04372a
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

04372a

on

  • 866 views

 

Statistics

Views

Total Views
866
Views on SlideShare
865
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 1

http://w3.comvir.org:6 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

04372a 04372a Document Transcript

  • Nº142 Ano14 Abril/2009 – JORNAL DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO PRODERJ – ASCPDERJ – http://ascpderj.sites.uol.com.br FOTOS: VANOR CORREIA Revisão do PCCS avança 1º de Maio As negociações e o debate sobre a revisão do Plano de Cargos está indo num ritmo maior. Isso Uma data histórica para só está sendo possível por causa do crescimento os trabalhadores. Pág 3 da participação dos trabalhadores nos espaços de Terceirzações discussões que estão acontecendo, onde as diversas categorias da Autarquia vem fazendo seu papel. Por Denúncias revelam outro lado, nas assembléias e manifestações dos irmãos que dominam servidores é crescente o número de participantes, licitações no Rio de fazendo mais pressão na direção do Proderj e Janeiro. Pág 7 ajudando no momento das negociações de nossa pauta de reivindicaões. Pág 4 e 5 “Eduardo Mãos de Tesoura” soura” ” Protesto bem humorado ironiza projeto do Prefeito sobre as OSs. o
  • 2 • Abril/2009 • J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J • Abril/2009 • 3 Editorial Especial Luta é o remédio contra a crise 1º de Maio tem que ser de luta! Expediente Data histórica vem sendo resgatada por movimentos e sindicatos classistas E Jornal da ASCPDERJ a crise capitalista segue aumen- As manifestações do último 1º de tando o número de desempre- Maio em várias capitais européias Associação dos Servidores gados em todas as par tes do foram de protestos acirrados contra do Centro de Processamento mundo. Com isso, cresce também as policiais. Isso demonstra que os de Dados do Estado do Rio de Janeiro revoltas e as lutas dos trabalhadores trabalhadores não estão dispostos para enfrentar os planos das classes a conviver com a política de desem- ENTIDADE DE UTILIDADE dominantes de aproveitar-se dessa prego que vem sendo adotada pela PÚBLICA ESTADUAL situação para aumentar sua explora- maioria das empresas. R. São Francisco Xavier, 524/2º ção sobre os trabalhadores. O setor de tecnologia sofre com a and. Maracanã – CEP 20.550-013 Apesar dos governos terem injeta- recessão. O resultado é que várias Tel: 2569-5480/2568-0341 do bilhões e bilhões nas contas de indústrias estão penalizando os ascpderj.secretaria@uol.com.br bancos e indústrias, os principais trabalhadores, como no caso da ascpderj.imprensa@uol.com.br prejudicados com a crise continuam gigante estadunidense Sprint Nextel sendo a classe trabalhadora e não que cortou 7 mil postos de trabalho, Edição fechada em: os ricos e poderosos. Esses, aliás, a holandesa Philips com 6 mil cortes 12/05/2009 estão procurando tirar o máximo de e a japonesa NEC Tokin com 9.450 vantagens e ainda sair lucrando. Com cortes. Presidente: essa lógica, fica claro que banqueiros, grandes monopólios Na área de tecnologia da informação (TI), a Microsoft LEILA DOS SANTOS empresariais e industriais, não querem dar sua cota de sa- anunciou que vai reduzir seu quadro para 5 mil nos próximos 1º Vice-presidente: crifício e ajudar a mudar esse quadro. 18 meses, e a IBM planeja a demissão de 2.800 trabalha- JÚLIO CÉSAR FAUSTINO Aliás, é uma ilusão considerar que os grandes capitalistas dores. 1917, operários realizam a primeira greve geral no Brasil 1986, trabalhadores comemoram o centenário do 1º de maio 2º Vice-presidente: vão abrir mão de seus lucros e privilégios em beneficio da Se as demissões marcam o setor privado, no setor público, JOSÉ JOAQUIM P. C. A. NETO O DE humanidade. Na roda da história, nunca fizeram e nunca a política é de manter e aprofundar o arrocho salarial. É o Dia do Trabalhador tem sua ori- lários, e para relembrar a memória dos 1º Secretário: farão, pois não são agentes da história, mas apenas de caso que vem acontecendo em vários estados brasileiros, gem nos episódios ocorridos em acontecimentos de Chicago. ELIZABETH SILVA MARTINS seus próprios interesses. Prova disso, é a vida regada dos aonde os governos vem aplicando uma política de sufocar 1886, quando os trabalhadores No Brasil a data representa im- 2º Secretário: executivos de bancos e monopólios, com suas viagens em ainda