03648a
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

03648a

on

  • 989 views

 

Statistics

Views

Total Views
989
Views on SlideShare
986
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 3

http://w3.comvir.org:6 3

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

03648a 03648a Document Transcript

  • No141 Ano14 Fevereiro/2009 JORNAL DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO PRODERJ – ASCPDERJ http://ascpderj.sites.uol.com.br FOTO: NANDO NEVES Vamos à luta! E m assembléia geral, realizada em 5 FAVORECIMENTO de março, os servidores do Proderj Licitações mais do que decidiram organizar a campanha salarial 2009. A categoria decidiu, polêmicas Pág. 3 ainda, que é necessário fazer a revisão no LIÇÃO DE RESISTÊNCIA Plano de Cargos para adequá-lo à realida- de e melhorar os ganhos salariais do corpo IASERJ enfrenta adversidades funcional. Para acabar com o longo arrrocho com o descaso das autoridades FOTO: VANOR CORREIA dos salários promovido pelo governo esta- (foto ao lado), mas consegue dual, é preciso a participação de todos os trabalhadores da Autarquia nessa luta. garantir o atendimento de Pág 4 e 5 emergência Pág. 7
  • 2 • Fevereiro/2009 • J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J • Fevereiro/2009 • 3 Editorial Especial A crise e os direitos dos servidores públicos Negócios sob suspeita Expediente Empresários apadrinhados por políticos fazem a farra com recursos públicos A Jornal da ASCPDERJ gravidade da crise é só não foi para frente porque, uma realidade. Não há no início de 2009 os servido- A Associação dos Servidores como negar ou escon- res públicos franceses de to- notícia não é novidade para a lhes garantam super-lucros. do Centro de Processamento de Dados do Estado do der, como fez no início o pre- das as áreas, organizaram população do Rio de Janeiro, Além disso, todas essas empresas Rio de Janeiro sidente Luiz Inácio Lula da uma greve geral e paralisaram acostumada a tanta corrupção não são neutras nas campanhas políti- Silva, ao tentar diminuir os o país exigindo a retirada da e desvio de verbas públicas para cas e estão de rabo preso com algum R. São Francisco Xavier, 524/ 2º and. Maracanã – CEP 20.550-013 efeitos da crise sobre a eco- proposta do governo francês beneficiar políticos e empresários. integrante do governo. A ASCPDERJ há Tel: 2569-5480/2568-0341 nomia brasileira, afirmando e obrigando a recuar e a reti- No último dia 11 de fevereiro foi publi- muito tempo sustenta que a ex-presi- ascpderj.secretaria@uol.com.br que aqui ela chegaria como rar momentaneamente essa cado no jornal O Globo, várias denúncias dente Tereza Porto, está dentro da es- ascpderj.imprensa@uol.com.br uma “marolinha”. proposta. Na Califórnia, Esta- envolvendo irregularidades nas licitações trutura do governo para poder facilitar e Passados meses desde dos Unidos, o governador para compra de produtos de informática beneficiar as empresas privadas do se- Edição fechada em: que os países ricos admiti- Arnold Schwarzenneger, elimi- pela Investiplan Computadores e Siste- tor de tecnologia em detrimento dos in- 19/03/2009 ram publicamente estar vi- nou 20 mil cargos de servido- mas para utilização nos órgãos do gover- teresses do Estado e da população. Bas- vendo sob recessão econô- res públicos. Lá os servidores no do estado do Rio de Janeiro. ta observar a sua resistência em con- Presidente: mica e em crise financeira, não tem estabilidade. Segundo a reportagem, a Investiplan vocar os concursados LEILA DOS SANTOS não é mais possível ignorar essa dura e difícil realidade. Em recente matéria publicada no jornal O Globo, no último teria sido beneficiada dentro do governo durante toda a sua 1º Vice-presidente: No entanto, as medidas tomadas pelos governos dos países dia 13 de março, mostrou a intenção da equipe econômica nos últimos anos tendo concentrado em gestão à frente do JOSÉ JOAQUIM P. DE C. A. NETO capitalistas mais ricos e poderosos do mundo e, também, pelos do governo federal de suspender o reajuste escalonado já suas mãos quase todas as licitações Proderj. O caso da 2º Vice-presidente: governos de países em desenvolvimento, como é o caso do acertado e negociado com os servidores públicos federais para compra de equipamentos de compra de com- JÚLIO CÉSAR FAUSTINO Brasil, de distribuir fartamente os recursos públicos para sal- em 2008, alegando “dificuldade de caixa”. informática. Para sustentar as suspei- putadores