04024a
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

04024a

on

  • 363 views

 

Statistics

Views

Total Views
363
Views on SlideShare
363
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

04024a 04024a Document Transcript

  • ASCPDERJ NO MOVIMENTO UNIFICADO DOS SERVIDORES ESTADUAIS O Governo Sergio Cabral, dando continuidade a política de Estado mínimo, tem trazido para o debate questões relacionadas ao tempo em que o neoliberalismo de Fernando Henrique esteve mais forte. As privatizações de grandes empresas públicas, criação da lei para promover os leilões de nossas reservas de petróleo e as terceirizações no serviço público foram os caminhos que o Governo Federal encontrou para entregar o patrimônio público à iniciativa privada. Não é à toa que os grandes empresários capitalistas financiam a campanha política daqueles que votam a favor de seus interesses. O TSE divulgou recentemente a lista das empresas que financiaram os candidatos em todo o Brasil. Vale a pena consultar em http://www.asclaras.org.br . Ano de eleição é bom verificar quem está vinculado com quem; a sabedoria popular já dizia há muito tempo: “Diga-me com quem andas que te direi quem és”. As promessas do Governador em relação ao servidor estadual até agora não aconteceram; ao contrário, o Secretário do Planejamento e da Saúde, Srs. Sérgio Ruy e Sergio Cortez, em reunião com representantes sindicais da Saúde e do Iaserj foram taxativos: “NOSSA PREOCUPAÇÃO É COM OS SERVIÇOS PRESTADOS E NÃO COM O SERVIDOR...”. Ora Secretário, quem está preocupado com o atendimento à população deve investir na qualidade dos serviços e isto inclui aqueles que prestam estes serviços ao público! Sem servidores públicos não há serviço público! Os servidores públicos do Estado do Rio de Janeiro estão organizados na luta unificada por melhores condições de trabalho, respeito e dignidade àqueles que fazem a máquina administrativa funcionar. Uma pauta unificada foi entregue ao Presidente da ALERJ, Deputado Jorge Picciani, com um pedido de audiência ao Governador. Mas, sem mobilização dos trabalhadores o desrespeito vai continuar. São 13 anos de defasagem salarial que empurra o servidor para os facilitados empréstimos consignados, onde só os bancos e o Governo lucram, por exemplo. GRANDE PASSEATA AO PALÁCIO GUANABARA PELA DIGNIDADE DO SERVIÇO E DOS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS DIA 13/08, QUARTA-FEIRA, ÀS 10H PRODERJ: CONCENTRAÇÃO NA PORTA DO BANERJÃO OS 6 PONTOS QUE NOS UNEM NA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES UNIFICADA 1)RECOMPOSIÇÃO DAS PERDAS SALARIAIS EM 66% SOBRE O VENCIMENTO, 2) DATA BASE EM 1º DE MAIO, PARA TODAS AS CATEGORIAS, 3) CONTRA AS FUNDAÇÕES DE DIREITO PRIVADO, 4) CONCURSO PÚBLICO, 5) PLANO DE CARREIRA PARA OS SERVIDORES PÚBLICOS e a 6) INCORPORAÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES. RESPEITANDO-SE AS PAUTAS ESPECÍFICAS DE CADA CATEGORIA Agosto/08 - DIRETORIA ASCPDERJ