Filo platyhelminthes e Nematoda

14,971 views
14,382 views

Published on

Platelmintos e nematódeos, assim como as verminoses relacionadas.

0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
14,971
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
403
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Filo platyhelminthes e Nematoda

  1. 1. Filo Platyhelminthes (Platelmintos)
  2. 2. (platy = chato; helminto = verme). Animais com o corpo achatado dorsoventralmente ((((platy = chato; helminto = verme) Ex: planárias
  3. 3. Características gerais:• Vida livre e parasitas;• Triploblásticos: ectoderma/endoderma/mesoderma• Acelomados;• Simetria bilateral.
  4. 4. Fisiologia:• Sist. digestório: incompleto (apenas boca) digestão extra e intracelular
  5. 5. Fisiologia:• Sist. nervoso: ganglionar ventral• Sist. Excretor: protonefrídiosOs processosde circulação erespiração sãorealizados pordifusão.
  6. 6. Reprodução: Assexuada Sexuada
  7. 7. Classificação:• Classe Turbelaria (turbelários) – Todos de vida livre – planárias – Hermafroditas (monóicas)
  8. 8. • Classe Trematoda – Espécies endoparasitas (Fasciola hepatica) (Schistosoma mansoni) (Hermafroditas) (Dióicos – dimorfismo sexual)
  9. 9. Esquistossomose (Barriga d’água)• Agente etiológico: Schistosoma mansoni
  10. 10. Ciclo de vida: Heteroxênico Caramujo HomemHospedeiro intermediário Hospedeiro definitivo Planorbídeos (Biomphalaria sp.)
  11. 11. • Miracídio (larva ciliada) infecta o caramujo• Cercária infecta o homem
  12. 12. • Profilaxia: – Evitar as chamadas “lagoas de coceiras”, presença de cercárias; – Saneamento básico; – Erradicação do caramujo hospedeiro.
  13. 13. • Classe Cestoda – Endoparasitas – tênias (solitárias) – Ausência de tubo digestivo – Hermafroditas (monóicas) Taenia solium Taenia saginata
  14. 14. Morfologia: Taenia solium: 2 a 3m de comprimento Taenia saginata: 4 a 12m de comprimento
  15. 15. Teníase• Agente etiológico: Taenia sp. T. solium suínos (hosp. Intermediário) T. saginata bovinos (hosp. Intermediário)• Transmissão: ingestão de cisticercos (larvas das tênias).
  16. 16. Cisticercose• Agente etiológico: Taenia solium• Transmissão: ingestão de ovos da T. solium homem – hosp. Intermediário• Sintomas: cérebro – convulsões, desmaios olhos – cegueira
  17. 17. Cisticercose cisticercose
  18. 18. • Profilaxia: – Tratamento dos doentes – Saneamento básico – Teníase – cozinhar bem a carne antes de ingerí-la – Cisticercose – lavar bem os alimentos e ferver a água antes de ingerí-los
  19. 19. Filo Nematoda(Nematódeos)
  20. 20. • Corpo alongado, cilíndrico e fino, com as extremidades afiladas Ascaris lumbricoides (lombriga)
  21. 21. Características gerais:• Vida livre ou parasitas;• Triploblásticos;• Pseudocelomados;• Simetria bilateral.
  22. 22. Fisiologia:• Sist. digestório: completo (boca e anûs)• Sist. nervoso: centralizado• Sist. excretor: dois canais excretores (tubo em H)• Respiração e circulação – difusão
  23. 23. Reprodução:• Maioria são dióicos (sexos separados)• Dimorfismo sexual• Reprodução sexuada• Fecundação interna• Desenvolvimento indireto
  24. 24. Ascaridíase• Agente etiológico: Ascaris lumbricoides (lombriga)
  25. 25. • Sintomas: – Cólicas intestinais – Náusea – Manchas brancas na pele – Bronquite – Pneumonia
  26. 26. • Profilaxia: – Tratamento dos doentes – Saneamento básico – Higiene pessoas – Lavar bem os alimentos antes de ingerí-los – Ferver a água antes de beber
  27. 27. Ancilostomose (amarelão)• Agente etiológico: Necator americanus Ancylostoma duodenale
  28. 28. • Sintomas: – Cólicas intestinais – Náusea – Anemia – Diarréia com sangue• Transmissão: penetração ativa das larvas do parasito, presentes no solo, no corpo humano através da pele.
  29. 29. Ciclo de Vida:
  30. 30. • Profilaxia: – Tratamento dos doentes – Saneamento básico – Uso de calçados
  31. 31. Filariose (elefantíase)• Agente etiológico: Wuchereria bancrofti (filária)
  32. 32. • Agente transmissor: fêmeas do mosquito Culex sp.Transmissão ocorre pela picada das fêmeas do Culex sp.
  33. 33. • Sintomas: inchaço dos membros causado pela obstrução dos vasos linfáticos.
  34. 34. • Profilaxia: – Tratamento dos doentes – Combate ao vetor – Uso de repelentes – Cortinados nas camas
  35. 35. Bicho-geográfico• Agente etiológico: Ancylostoma braziliense
  36. 36. • Sintomas: forte irritação na pele, com coceira intensa• Transmissão: penetração ativa das larvas pela pele
  37. 37. • Profilaxia: – Evitar contato da pele com solo ou areia contaminado por larvas do parasito – Evitar levar cães e gatos para praias ou tanques de areia, pois eles são hospedeiros do parasito.
  38. 38. Oxiurose• Agente etiológico: Oxyurus vermicularis e Enterobius vermicularis E. vermicularis
  39. 39. • Sintomas: – Naúsea – Vômitos – Dores abdominais – Intenso prurido anal – Mais comum em crianças
