34ª. Reunião do Secretariado  Ampliado RIO, CIDADE CANDIDATA Subsecretaria Rio 2016 26 de junho de 2008
<ul><li>Divulgar ao Secretariado informações  sobre a candidatura do Rio de Janeiro  aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos <...
<ul><li>Atenas, 04 de junho. Comparação 2012/2016. </li></ul><ul><li>As outras candidatas. </li></ul><ul><li>Calendário da...
Atenas, 04 de junho Vídeo do anúncio do Rio como Cidade Candidata Conheçam notícias, informações, documentos, fotos e víde...
Rio 2012 x Rio 2016 Os dois gráficos a seguir demonstram: <ul><li>A classificação das cidades aspirantes: Tóquio e Madri, ...
Classificação das Cidades Aspirantes
JO 2012 x JO 2016
As Outras Candidatas  Chicago Novas instalações esportivas no centro da cidade e à beira do lago Michigan. US$ 900 milhões...
As Outras Candidatas  Chicago, EUA Tóquio Seriam usadas algumas instalações dos Jogos de 1964 e o bairro de Akasaka. Uma á...
As Outras Candidatas  Madri Revitalizaria uma área “social e economicamente abandonada” com a construção da Vila   Olímpic...
Calendário da Candidatura Fase II – Candidatura – As cidades selecionadas em junho de 2008 apresentam seus projetos em um ...
Fase II – junho a outubro 08 <ul><li>As cidades selecionadas na primeira fase passaram a ser Cidades Candidatas. </li></ul...
  outubro 08 a fevereiro 09 <ul><li>31 de outubro de 2008:  pronta e aprovada a versão básica, é feita a versão do dossiê ...
  fevereiro a outubro 09 <ul><li>Após 13 de fevereiro: os dossiês são examinados pela Comissão de Avaliação. Até essa data...
<ul><li>Prontificação do dossiê: entrega dos subsídios ao COI . </li></ul><ul><ul><li>Partes importantes de responsabilida...
Legado Urbano <ul><li>Criado por decreto do Prefeito, o Comitê Especial de Legado Urbano, sob a liderança da SMU, IPP e Su...
Master Plan 2016
Transportes
Transportes <ul><li>BRT Zona Sul  e  Linha C  (~ R$ 3,5 milhões):  convênio Governo Federal com Prefeitura até 30/Jun/08 p...
  Meio Ambiente <ul><li>Programas governamentais em andamento e que serão acelerados com os JO: </li></ul><ul><ul><li>Recu...
Centro Olímpico - Autódromo Área atual Cidades dos Esportes
  Matriz   de Responsabilidades  <ul><li>Em fase de conclusão, a Matriz de Responsabilidades será encaminhada para validaç...
  Matriz,   Garantias, Ato Olímpico  Atenas, 4 de junho de 2008, sessão do COI
  MR – Garantias Orçamentárias (PPA)
Atuação integrada Subsec2016 Instalações Transporte Legado  Urbano Garantias Acomodações Gerência de Projetos Alfândega e ...
Atuação integrada Criação da Entidade Independente <ul><li>Seguindo as regras do COI e de acordo com o disposto no questio...
Atuação integrada Características da Entidade <ul><li>Associação Civil sem fins lucrativos com propósito específico e dura...
Visita da Comissão de Avaliação <ul><li>A Comissão de Avaliação do COI, composta de 5 membros e mais consultores especiais...
<ul><li>O Programa de Observadores é patrocinado pelo COI, para os CONs das Cidades Candidatas. Ocorrerá durante os Jogos ...
Vídeo Vídeo do anúncio de Londres como sede de 2012.
