Your SlideShare is downloading. ×
Método científico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Método científico

3,997
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,997
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
74
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O MÉTODO CIENTÍFICO Método : vem da palavra Meta “ao longo de” e Hodós “via/caminho”. É a ordem que se segue na investigação da verdade , no estudo feito por uma ciência, ou para alcançar um fim determinado. Prof. Dr. Francisco Chaves
  • 2.
    • O ato de viajar é precedido de inúmeras antecipações mentais pelas quais nos organizamos, a fim de que o acontecimento tenha o sucesso esperado.
    • Quando fazemos com freqüência a mesma coisa , desenvolvemos artifícios novos e formas que facilitam nosso trabalho.
    • Essas antecipações mentais são formas de racionalização do agir , de modo a melhor adequar os meios e os fins , inibindo o acaso.
    • O Método tem como função enjaular o acaso!
    Por Exemplo – Uma Viagem:
  • 3.
    • A Filosofia
    • Questões do conhecer , além do ser .
    • T emas Privilegiados
    • A crítica da ciência e do conhecimento .
    • Na “virada temática” dá-se outra inversão:
    • Filósofo Antigo : não questiona a realidade do mundo.
    • Descartes (século XVII) : duvida de tudo , e reconhece assim, como indubitável, o ser do pensamento.
    O Método na Idade Moderna
  • 4.
    • É na subjetividade que incidem as variações do novo tema
    • O Filósofo: se volta ao “ sujeito que conhece ” mais do que com o objeto conhecido .
    • Descartes: O Método é o ponto de partida do ato de filosofar.
    • Assim, outros filósofos se dedicam ao problema do método...
    O Método na Idade Moderna
  • 5.
    • Ciências Formais : Matemática e Lógica.
    • Ciências da Natureza : Física, Química, Biologia, Geografia Física, etc.
    • Ciências Humanas : Psicologia, Sociologia, Economia, História, Geografia Humana, Literatura, etc.
    A Classificação das Ciências
  • 6.
    • A Observação:
    • Comum : Fortuita, ao acaso – dirigida por propósitos aleatórios.
    • Científica : Metódica – orientada para a explicação dos fatos.
    • Dificuldade : a observação científica não é a simples observação dos fatos.
    • Quando observamos, já organizamos as informações caoticamente recebidas e priorizamos alguns aspectos.
    • “ Há uma intenção que atinge nosso olhar”
    Etapas do Método Experimental
  • 7.
    • Hipótese : v em de Hypó (debaixo de, ou sob)
    • e Thésis – “proposição”
    • Hipótese : o que está sob a tese – o que está suposto .
    • É a Explicação provisória dos fenômenos observados, que deverá ser ou não confirmada.
    • Função : Reorganizar os fatos de acordo com uma ordem e tentar explicá-los provisoriamente .
    Hipótese
  • 8.
    • A Indução (a queda dos corpos): Galileu supõe que todos os corpos caem ao mesmo tempo , independentemente dos pesos – generalização de casos diferentes e particulares.
    • O Raciocínio (hipotético-dedutivo): quando se verifica as conseqüências que são tiradas dela.
    • A Analogia : são estabelecidas relações de semelhança entre os fenômenos.
    Qual a fonte da hipótese?
  • 9.
    • A Hipótese, para ser científica , deve ser possível de verificação.
    • ... Dados Empíricos Verificáveis. (John F. Nash)
    • O Astrônomo Le Verrier , observou o percurso do Planeta Urano e
    • percebeu uma anomalia que só poderia ser explicada se houvesse
    • a hipótese da existência de outro planeta.
    • Com base nas leis de Newton, Le Verrier calculou, a massa
    • e a distância do suposto planeta, o que permitiu a outro
    • Astrônomo, chamado Gall , descobrir a existência de Netuno .
    Qual a fonte da hipótese?
  • 10.
    • O bservação: estuda os fenômenos tais como se apresentam.
    • E xperimentação: estudo dos fenômenos em condições que foram determinadas.
    • A observação é provocada para o Controle de Hipótese.
    • “ O observador escuta a natureza, o experimentador a interroga e a força a se desvendar ”. (Cuvier – Zoólogo do Século XIX).
    Experimentação
  • 11.
    • E xperimentação: analisa-se as variações dos fenômenos.
    • G eneralização: determina-se relações constantes .
    • Ex.: Sempre que a temperatura de um gás aumentar,mantida a mesma pressão , o seu volume aumentará.
    • (relação constante e necessária entre os fenômenos).
    • Determinismo : princípio da experimentação pelo qual existem relações necessárias (Leis) entre os fenômenos.
    Generalização
  • 12.
    • Generalizações Empíricas (leis particulares):
    • Inferidas da observação de alguns casos particulares
    • “ O calor dilata os corpos”
    • “ A lei dos gases”.
    • As leis teóricas (teorias):
    • “ A teoria gravitacional de Newton ” engloba as leis planetárias de Kepler e a lei da queda dos corpos de Galileu .
    • Newton reúne leis de domínios distintos numa só explicação.
    Generalização
  • 13.
    • A Ciência não é um sistema que avança constantemente em direção a um estado final .
    • “ O esforço pelo conhecimento e a procura da verdade ainda são os motivos mais fortes da descoberta científica”.
    O Conhecimento Científico
  • 14.
    • Adaptado de :
    • Karl R. Popper. A lógica da pesquisa científica. Em Marilena Chaui (org.). Primeira filosofia, (pág. 213-215). 2002.
    Referência Bibliográfica: Prof. Dr. Francisco Chaves