Pré-História

7,303 views

Published on

Apresentação sobre a origem e evolução humanas, Revolução Neolítica. Paleolítico e Neolítico.

Published in: Education, Travel, Technology
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
7,303
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
412
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pré-História

  1. 1. F.M.Serrão
  2. 2. • História – Estudo das Sociedades Humanas num determinado espaço e tempo. • Arqueologia - Ciência auxiliar da História que estuda a Pré-História através de vestígios deixados pelo homem. Conceitos de História e de Arqueologia F.M.Serrão
  3. 3. F.M.Serrão Origem do Homem
  4. 4. F.M.Serrão
  5. 5. F.M.Serrão
  6. 6. F.M.Serrão
  7. 7. F.M.Serrão
  8. 8. F.M.Serrão
  9. 9. F.M.Serrão
  10. 10. As Primeiras Conquistas do Homem • Os + antigos vestígios humanos têm c. de 6 a 4 milhões de anos. • Origem do Homem: evolução dos primatas, (segundo a teoria da evolução de Charles Darwin). O elo será o hominídeo (da África Oriental) 1º hominídeo é o Australopiteco, a partir de agora, o ardipithecus ramidus. F.M.Serrão
  11. 11. significa 'raiz dos macacos terrestres' • “Este velho esqueleto inverte o senso comum da evolução humana”, disse o antropólogo C. Owen Lovejoy, da Universidade Estadual de Kent. Em vez de sugerir que os seres humanos evoluíram de uma criatura similar ao chimpanzé, a nova descoberta fornece evidências de que os chimpanzés e os humanos evoluíram de um ancestral comum, há muito tempo. Cada espécie, porém, tomou caminhos distintos na linha evolutiva. Ardipithecus ramidus (Ardi) - 4,4 milhões de anos F.M.Serrão
  12. 12. • Aquisição da verticalidade/bipedia. • Libertação da mão/polegar oponível. • Fabrico de instrumentos (homo habilis). • Domínio do fogo (homo erectus). • Aumento da massa cerebral e do crânio, inteligência (homo sapiens). Fases/conquistas da hominização F.M.Serrão
  13. 13. • Evolução dos materiais utilizados: – Pedra, madeira, osso, dentes, chifres. (Australopiteco) – Seixos quebrados. (Homo habilis) – Bifaces. (Homo erectus) – Raspadores, furadores, agulhas, lâminas, arpões, anzóis, setas, arco e flecha. (Homo Sapiens) Fabrico de instrumentos F.M.Serrão
  14. 14. • Descoberta ocasional? Pensa-se que terá sido dominado quando da observação da produção de faíscas durante o fabrico de instrumentos de pedra – H. erectus). • Alterações que provocou na vida do homem: – Aquecimento – Valorização da vida em grupo (fogueira) – Assar alimentos – Iluminação das cavernas – Defesa contra animais ferozes – Endurecimento de madeiras (armas) Domínio do Fogo F.M.Serrão
  15. 15. F.M.Serrão
  16. 16. F.M.Serrão
  17. 17. • Caça de animais de grande porte – Homo sapiens • Ajuda a desenvolver a técnica. • Aumenta a capacidade de organização social. Os Grandes Caçadores Economia de caça – vida nómada, recolecção de produtos da natureza (economia recolectora). Caça em grupo (paleolítico superior). Caça de grandes herbívoros (mamutes e bisontes). Uso de ossos e peles para o vestuário e abrigos. Desenvolvimento da linguagem articulada e da inteligência. F.M.Serrão
  18. 18. • O crescimento populacional leva ao alargamento das áreas habitadas (havia melhor alimentação, novos instrumentos, fogo). Alargamento das áreas habitadas Deslocação do homem para a Europa Ásia América Oceânia (no final do Paleolítico) Organização Social – Surge devido à necessidade de cooperação entre os elementos da comunidade. Divisão de Tarefas por: sexo, idade, capacidade. F.M.Serrão
  19. 19. • Crenças religiosas – Enterramento dos mortos – Sacrifícios humanos – Danças rituais – Uso de máscaras (feiticeiros) • Ritos mágicos – executados como tentativa de dominar as forças sobrenaturais. Ritos do Paleolítico F.M.Serrão
  20. 20. • Surge associada aos ritos mágicos (pinturas com valor mágico, caçadas). • As primeiras formas de arte surgiram no Paleolítico Superior. • As principais manifestações reportam ao 35º a 9º milénio. Arte Paleolítica Formas de arte do Paleolítico Arte rupestre ou parietal (pintura e gravura). Temas: animais, figuras abstractas. Arte móvel – esculturas. Temas: estatuetas femininas (Vénus), cabeças de animais em arpões e azagaias; ossos, marfim e pedra esculpidos. F.M.Serrão