pela 1º Secretário: var instituições financeiras e empresas da falência, são ape- A possibilidade desse corte nos salários do funcionalismo tas, vários dados mostram um cresci- ELIZABETH SILVA MARTINS nas uma das políticas adotadas que prejudicam maiores in- federal é vista pelo presidente Lula e pela Ministra da Casa mento alarmante do fornecimento dos 2º Secretário: vestimentos em serviços sociais de qualidade, em melhorar Civil, Dilma Roussef, como desgastantes politicamente para negócios da empresa junto ao governo. ULYSSES DE MELLO FILHO as condições da educação pública, de atendimento humano e as eleições presidenciais de 2010. Enquanto em 2003, os empenhos fo- 1º Tesoureiro: decente nos hospitais e postos de saúde, em boas moradias As entidades representantes dos servidores públicos fede- ram na ordem de R$ 808 mil, em 2008 MARCOS VILLELA DE CASTRO para a população de baixa renda e, especialmente, em melho- rais, como a Condsef, por exemplo, já se manifestaram que eles chegaram aos R$ 66,9 milhões, tro do governo, e destacou que a área foi vendida a preço de mercado, saindo Responsável pela Sede Praiana (Saquarema): res e dignos salários para todos os trabalhadores. Até agora responderão com greve, caso tenham seus direitos retirados. correspondendo a um valor de 8.181% que mais se beneficiou foi a Educação. por R$ 1.897,00 cada computador. A JOSÉ JOAQUIM PIRES NETO (KIKO) os donos do poder não deram sua cota de sacrifício reduzindo Isso prova que aqueles que pensam que a crise não afetará em relação aos cinco anos anteriores. A partir daí, a Investiplan abocanhou Prefeitura do Rio, em licitação semelhan- Secretaria de Educação só con- seus lucros, apenas ajuda do governo, redução de IPI e de- suas vidas, devem colocar suas barbas de molho e ficar bem Mas as denúncias não param por ai. A todos os principais contratos disputa- te, pagou R$ 1.532,00, por equipa- firma essas denúncias. Redação e Edição: semprego aconteceram. Quem não se lembra do PROER? ligado, pois os exemplos mostram exatamente o contrário. frente da Investiplan está Paulo Trinda- dos através do Pregão Eletrônico, mo- mento. Em 2001 a Investiplan forneceu FERNANDO ALVES O desemprego atinge a índices alarmantes nas empresas pri- No âmbito estadual segue a política de arrocho e congela- de, que tem como sócio em negócios dalidade criticada pelos trabalhadores, Em 2009, a Investiplan já aboca- computadores ao Tribunal de Con- DENISE MAIA vadas e todos os dias as empresas anunciam mais e mais mento salarial patrocinado pelo governador Sérgio Cabral Fi- pecuários no mercado de gado o presi- mas que tem o aval do governador Sér- nhou um contrato de R$ 35,7 mi- tas do Estado (TCE). Mas o Tribu- Diagramação ESTOPIM COMUNICAÇÃO E EVENTOS demissões, criando um quadro de insegurança para todos os lho, que não se mostra aberto às negociações com as cate- dente da Assembléia Legislativa, depu- gio Cabral e da Alerj. lhões. correspondente ao aluguel de nal denunciou a empresa por “ne- 2518-7715 que dele dependem para seu sustento e de sua família. Nem gorias do serviço público. tado Jorge Picciani (PMDB/RJ). 21.939 computadores também gligência a assistência técnica”, o mesmo naquelas empresas em que o governo destina vultosas Por outro lado, os servidores não estão dispostos a ficar de A reportagem mostra ainda que foi a Um negócio da China! para a Secretaria de Educação. que gerou “prejuízo ao bom andamen- Ilustração: LATUFF quantias de verbas públicas os trabalhadores podem ficar alivi- braços cruzados, programando uma jornada de lutas para o partir de 2007 que os negócios na área Entre eles, consta a compra de 31 mil Não é por acaso que os servido- to dos serviços”. Por esse motivo, re- Fotolitos & Impressão: ados, como é o caso da Embraer, que recebeu dinheiro público, próximo dia 1º de abril, e realizarão uma passeata pelo Movi- de tecnologia tomou mais fôlego den- notebooks para os professores da rede res do Proderj combateram ardu- cebeu multa de R$ 66,9 mil, em feve- GRAFNEWS mas não teve dó nem piedade, demitindo 4.200 trabalhadores. mento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (MUSPE) estadual de ensino, num custo de R$ amente a adoção do Pregão Ele- reiro de 2004. 