00 10,08 5,00 1,14 0,12 2,82 0,22 0,00 1997 2008
  8. 8. DISTÂNCIA (KM) 1997 A 2008 800 Distância média de transporte (km) 700 600 500 400 300 200 Grupo ALL VALE MRS TNL S.A. 100 -
  9. 9. PRODUTO MÉDIO 1997 A 2008 90,00 Produto médio (R$/mil TKU) 80,00 70,00 ALL VALE MRS TNL 60,00 50,00 40,00 30,00 20,00 10,00 0,00
  10. 10. CONCESSÕES FERROVIÁRIAS Malha Existente Extensão da Malha 28.831 km Bitola Larga 5.430 km Bitola Estreita 23.924 km
  11. 11. CONCESSÕES FERROVIÁRIAS Malha Explorada Malha Explorada 10.930 km Bitola Larga 5.430 km Bitola Estreita 5.500 km ITAQUI VITÓRIA RIO/SEPETIBA SANTOS PARANAGUÁ/S. F. DO SUL RIO GRANDE
  12. 12. CONCESSÕES FERROVIÁRIAS Projetos em Andamento Em andamento 5.680 km Açailândia a Palmas – 720 km Palmas a Estrela D’Oeste – 1.480 km Oeste Leste BA – 1.490 ITAQUI Transnordestina – 1.728 km PECÉM Alto Araguaia a Rondonópolis – 262 km SUAPE ILHÉUS VITÓRIA RIO/SEPETIBA SANTOS PARANAGUÁ/S. F. DO SUL RIO GRANDE
  13. 13. CONCESSÕES FERROVIÁRIAS Projetos em Estudo Em estudos 3.687 km Vilhena - RO a Uruaçú - GO – 1.227 km Sta Fé do Sul - SP a Porto Murtinho - MS - 750 km Eliseu Martins - PI a Estreito - MA – 460 km Cascavel PR a Maracajú MS – 500 km ITAQUI Ferrovia do Oeste Catarinense SC – 500 km Litorânea SC – 250 km PECÉM SUAPE ILHÉUS CHILE – ARGENTINA - PARAGUAI VITÓRIA RIO/SEPETIBA SANTOS PARANAGUÁ/S. F. DO SUL ITAJAÍ RIO GRANDE
  14. 14. CONCESSÕES FERROVIÁRIAS Projetos em Avaliação Em avaliação 6.522 km Vilhena RO a Cruzeiro do Sul AC – 1.580 km Uruaçú GO a Norte Fluminense RJ – 1.282 km BELÉM Panorama SP a Rio Grande RS – 1590 km SANTARÉM ITAQUI Guarapuava PR a Eng. Bley PR – 220 km Rondonópolis MT a Santarém PA – 1.850 km PECÉM PERU PORTO VELHO SUAPE ILHÉUS CHILE – ARGENTINA - PARAGUAI VITÓRIA NORTE RJ/SUL ES RIO/SEPETIBA SANTOS PARANAGUÁ/S. F. DO SUL ITAJAÍ RIO GRANDE
  15. 15. NOVO MARCO REGULATÓRIO OBJETIVOS Criar ambiente competitivo nas ferrovias Promover a exploração adequada da infraestrutura ferroviária AÇÕES PROGRAMADAS Repactuação dos Contratos RFFSA Regulamentação do Direito de Passagem Regulamentação do Direito do Usuário Estabelecimento de Metas Qualificadas de Transporte Modernização e Ampliação de Capacidade da Malha Existente Desenvolvimento de Novo Modelo para Malha da VALEC

×