MEDALHA DE OURO NOS  JOGOS PAN-AMERICANOS DE 2007, O RIO PROSSEGUE  RUMO  AOS  JOGOS OLIMPICOS DE 2016
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Jogos Olímpicos 2016 Rio de Janeiro

1,902

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,902
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Jogos Olímpicos 2016 Rio de Janeiro

    1. 1. 34ª. Reunião do Secretariado Ampliado RIO, CIDADE CANDIDATA Subsecretaria Rio 2016 26 de junho de 2008
    2. 2. <ul><li>Divulgar ao Secretariado informações sobre a candidatura do Rio de Janeiro aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos </li></ul><ul><li>de 2016. </li></ul>Propósito Propósito
    3. 3. <ul><li>Atenas, 04 de junho. Comparação 2012/2016. </li></ul><ul><li>As outras candidatas. </li></ul><ul><li>Calendário da candidatura. Ações em andamento. </li></ul><ul><li>Legado Urbano / Transportes / Meio Ambiente / Centro Olímpico de Treinamento. </li></ul><ul><li>Ato Olímpico, Garantias e Matriz de Responsabilidades. </li></ul><ul><li>Atuação integrada: COB, PCRJ, União e Estado. </li></ul><ul><li>Visita da Comissão de Avaliação. Programa de Observadores. </li></ul>Roteiro Roteiro
    4. 4. Atenas, 04 de junho Vídeo do anúncio do Rio como Cidade Candidata Conheçam notícias, informações, documentos, fotos e vídeos da campanha olímpica do Rio em http://www.rio.rj.gov.br/rio2016 Vídeo da mensagem do Prefeito Cesar Maia
    5. 5. Rio 2012 x Rio 2016 Os dois gráficos a seguir demonstram: <ul><li>A classificação das cidades aspirantes: Tóquio e Madri, praticamente empatados em primeiro, seguindo-se Chicago, Doha e Rio. Doha não foi indicada por ter proposto a realização dos Jogos em outubro de 2016, o que não atende aos interesses das redes de TV internacionais. </li></ul><ul><li>A evolução da candidatura de 2016 em relação à de 2012: </li></ul><ul><li>Grande avanço em apoio governamental, aspectos legais e opinião pública , instalações esportivas e em experiência de eventos anteriores . </li></ul><ul><li>Avanço em visão geral do projeto , finanças , instalações e infra-estrutura , e segurança . </li></ul><ul><li>Avanço discreto em conceito de transporte e acomodações . </li></ul><ul><li>Estabilidade em condições e impacto ambiental . </li></ul><ul><li>Discreto recuo em Vila Olímpica . </li></ul>
    6. 6. Classificação das Cidades Aspirantes
    7. 7. JO 2012 x JO 2016
    8. 8. As Outras Candidatas Chicago Novas instalações esportivas no centro da cidade e à beira do lago Michigan. US$ 900 milhões para instalações temporárias e permanentes. Vila Olímpica seria transformada em residências. Estádio Olímpico passaria a anfiteatro de 5 mil lugares para a comunidade. Hotéis suficientes para os Jogos, localizados no centro da cidade e à beira do lago. Projeto da Vila Olímpica
    9. 9. As Outras Candidatas Chicago, EUA Tóquio Seriam usadas algumas instalações dos Jogos de 1964 e o bairro de Akasaka. Uma área degradada junto à Baía de Tóquio seria recuperada para instalar o Parque Olímpico. 31 instalações esportivas planejadas: 21 existentes e 10 a construir, incluindo 5 temporárias. Raia de remo de US$ 300 milhões na região da Baía de Tóquio. Novo Estádio Olímpico de 100.000 lugares, em frente ao mar. Todas as instalações a 8 km da Vila. O centro dos Jogos está a cerca 10 km da principal área de Tóquio. Baía de Tóquio
    10. 10. As Outras Candidatas Madri Revitalizaria uma área “social e economicamente abandonada” com a construção da Vila Olímpica, a se converter em área habitacional subsidiada. Instalações esportivas na área do Rio Manzanares, como parte de um grande projeto de tornar o rio um espaço de recreação. US$ 8.7 bilhões para construção e ampliação da ampliação da infra-estrutura. Projetos de infra-estrutura de US$ 1,4 bilhões financiados basicamente pelo setor privado. Projeto do Parque Aquático
    11. 11. Calendário da Candidatura Fase II – Candidatura – As cidades selecionadas em junho de 2008 apresentam seus projetos em um Dossier de Candidatura. Técnicos do COB, da PCRJ, Estado, União e consultores, estão trabalhando para cumprir esta etapa. Fase I Fase II     