3852-7166 Porém, a estabilidade pode acabar, se a crise se agravar ainda com o lema “O servidor não vai pagar pela crise”, no qual 58,9 milhões, considerado o maior con- trônico como modalidade para O favorecimento é negado pelas auto- mais. Ninguém está livre dos efeitos da crise, não apenas sobre mostrarão que ao contrário do que o governo acha, a crise trato feito pela empresa. O ex-Secretá- aquisição de equipamentos e ridades do governo. Mas os números Na Internet http://ascpderj.sites.uol.com.br/ os salários, mas do seu próprio trabalho. É o que aponta a reali- deve servir para aumentar os salários dos servidores. Negócio lucrativo rio de Educação, Nelson Maculan, recu- serviços pela autarquia, pois, são incontestáveis. A concetração de al- dade em vários países, como a França, em que o governo do Por isso, torna-se mais do que urgente os trabalhadores do Com as licitações patrocinadas sou-se a realizar a operação, por discor- como a realidade prova, o gumas empresas em alguns setores presidente Nicolas Sarkozy preparou um programa de reformas, Proderj se organizarem para colocar o bloco na rua, na defesa pelo governo do estado, algumas dar da utilização dos recursos da Secre- único objetivo que está por impressiona. Somente com a venda de ENTIDADE DE UTILIDADE que incluiu o fim dos direitos dos servidores públicos. O projeto de um salário digno e justo para a categoria. empresas privadas que oferecem taria com esses gastos, pois considera- trás das licitações dos ser- equipamentos para processamento de PÚBLICA ESTADUAL serviços terceirizados controlam va mais importante conceder um abono viços públicos por empresas dados para o governo estadual, a invejáveis fatias da administração salarial aos professores, uma das razões privadas, é a obtenção de Investiplan concentra 93,9% das licita- púbica. que levou a sua exoneração da Secreta- super-contratos, que ções nesse setor. Além disso, a mes- É o caso da Ivestiplan. Com pa- ria. Tereza Porto ainda presidia o Proderj ma empresa detêm 26,2% no item lo- drinhos poderosos, a empresa ob- quando assumiu a realização do pregão cação de bens móveis. teve lucros fabulosos. É muito pela Autarquia ainda no final de 2007. Jorge Picianni divulgou nota esclare- prestígio para quem tem sede na Em fevereiro de 2008, Tereza saiu do cendo sua ligação com o empresário cidade de Ilhéus e isenção fiscal Proderj e assumiu o lugar de Maculan. Paulo Trindade e afirmando não interfe- na Bahia. O curioso nesta operação é que esta rir nos pregões patrocinados pelo go- Hoje a empresa domina 93,9% quantidade de notebooks verno do estado. de todas as licitações pela venda É urgente a apuração desses contra- de “equipamentos de proces- tos e negócios pelos órgãos de fiscali- samento de dados” e 26,2% na zação do Estado para averiguar se há “locação de bens móveis”. Um irregularidades ou não, nessas licita- Fonte: SIAFEM – Sistema Integrado de favorecimento muito suspeito! Administração Financeira para Estados e ções promovidadas pelo Governo do Municípios Estado do Rio de Janeiro.
  • CAMPANHA SALARIAL 2009 J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J • Fevereiro/2009 Salários dignos, só com muita luta e mobilização FOTOS: NANDO NEVES C omo acontece em todos os anos, as categorias dos servi Pauta de ços públicos se mobilizam em Reivindicações torno de suas reivindicações e melhorias salariais. • Reajuste emergencial de 27,5%: Re- Em assembléia geral, realizada pelos ajuste salarial equivalente ao que o servidores do Proderj no dia 5 de mar- Presidente do Proderj conseguiu para ço, foi decidido dar início à Campanha ele mesmo e para quatro amigos de Salarial 2009. A luta pelo reajuste line- sua turma. ar e a revisão do Plano de Cargos, Car- reiras e Salários estão na pauta, entre • Revisão do Plano de Cargos, Carrei- outras reivindicações. ras e Salários (PCCS): Veja matéria Há 13 anos sem reajuste salarial li- na página ao lado, destacando os near, os servidores do Proderj lutam pontos a serem modificados no Pla- para que os salários dos trabalhadores no de Cargos. A participação na assembléia foi intensa da Autarquia sejam equivalentes aos mesmos aplicados nas empresas do • Reajuste do Vale Refeição para R$ 15,00: Fim do congelamento do va- mercado. Durante esse período o único ganho nos salários ocorreu indiretamen- lor de face do vale refeição e seu Proposta de revisão do PCCS Muitos trabalhadores opinaram sobre as condições salariais te por conta da vitoriosa conquista do imediato reajuste. Progressão na Tabela Plano de Cargos, que incorporou em definitivo a Lei 701 nos vencimentos e • Sede própria para o Proderj: As