Your SlideShare is downloading. ×
Fotometragem
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Fotometragem

2,078
views

Published on

Published in: Art & Photos, Business

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,078
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
225
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. FOTOMETRAGEMº Para qualquer cena que seja perfeitamente fotografada precisa-se considerar todosos fatores que influenciam a gravação de imagem. E como esta imagem é formadapor luz, uma dos elementos mais importante de toda técnica fotográfica é justamentea sua medição.º Qualquer erro por menor que seja, diminui significativamente a qualidade daimagem.º Expor um filme vem da leitura da quantidade de luz, e para que isto seja feito énecessário o controle de três fatores: sensibilidade (ISO) x diafragma (f/) x obturação (1/V)º Estatisticamente, 85% das cenas ou temas escolhidos refletem na média 18 % da luzque incide sobre eles.º Assim, os fotômetros estão regulados para ler motivos que reflitam mais ou menos18% da luz que incide sobre eles.Fotômetros TTL (through lhe lens = através da objetiva)O visor da SLR possui as indicações para medição de luz através do fotômetro, quecalcula a luz a ser usada ä boa exposição do filme;E ainda detalha as informações de diafragma e velocidade, facilitando a exposiçãocorreta;... funcionam com células fotoelétricas que atingidas pela luz tem a capacidade deproduzir uma quantidade de energia elétrica e após passar por um circuito elétricoaciona um mostrador (ponteiro, leds, display), indicando a mteTlSinane na lUz queenegou ctr.é a célula.. Nestes fotômetros quando se usa filtros, anéis, foles ou outros aparelhos quemodificam a quantidade de luzque chega até o filme, não é necessário fazer qualquer cáicaia parncanigir a exposiçãoque é levada em consideração a alteração de luz.Importante: Os fotômetros nas câmeras medemº Luzes refletidas pelo assunto a ser fotografado;º Luz continua natural (501) e artificialº Não medem luzes produzidas pelo flash.Como se fotometra:1° ajusta-se a sensibilidade do filme;2° Escolhe-se uma prioridade que pode ser um diafragma e tem-se uma velocidade oupriorizar uma velocidade e têm-se um diafragma;3º Aponta-se a cÂmera em direção ao assunto a ser fotografado;4º Pressione levemente o botão disparador e verifique o resultado da leitura;se faça a correção necessária e em seguida dispare.
  • 2. CÂMERA AJUSTÁVEL AJUSTANDO ISO SELEÇÃO DE PROGRAMA PRIORIDADE DE ABERTURAº Dispõe de regulagens independentes para sensibilidade abertura do diafragma,velocidade do obturador e focalização do assunto.º Sua principal característica é o fato de poder trocar as objetivas (pode-se usar desdegrande angulares até superteles).º São as máquinas dos fotógrafos profissionais.º Têm ainda recursos para fotos nas mais difíceis condições de iluminação. .º Para.isso, é necessário completo conhecimento da câmera e seus componentes,bem como de sua regulagem correta.º Para regular corretamente a exposição do filme, leia a bula que acompanha o filme,ou use o fotômetro de sua câmera.º As câmeras ajustáveis controlam a luz que deve sensibilizar o filme, pelasensibilidade em ISO, pela aberturado diafragma (f /) e pela velocidade do obturador(1/vel.)º A fotometragem é realizada pela luz que vem da objetiva (sistema TTL + through lhelens pela objetiva) e o fotômetro embutido no corpo da câmera.º Ao fechar-se um número o diafragma, a área da abertura se divide por 2,precisando dobrar o tempo de exposição.º Ao abrir-se um número o diafragma, a área da abertura se multiplica por 2,precisando dividir o tempo de exposição.º A conclusão das duas últimas frases acima é: o tempo de exposição éproporcional ao quadrado do número f/.º Simplificando: se abriu o diafragma, diminua o tempo de exposição namesma quantidade, se fechou o diafragma, aumente o tempo de exposiçãona mesma quantidade.º Atualmente são divididas em mecânicas e eletrônicas.º As eletrônicas por sua vez, são divididas em: automáticas, automáticas emanuais, manuais;
  • 3. º Focalização - Outro recurso da câmera ajustável é a focalização do assuntoatravés da própria objetiva.º Girando o anel de focalização, você obtém o ajuste na devida distância dacâmara/assunto para reproduzir nitidamente as imagens no plano focalº A maioria das câmaras de hoje em dia tem o foco automático, que é umtelêmetro interno que determina exatamente a distância câmera/assunto.Naquelas que permitem o ajuste manual do foco, o anel de distância contém aescala em metros e em pés que também facilita a focalização.º Pode ainda, fazer a focagem em modo automático, denominado auto-focus(AF) e em modo manual.9 DICAS PARA O PRINCIPIANTE1º A boa iluminação é fundamental; evite luz excessivamente frontal, a pino ou de baixopara cima, a não ser que pretenda os efeitos daí resultantes. A melhor luz incide mais oumenos lateralmente de maneira difusa, cerca dos 35 a 65º da parte frontal do tema. Prefiraa manhã bem cedo, ou à tardinha.2º Fixe bem a câmera ao corpo ao fotografar com velocidade abaixo de 1/60; use tripé, anão ser que deseje o efeito de tremor consciente.3º A velocidade do obturador ideal para a grande maioria dos trabalhos fica em torno de1/125 seg. (1/125, 1/250, 1/500). Veja tabela abaixo:de 1/1 a 1/30 - o fotógrafo e o objeto deverão evitar qualquer movimento a não ser que sedeseje uma foto tremida.1/60 - são possíveis pequenos movimentos como gestos em velocidade normal, fala,andar, etc. A câmera deve permanecer imóvel.1/125 a 1/250 - devem ser usadas quando se fotografa objetos em movimento ligeiramenterápido (uma pessoa andando depressa ou de bicicleta).1/500 a 1/1000 - usar com movimentos rápidos (corridas de automóveis, motos, etc.).1/2000 - para obter uma imagem perfeitamente parada de objetos em movimentoextremamente rápido (água caindo, choque violento de dois objetos), etc.4º Evitar diafragmas totalmente abertos ou próximos a isto, a não ser que deseje obter ofundo e os panos próximos desfocados. Na maioria das fotos, o diafragma ideal fica emtorno de f/8.5º Verificar se o filme está bem encaixado na cremalheira de sua câmera. Gire a manivelade rebobinação até sentir resistência e veja se ela está se movendo quando avança ofilme.6º Fotometre com cuidado, não esquecendo de ajustar corretamente a sensibilidade (ISO)no fotômetro. Faça mais de uma verificação, dirigindo o fotômetro precisamente ao objetoa ser fotografado. Se o tema apresenta muitos contrastes luminosos, tire uma média.7º Sempre que possível, faça mais de uma foto do mesmo tema, usando, além daexposição indicada pelo fotômetro, um diafragma (ou velocidade) maior e um menor.
  • 4. 8º Procure fotografar o tema de vários ângulos de visão.9º Primeiro enquadre e depois focalize cuidadosamente o tema, procurando distribuirmassas e linhas, observe o fundo e os panos próximos. Só então, aperte o botão doobturador, o que deve ser feito lentamente, sempre observando o visor.Importante: Alterar a sensibilidade é o último recurso empregado pelo fotógrafo. Poisela está diretamente ligada ao processo químico da revelação.