    12. 12. Fase II – junho a outubro 08 <ul><li>As cidades selecionadas na primeira fase passaram a ser Cidades Candidatas. </li></ul><ul><li>As logomarcas são refeitas para incluir os anéis olímpicos. </li></ul><ul><li>Até 2 de julho:pagamento da taxa de US$ 500 mil ao COI. A PCRJ pagou em 23 de junho. </li></ul><ul><li>Começa a campanha nacional e internacional, segundo o Código de Ética do COI. </li></ul><ul><li>As cidades integram o Programa de Observadores dos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim. </li></ul><ul><li>31 de outubro de 2008: Pronta a versão básica do dossiê de candidatura, documento que discrimina todo o projeto olímpico e que pode, inclusive, conter alterações em relação às respostas do questionário. </li></ul>Palácio da Cidade, 23 de junho, pagamento da taxa de candidatura
    13. 13. outubro 08 a fevereiro 09 <ul><li>31 de outubro de 2008: pronta e aprovada a versão básica, é feita a versão do dossiê para inglês e francês e a produção gráfica. </li></ul><ul><li>Até 12 de fevereiro de 2009: o COI recebe 100 exemplares do dossiê e mais as garantias, estas em originais e cópia. Esses exemplares se destinam aos membros da Comissão de Avaliação do COI, a órgãos internos do Comitê e ao Museu Olímpico. </li></ul><ul><li>O COB envia exemplares do dossiê diretamente a todos os 115 membros efetivos do COI, aos membros honorários, às Federações Internacionais, a cada uma das cinco associações continentais de Comitês Olímpicos e ao Comitê Paraolímpico. </li></ul>
    14. 14. fevereiro a outubro 09 <ul><li>Após 13 de fevereiro: os dossiês são examinados pela Comissão de Avaliação. Até essa data não serão de conhecimento público. A partir de 13/02 as Cidades Candidatas podem divulgar informações sobre seus dossiês. O COI não divulga os dossiês. </li></ul><ul><li>Entre março e maio: a Comissão de Avaliação do COI, visitará as cidades, conforme agenda a ser divulgada. A Comissão inspecionará os locais propostos e manterá encontros com todas as partes envolvidas, COB e Governos. Poderá solicitar informações complementares, verbais ou por escrito e fazer visitas não agendadas. Ao fim das visitas a Comissão emite relatório. </li></ul><ul><li>Até 2 de setembro: O COI distribui o relatório a todos os seus membros, federações internacionais, associações de CONs, Comitê Paraolímpico e imprensa. </li></ul><ul><li>2 DE OUTUBRO DE 2009, COPENHAGUE, NA 121ª ASSEMBLÉIA GERAL DO COI: </li></ul><ul><li>ELEIÇÃO DA CIDADE SEDE DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARA-OLÍMPICOS DE 2016. </li></ul>
    15. 15. <ul><li>Prontificação do dossiê: entrega dos subsídios ao COI . </li></ul><ul><ul><li>Partes importantes de responsabilidade da PCRJ: </li></ul></ul><ul><li>Legado Urbano </li></ul><ul><li>Transportes </li></ul><ul><li>Meio Ambiente </li></ul><ul><li>Centro Olímpico de Treinamento </li></ul><ul><li>Programa de Observadores </li></ul><ul><li>Atuação Integrada dos Governos: Matriz de Responsabilidades </li></ul><ul><li>Visita da Comissão de Avaliação do COI </li></ul>Ações em andamento
    16. 16. Legado Urbano <ul><li>Criado por decreto do Prefeito, o Comitê Especial de Legado Urbano, sob a liderança da SMU, IPP e SubSec Rio 2016, visa consolidar as ações e medidas da PCRJ com vistas ao desenvolvimento das áreas da cidade que receberão instalações dos Jogos de 2016. Representa uma estratégia de planejamento integrado que orientará os projetos a serem implementados. </li></ul><ul><li>A base para criação do Plano de Desenvolvimento Urbano e Ambiental Rio 2016 é a política urbana estabelecida pelo Plano Diretor da Cidade do Rio de Janeiro, atualmente em revisão. </li></ul><ul><li>O Plano é básico para: </li></ul><ul><ul><li>inclusão no orçamento de 2009 dos projetos prioritários; </li></ul></ul><ul><ul><li>inserção de projetos de transportes no PAC da Mobilidade, ora em definição no Ministério das Cidades; </li></ul></ul><ul><ul><li>Inserção de projetos no PAC Olímpico, ora em elaboração. O PAC Olímpico incluirá os projetos previstos no dossiê de candidatura; </li></ul></ul><ul><ul><li>a elaboração do capítulo referente a Legado dos Jogos no dossiê. </li></ul></ul>
    17. 17. Master Plan 2016
    18. 18. Transportes
    19. 19. Transportes <ul><li>BRT Zona Sul e Linha C (~ R$ 3,5 milhões): convênio Governo Federal com Prefeitura até 30/Jun/08 para contratação dos Projetos Básicos até 30/Jul/08; </li></ul><ul><li>Licitação T5: prazo para aprovação do Projeto de Lei 1494/2007 “Reestruturação Urbanística” – Comissão Finanças e Orçamento; Data limite para publicação do Edital T5: 15/Out/08. </li></ul><ul><li>Criação da Agência de Transporte (Gov. do Estado) </li></ul>