prin- Todos os ser vidores que hoje se encontram fora do cipais empresas públicas de Tecno- teto estão inviabilizados de chegar ao topo da Tabela. garantiu os Adicionais de Conhecimen- Isto acontece porque a Procuradoria Geral do Estado (PGE) logia da Informação funcionam em to e de Titularidade aos servidores. considerou que o método empregado para subida de ní- prédios próprios e estruturas ade- Mas, isso não possibilitou igualar os vel na tabela de vencimentos se iguala ao método de quadas para um centro de tecnolo- salários dos profissionais em Tecnolo- aplicação do triênio, que é avaliado de acordo com o gia, como são os casos do Prodesp gia do Informação (TI), nos mesmos pa- tempo de serviço. Ou seja, segundo a PGE, o servidor (São Paulo). Prodemge (Minas Ge- tamares aplicados no mercado. não pode ter dois benefícios que utilizam métodologias rais), Serpro (órgão do governo fe- iguais. Por isso, é necessário ajustar o método que defi- “Farinha pouca, deral), que está em processo de uni- ne o direito à progressão. Os trabalhadores, a direção meu pirão primeiro!” ficar toda a sua estrutura num mes- Leila Santos, presidente da ASCPDERJ, apresenta as propostas da entidade aos trabalhdores presentes à assembléia do Proderj e o executivo estadual devem chegar a uma mo prédio. Recentemente, foi informado que os fórmula que permita avançar na tabela. salários do atual presidente, Paulo Co- tratar de pessoas que exercem funções blicos de acordo com a lógica privada. na Alerj. Muitos se deixaram levar por • Novo concurso Público: O último con- Pisos das Categorias elho, do Vice-presidente, de um diretor públicas. Ao mesmo tempo, a política do Sérgio Cabral imita de forma grosseira essa ilusão das gratificações, um conto curso público foi realizado em 2002. Deve acontecer por duas vias: 1) Diminuindo a quan- e mais dois de seus assessores, fo- governo é de manter o congelamento dos e irresponsável o mau exemplo do gover- da carochinha, e ao invés de lutarem e Sua homologação só ocorreu em tidade de níveis para chegar ao teto salarial; 2) Modifi- ram reajustados em 27,5%. Os cinco salários dos servidores públicos, ficando nador Aécio Neves, de Minas Gerais, que defenderem seus direitos com unhas e 2008 e os novos trabalhadores fo- cando os valores. figuram na lista de extraquadros. Fica- provado, portanto, que não existe uma é implacável com servidores públicos dentes se acomodaram esperando que ram convocados em janeiro de 2009. Um exemplo dessa situação é o salário dos analistas ram de fora: os diretores da casa - que política salarial por parte do governo. com seu choque de gestão. Mais um um belo dia as gratificações fossem in- Somente 20 analistas chegaram à que ingressaram recentemente no Proderj, que está muito exercem as mesmas funções, os ge- A pauta de reivindicações foi aprova- nome criado para entregar de mão beija- corporadas aos seus salários. autarquia, o que é um número insufi- baixo. É preciso rever isso, pois há uma necessidade O clima foi de disposição para garantir melhores salários rentes e os demais servidores, que fo- da e agora é necessário que todos os da serviços estratégicos do Estado. É de espantar, já que depois de anos ciente para as atuais necessidades real de substituição de quadros técnicos para que haja ram discriminados e excluídos. Para jus- servidores participem Mas é necessário lutando para incorporar a Lei 701 aos do Proderj. Isso reflete os baixos ní- continuidade nos serviços desenvolvido pela autarquia. tificar a medida, o presidente alegou ativamente da campa- que os servidores do vencimentos, o que ocorreu com a vitori- veis salariais que são oferecidos para Por esse motivo a ASCPDERJ propôs que os analistas que recebe salário abaixo de salários nha, pois é a única for- Proderj façam uma pro- osa aprovação e implantação do PCCS, quem ingressar nas carreiras do novos recebessem uma gratificação para que eles não ma de conquistar o re- Reajuste funda reflexão sobre muitos adotaram um posição individua- pagos a vários servidores da casa. Proderj. Para completar, a expectati- saíssem do Proderj por causa do baixo piso salarial. A posição da ASCPDERJ é clara: sem- ajuste que não aconte- emergencial de sua participação nas lista, egoísta, desprezando até mesmo va é que em 2012 o Proderj chegará pre considerou que os salários dos exe- ce há 13 anos. Os prin- campanhas salariais os direitos dos aposentados, que tiveram Acertar