Your SlideShare is downloading. ×
0
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
201305 IT Simplification Caixa Seguros
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

201305 IT Simplification Caixa Seguros

245

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
245
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Teresa RosasIT SIMPLIFICATIONO DESAFIO NA CAIXA SEGUROS
  • 2. A CAIXA SEGUROS14%1.4456%1.2898%1.2685%90719%2.358 7%1.28926% Não Vida31% Vida3.11720052012# colaboradores àdata de fusãoQuota mercado totalAno2002 20003
  • 3. • Maior rapidez na subscrição e emissão• Excelência na gestão de sinistros• Apoio à gestão comercial / Gestão de campanhas• Regularização de reembolsos em prazos muitoreduzidos• Visão integrada de Cliente• Digitalização descentralizada• Enriquecimento dos dados de Marketing (Clientes,Canais de contacto, Perfis)• Homeinsurance• MobilidadeO IT COMO FATOR DE ALAVANCAGEM ESTRATÉGICA CADA VEZMAIS IMPORTANTEFator chave emprocessos de negócioConhecimento doClienteComunicação eintegração com oexteriorCapacidade analíticae preditiva4
  • 4. COM A CONHECIDA TENDÊNCIA CRESCENTE DECOMPLEXIDADE, ESPECIALMENTE NUMA SEGURADORA Multiplicidade tecnológica associada às diversas geraçõesde aplicações Soluções departamentais Visão parcial da operativa Operativas pouco otimizadas Processos de fusão entre empresas Camadas sucessivas de softwareUMA CRISE CONSTANTE OU UM GERADOR DE OPORTUNIDADES ?5
  • 5. NA CAIXA SEGUROS, AGARRAR A OPORTUNIDADE, PASSOUPELO REFORÇO DO NOSSO PAPEL …A área de Sistemas de Informação temcomo objetivo tornar os Sistemas deInformação da Caixa Seguros um fatordiferenciador e potenciar vantagenscompetitivas para o Negócio!6
  • 6. … COM UMA ABORDAGEM METODOLÓGICA ORIENTADA ÀSIMPLIFICAÇÃOAnálise da situação atualnas suas variasdimensões Mapa aplicacional Suporte à operativade negocio Soluçõestecnológicas Estrutura de custosassociadaDefinição do cenárioalvo tendo em conta asdimensões analisadas,numa perspetiva defuturo Evolução tecnológica Objetivosestratégicos negócioCriação de programa comEstruturação de Iniciativas Mapear com prioridadesestratégicasEnquadramento dasIniciativas em fases, deacordo com objetivoestratégico Simplificar Otimizar AgilizarDiagnóstico daSituaçãoConstrução daVisãoDefinição doRoadmap7
  • 7. O DIAGNÓSTICO FORMALIZOU AS VÁRIASDIMENSÕES A DAR SOLUÇÃO• Simplificar a arquitetura, reduzindo aplicações através de consolidação desistemas e migração de carteiras Descontinuar legacy systems Consolidar funcionalidade e substituir miríades de aplicativosdistribuídos redundantes e heranças das empresas originais Consolidar o modelo de integração da arquitetura SOA• Resolver os temas mais críticos eliminar a necessidade de múltiplos logins aumentar suplência em funções semelhantes descontinuidades nos processos de negócio diminuir o número crescente de interfaces para dar resposta ao cliente• Entender e criar resposta às necessidades constantes do negócio9