    20. 20. Meio Ambiente <ul><li>Programas governamentais em andamento e que serão acelerados com os JO: </li></ul><ul><ul><li>Recuperação da Baía de Guanabara </li></ul></ul><ul><ul><li>Manejo de resíduos sólidos </li></ul></ul><ul><ul><li>Programa Favela-Bairro </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistema Lagunar de Jacarepaguá </li></ul></ul><ul><ul><li>Carbono zero </li></ul></ul><ul><li>O Rio é a sede da Agenda 21 e a cidade prossegue com sua própria Agenda 21. O Brasil é signatário dos Protocolos de Kioto e de Montreal. </li></ul><ul><li>O programa de meio-ambiente para os JO estabelecerá entre outras medidas: </li></ul><ul><ul><li>Todas as construções atenderão aos requisitos de preservação ambiental </li></ul></ul><ul><ul><li>O transporte preverá medidas de baixa emissão de carbono veicular </li></ul></ul><ul><ul><li>Preservação, recuperação e ampliação de áreas verdes </li></ul></ul><ul><ul><li>Programa de coleta seletiva e manejo de lixo </li></ul></ul>
    21. 21. Centro Olímpico - Autódromo Área atual Cidades dos Esportes
    22. 22. Matriz de Responsabilidades <ul><li>Em fase de conclusão, a Matriz de Responsabilidades será encaminhada para validação e implementação pelos três níveis de Governos. A MR incluirá: </li></ul><ul><li>O Ato Olímpico </li></ul><ul><li>Garantias orçamentárias </li></ul><ul><li>PPA exclusivos para o projeto olímpico </li></ul>Em reunião no Palácio Guanabara, em 23 de junho, o Presidente da República enfatizou a necessidade de estabelecer um protocolo entre os três níveis de governo para definição das competências no apoio e custeio ao projeto olímpico do Rio: a Matriz de Responsabilidades. Atenas, 4 de junho de 2008, sessão do COI
    23. 23. Matriz, Garantias, Ato Olímpico Atenas, 4 de junho de 2008, sessão do COI
    24. 24. MR – Garantias Orçamentárias (PPA)
    25. 25. Atuação integrada Subsec2016 Instalações Transporte Legado Urbano Garantias Acomodações Gerência de Projetos Alfândega e Imigração Segurança Serviços Médicos Tecnologia Meio Ambiente Comitês Especiais
    26. 26. Atuação integrada Criação da Entidade Independente <ul><li>Seguindo as regras do COI e de acordo com o disposto no questionário de Candidatura Rio 2016, é necessário criar uma entidade independente, de propósito específico, para condução do processo de Candidatura do Rio de Janeiro </li></ul>
    27. 27. Atuação integrada Características da Entidade <ul><li>Associação Civil sem fins lucrativos com propósito específico e duração determinada. </li></ul><ul><li>Propósito: Conduzir o esforço da Cidade do Rio de Janeiro em sua candidatura a sede dos Jogos Olímpicos 2016, cumprindo com o disposto na Carta Olímpica, nas regras de conduta do COI para o processo de Candidatura e no estatuto do COB. </li></ul><ul><li>Prazo: a entidade se extingue após a publicação dos resultados e prestação de contas das suas atividades. </li></ul><ul><li>Associados: </li></ul><ul><ul><li>Comitê Olímpico Brasileiro </li></ul></ul><ul><ul><li>Confederações Brasileiras Dirigentes dos Esportes Olímpicos, que constam no programa dos Jogos Olímpicos de 2012. </li></ul></ul>
    28. 28. Visita da Comissão de Avaliação <ul><li>A Comissão de Avaliação do COI, composta de 5 membros e mais consultores especiais, visitará as cidades, conforme agenda a ser divulgada, entre os meses de março e maio de 2009. </li></ul><ul><li>A Comissão inspecionará os locais propostos no dossiê; manterá encontros com todas as partes envolvidas, COB e Governos; analisará percursos e trajetos indicados no dossiê. </li></ul><ul><li>Poderá solicitar informações complementares, verbais ou por escrito e fazer visitas não agendadas. </li></ul><ul><li>Toda a PCRJ deverá estar pronta, treinada e envolvida no apoio à visita e no atendimento ao solicitado pela Comissão. </li></ul><ul><li>Ao fim das visitas a Comissão emitirá relatório que servirá como subsídio aos eleitores do COI. </li></ul>
    29. 29. <ul><li>O Programa de Observadores é patrocinado pelo COI, para os CONs das Cidades Candidatas. Ocorrerá durante os Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto, com reunião de avaliação em novembro, em Londres. </li></ul><ul><li>Cabe ao Comitê Olímpico Brasileiro organizar o grupo do Rio e operar a Casa Brasil, a funcionar em Pequim durante os JO. </li></ul><ul><li>Ainda não foi definida a participação da PCRJ no Programa de Observadores. </li></ul>Programa de Observadores 2008 Estádio Olímpico Vila Olímpica
    30. 30. Vídeo Vídeo do anúncio de Londres como sede de 2012.
    31. 31. MEDALHA DE OURO NOS JOGOS PAN-AMERICANOS DE 2007, O RIO PROSSEGUE RUMO AOS JOGOS OLIMPICOS DE 2016
    1. Gostou de algum slide específico?

      Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

    ×