mais os servidores públicos. Situação não diferente de Chicago, nos Estados Unidos, por tantes conquistas para a classe ULYSSES DE MELLO FILHO jatinhos, mansões, salários milionários, iates, e outros tantos no governo federal, que já informou a possibilidade de não realizaram manifestação nas ruas da trabalhadora, seja na redução da jor- 1º Tesoureiro: privilégios que saltam aos olhos. cumprir os acordos acertados com os servidores públicos cidade exigindo a redução da jornada nada de trabalho, na conquista pelos MARCOS VILLELA DE CASTRO Por outro lado, em sua rotina diária, os trabalhadores continu- federais. de trabalho para 8 horas diárias. A direitos trabalhistas, como o Carteira 2º Tesoureiro: ANTONIO A. ALMEIDA FILHO am enfrentando uma vida complicada e difícil. E para completar, Como uma instituição pública de tecnologia, o Proderj manifestação fazia parte de uma greve assinada, FGTS, 13º Salários, seguro a cotidiana ameaça de desemprego, um fantasma que assusta deve garantir melhores condições de trabalho e salários a geral e acabou com enfrentamentos desemprego, entre outros direitos. Redação e Edição: e amedronta. Países ricos e potências mundiais, Estados Unidos seu quadro funcional. Da parte dos trabalhadores, é seguir violentos entre policiais e manifestan- Também significou uma data na luta FERNANDO ALVES e Alemanha apresentam, respectivamente, 8,5% e 8,3%, no o exemplo que vem de todas as partes: lutar! Existe uma tes. Nessas manifestações, a polícia contra a ditadura militar, pela Anistia, DENISE MAIA índice de desempregados. Segundo a Organização Internacional pauta na mesa de negociações, que deve ser respeitada pela atirou contra a multidão, matando doze pelas Diretas Já!, e outras lutas que Diagramação do Trabalho (OIT), a tendência é do aumento geral no número direção do Proderj e pelo governo do Rio de Janeiro. trabalhadores e ferindo centenas. O marcaram o Brasil. ESTOPIM COMUNICAÇÃO de desempregados, estimando uma ameaça de eliminação de Por isso, a resposta para a crise e para o oportunismo episódio ficou conhecido como a revolta 2518-7715 É preciso acabar com a alienação 51 milhões de postos de trabalho no mundo inteiro. Somente de banqueiros, empresários e governos, é o de lutar incan- de Haymarket. 1981, tentativa de atentado terrorista no Rio Centro, onde milhares participavam do 1º de maio Ilustração: LATUFF na América Latina, esses números podem atingir a cifra de 2,4 savelmente, é o da necessidade de forte organização dos No dia 20 de junho de 1889, uma Porém, há alguns anos o 1º de Maio Fotolitos & Impressão: milhões de desempregados em 2009. trabalhadores e a firmeza na defesa de seus direitos. reunião da Segunda Internacional, em vem sendo descaracterizado no Brasil. dades e sindicatos classistas, ver- extenuantes de trabalho, as péssimas GRAFNEWS Porém, a crise não é um monstro invencível. Ela é prova O capitalismo está falido, é preciso transformá-lo e instituir Paris, na França, decidiu dedicar o dia Ao invés de combatividade e luta que dadeiramente comprometidas com a condições a que eram submetidos e 3852-7166 cabal da falência do sistema capitalista, que traz consigo um novo sistema, o Socialismo, único capaz de subverter a 1º de Maio como Dia Internacional de sempre marcou o dia, festas, sorteios luta e a história dos trabalhadores, pela conquista de direitos é neces- Na Internet outros males, como a destruição da natureza, as epidemias ordem atual das coisas, e mudar o quadro de exploração, Luta do Trabalhador em homenagens de casas, carros e bens de consumo, combaterem com determinação mais sário. http://ascpderj.sites.uol.com.br/ e, agora, pandemias, as injustiças de toda ordem, milhões corrupção e ameaça aos direitos. Essa tem sido a pauta dos aos heróis tombados em Chicago. patrocinados por empresas em acordo esse ataque. A luta por um movimento sindical que de desempregados e famintos em todos os lugares. trabalhadores em todo o mundo. Desde então, em todas as partes do com Sindicatos e Centrais Sindicais Se hoje existe uma jornada de traba- seja comprometido com a defesa intran- mundo, os trabalhadores cruzaram os patronais. O que contraria a histórica lho obrigatória a ser cumprida pelos sigente dos direitos dos trabalhadores braços nesse dia, obrigando os gover- tradição da data. governos e pelos patrões foi graças está na ordem do dia. Pois como a