  • 8. NO “PERFEITO” EQUILÍBRIO DE DOIS PRINCÍPIOS - PRIORIDADESDO NEGÓCIO VS SIMPLIFICAÇÃO DA ARQUITECTURAEstratégia da Organização• Atingir a quota de mercado e oCombined Ratio Líquido definidos‒ Consolidar crescimento no Vida‒ Manter quota de mercado no nãoVida‒ Melhorar a excelência técnica‒ Promover novos canais e potenciaros existentes• Simplificar processos, estruturas esistemas de suporte ao negócioEstratégia de Sistemas• Racionalizar mapa aplicacional• Reduzir complexidade e custos demanutenção• Promover standards de tecnologia• Alavancar a experiência adquirida nasmigrações anteriores para agilizar eracionalizar os processos ainda em curso• Melhorar resposta tecnológica e agilizarsolicitaçõesCriar a visão objetivo e definir o caminho para conciliar os objetivos donegócio com a necessidade de racionalizar a arquitetura existente10
  • 9. PARA CATALIZAR A OPORTUNIDADE IDENTIFICARAM-SETRÊS DRIVERS12Objetivo• Reduzir manutenção• Reduzir custos/esforço dos projetos• Reduzir risco e consequentes falhasEstratégia• Reduzir complexidade da arquitetura• Eliminar sistemas redundantes• Criar soluções transversais de suporteObjetivo• Aumentar flexibilidade nos processos deNegócio• Aumentar a cobertura funcional aos processosde NegócioEstratégia• Especializar por funções em sistemasúnicos• Otimizar a arquitetura das soluçõesObjetivo• Dotar os utilizadores de ferramentas queaumentam a sua autonomia• InovarEstratégia• Dotar o negócio com as melhoressoluções de sistemasPasso 1 – Reduzir ComplexidadePasso 2 – OtimizarPasso 3 – Agilizar
  • 10. E DEFINIRAM-SE INICIATIVAS ESTRUTURANTES NOS VÁRIOSBLOCOS DA ARQUITETURA APLICACIONAL13CRM - Estratégia ComercialBPM – Suporte a Processos de NegócioBI - Informação de GestãoNão VidaEntidadesOutputsCanaisPasso 3 – AgilizarPasso 2 – OtimizarPasso 1 – Reduzir ComplexidadeConsolidação Backend Não VidaConsolidação Backend VidaInformacional ÚnicoPlataforma SinistrosBPM – Plataforma Única eArquivo DocumentalPlataforma de Pagamentos e RecebimentosStandardizar
  • 11. ITSimplificatonA CONCRETIZAÇÃO REQUER ORQUESTRAÇÃO SIMULTÂNEA DEDIMENSÕES ORGANIZACIONAISGestão deProjetos e dePortfólioArquiteturaEmpresarialReformulaçãode ProcessosEvoluçãoTecnológicaArquiteturaITGovernanceGestão daProcuraGestãoOrçamentalComunicaçãoEvolução daOperativa deNegócio15
  • 12. A EVOLUÇÃO DA MATURIDADE DESTAS DIMENSÕES OTIMIZA ORESULTADO ATINGIDO• Evolução do modelo de gestão de procura com ummapeamento claro entre pedidos/projetos e a estratégiade negócio• Desenvolvimento dos nossos Business AnalystsGestão deProjetos ePortfolioGestão daProcuraArquiteturaIT• Criação de Direção de Projetos com adoção deframework de gestão (PMI)• Acompanhamento da evolução do plano Informáticopelo CA• Desenvolvimento do modelo de Enterprise Architecturecom as várias dimensões associadas (criticidade dasolução, importância da funcionalidade, tolerânciatecnológica)16
  • 13. E COMO COMUNICÁMOS? (E CONTINUAMOS ACOMUNICAR)• Com as várias Direções de Negócio, transversalmente naOrganização• Organizando “comunidades” associadas às diversasIniciativas• Com determinação de benefícios económicos, calculadospelo IT e pelo Negócio• Com uma mensagem totalmente suportada na vantagempara a Organização….. Sistemas de Informação da Caixa Seguros umfator diferenciador e potenciar vantagenscompetitivas para o Negócio!17
  • 14. NUNCA PERDER O FOCO! Ganho operacional Redução custos Vantagem competitiva InovaçãoValor para a OrganizaçãoUma forma de estar e não um programa específico18
  • 15. QUESTÕESmaria.teresa.rosas@caixaseguros.pt19

×