Digestao

2,957 views
2,716 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,957
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Digestao

  1. 1. O que é digestão? <ul><li>Autótrofos </li></ul><ul><li>Heterótrofos </li></ul>Tipos de digestão
  2. 2. A digestão nos grupos animais <ul><li>SERES COM DIGESTÃO INTRACELULAR </li></ul><ul><li>Parazoários - Poríferos </li></ul><ul><li>- coanócitos. </li></ul><ul><li>SERES COM DIGESTÃO INTRA E EXTRACELULAR </li></ul><ul><li>Enterozoários incompletos – </li></ul><ul><li>- Celenterados: Cavidade gastrovascular; </li></ul><ul><li>Platelmintos: </li></ul><ul><li>Exceção: Classe Cestoidea </li></ul>
  3. 3. Enterozoários completos: nematelmintos, os anelídeos, os moluscos, os artrópodes, os equinodermos e os cordados. Nematelmintos : primeiro grupo na escala evolutiva; Anelídeos : presença de moela; Artrópodes : insetos- moela crustáceos: estruturas trituradoras, Exceção: Extracorpórea - Acontece fora do corpo do animal. aranhas Moluscos : Rádula Exceção: Pelecípodes; Equinodermos : Lanterna-de-aristóteles – (ouriço-do-mar) • SERES COM DIGESTÃO EXTRACELULAR
  4. 4. <ul><li>Cordados : </li></ul><ul><li>Aves: </li></ul><ul><li>1- Bicos córneos; </li></ul><ul><li>2- Papo; </li></ul><ul><li>3- Estômago- proventrículo e moela; </li></ul><ul><li>4- Intestino Grosso ausente ou rudimentar; </li></ul><ul><li>5- Cloaca – presente também em: peixes cartilaginosos; anfíbios; reptéis. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Cordados : </li></ul><ul><li>Herbívoros: Relação inter-específica: mutualismo </li></ul><ul><li>• Monogástricos: no intestino (apêndice cecal). </li></ul><ul><li>Ex: Cavalos, jumentos, zebras, coelhos etc. </li></ul>• Herbívoros ruminantes: estômago é dividido em quatro compartimentos: rúmen ou pança, barrete, folhoso e coagulador. Ex: Bovinos, cabras, ovelhas, girafas, camelos e veados.
  6. 6. Em resumo, o caminho seguido pelo alimento é:boca -> rúmen -> barrete (retículo) -> boca -> omaso (folhoso) -> abomaso (coagulador) -> intestino.
  7. 7. DIGESTÃO HUMANA * BOCA; Glândulas anexas : *ESÔFAGO; *gl. Salivares; *ESTÔMAGO; *fígado; * INTESTINO DELGADO; *pâncreas. *INTESTINO GROSSO; *ÂNUS.
  8. 8. <ul><ul><ul><ul><li>Forma de absorção dos nutrientes: </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>água, sais minerais, vitaminas, açúcares, proteínas, gorduras e ácidos nucléicos </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>O papel metabólico dos nutrientes: </li></ul></ul></ul></ul><ul><li>Plásticos (“Constroem”): proteínas; </li></ul><ul><li>- Energéticos (combustível): carboidratos e lipídeos; </li></ul><ul><li>- Reguladores (Regulam funções orgânicas): vitaminas; </li></ul>
  9. 10. DIGESTÃO /ABSORÇÃO BOCA * digestão mecânica (mastigação) = dentes + língua + mandíbula * digestão química = (insalivação) Glândulas salivares: Parótidas; Submaxilares e Sublinguais. saliva (H2O + muco+ sais (tiocianato de potássio) + enzimas) ptialina ( amilase) pH 7,0 ( neutro) ESÔFAGO *movimentos peristálticos
  10. 11. ESTÔMAGO *digestão mecânica = movimentos peristálticos do estômago; *digestão química = suco gástrico (muco + HCl +enzimas) pH 2,0 a 3,0 ( ácido) protease gástrica (pepsinogênio pepsina) = oligopeptideos lipase (fraca) <ul><li>HCL : Antisséptico; </li></ul><ul><li>Atua nas válvulas cárdia e pilórica; </li></ul><ul><li>Estimula a secreção do suco pancreático. </li></ul>
  11. 12. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Divide-se em três segmentos: duodeno , jejuno e íleo. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Na passagem os alimentos entram em contato com três secreções digestivas: bile (substância emulsificante) – H. Colecistoquinina; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>suco pancreático (bicarbonato + H2O + enzimas): </li></ul><ul><li>tripsina, amilase pancreática (amilopsina),lipases, nucleases </li></ul><ul><li>Hormônios: secretina; </li></ul><ul><li>suco entérico ( H2O + enzimas) – H. secretina </li></ul><ul><li>peptidases, maltases, lactases, sacarases </li></ul>INTESTINO DELGADO Intestino Grosso: absorção de H2O e S.M. Ceco, Apêndice e Cólons – ascendente, transverso, descendente e sigmóide;  - Reto;   - Ânus.
  12. 13. Controle: SN e Hormonal ESTÍMULO, LOCAL E MODO DE AÇÃO GASTRINA- liberado pela parede do estômago alimento libera o suco gástrico; Secretina- liberado pelo duodeno , quimo, estimula o pâncreas a liberar o suco pancreático no duodeno; Colecistoquinina- liberado pelo duodeno , em resposta à presença de lipídios do quimo no duodeno, estimula a vesícula biliar a liberar a bile; Enterogastrona- liberado pelo duodeno , em resposta à presença de porções de quimo, no estômago inibe a passagem de mais alimento.
