Your SlideShare is downloading. ×
Administração de Empresas – Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira                        1 - O Jeitinho brasileiro de ser ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

ADM - Jeitinho brasileiro nas organizações

612

Published on

ADM - Jeitinho brasileiro nas organizações

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
612
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "ADM - Jeitinho brasileiro nas organizações"

  1. 1. Administração de Empresas – Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira 1 - O Jeitinho brasileiro de ser e sua influência no dia-a-dia das organizações Por ANA MARIA DE ALMEIDA MOURA O jeitinho brasileiro está presente no cotidiano das pessoas como uma forma de obter umrápido favor para si, às escondidas, e sem chamar a atenção; por isso, o jeitinho pode ser tambémdefinido como "molejo", "jogo de cintura", habilidade de se "dar bem" em uma situação "apertada”,onde a versatilidade é o ponto ideal para encontrar os resultados desejados em curto prazo,principalmente porque quando se fala em jeitinho, a primeira coisa que vem à mente é algo como:suborno, esperteza, ambição. Mas, nem todo jeitinho é negativo, podendo ser também visto de uma perspectiva positiva.Por outro lado, o jeitinho coloca o sujeito que o pratica em situação de troca, por se sentirobrigado a retribuir o favor recebido, para que não seja chamado de “ingrato” ou ser reconhecidocomo aquele sujeito que “cuspiu no prato que comeu”. Se, por um lado, a prática do jeitinho, encontra-se inserida no cotidiano das pessoas, omesmo se dá nas organizações burocráticas, o que não é nenhuma surpresa, principalmente pelaformalidade existente nessas organizações, que por ser extremamente racional e impessoal, levao individuo a lançar mão do “jeito”, permitindo a suspensão temporária da lei e das regrasestabelecidas para atingir os seus objetivos. Para se pedir um jeitinho, são utilizados vocábulos“carinhosos”, pois agindo de maneira contrária é provável que não consiga sucesso. Mas, essa não é a única maneira de definir o jeitinho brasileiro, pois nem todo jeitinho énegativo, já que, o mesmo pode ser visto tanto de uma perspectiva negativa ou positiva. O ladonegativo do jeitinho está presente naquela situação em que o sujeito tenta conseguir a solução dealgum problema através da transgressão de uma norma, ou simplesmente transgredindo osprincípios morais para defender seus interesses. O que caracteriza a passagem do negativo para o positivo é tipo de relação existente entreas pessoas envolvidas. Essas relações existentes entre jeito e favor podem ser consideradasnormais já que pedir um favor não transgride regras preestabelecidas, enquanto que o "jeito"transmite a idéia de infração, o que conseqüentemente, é preciso dar um jeito para não haverpunição. Assim, justificamos os nossos atos: se pudermos pagar menos impostos a um governo quenão devolve aos seus contribuintes os benefícios a que faz jus, por quê fazê-los?O jeitinho brasileiro está inserido em outros universos, tais como: familiar, sexual, emocional,financeiro; em outras esferas o jeitinho torna-se difícil por ir de encontro a situações que podemoschamá-las de força maior, e aí, incluiríamos as doenças, os acidentes e a morte.Alguns fatores são considerados quando se desejar praticar o jeitinho: o status, a maneira devestir e o dinheiro; esses fatores não são decisivos, principalmente porque podem ser vistos deforma autoritária e de poder. Citando Roberto da Mata podemos comparar o jeitinho com a malandragem para identificara relação existente entre um e outro. Daí pode constatar que tanto o personagem malandro comoo ritual do jeitinho possui características semelhantes; o malandro é conhecido pelaengenhosidade, sutileza, destreza, carisma, lábia que permitem manipulação de pessoas ouresultados, de forma a obter o melhor destes, e da maneira mais fácil, o que também acontececom quem pratica o jeitinho. Em suma, o “jeitinho” é um modo simpático, desesperado ou humanode relacionar o impessoal com o pessoal estando enraizado na cultura brasileira.

×