atual nos e os patrões a aceitarem essa data Esses mega-eventos reunem milhões à luta dos trabalhadores de Chicago crise demonstra, na hora de enfrentar como um feriado. Ou seja, foi a própria de trabalhadores entorpecidos pelas em 1886. os problemas, os patrões só querem força dos trabalhadores que instituiu “vantagens” oferecidas, que além dos Denunciar esses falsos líderes sin- saber de manter seus lucros, seus a data como feriado, ao paralisar as prêmios, reúne ar tistas midiáticos, dicais, que usam a luta dos trabalha- interesses e seus privilégios. E o que é fábricas, o comércio, os serviços, em contratados a peso de ouro com o único dores em benefício próprio e vendem pior, jogam sempre os maus resultados todos os países. objetivo de cegar os trabalhadores e os interesses da classe trabalhadora, de suas administrações incopetentes Mas o 1º de Maio nunca foi uma data aliená-los de sua própria realidade e é dever dos lutadores e lutadoras do em cima dos trabalhadores. de festas, mas sempre de muitas lutas condição de classe. São eventos finan- movimento popular. A história já deixou sua lição de que e de manifestações de protestos e ciados por corporações financeiras e somente com a luta é que os traba- de reivindicações dos trabalhadores empresários, mas que depois retiram o Por um Dia do Trabalhador lhadores podem garantir suas reivindi- em todo os países do mundo. Nessa valor dos prêmios sorteados e o cachê combativo! cações. Por isso, é preciso participar data milhares e até milhões de traba- pago aos artistas famosos do próprio Realizar um 1º de Maio com as tra- ativamente dos sindicatos e entidades lhadores saem às ruas para defender salários dos trabalhadores. dições históricas de todos aqueles classitas, porque somente organizado melhores condições de trabalho e sa- Por isso, é dever de todas as enti- operários que enfrentaram as horas é que o trabalhador tem força.
  • Campanha Salarial 2009 J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J • Abril/2009 Atualização do Plano de Cargos começa a levantar vôo Cargos r FOTOS: VANOR CORREIA O s caminhos das negociações dos trabalhadores com o go- verno são sempre difíceis. É necessário driblar a falta de disposição e de vontade política da parte do governo em resolver os problemas, e ainda ultrapassar todo o esquema burocrático, que no fundo é político, alegado para justificar as medidas que dão sustentação ao longo arrocho salarial vivido pelos servidores públicos no Rio de Janeiro. O fato é que, quando se trata de negociar os interesses que envolvem as classes dominantes (banqueiros, industriais, empresas...), a agilidade é grande. Mas quando é para os trabalhadores é longo e complicado. Na última rodada de negociações entre a representação dos trabalhadores e a direção do Proderj, o presidente da A intensa movimentação dos servidores, em abril, fez a campanha salarial avançar Autarquia, Paulo Coelho, reclamou da avaliação de nossa assembléia, que considerou a demora no atendimento e encaminhamento ao executivo das O jogo das reivindicações apresentadas pelo corpo funcional, como uma “enrolação”. Para gratificações completar, ainda disse que realizar Nesse jogo quem perde é a popu- passeata nos corredores do Proderj não lação do Rio de Janeiro, que vê as tinha o menor sentido. Apesar disso, a A grande presença dos servidores na assembléia dá a tônica e faz a diferença na campanha salarial dificuldades nos serviços públicos reunião conseguiu de- aumentar ainda mais, com a queda bater aquilo que havia das atribuições e a as cobranças, que só podem ocorrer da qualidade e a sobrecarga nas sido definido como liberação do depar- com manifestações nos corredores e costas dos trabalhadores. principal pelos traba- ASCPDERJ entregou tamento Jurídico do a unificação de todos. O fato é que todas as vezes que lhadores reunidos em documento com Proderj para formatar As movimentações atuais vêm se estamos num processo de nego- assembléia. os principais itens as modificações dos mostrando eficazes, porque existe ciações, o governo vem com essa Os principais itens das reuniões das ar tigos do Plano de uma determinação grande de todo o história das gratificações, criada da pauta de reivindi- Cargos que serão ne- corpo funcional para modificar o PCCS para dividir e enganar os trabalhado- cações são a revisão categorias para a cessárias realizar. e fazer