• Like
Trabalho valeriamarainternet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Trabalho valeriamarainternet

  • 241 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
241
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. JOGOS LÓGICOS Valéria Maria de Castro Mello e Mara Lúcia S. F. de Souza Santos e-mails: vmcmello@hotmail.com mara.lucia2808@itelefonica.com.br Escola Estadual Professor Luiz de Castro Pinto Lorena – SP Outubro de 2.006 Público Alvo: 5ª série do E.F. e 1ª série do E. M. Pré-requisitos: operações com números naturais, raciocínio e lógica. Duração: de 1 a 2 aulas mensais Palavras Chaves: operações fundamentais (adição, subtração, multiplicação e divisão), desafio e lógica. Projeto TEIA DO SABER 2006 – Programa de Formação Continuada de Professores Secretaria de Estado da Educação – SP Diretoria de Ensino da Região de Guaratinguetá Metodologias de Ensino de Disciplinas da Área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias do Ensino Médio: Matemática I (Curso Inicial) Coordenador Prof. Dr. José Ricardo de Resende Zeni Departamento de Matemática (DMA) UNESP – Faculdade de Engenharia Campus (FEG) – Guaratinguetá Homepage do curso: http://www.feg.unesp.br/extensao/teia/index.php
  • 2. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 2 Introdução A aprendizagem dos alunos tem que partir de estratégias que incluam, além do desenvolvimento de conceitos e o uso de métodos e procedimentos, situações de aprendizagem que propiciem o desenvolvimento de modos de pensar e agir. Segundo Borin (1996), ao se trabalhar com jogos nas aulas de matemática devem ser feitas algumas considerações: questionar sempre: quando, por que e para que estamos propondo jogos; não querer transformar tudo em jogos, pois o objetivo não é ensinar os alunos a jogarem, mas mantê-los mentalmente ativos; ver o jogo como uma das muitas estratégias de ensino. O JOGO na sala de aula tem como objetivo ser mais um recurso de apoio à aprendizagem do qual o professor pode lançar mão adequadamente. A defasagem de algumas competências e habilidades pode ser trabalhada com o uso de estratégias diversificadas, sendo importantes na complementação e motivação dos que os utilizam. Objetivos Oferecer aos alunos: • momentos de concentração e criatividade; • atividades lúdicas e desafiadoras; • oportunidades para desenvolvimento do pensamento; • estimular o raciocínio. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 3. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 3 Atividades Números Lógicos O que deve ser feito: • preencha os espaços em branco com números inteiros (incluindo o zero) indicando também o sinal; • as células sombreadas indicam os resultados para cada linha e coluna; • as operações (soma e subtração) devem ser feitas na ordem em que aparecem (de cima para baixo e da esquerda para a direita). 44 18 20 13 100 32 26 +2 61 47 +14 39 20 51 36 66 38 6 10 37 18 71 82 +15 21 16 34 19 +3 33 12 50 42 42 7 +5 5 7 -41 11 18 68 Sudoku O que deve ser feito: • preencha os espaços em branco com algarismos de 1 a 9, de modo que cada número apareça uma única vez em cada linha; • em cada linha nenhum número pode ser repetido e todos os números de 1 a 9 se encontram presentes; • o mesmo deve acontecer em cada coluna; • nos quadrados menores (3 x 3), a regra é a mesma. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 4. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 2 7 6 5 1 7 2 7 8 1 3 5 6 5 2 8 6 9 8 2 5 7 8 5 8 7 6 2 4 9 1 1 4 6 9 9 5 3 7 4 6 5 2 2 3 8 6 3 7 4 1 4 3 8 6 Kakuro Puzzle japonês de raciocínio lógico. É um jogo de soma cruzadas. O que deve ser feito: • Utilize apenas os números de 1 a 9; • O número 0 não pode ser utilizado; • Só deverá ser colocado um número por célula; • Cada número só deve aparecer uma única vez por série. 13 3 3 10 10 3 11 6 3 15 3 14 19 10 4 7 6 4 6 3 3 11 11 11 11 3 Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 5. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 5 Brincando com Palitos 1 – Esta casinha está de frente para a estrada de terra. Mova dois palitos e faça com que ela fique de frente para a estrada asfaltada. 2 – Remova dois palitos e deixe a figura com dois quadrados. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 6. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 3 – Mova um palito e torne a igualdade verdadeira. 4 – Mova três palitos nesta figura para obter cinco triângulos. 5 – Mova um palito e obtenha um quadrado perfeito. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 6