  40. 40. • Trasmissão: – ingestão de ovos, que pode ser direta, da região anal para a boca, ou indireta, pela ingestão de alimentos contaminados.• Profilaxia: – Tratar os doentes – Higiene pessoal – Lavar bem os alimentos antes de ingerí-los – É recomendável à pessoa contaminada lavar a região anal ao levantar-se e trocar a roupa íntima e os lençóis diariamente.
  41. 41. Questões - ENEM1) A contaminação dos mananciais de água doce por esgoto doméstico é uma das grandes preocupações da saúde pública. A transmissão de doenças pode ocorrer pela ingestão de água contaminada ou através de vetores que relacionam com a água. São doenças relacionadas com a água: cólera, febre tifóide, leptospirose, giardíase, amebíase, hepatite, febre amarela, esquistossomose, gastroenterites, disenteria bacilar, filariose, malária e ascaridíase.a) A leptospirose é uma doença causada por um nematódeo e transmitida pela água contaminada por urina de rato.
  42. 42. b) A ascaridíase pode ser adquirida pela ingestão de água contaminada por larvas e também penetração ativa pela pele.c) A esquistossomose é causada por um platelminto e tem como hospedeiro intermediário um caracol que vive em lagos e lagoas.d) A filariose é causada por um platelminto e transmitida por um inseto que necessita da água para sua reprodução.e) A giardíase e a amebíase são causadas por nematódeos e transmitidas pela água contaminada por ovos.
  43. 43. 2) Com relação aos parasitas e às doenças que causam, pode-se afirmar que:I – A larva cercária, do Schistosoma mansoni, penetra no homem pela pele, causando-lhe a esquistossomose.II – A teníase é doença causada pela Taenia solium ou Taenia saginata.III – A cisticercose é doença causada pela larva da Taenia solium.IV – A lombriga ou ascaridíase é causada pelo Ascaris lumbricoides.V – A ancilostomose ou amarelão é doença causada pelo Necator americanus ou Ancylostoma duodenale.
  44. 44. VI – A filariose, que pode originar a elefantíase, é causada pela Wuchereria bancrofti.Estão corretas:a) Todasb) Apenas I, II, III, IV e Vc) Apenas I, II, IV, V e VId) Apenas II, III, IV e VIe) Apenas I, III, V e VI
  45. 45. 3) A adequada interpretação evolutiva para a afirmativa: “Bactérias capazes de resistir à ação dos antibióticos aumentam tanto em número que suas populações acabam por substituir as sensíveis às drogas.”Encontra-se em :a) Devido à seleção natural, os indivíduos se tornam resistentes às diferentes drogas, sobrevivem e deixam descendentes.b) A transmissão dos caracteres adquiridos diminui a resistência de alguns indivíduos, que acabam morrendo.c) A ação mutagênica dos antibióticos induz mutações que tornam os indivíduos resistentes à própria droga.d) Graças à variabilidade genética, decorrente de mutações no DNA, os indivíduos mais resistentes são selecionados.
  46. 46. e) A taxa de mutação nos indivíduos sensíveis ao antibiótico é superior à taxa de mutação dos indivíduos resistentes.
  47. 47. 4) Ao observarmos o vôo de uma ave e o vôo de um inseto, podemos deduzir que as asas de cada um funcionam e são utilizadas para um mesmo objetivo. Entretanto. A origem embriológica das asas das aves e insetos é diferente. Essas características constituem exemplo de:a) Seleção naturalb) Convergência evolutivac) Seleção artificiald) Estruturas homólogase) Irradiação adaptativa
  48. 48. 5) Ao formular sua teoria para explicar a evolução dos organismos, o inglês Charles Darwin baseou-se em fatos, tais como:I – Em uma espécies, os indivíduos não são exatamente iguais, havendo diferenças que tornam alguns mais atraentes, mais fortes etc.II – Populações crescem mais depressa do que a quantidade de alimentos necessárias para supri-las.III – Caracteres adquiridos são passados aos descendentes.IV – Uso demasiado de uma estrutura leva à hipertrofia da mesma.V – mutações são muito freqüentes.
  49. 49. São afirmativas corretas:a) I, III e Vb) I, II, III e Vc) II, IV e Vd) II, III e IVe) I, II e V
  50. 50. 6) Uma determinada moléstia que pode causar lesões nas mucosas, pele e cartilagens é transmitida por um artrópode e causada por um protozoário flagelado. Os nomes da doença, do artrópode transmissor e do agente causador são, respectivamente:a) Leishmaniose, mosquito Anopheles e Leishmania calazarb) Úlcera de Bauru, mosquito Culex e Plasmodium vivaxc) Doença-do-sono, mosca tsé-tsé e Trypanosoma cruzid) Doença de Chagas, barbeiro e Trypanosoma cruzie) Úlcera de Bauru, mosquito flebótomo e Leishmania braziliensis
  51. 51. 7) Os vírus são responsáveis por várias doenças em animais, sendo muitas vezes transmitidos entre espécies relacionadas, refletindo o grau de parentesco entre elas. São doenças virais, exceto:a) Raivab) Hepatite Bc) Coqueluched) Febre amarelae) Sarampo

×