a revisão nos pontos que hoje res. A qualidade dos profissionais do PCCS e o reajus- atualização do PCCS se encontram defasados. Um processo do Proderj é inquestionável. Tanto te emer gencial de O peso das que depende exclusivamente da nossa que já virou uma prática no Estado, 27,5%. Por isso, a mobilizações! própria firmeza. Claro que tem a deci- Corredores do Proderj ocupados durante manifestação do corpo funcional vários órgãos e secretarias requi- ASCPDERJ entregou à direção, uma pro- Importante nesse processo tem sido são política do governo, mas a única sitarem os ser viços de quadros posta contendo tabela de vencimentos, a participação dos trabalhadores, forta- coisa capaz de modificar o atual quadro questionamentos do de trabalho que atual- técnicos da autarquia. as alterações necessárias dos artigos lecendo a pressão política para cima da e fazer a diferença é a luta. Com o au- presidente Paulo Co- mente os servidores Infelizmente, usam para isso a da lei do Plano de Cargos a serem modi- direção e dando ao nosso movimento mento crescente de sua participação, elho ao afirmar que Mobilização é estão acumulando. isca de gratificações superiores às ficados e outros pontos que esclarecem a sustentação necessária para que as propostas definidas coletivamente a demora por par te fundamental E que de modo al- praticadas dentro do Proderj. Isso a proposta apresentada pelos trabalha- as negociações sejam efetivamente nas assembléias ganham mais força. de alguns setores da para garantir as gum os trabalhadores enfraquece a autarquia e ainda é dores. A reunião conseguiu avançar e vitoriosas. Nesse sentido, a última Por tanto, crescer as mobilizações autarquia em atender negociações da aceitarão ser desqua- utilizado como elemento de barga- debater os pontos necessários para que assembléia provou seu acerto, quando significa aumentar a pressão e criar aos clientes “dificul- lificados. Segundo, nha que acaba submetendo o Plano se chegue a um acordo, como resolver o conjunto dos trabalhadores avaliou condições ainda maiores para que taria a discussão dele pauta apresentada as definições sobre Ulysses Mello se dirige aos trabalhadores presentes à Assembléia Geral de Cargos a “essa falsa política concretamente o que já foi apurado que a direção precisava assumir outra as negociações sejam favoráveis aos com o Secretário do pelos trabalhadores as atribuições funcio- salarial”. Já vimos esse filme antes pela Comissão criada pela direção para postura na mesa de negociações e não disposição da categoria em perceber do Proderj e a direção da autarquia pre- trabalhadores. Gabinete Civil, Régis nais foram cumpridas e onde isso leva: depois o governo negociar com os trabalhadores. Entre mais ficar “empurrando com a barriga”, que somente sua própria mobilização é cisa colocar as negociações salariais Nessas negociações os trabalhadores Fichter, porque isso dentro dos prazos vem e retira todas as gratificações esses pontos estão a análise sobre a como vem fazendo já há algum tempo. que pode garantir novas conquistas. dos trabalhadores como agenda na têm feito seu dever de casa primeiro, causaria ruído contra a autarquia”. A pelas categorias, logo, o que tinha a ser ou então as reduz a um valor ridículo proposta de Tabela apresentada pela Mesmo considerando que o presidente Como tem sido avaliado pelo conjunto discussão com o Gabinete Civil. garantido a execução de seus serviços resposta da Ascpderj foi de que é preci- feito é a viabilização das discussões e insignificante. Não aceitaremos ASCPDERJ contendo a pesquisa salarial Paulo Coelho chiou com essa posição dos trabalhadores, trata-se de uma Do lado dos trabalhadores, é dever à frente do Proderj. Por isso, durante so realizar outro concurso público para junto à Comissão do Proderj, conforme esse tipo de jogo. Queremos o cum- realizada pela Comissão, reunião das do corpo funcional, a avaliação está decisão política do governo atender ao de todos continuar aumentando a pre- a reunião com a direção, a represen- contratação de novos quadros para o acabou acontecendo ao final das 3 primento integral do nosso Plano categorias com a Comissão para tratar correta. Como também acertada é a pleito apresentado pelos trabalhadores sença nas assembléias e intensificar tação dos trabalhadores rechaçou os Proderj, pois isso tiraria a sobrecarga horas de negociações. de Cargos.