  13. 14. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Exercícios de Aplicação </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>01. PUC-SP </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Na digestão humana, uma série de enzimas atua quebrando os alimentos em moléculas menores que são absorvidas pelo nosso organismo. O quadro apresentado mostra a relação entre algumas enzimas, seus locais de produção e os substratos sobre os quais atuam. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>Enzima Local de produção Substrato </li></ul><ul><li> I Estômago Proteínas </li></ul><ul><li>Amilase II Amido </li></ul><ul><li>Tripsina Pâncreas III </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Para completar corretamente o quadro, I, II e III devem ser substituídos, respectivamente, por: </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>a) maltase, intestino e proteínas. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>b) pepsina, glândula salivar e aminoácidos. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>c) peptidase, intestino e aminoácidos. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>d) pepsina, glândula salivar e proteínas. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>e) peptidase, intestino e proteínas. </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  14. 15. <ul><ul><ul><ul><ul><li>02. Mackenzie-SP </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Nos gráficos abaixo, os locais I, II e III são, respectivamente, boca, estômago e intestino. Assinale aquele que representa a variação do pH do bolo alimentar ao longo do tubo digestório humano. </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  15. 16. <ul><ul><ul><ul><ul><li>03. Cesgranrio-RJ </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>O esquema abaixo representa interações hormonais que auxiliam na liberação de secreções no sistema digestório humano. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Assinale a única opção que não está de acordo com o processo digestório do homem. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>a) A colecistocinina desencadeia o esvaziamento da vesícula biliar no duodeno. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>b) A secretina produzida no intestino atua no pâncreas estimulando a liberação de bicarbonato de sódio. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>c) A gastrina propicia o aumento das secreções gástricas com seu conteúdo proteolítico. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>d) A vesícula biliar libera suas enzimas lipolíticas estimulada pela colecistocinina. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>e) O pâncreas, estimulado pela secretina, possibilita a alcalinização do intestino delgado. </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  16. 17. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Escreva nos parênteses a letra (V) se a afirmativa for verdadeira ou (F) se for falsa. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Tendo a figura abaixo como elemento ilustrador, analise as proposições apresentadas com relação à digestão nos ruminantes. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>( ) Os ruminantes, entre os quais citamos bois e cabras, durante várias horas do dia apenas cortam os vegetais e os engolem sem mastigação. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>( ) Na primeira câmara estomacal (rúmen), que funciona como armazenadora, ocorre intensa fermentação, proporcionada por abundante flora bacteriana. </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  17. 18. <ul><ul><ul><ul><ul><li>( ) Pouco a pouco, o alimento passa para a segunda câmara (retículo) onde é compactado em massas mais ou menos esféricas e, por inversão voluntária do peristaltismo do esôfago, essas massas voltam à boca e só então são demoradamente mastigadas. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>( ) Numa segunda deglutição, passa diretamente para a terceira câmara (omaso ou coagulador), onde atua o suco gástrico digerindo os alimentos e parte das bactérias simbiônticas que digerem celulose, passando o alimento para a quarta e última câmara – o abomaso. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>( ) É no abomaso (folhoso) que termina a digestão e onde ocorre intensa ação mecânica e continua a fermentação. </li></ul></ul></ul></ul></ul>

×