  • 7. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 6 – Mova três palitos e obtenha cinco quadrados. 7 – Retire três palitos e obtenha três quadrados. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 7
  • 8. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 8 8 – Mude a posição de quatro palitos sem sobrepor nenhum deles e obtenha cinco triângulos. 9 – Reposicione dois palitos e obtenha uma figura com cinco quadrados iguais. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 9. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 9 10 – Reposicione três palitos e obtenha uma figura com quatro quadrados iguais, em contato um com o outro. 11 – Com 24 palitos, pode-se construir 6 quadrados iguais. Com estes mesmos palitos, tente formar 7 quadrados iguais. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 10. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 10 12 – Com 41 palitos, foi construída a igualdade falsa seguinte: deslocar dois e somente dois palitos a fim de torná-la verdadeira. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 11. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 11 Respostas 44 18 100 47 20 +5 +7 32 61 - 38 +14 37 13 +2 + 11 26 39 +4 - 23 20 51 36 66 38 6 18 71 82 10 +15 -4 21 12 - 12 +5 5 34 -8 - 10 16 50 -7 - 36 7 19 + 20 +3 42 42 -41 + 17 18 33 7 11 68 9 2 5 4 1 8 7 3 6 8 7 1 6 3 5 4 2 9 6 3 4 2 7 9 8 1 5 7 9 3 1 5 4 6 8 2 4 5 6 8 2 3 9 7 1 2 1 8 7 9 6 5 4 3 1 6 9 3 8 7 2 5 4 3 4 7 5 6 2 1 9 8 5 8 2 9 4 1 3 6 7 Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 12. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 13 3 10 3 7 11 1 2 1 5 3 1 3 19 6 14 2 9 1 3 2 3 10 2 2 15 7 4 8 3 3 10 6 11 4 4 9 1 2 2 3 1 11 2 6 1 3 11 2 11 2 9 1 3 1 2 1- Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 12
  • 13. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 2– 3– 4- Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 13
  • 14. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 5- 6– 7- Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 14
  • 15. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 8– 9– Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 15
  • 16. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 10 – 11 – Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 16
  • 17. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 12 – Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 17
  • 18. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos 18 Metodologia Os jogos são aplicados mensalmente da seguinte forma: • A classe é dividida em grupos e o material é distribuído aos grupos; • É feita a apresentação do desafio aos grupos; • O grupo que primeiro solucionar o desafio, irá apresentá-lo no quadro negro para toda a sala; • A solução é anotada por todos, esclarecendo eventuais dúvidas; • São propostos outros desafios para os grupos; • Eu, como Professora, fico como observadora da interação dos Alunos nos grupos. Avaliação No início das atividades propostas, constatei algumas dificuldades: • Apresentação de atividades novas e não convencionais; • Deficiência na interpretação de textos; • Falta de conhecimentos prévios e fundamentais. No decorrer das aulas, com a introdução de novos desafios, as dificuldades foram sendo sanadas. Hoje, quando proponho novos desafios, a participação é total por parte dos alunos. Constatei o crescimento de alguns alunos que tinham um baixo rendimento. Atualmente, eles são os que mais participam, os primeiros que terminam e vão ao quadro para explicar para a turma. A interação entre os grupos também é notável, havendo uma disputa saudável entre eles para vencer o desafio. A avaliação é feita pela participação, envolvimento e resolução dos desafios, havendo uma evolução considerável no rendimento deles. A Matemática passou a ser “legal” e interessante para eles e o aprendizado melhorou muito. Referências • Números Lógicos. Editora Iglu Ltda, nº. 07, 2006. • Sudoku. Ediouro Publicações de Lazer e Cultura Ltda, nº. 04, 2006. • Kakuro. On Line Editora Ltda., nº. 02, 2006. • Lannes, Rodrigo & Lannes, Wagner. Matemática, volume 1. São Paulo: Editora do Brasil, 2001. • Sérates, Jonofon. Internet. Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática
  • 19. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos Anexos Brincando com Palitos Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 19
  • 20. Valéria Maria C. Mello e Mara Lúcia S. F. S. Santos Projeto Teia do Saber 2006 – Metodologias de Ensino da Matemática 20