Your SlideShare is downloading. ×
0
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Ementas e Bibliografias Capacitação 2011/2

945

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
945
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. EMENTAS E BIBLIOGRAFIAS CAPACITAÇÃO DOCENTE AGOSTO DE 2011 Gênero e sexualidade no Ensino Superior Ementa: Situar a emergência e consolidação de um campo de estudos sobre gênero e sexualidade no Brasil; discutir os conceitos de gênero e sexualidade; dimensionar algumas das relações entre gênero, sexualidade e educação superior, a partir da discussão de exemplos que permitem apontar as potencialidades do uso dessa teorização nesse âmbito. Referências bibliográficas: Textos do livro: LOURO e cols. (org) Corpo, Gênero e Sexualidade. Um debate contemporâneo na educação. 5ª ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 2010. MEYER, Dagmar. Gênero e Educação: teoria e política. LOURO, Guacira. Currículo, gênero e sexualidade: o "normal", o "diferente" e o "excêntrico". Pesquisa e inovação na Unisinos Ementa: A Unisinos, como uma instituição de pesquisa, tem como diretriz estratégica sua qualificação através da excelência acadêmica e de seu potencial para captação de recursos com parceiros externos. Sendo assim, este minicurso tem por objetivo apresentar o seu direcionamento em relação a pesquisa através dos programas, grupos, projetos e parcerias buscando inovação e desenvolvimento regional. Cultura Jesuíta e Pedagogia Inaciana Ementa: Este mini-curso procurará compreender a Pedagogia Inaciana como uma cultura que perpassa a ação educativa nos colégios e universidades da Companhia de Jesus. Este é um modo de proceder que orienta os processos de seleção, produção, distribuição, organização e interação dinâmica de conhecimentos que circulam na instituição. Referências bibliográficas: CODINA, Gabriel. Pedagogia Inaciana. Diccionario de Espiritualidad Ignaciana, Universidad Pontificia Comillas, Madrid, 2007. BARREIRO, Alvaro; REMOLINA, Gerardo. Sobre a tradição educativa e a espiritualidade jesuítas. São Leopoldo: UNISINOS, 2005. Docência no Ensino Superior: habilidades cognitivas e instrumentos de avaliação Ementa: Habilidades intelectuais e cognitivas na aprendizagem envolvendo planejamento e avaliação. Tecnologias de construção de questões avaliativas e a relação com a qualidade da aprendizagem.
  • 2. Noções Básicas de Primeiros Socorros Objetivos: Esclarecer dúvidas e demonstrar algumas intervenções possíveis aos colegas professores da Universidade interessados sobre o tema "Primeiros Socorros" através de oficina com exposição teórico-prática do conteúdo. Ementa: Exposição teórico-prática de gestos básicos de salvamento e manutenção da vida em situações de emergência e trauma. Contrastes entre a língua falada e a língua escrita Ementa: Discutir as características da língua falada na produção escrita dos alunos na Universidade. Contrastes sistemáticos entre fala e escrita. Gestão Ambiental na Unisinos Ementa: Introdução à Gestão Ambiental. Certificação ISO 14001. Sistema de Gestão Ambiental da Unisinos. Resultados ambientais na Unisinos. Como se dá a participação do Professor na gestão ambiental certificada ISO 14001 da Unisinos. Referências bibliográficas: Manual do SGA, disponível no Portal Minha Unisinos/SGA Ética em pesquisa com seres humanos Ementa: O curso inicia conceituando ética e moral em suas aplicações ao universo da investigação, explicita em que consiste a pesquisa científica e quais são os desafios éticos de suas duas versões, quantitativa e qualitativa, e aponta para as diferenças e as relações entre uma análise da metodologia científica e uma análise ética de um projeto de pesquisa. Explica os três princípios, autonomia, beneficência e justiça, que regem a ética de qualquer pesquisa científica de acordo com parâmetros internacionais. Apresenta os diversos documentos internacionais (Código de Nürenberg, as sucessivas Declarações de Helsinque da Associação Médica mundial, as Diretrizes Internacionais para pesquisa biomédica com seres humanos (CIOMS) da Organização Mundial da Saúde) que serviram de referência para