A biodiversidade da fauna e da flora.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A biodiversidade da fauna e da flora.

on

  • 5,395 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,395
Views on SlideShare
5,395
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
12
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A biodiversidade da fauna e da flora. A biodiversidade da fauna e da flora. Presentation Transcript

    • Extinção da fauna e flora
      Planeta Sustentável
    • Componentes:
      Andressa Rocha
      Clarissa Coelho
      Gabriela Calixto
    • Desenvolvimento Sustentável
      O que é desenvolvimento sustentável?
      O que é preciso fazer para alcançar o desenvolvimento sustentável?
      O desenvolvimento sustentável sugere, de fato, qualidade em vez de quantidade, com a redução do uso de matérias-primas e produtos e o aumento da reutilização e da reciclagem.
    • Desmatamento x Reflorestamento
      O desmatamento, também chamado de desmatamento, nas florestas brasileiras começou no instante da chegada dos portugueses ao nosso país, no ano de 1500. Interessados no lucro com a venda do pau-brasil na Europa, os portugueses iniciaram a exploração da Mata Atlântica. As caravelas portuguesas partiam do litoral brasileiro carregadas de toras de pau-brasil para serem vendidas no mercado europeu. Enquanto a madeira era utilizada para a confecção de móveis e instrumentos musicais, a seiva avermelhada do pau-brasil era usada para tingir tecidos.
    • Queimadas e incêndios 
    • As ações contra o desmatamento 
      O reflorestamento é um ato de consciência ambiental que deve ser realizado com muita cautela, pois os resultados das intervenções, muitas vezes, podem ser contraproducentes.
      Se refere à atividade de replantar florestas (ou seja, que já existiram, mas) que foram suprimidas por algum motivo. Embora, erroneamente, o termo seja usado (às vezes) para designar também o plantio em qualquer área.
    • A destruição das matas traz três consequênciasgraves, como:
      1. Aridez do solo, pelo transporte do húmus (matéria orgânica) 
      2. Secas 
      3. Enchentes
    • O reflorestamento é um ato de consciência ambiental que deve ser realizado com muita cautela, pois os resultados das intervenções, muitas vezes, podem ser contraproducentes.
      Se refere à atividade de replantar florestas (ou seja, que já existiram, mas) que foram suprimidas por algum motivo. Embora, erroneamente, o termo seja usado (às vezes) para designar também o plantio em qualquer área.
    • Existem duas maneiras de se recuperar áreas desmatadas no passado, sejam áreas de preservação permanente, reservas legais ou outras áreas.
      Regeneração espontânea
      Reflorestamento com espécies nativas
    • Cadeia alimentar
      Cadeia alimentar é uma série de sucessivas transferências pela qual passa a matéria desde os produtores até os decompositores, tendo como intermediários os consumidores.
      Os seres vivos que compõem um ecossistema são denominados de biotas e se organizam em três categorias: produtores, consumidores e decompositores.
    • Os produtores são representados pelos seres autótrofos como os vegetais e as algas do fitoplâncton. Corresponde ao primeiro nível trófico.
      Os consumidores são os organismos heterótrofos. Os herbívoros, sendo os primeiros a consumir a matéria orgânica elaborada pelos produtores, são chamados de consumidores primários; seguidos dos consumidores secundários (nutrem-se de herbívoros), terciários, etc., formando o segundo, terceiro nível trófico.
      Os decompositores (bactérias e fungos) decompõem as proteínas e outros compostos orgânicos em uréia, amônia, nitratos, nitritos, nitrogênio livre, etc., devolvendo a matéria inorgânica ao meio abiótico.
    • Conceitos básicos :
      Espécie;
      População;
      Comunidade;
      Ecossistema;
      Biosfera;
      Habitat;
      Nicho ecológico;
      Teia alimentar;
      Pirâmide ecológica
    • Animais em extinção