as Categorias cutivos da Autarquia deveriam ser me- lhores. Por isso, durante a elaboração cipais pontos da Pau- ta de Reivindicações 27,5% dos últimos anos. A verdade é que muitos um papel importante nas mobilizações pelo Plano de Cargos. Confiar na Justiça à 60% do total de servidores aposen- tados. Será que esta é a morte anun- ciada do Proderj ou de algumas de Algumas categorias tiveram problemas na aprovação do Plano. É necessário rever e acer tar. do Plano de Cargos, foi proposta uma estão em destaque. e revisão do Plano se acomodaram com a que só tem olhos para atender aos inte- suas categorias Tetos tabela para regulamentar os salários de Cargos, as aprovação do PCCS, resses dos poderosos, é outro erro fatal! O valor dos tetos é extremamente baixo e não condiz dos executivos do Proderj, no sentido Um erro fatal avaliando equivocada- A ASCPDERJ sempre defendeu que é • Fim das Terceirizações e Licita- principais com o nível das tarefas desenvolvidas pelos profissio- de deixar transparente a situação sala- O congelamento dos mente que o Plano de preciso lutar para aumentar os salários. ções: Essa prática é lesiva aos in- nais que ocupam essas funções e muito menos com o reivindicações rial dos diretores da autarquia. No en- salários mostra a com- Cargos, por si só, re- Agora, cada trabalhador tem uma grande teresses públicos e leva à priva- mercado de Tecnologia da Informação. Em qualquer tanto, à época da aprovação do Plano pleta falta de compro- solveria todos os pro- oportunidade de melhorar as suas condi- tização acelerada dos principais empresa de grande por te, como é o caso do Proderj, de Cargos, a proposta foi vetada pela misso do governo es- blemas. ções salariais, lutando pra aumentar os ser viços estratégicos da Autarquia. um Analista de Sistemas Sênior, por exemplo, não ga- liderança do governo na Alerj. tadual com um serviço público de quali- Prova disso, foi a situação das gratifi- benefícios de toda a categoria. Nesse Além disso, como foi dito inúmeras nha menos de R$ 5 mil de salário, sem contar adicio- Por outro lado, esses salários não po- dade. Não por acaso, a crise nas áreas cações. Muitos trabalhadores caíram do sentido, é necessário olhar para o con- vezes, a terceirização transfere toda nais dos mais variados tipos, bônus e gratificações, deriam ter sido reajustados e dos demais de saúde, segurança, educação, por cavalo, quando viram o fim da incorpora- junto dos trabalhadores. O PCCS foi a a cultura do cliente para as mãos plano de saúde para ele e sua família, transporte para servidores não, pois essas pessoas são exemplo, mostra a falência desse mo- ção das gratificações em seus vencimen- maior conquista dos trabalhadores do dos mantenedores privados dos sis- visita à cliente etc., ou seja, tudo o que o Proderj não funcionários públicos como nõs, por se delo de administrar os interesses pú- tos, projeto votado na calada da noite Proderj, e só veio através de muita luta. temas. tem e não oferece aos seus trabalhadores. Atuação de todos é fundamental para uma campanha vitoriosa
  • 6 • Fevereiro/2009 • J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J • Fevereiro/2009 • 7 Geral Saúde Pública UNIMED Tabela Contrato 3056 Saquarema FOTOS: ACERVO ASCPDERJ IASERJ: 30 anos de luta para sobreviver Reajuste 8,14% Com emergência reestruturada, hospital pode ser utilizado pelos ser vidores públicos Taxa de inscrição por titular R$ 10,81 FOTOS: VANOR CORREIA como os móveis do Instituto, patrimônio Em repor tagem exclusiva do jornal Divulgando, a presidente da do estado e dos servidores, estão joga- TITULARES E DEPENDENTES Associação dos Funcionários do IASERJ (Afiaserj), Mariléia dos nas salas fechadas, realmente che- Ormond, e a diretora Marli Silva Rocha, denunciam o ga a ser uma absurdo”. Faixa Etária Enfermaria Apartamento A diretora da Afiaserj, Marli Rocha refor- sucateamento do IASERJ, e que se agravou com a tentativa 0 a 18 86,85 108,93 ça as palavras de Mariléia e sintetiza o de extinção do hospital pelo atual governador Sérgio Cabral. grandioso histórico do Centro Cirúrgico, 19 a 23 106,81 133,96 Também relatam a luta incansável dos trabalhadores para que funcionava muito bem até meados 24 a 28 127,05 159,34 manter o pleno funcionamento do Instituto. dos anos de 1980. “Na década de 70 havia em torno de 30 a 40 cirurgias por 29 a 33 136,26 170,88 dia. Havia cirurgia desde a pediátrica à 34 a 38 141,31 177,22 cardíaca, até