  • 6 • Abril/2009 • J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J • Abril/2009 • 7 Geral Serviço Público UNIMED Reunião com a Unimed Saquarema q Sede praiana em obras A fraude das terceirizações FOTO: VANOR CORREIA Resultado de reunião entre a Unimed e a ASCPDERJ, Conforme já informado em edição anterior do jornal em 14 de abril, debateu os seguintes assuntos: Divulgando, a Sede Praiana de Saquarema será fe- OSs, as PPPs da chada para obras de reformas e manutenção durante 1. Esclarecimentos fornecidos pelo Dr. Marcelo Kauss, os próximos três meses. A reabertura está prevista Prefeitura coordenador de auditoria médica, sobre autoriza- para agosto, dependendo apenas da conclusão das Os ataques aos serviços públicos continuam. ções de internações, prorrogações, acréscimos de obras. Dessa vez, é a prefeitura da cidade do Rio de procedimentos e liberações de materiais: Uma tomada de preços será realizada, com o ob- janeiro, administrada pelo aliado do governador • Em funcionamento desde agosto/2008 programa jetivo de contratar especialistas para analisar tecni- Sérgio Cabral Filho. Seguindo a mesma receita que monitora internações (pré-evento, per evento camente a situação da Sede por causa dos efeitos de seu patrono no Estado, que criou as PPPs (Par- e pós-evento) através de médicos auditores, aos da corrosão causada pela maresia. cerias Público-Privadas), o prefeito Eduardo Paes clientes internados dentro da área de atuação da Todos os associados terão acesso aos gastos e resolveu privatizar setores da Educação, da Saúde, Unimed Leste Fluminense; poderão acompanhar o ritmo dos trabalhos. Para da Cultura, dos Esportes, de Meio Ambiente, de isso, a ASCPDERJ disponibilizará relatório do Sistema Ciência e Tecnologia, abrindo mão das obrigações • Comunicado o prazo máximo de 05 dias úteis Financeiro, que será divulgado. que cabem à Prefeitura da Cidade de administrar para liberação de materiais; A Na reinauguração serão promovidas atividades de falácia do discurso de modernização do Estado e garantir à população carioca, serviços de qua- • Comunicado que os pedidos de prorrogações, lazer e esportivas aos associados. e dos serviços públicos continua. O novo nome lidade, prefere colocar esses serviços nas mãos acréscimos de procedimentos e materiais Todos os passos serão informados sobre os des- dado a essa política agora é Choque de Gestão, de Organizações Sociais “sem fins lucrativos”, que também podem ser solicitados pelos familiares dobramentos das obras e sobre a data de retorno da que, no fundo, representa a mesma política de priva- para gerirem os serviços ofertados pela adminis- junto à Unimed Leste Fluminense, desde que utilização do espaço. tizações dos serviços essenciais e estratégicos do tração municipal, não precisarão se submeter a estejam com o pedido do médico, objetivando Estado brasileiro, que na década de 1990 foi prati- processos de licitação. Informe Jurídico cada pelo governo FHC, que também atingiu o Rio de maior rapidez nas autorizações; Novo sistema facilita Janeiro, com o governo Marcello Alencar. Para “justificar” a medida, a prefeitura anunciou que haverá uma economia de 20% nos gastos do 2. Ascpderj ficou de enviar para aprovação da Unimed “À terceirização, tudo; o controle e aumenta Como todos já conhecem, os resultados para a popu- município. A partir de agosto, as OSs começam cartilha de divulgação aos associados contendo lação foram desastrosos, com a conseqüente queda a gerir as oito Vilas Olímpicas da prefeitura. Em No Plenário da Câmara, protestos contra a Lei das OSs orientações sobre utilização do plano; aos servidores, a Lei.” a transparência da qualidade dos serviços privatizados e o aumento seguida, serão as 254 creches que passarão às dos custos ou das dificuldades da população. mãos das OSs. Outra situação que vem ocorrendo no Proderj, que 3. A Unimed se comprometeu em agendar reunião