  21. 21. • Região Franco-Cantábrica • Lascaux • Niaux • Altamira • Levante Espanhol • Vale do Côa – as gravuras + importantes da Europa Centros de Arte Rupestre F.M.Serrão
  22. 22. Descoberta em 1963 permitiu, pela primeira vez em Portugal, a identificação de vestígios de arte rupestre paleolítica. A mais antiga ocupação humana data de há cerca de 50.000 anos ( Paleolítico Médio). Do Paleolítico Superior é especialmente a presença de algumas pinturas e numerosas gravuras. Embora apresentando diversos temas, estas representações são sobretudo de equídeos e bovinos. No Neolítico, esta gruta foi usada como necrópole funerária. Grutas do Escoural F.M.Serrão
  23. 23. • Sobe a temperatura média e recuam os gelos para os pólos. • Alguns animais extinguem-se, outros acompanham os gelos. • Surgem novas espécies (ex. gramíneas). • O Homem observa o ciclo das plantas. Mesolítico – c. 10.000 a.c. Torna-se agricultor Sedentariza-se F.M.Serrão
  24. 24. Neolítico: Sociedades Produtoras - Agricultores e Pastores F.M.Serrão
  25. 25. • Surgem no crescente fértil, nos vales dos grandes rios (Próximo Oriente). • Neolítico – 8º a 4º milénio. O Homem torna-se produtor. • Economia de Produção: Agricultura+Pastorícia. • Zonas agrícolas: – Próximo Oriente – Trigo, cevada – América – Milho, Feijão – Ásia – Arroz Pastorícia - surge no crescente fértil – cão, carneiro e cabra Difunde-se no mundo com a domesticação do porco, camelo, cavalo e aves de capoeira. Primeiros focos de agricultura F.M.Serrão
  26. 26. Médio Oriente F.M.Serrão
  27. 27. Tigre e Eufrates – Mesopotâmia, actual Iraque F.M.Serrão
  28. 28. F.M.Serrão
  29. 29. • Agricultura • Pastorícia • Sedentarização • Pedra Polida • Cerâmica • Tecelagem • Cestaria • Roda (c. 5.500 a.c.) Revolução Neolítica F.M.Serrão
  30. 30. Instrumentos do Neolítico Mó em pedra do Neolítico F.M.Serrão
  31. 31. - A necessidade de esperar as colheitas levou à sedentarização e concentração em pequenos povoados – aldeamentos – junto de locais férteis, com água e pasto. - 1ºs aldeamentos- Próximo Oriente: Çatal hüyuk, Jericó… - As casas eram de madeira ou barro com cobertura em colmo. - Constroem-se por vezes muralhas. Formação de aldeamentos F.M.Serrão
  32. 32. – Surge devido à execução de tarefas diferentes. – Divisão do trabalho por: – Os anciãos dirigem. – Mulheres – trabalham na agricultura e trabalhos domésticos. – Homens – Dedicam-se à caça e pastorícia. Diferenciação Social idade sexo F.M.Serrão
  33. 33. • O crescimento dos povoados leva a uma divisão do trabalho mais complexa: – Produtores – Artesãos – Guerreiros – Sacerdotes – Feiticeiros Os mais influentes que possuíam riqueza, prestígio e poder começam a acumular excedentes. F.M.Serrão
  34. 34. • A agricultura leva ao culto da natureza. Culto à Deusa-mãe- símbolo da fertilidade. CULTOS AGRÁRIOS F.M.Serrão
  35. 35. Antas ou dólmens Megalitismo F.M.Serrão
  36. 36. Menir Alinhamento F.M.Serrão
  37. 37. F.M.Serrão
  38. 38. F.M.Serrão
  39. 39. Menir dos Almendres
  40. 40. Cromeleques (locais de rituais, reuniões…) F.M.Serrão
  41. 41. F.M.Serrão
  42. 42. F.M.Serrão
  43. 43. F.M.Serrão
  44. 44. F.M.Serrão
  45. 45. F.M.Serrão
  46. 46. Na direcção da aldeia de Valverde podemos encontrar esta imponente construção megalítica, com uma câmara subterrânea de 6 metros e túnel subterrâneo de acesso. Estava coberta com uma laje gigantesca que se fracturou e está depositada perto. A mamoa, ou seja, o monte de terra que cobria o monumento tinha 50 metros de diâmetro. Anta do Zambujeiro F.M.Serrão
  47. 47. F.M.Serrão
  48. 48. Este monumento pré-histórico é composto por cerca de 100 megálitos e é considerado um dos mais importantes da Europa. Alguns menires apresentam desenhos – nalguns casos com repetição de formas semelhantes a báculos, noutros com composições aparentemente alusivas ao sol. Cromeleque dos Almendres F.M.Serrão
  49. 49. Cromeleque dos Almendres F.M.Serrão
  50. 50. F.M.Serrão Cromeleque dos Almendres
  51. 51. F.M.Serrão
  52. 52. F.M.Serrão
  53. 53. F.M.Serrão

×