mesmo de neurocirurgia, com alta complexidade. Mesmo na épo- 39 a 43 164,33 206,10 Reformas adiadas provisoriamente ca do governo Garotinho, quando o nú- mero de cirurgias havia diminuído, se 44 a 48 242,63 304,31 Na última edição do jornal Divulgando a diretoria A par tir daí, haverá uma programação para que as mantinha as cirurgias ginecológicas, e as 49 a 53 242,63 304,31 da ASCPDERJ anunciou o fechamento temporário da reformas sejam efetivadas, tendo por objetivo garantir cirurgias gerais, como hérnia, vesícula, sede praiana de Saquarema, para obras durante o a manutenção, mais conforto e melhor qualidade nos urologia e neurocirurgia. No início dos anos 54 a 58 242,63 304,31 mês de março. ser viços oferecidos na sede. Mariléia uma corajosa defensora do IASERJ 90, o hospital chegou a realizar atendi- 59 ou + 242,63 304,31 Devido a inúmeros pedidos de associados, a reforma Até lá, os associados poderão utilizar plenamente mento de implante dentário, cirurgias será realizada durante o período posteior aos próximos as dependências de nossa sede em Saquarema. É plásticas, da estética à reparadora das O CONVENIADOS feriados de Semana Santa, Tiradentes e 1º de Maio. hora de aproveitar o final do verão! IASERJ – Instituto de Assistên- mais complexas, da pálpebra à uma cia dos Servidores do Estado lipoaspiração, esse era um “plano de Faixa Etária Enfermaria Apartamento do Rio de Janeiro – surge por saúde” que não pergunta quanto você Informe Jurídico decreto lei em 1931 para pres- pagou para saber se você tem direito a 0 a 18 97,71 119,79 tar assistência médica e social aos em- determinado tipo de atendimento, como 19 a 23 24 a 28 117,67 137,91 144,82 170,20 Disponibilidade, a solução depende pregados do município. Na época se cha- mava Sociedade Hospitalar dos Empre- uma cirurgia por vídeo, como era realiza- da”, sentencia Marli. Até dois anos atrás 29 a 33 147,12 181,74 da colaboração dos envolvidos gados da Prefeitura Distrito Federal, quan- do o Rio de Janeiro ainda era capital. essas cirurgias eram realizadas, mesmo sem recursos. Hoje esse prédio onde se 34 a 38 152,17 188,08 Foi requerido pelo dr. Marcellino Tostes Picanço a precatório, beneficiando diretamente e individualmente Além disso, funcionam as Unidades Equipamentos novos na emergência Parte do IASERJ ainda está abandonada realizavam as cirurgias está desativado, reunião de documentos dos interessados no proces- os interessados, permitindo, se assim acontecer, que de Ambulatórios Periféricos nos bairros existe no lugar do povo andando pelas 39 a 43 175,19 216,96 so 1996.004.00048, relativo à disponibilidade impos- valores menores possam ser pagos mais cedo. O TJ de Madureira, Penha, Gávea, Maracanã, extinto. Com os recursos do Instituto mento algum esmoreceu, mesmo quan- suas escadas, um enorme cadeado, im- 44 a 48 253,49 315,17 ta no Governo Marcello Alencar (gestão Frederico dispõe de um instrumento denominado de Requisitório Campo Grande, onde está localizado o desviados para o Rioprevidência o Hos- do a presidente da Afiaserj teve recente- pedindo o seu acesso. Novaes), para encaminhar o processo de volta para o de Pequeno Valor (RPV) que paga valores até 40 salários Hospital Geriátrico Eduardo Rabelo e pital entra em colapso. Em 2007 são mente sua casa metralhada. A luta dos 49 a 53 253,49 315,17 TJ. Treze longos anos se passaram desde então e a mínimos pela cotação nacional (atualmente fixados em unidades nos municípios de Niterói e suspensas as internações de pacien- servidores do Instituto conseguiu sensi- Voltar a utilizar o IASERJ ASCPDERJ não obteve a localização de alguns dos in- R$ 16 mil). Para aqueles que receberão mais, vale o Nova Iguaçu, que foi fechado. O IASERJ tes cirúrgicos, obstétricos, como, tam- bilizar os deputados da Alerj, que obteve Mariléia convoca todas as entidades 54 a 58 253,49 315,17 teressados. Alguns faleceram, outros exoneraram-se pagamento via RPV, desde que renunciem por escrito ao é um patrimônio público construído com bém, de atendimento semi-intensivo ou da casa legislativa o apoio de R$ 10 mi- do estado e os servidores a entrarem 59 ou + 253,49 315,17 pelo Programa de Exoneração Incentivada (PEI). excedente. Todos os descontos legais e o pagamento recursos do governo do estado e, prin- intensivo. No ano seguinte intensificam- lhões para a reestruturação do hospital. nessa luta pela defesa do seu Institu- Caso haja contato com as pessoas citadas abaixo