Disponibilidade: A Ascpderj vinha coletando os O Choque de Gestão é a continuidade das terceiriza- Mesmo sem o projeto da prefeitura ser praticado, deixa claro a falta de compromisso com o avanço com a responsável pelo Programa de Prevenção - dados dos interessados para juntar ao processo. ções e ganhou novas modalidades, que em essência outros problemas de gerenciamento similar aos dos ser viços oferecidos pela Autarquia é a extin- Prevenir para realização de eventos como: Feira de No mês de março deste ano fez-se uma verifi- correspondem à entrega do controle dos serviços das OSs já vem causando graves problemas à ção da gerência Comercial do órgão, colocando os Saúde e palestras. cação das diferenças informadas pelo Proderj públicos a setores privados. população. É o caso do Hospital Ronaldo Gazzola, ser viços dessa gerência na gerência de Contratos. ao processo, em janeiro do ano passado, e A anomalia das terceirizações apresenta várias sus- também, conhecido como Hospital de Acari, e que Trata-se de uma decisão política, já que gerência constatou-se outros erros nas diferenças. A As- peitas de superfaturamento e de privilégio em alguns faz parte do Projeto Saúde em Família, e atual- Comercial tem uma impor tância pelo fato de ser SPA já em funcionamento cpderj comunicou ao escritório do dr. Marcellino processos de licitações. Segundo as noticias larga- mente é administrado pela empresa GPS, que não responsável pela captação dos recursos contrata- A Unimed São Gonçalo-Niterói inaugurou no final Picanço. No dia 23 de março foi encaminhado A ASCPDERJ ad- mente divulgadas nos jornais cariocas, as empresas cumpriu nenhum dos prazos e metas estabelecidos dos junto ao Proderj por outros clientes, enquanto do ano passado o Serviço de Pronto Atendimento ao TJ solicitação ao Proderj para rever todas as quiriu um novo beneficiadas nessas licitações são, em grande parte, pelo contrato, mas que mesmo assim recebeu em a gerência de Contratos tem como função fazer o (SPA). Neste novo espaço, que conta com modernas diferenças, por mês devido. Uma vez de volta sistema para dar as que fizeram doações à partidos e candidatos da dia todos o valores acertados. pagamento das demandas internas do Proderj, ou instalações, a Singular passou a atender os casos às mãos do advogado, estas diferenças serão mais agilidade e base de apoio do governador Sérgio Cabral Filho. Outra jogada que já está sendo preparada é a seja, de pagar os fornecedores. Em outras palavras, de urgências, emergências e procedimentos de baixa atualizadas. Até o fechamento desta edição, a controle do de- transformação de várias ONGs que já executam uma gerência não tem nada com a outra, são fun- complexidade nas especialidades de clínica médica, consulta ao TJ indicava “Conclusão ao presiden- partamento finan- Os irmãos “metralha” contratos de parcerias com a Prefeitura, em OSs. ções bastante distintas. Atualmente, os ser vidores pediatria e ortopedia na busca pela prestação de te” (do TJ) no dia 28 de abril. Mais um revés ceiro da entidade. Uma das empresas denunciadas é a Bandeirantes Mais uma vez a mentalidade privatista abocanha alocados na gerência Comercial, não tem indepen- serviços de excelência, a fim de garantir qualidade deste processo. Espera-se que o Proderj faça O novo sistema do Rio, de propriedade do empresário Arthur César os recursos públicos e desvia as reais funções do dência nem autonomia para trabalhar em favor da de vida aos seus clientes. o dever de casa direito desta vez e no menor está entrando em de Menezes Soares Filho, beneficiada com 23,3% poder público. Autarquia e ainda sofreram mais uma rasteira da O SPA de São Gonçalo é o primeiro recurso próprio tempo possível. funcionamento e dos contratos no ano de 2008, de acordo com da- direção, que fica a todo instante desqualificando da Unimed Leste Fluminense e faz parte do Siste- a par tir do pró- dos da