      Não é apenas o Brasil, mas sim o mundo está perdendo inúmeras espécies de animais devido à ação do homem, sendo que são poucas as pessoas conscientizadas em ajudar a manter a fauna e flora brasileira, evitando assim a extinção e até mesmo o desparecimento de diversas espécies. A extinção e o desaparecimento de diferentes espécies de animas são quando a situação é irreversível, isto é, quando o último animal de uma determinada espécie morre, e é isso que vem acontecendo com inúmeras espécies na atualidade, pois os animais estão sofrendo com a evolução humana, e com isso o desequilíbrio no ecossistema e no habitat são grandes.
    • as principais espécies em extinção no Brasil:
      Onça-pintada: É encontrada no Pantanal, e desapareceu da região por causa da caça ilegal e indiscriminada, já que sua pele tem grande cotações em dólares no mercado internacional.
    • Ararinha-azul: Esta ave é super cobiçada no mercado internacional devida a sua plumagem, sendo que de acordo com estimativas, a ararinha-azul já se encontra extinta.
    • Mico-leão-dourado: Devida a redução da Mata Atlântica, o mico-leão-dourado perdeu os eu habitat natural, no qual existem atualmente pouquíssimos animais desta espécie habitando reservas.
    • Biopirataria
      A biopirataria é ato da retirada ilegal de material genético, espécies de seres vivos e exploração da sabedoria popular de uma nação para a exploração comercial em outra, sem pagamento de patente. Essa atividade se caracteriza principalmente pelo envio ilegal de animais e plantas para o exterior. 
    • Biopirataria na Amazônia
      O termo biopirataria não se refere apenas ao contrabando de diversas espécies naturais da flora e da fauna, mas principalmente, à apropriação e monopolização dos conhecimentos das populações tradicionais no âmbito do uso dos recursos naturais. Estas populações estão perdendo o controle sobre esses recursos.
      A biopirataria prejudica a Amazônia. Causa risco de extinção a inúmeras espécies da fauna e da flora, com o contrabando das mesmas, retirando-as de seu habitat natural.
    • Tráfico de Animais
    • Dos animais silvestres comercializados no Brasil, estima-se que 30% sejam exportados. O principal fluxo de comércio ilegal nacional dirige-se da região Norte para a região Sudeste, precisamente o eixo Rio - São Paulo.
      Grande parte da fauna silvestre é contrabandeada diretamente para países vizinhos, através das fronteiras fluviais e secas. Destes países fronteiriços seguem para países do primeiro mundo.
      Em todo negócio clandestino, é difícil estabelecer cifras precisas, mas sabe-se que o tráfico internacional de animais silvestres só perde, em faturamento, para o de drogas e de armas.
    • Como evitar a biopirataria ?
    • Adaptação De Animais Devido à Processos Físicos e Químicos
      Uma adaptação é qualquer característica ou comportamento natural evoluído que torna algum organismo capacitado a sobreviver em seu respectivo habitat. Podem ser anatômicas, fisiológicas ou comportamentais.
      As "adaptações" que um indivíduo sofre durante seu período de vida, como por exemplo, o desenvolvimento de maior capacidade pulmonar em pessoas que se mudam para regiões montanhosas onde há menos oxigênio não são transmitidas à descendência e chamam-se mais propriamente aclimatações.
    • Exemplos de adaptações:- Os Peixes e as Baleias são animais adaptados ao meio aquático;- A hibernação é uma adaptação ao frio do inverno;- Diferenças na dentição e no restante do sistema digestório de carnívoros e herbívoros são adaptações a esses hábitos alimentares
      Os fatores abióticos são componentes não vivos que influenciam a vida dos seres vivos presentes no ecossistema. Através dos fatores abióticos os seres vivos fazem adaptações para seu desenvolvimento. Esses fatores variam de valor de local para local, o que determina uma grande variedade de ambientes.
    • Exemplos de fatores abióticos:
      Temperatura
      Água
      Luz
      Pressão
      Salinidade
    • Conclui-se que devemos refletir sobre as consequências que causaremos ao alterar um ambiente auto-suficiente, pois quando chegarmos a um ponto crítico, será impossível de revertermos o ambiente altamente degradado em um semelhante ao natural.
    • Fim.