de honorários incidirão sobre o valor efetivamente pago. cipalmente, de seus servidores. se a política para destruir o Instituto, Uma pequena reforma foi realizada no to, pela saúde física e material dos ser- AGREGADOS ou seus beneficiários, a ASCPDERJ solicita que en- Até o ano de 1982 o dinheiro descon- com a desativação do Centro Cirúrgico IASERJ com esse dinheiro. Hoje só o se- vidores do estado que não necessitam trem em contato pelos telefones 2569-5480 e 2568- Documentação pendente tado do contracheque dos ser vidores (coração do hospital), serviços de emer- tor de emergência funciona. A outra par- pagar plano de saúde, por terem uma Faixa Etária Enfermaria Apartamento 0341. Os documentos requeridos são o de identida- Bernhard Josef Blattler; era destinado para investimento e ma- gência, UTI Neonatal, Pediatria, e diver- te onde foi realizada a reforma funciona o rede de hospital público de qualidade, 0 a 18131,79 162,54 de e o CPF. Para as pensionistas, identidade, CPF, Eduardo Waack Chevrand; nutenção do IASERJ. Foi nessa época, sas clínicas especializadas nas suas Hospital São Sebastião, que funcionava com profissionais de ponta. O IASERJ documento de comprovação de pensão e certidão de Eliana Von Sydow Lins; no governo de Leonel Brizola que surge variadas patologias. Por último o gover- no bairro do Caju, Zona Portuária, e foi foi um hospital-escola. Os donos da 19 a 23 159,60 197,40 casamento. Para os demais beneficiários, identidade, Jorge César da Silva; o Caixa Único, gerando a partir de en- nador Sérgio Cabral, através do seu Se- referência em doenças de infectologia do rede Dor’ são profissionais oriundos do 24 a 28 187,77 232,73 CPF e documento sobre inventário, se houver. Em to- Seabra; José Paulo tão, o sucateamento da Autarquia. Mas cretário de Saúde Sérgio Côrtes assina RJ, e que recentemente foi fechado. IASERJ, afirma Mariléia. dos os casos, fornecer endereço atualizado. O pro- Telles P. de Faria; Mil- a situação se agrava mesmo no gover- um termo de Cessão de uso dos imó- Para Mariléia, essa situação de sucate- “Nenhum ser humano funciona sem 29 a 33 200,59 248,81 cesso ainda retornará ao Proderj para nova análise de ton Eulálio Perpétuo; no de Anthony Garotinho, quando este veis do IASERJ gratuitamente e por pra- amento é um ato criminoso, pois “um coração. O mesmo acontece com o hos- 34 a 38 207,62 257,64 valores antes de ser encaminhado definitivamente para Ricardo Pires Gameleiro; cria o Rioprevidência e transfere a con- zo indeterminado em favor do Instituto hospital que foi referência no atendimen- pital, que não funciona sem o Centro Ci- o TJ e na geração de número de precatório. Teresinha de Jesus Olinda; Vera tribuição de 2% do IASERJ para a área Nacional do Câncer (INCA). to médico, cirúrgico e social, com a doa- rúrgico. Por esse motivo, todos os servi- 39 a 43 239,68 297,85 O advogado solicita ainda que os interessados assi- Lucia M. A. de Souza de Previdência do estado, que já tinha ção de óculos e aparelhos ortopédicos, dores devem ocupar o IASERJ, onde vol- nem o documento relativo aos honorários advocatícios, a contribuição de 9% destinada ao en- A luta pela manutenção onde existia uma equipe de profissionais tou a funcionar o setor de emergência com 44 a 48 310,60 386,79 Não localizados acertado em assembléia realizada no dia 11 de junho tão IPERJ (Instituto de Previdência do Desde 1982 os servidores começaram que atendia na casa dos servidores, com os aparelhos de última geração. Mas 49 a 53 418,10 521,61 de 2005, no percentual de 5% para os interessados que Lea Porto do Rego Barros - matr. 292677-2 (saiu Estado do Rio de Janeiro), desmante- a denunciar o sucateamento do Instituto. toda a infra-estrutura, com ambulâncias, queremos reativar o Iaserj totalmente. 54 a 58 594,28 742,56 são associados e de 10% para os não associados. Há no PEI); Nelice Almeida Cavalcanti - matr. 292012-2 lando a seguridade social estadual. A dedicação da presidente da Afiaserj, médicos, enfermeiras, assistentes soci- Para isso, precisamos da união de todos ainda a possibilidade de desmembramento deste (saiu no PEI) Porém, foi no atual governo de Sérgio Mariléia Ormond, juntamente com o cor- ais, hoje, passa por essa situação, onde os servidores nessa luta que estamos 59 ou + 594,28 742,56 Cabral que o IASERJ quase chega a ser po funcional da Autarquia, que em mo- os prontuários dos pacientes, assim empreendendo”, conclui Mariléia.