Secretaria Estadual de Fazenda. Com isso, Metendo o nariz onde não deve! seus ser viços e desvalorizando a “prata da casa”. Adicionais: De um total de 65 processos, 4 fo- ximo Divulgando a Bandeirantes do Rio vem se transformando numa No período em que teve condições de trabalhar com ma Integrado de Atenção à Saúde (S.I.A.S.) com Entre as empresas dos irmãos “metralhas”, que ram arquivados por não recolhimento de custas, publicaremos o das principais fornecedoras do governo estadual nos um mínimo de tranqüilidade, a gerência conseguiu oferta de serviços diferenciados ao cliente Unimed, se destacam nos contratos de licitação está a VEX 3 faltam recolher custas, 9 tiveram ganho de balanço financei- últimos anos, distribuindo sua atuação nas áreas de aumentar as receitas do Proderj. Apesar da situa- promovendo uma estrutura multidisciplinar de quali- Logística. Em novembro de 2008, a empresa venceu causa e 1 foi julgado improcedente. Este resul- ro do primeiro tri- vigilância, apoio administrativo, limpeza, coleta de ção, os ser vidores da gerência estão motivados e dade para elevar o índice de satisfação do cliente, o um pregão para assistência técnica de computadores tado está de acordo com a previsão publicada no mestre de 2009. lixo hospitalar, preparo de alimentos e fornecimento determinados a dar continuidade a seu trabalho. fortalecimento da marca na região e o crescimento instalados em mais de 1.500 escolas da rede estadu- Divulgando de Janeiro/2009 (no. 140) de início Com isso, os as- de bebidas e produtos alimentícios. Com isso, fica evidente por par te da direção a sustentável. O segundo serviço integrante do S.I.A.S. al de ensino, serviço que poderia ser realizado pelos das soluções até o final deste semestre; mas sociados poderão Mas os negócios de Arthur César e seu irmão, Luiz Ro- enorme falta de interesse em priorizar a Fonte 10. começou a ser construído logo após a inauguração competentes técnicos do Proderj. O montante desse atenção, esta é apenas uma previsão. Não há melhorar ainda berto, não aconteceram agora, já que prestam serviços No próximo Divulgando vamos publicar mais infor- do SPA e será um hospital de referência na região contrato ficou em R$ 145,2 milhões. O serviço prevê como estabelecer prazos para qualquer processo mais o acompa- ao Estado desde o governo Rosinha Garotinho, quando mações sobre o assunto. oceânica de Niterói. suporte técnico para todos os computadores dos de qualquer natureza. O TJ e o Governo ditam nhamento e a pa- faturaram juntos R$ 257,1 milhões em contratos. Em Um outro problema, pequeno, mas também com- O SPA fica na rua Dr. Nilo Peçanha, 232, Centro, laboratórios de Informática e de controle presencial esse ritmo. riodicidade dos gastos da Associação. 2003, os empenhos somaram valores que chegaram plicado envolve a área de Produção. O papel utili- São Gonçalo. dos alunos nas escolas. à R$ 58,5 milhões. No atual governo, considerando Além desses gastos extras, na autarquia responsá- zado para a impressão dos serviços é de péssima os números do ano de 2008, os irmãos Arthur César vel pelos serviços de tecnologia da Informação (TI) do qualidade. Embora seja papel reciclado, o nível de Mantenha-se informado, visite o nosso site: http://ascpderj.sites.uol.com.br e Luiz Roberto abocanharam R$ 357,2 milhões, cor- Estado, o governo estadual retira mais um sistema do desperdício tem sido grande. Os técnicos do setor respondendo a um crescimento de 510%. Pior é que órgão: o sistema da Folha de Pagamento. Com isso, estão indignados e já cobraram uma solução que até Lá você pode ficar por dentro dos acontecimentos que realmente interessam os contratos com essas empresas vão se mantendo à vai seguindo a política de retaliação dos sistemas de agora, não chegou. A empresa fornecedora do papel cada ano, e se dão através de Termos Aditivos. informação pública do Rio de Janeiro. é a Ecosspapel.
  • 8 • Abril/2009 • J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J Cultura Filme retrata Zona Norte carioca Vida sobre os sonhos e conflitos de uma típica família tijucana estréia em agosto FOTO: A. C. JÚNIOR O diretor Paulistano de nascimento e tijucano Analista de de criação, o diretor Vinícius Reis já Sistemas publica realizou os documentários “Gentileza” (2004) e “Nós do Morro” (1995). Em livros 1996, fundou, com Rosane Svartman, Victor Souto da Silva, Analista o Núcleo de Cinema Nós do Morro, de Sistemas, aposentado do no Vidigal, onde atua até hoje como Proderj, lançou os livros “Contos coordenador e professor. O fato de para Viagens” e “Projeto – Manu- ter morado na Tijuca foi um ingre- al de Elaboração e execução” de diente que ajudou bastante o diretor sua autoria, pela Editora Protext. nessa empreitada. Agora, é esperar A segui, o autor descreve um- os resultados que o filme pode vir a pouco dos seus trabalhos para o proporcionar. O Festival do Audiovisu- conhecimento do público. al de Pernambuco conferiu prêmios impor tantes ao diretor e à toda a sua Contos para Viagens equipe e elenco, dando uma base “ “São histórias de ficção. Algumas para alavancar a divulgação do filme. com bastante humor, outras de É aguardar pra ver! suspense, amor e paixão... Em O diretor Vinícius Reis, com sua equipe, observa, do alto, o bairro da Tijuca suma, reuni textos variados e ide- FOTO: A.C.JÚNIOR ais para uma leitura prazerosa, O longa-metragem “Praça Saens seja durante viagens ou em mo- Peña” do diretor Vinícius Reis mentos de lazer. Portanto, espero foi o grande vencedor do Festival Praça que goste da obra e que fique na do Audiovisual de Pernambuco Saens Peña expectativa dos demais livros que 2009, que ocorreu no período de 27 de conta em ainda virão. Todos visam entretê- abril a 03 de maio em Recife. Ganhou seu elenco lo cada vez mais”. troféus nas categorias de melhor atriz coadjuvante (Isabela Meireles), melhor com Chico Projeto – Manual de atriz (Maria Padilha) melhor ator (Chico Diaz, Maria Elaboração e execução Diaz), melhor diretor, além de ter levado Padilha, “O livro “Projeto – Manual de o Prêmio Especial da Crítica. Aldir Blac, Elaboração e Execução” foi es- Vinícius não queria a classe média como um objeto visto de fora, e sim entre crito com o objetivo de levar ao leitor conhecimentos técnicos de dentro: “queria mostrar a classe outros. de algo sempre presente em média vendo o mundo”. Esse foi o nossas vidas – o projeto. Ao se primeiro filme de ficção realizado pelo Chico Diaz, Maria Padilhe e Isabela Meireles: núcleo principal da trama idealizar qualquer intento, nossa cineasta. FOTO: CHRIS VON AMELN tendência natural é desenvolvê-lo Com um elenco formado por Chico tema do filme, identificados com a vida e tentar executá-lo. Mas, infeliz- Diaz, Maria Padilha, Gustavo Falcão, e o cotidiano do bairro. mente, muitos deles enfrentam o Isabela Meireles, Aldir Blanc, Guti Como todo brasileiro, as principais da falta de recursos financeiros Fraga, Satela Brajterman e Maurício protagonistas, Paulo e Teresa, sonham e, por isso, são abandonados. Gonçalves, Praça Saens Pena retrata a em ter a sua casa própria. Ele é um “Projeto – Manual de Elaboração a vida de uma família de classe média professor que almeja ser escritor, e e Execução”, caracterizado O ob- que luta diariamente para sobreviver vislumbra uma nova possibilidade para jetivo do livro é não desperdiçar com o salário de professor , Paulo sua vida, quando. um colega editor o o projetoidealizado”. (Chico Diaz) junto com o da sua esposa convida para escrever um livro sobre a Vitor foi buscar em sua experiên- Teresa ( Maria Padilha), que trabalha história do bairro. Diante da possibilida- cia profissional, vivida no Proderj, no comércio e sustentam uma filha de de um aumento significativo no seu o material necessário para esse adolescente. orçamento às pequenas ambições de livro. Vinícius além de utilizar as locações cada um na família vêm à tona, levando Os livros poderão ser adquiridos do filme, como o apartamento, o bar do a uma série de conflitos. O filme tem através da página do autor www. bairro, também convida para participar previsão de estréia para agosto, quan- victorsouto.com.br no site da Edi- de seu filme artistas que moram na do a o bairro completa 250 anos. tora Protexto ou através do envio Tijuca como a atriz Isabela Meirelles, de e-mail para vic.silva@terra. o grande compositor Aldir Blanc, que Praça Saens Peña Direção: Vinícius Reis com.br ou pelos telefones (21) representa ele mesmo, e Pedro Luis 2228-4011 / (21) 9765-0749. com sua música “Tempo de Menino”, Estréia: Agosto Chico Diaz encarna o tijucano Paulo