  • FOTO: CÉSAR BARRETO 8 • Fevereiro/2009 • J O R N A L D A A S S O C I A Ç Ã O D O S S E R V I D O R E S D O P R O D E R J Cultura O jardineiro do mundo Exposição comemora os cem anos de nascimento de Burle Marx FOTO: CRISTINA ISIDRO R oberto Burle Marx nasceu em Capanema, no Rio de Janeiro. São Paulo, em 1909. Desde Em suas técnicas o artista usava as pequeno teve contato com a plantas como pigmento para a pintura música erudita, a literatura eu- de suas telas. O próprio Burle Marx ropéia e as plantas. Sua mãe Cecília confidenciou: “.... No momento em que Burle, de origem pernambucana e fran- vou combinar plantas, estou pensando cesa, o colocou em contato com begô- em cor, volume e ritmo”. FOTO: CÉSAR BARRETO nias, antúrios, rosas, gladíolos, Segundo ele, o paisagismo deve aten- tinhorões e outras espécies que plan- der a “uma necessidade estética que tava em seu jardim. Foi nesse cenário não é luxo nem desperdício, mas ne- que aprendeu a obser var a germina- cessidade absoluta da vida humana, ção das sementes e a preparar os can- sem o que a própria civilização perderia teiros. Seu pai, Wilhelm Marx, alemão sua razão estética”. nascido em Stuttgart e criado em Trier, O Parque do Flamengo, projetado por cidade natal de Karl Marx, que foi pri- Burle Marx, é uma obra monumental do mo de seu avô, amante da literatura e paisagismo mundial, sendo o maior das ar tes. parque a céu aberto do mundo, se des- Aos 4 anos a família muda-se pra o taca como uma de suas mais belas cri- Rio de Janeiro. O paisagista em seu seu sítio, fotos abaixo; ao lado, Projeto Ibirapuera (1953); Burle Marx por Guignard (1940), na alto à direita; óleos, “Janela” (1941), no alto e “Mulher de Combinação Rosa” (1933), à direita. ções, em Viena, jardins do edifício da FOTO: ALAIR GOMES Organização dos Estados Americanos [OEA], em Washington. A exposição propõe apresentar a múlti- Aos 10 anos, muda-se para a Alema- ações. Outro destaque de sua criação pla produção artística de Burle Marx - pin- nha com a família. Burle Marx, então, é o Eixo Monumental de Brasília. tura, desenho, gravuras, tecido, tapeça- teve contato com as vanguardas artís- “...decidi-me a usar a topografia natural ria, cerâmica, jóias, muranos e projetos ticas européias. Lá conhece um Jardim como uma superfície para a composição paisagísticos, o maior dos paisagistas do Botânico com estufa mantendo vegeta- e os elementos de natureza encontrada - século XX e criador da linguagem moder- ção brasileira, ficando fascinado. Foi minerais, vegetais - como materiais de na do paisagismo no mundo. nesse período que visitou várias expo- organização plástica, tanto e quanto ou- Sua maneira de olhar coletivamente sições, destacando-se as de Van Gogh, tro artista procura fazer sua composição os espaços, o fez doar seu sítio, em Matisse e Picasso, que influenciaram com a tela, tintas e pincéis.” Guaratiba, ao Estado, para que todos sua decisão de estudar pintura. Entre outras obras estão o City Center possam usufruir e tomar conhecimento De volta ao Rio, em 1930, seu amigo Park, de Kuala Lumpur, Malásia, em da flora e botânica brasileira. Lúcio Costa o incentiva ingressar na 1993, sua última obra; o Parque Del Este, A exposição “A permanência do ins- Escola Nacional de Belas Artes, estu- em Caracas, Venezuela; Calçada da Av. tável”, é uma celebração ao seu cente- dando ao lado de Candido Por tinari, Atlântica, no Rio de Janeiro; Parque do nário de nascimento. onde conhece Oscar Niemeyer, Milton Ibirapuera e Jardim Botânico, em São Pau- Roberto, Hélio Uchoa, entre outros. lo; do Parque Zoobotânico, em Brasília; Paço Imperial; Praça XV, Rio de Seu primeiro projeto paisagístico foi os jardins da Pampulha, e do pioneiro Par- Janeiro; Entrada Franca jardins na residência da família Sch- que de Araxá, realizado nos anos 40. wartz. Mas foi em 1934, quando assu- No mundo, estão os jardins da me a diretoria de Parques a Jardins do Unesco, em Paris, o Biscayne Boule- Recife, que começa a colocar em práti- vard, em Miami, em que criou áreas para IMPRESSO ca suas habilidades de paisagista, pro- circulação de pedestres e usou a flora jetando praças e jardins públicos e cri- tropical na constituição de campos abs- ando o Parque Ecológico do Recife. tratos de cor, os jardins do prédio do Nos anos seguintes seus trabalhos Centro Georges Pompidou, em Paris, ganharam ampla projeção à partir do Jardim Memorial na Praça Rosa de Lu- projeto do jardim do Palácio Gustavo xemburgo, em Berlim, Jardim das Na-