formulação da Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde que atualmente pauta as pesquisas com seres humanos no Brasil. Por fim apresenta o funcionamento de um Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) que toda instituição de pesquisa com seres humanos deve ter e pelo qual deve passar toda investigação científica que inclua seres humanos, para ser analisada e aprovada pelo mesmo, segundo as diretrizes da Resolução 196/96. Explicita os documentos e os passos necessários para dar entrada de um projeto de pesquisa num Comitê de Ética. Referências bibliográficas: Manual de encaminhamento de projetos de pesquisa ao comitê de ética em pesquisa. Disponível em: http://www.unisinos.br/pesquisa-e- inovacao/comites JUNGES, José Roque. Exigências éticas do consentimento informado. Criação de narrativas colaborativas: quando novos meios encontram novas práticas Ementa: Os jovens de hoje não gostam de escrever... Será mesmo? Tendo em vista transpor a barreira que afasta muitos alunos da produção textual, esta oficina apresenta um conjunto de práticas de sala de aula para criação de narrativas colaborativas. São atividades realizadas a partir de meios on e off-line, que aliam técnicas lúdicas ao uso criativo de ferramentas
  • 3. como Twitter, blog e a comunidade de ensino à distância Moodle para fins de desenvolvimento de histórias coletivas. Além da apresentação dessas práticas experimentais de produção literária, a oficina visa também constituir um espaço para troca de ideias e de fomento a novas estratégias de ensino criativo na graduação. Web 2.0 e as Redes Sociais: conceitos e ferramentas para a sala de aula Ementa: Atualmente, tem-se discutido muito sobre as redes sociais. Isto exige que a educação repense suas práticas para que estes espaços virtuais tornem-se espaços de ensino e de aprendizagem. Por isso, este mini curso tem por objetivo refletir sobre os principais conceitos da Web 2.0, bem como conhecer e experienciar algumas ferramentas das redes sociais online. Referências bibliográficas: TREIN, Daiana; SCHLEMMER, Eliane D. R. Projetos de Aprendizagem baseados em problema no contexto da WEB 2.0: Possibilidades para a prática pedagógica. Revista e-Curriculum, Vol. 4, Núm. 2, junio, 2009 http://bit.ly/juQKDV RECUERO, Raquel. Comunidades em Redes Sociais na Internet: Uma proposta de estudo. Trabalho apresentado no Seminário Internacional da PUC/RS, em novembro de 2005, Porto Alegre/RS. Trabalho publicado na Ecompos, Internet, v. 4, n. Dez 2005. RECUERO, Raquel. Redes Sociais na Internet: Considerações Iniciais. Trabalho apresentado no XXVIII INTERCOM, em setembro de 2005, Rio de Janeiro/RJ. Trabalho publicado na Ecompos, Internet, v. 2, n. Abril 2005 A formação humanística em aula: outras estéticas Ementa: A atividade tem por objetivo analisar procedimentos pedagógicos que desafiem os estudantes a desenvolverem atitudes de co-autoria na construção de conhecimentos e parcerias no desenvolvimento das Atividades Acadêmicas, a partir de projetos de ensino-aprendizagem inovadores e comprometidos, política e pedagogicamente, com os eixos da Formação Humanística da Unisinos. A atividade será desenvolvida na forma de um seminário, onde serão apresentadas e debatidas duas experiências docentes, envolvendo saídas a campo e o uso de recursos tecnológicos, à luz das quais o grupo será convidado a apresentar outras experiências e a desenvolver o tema do mini-curso. Referências bibliográficas: Conferência de Provinciais Jesuítas da América Latina. Projeto Educativo Comum da Companhia de Jesus na América Latina. Rio de Janeiro: Ed. Daugraf, 2005. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2009. TEIXEIRA, Anísio. Educação e o mundo moderno. Rio de Janeiro: Ed UFRJ, 2006. DEWEY, John. Democracia e educação: capítulos essenciais. SP: Ática, 2007. LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva. São Paulo: Loyola, 2003. BEHRENS, Mª Aparecida, MAETTO, Marcos T., MORAN, José Manuel. Novas Tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus, 2006. Pedagogia Inaciana. Uma proposta prática. Secretariado de Educação da Companhia de Jesus. São Paulo: Loyola, 1993.
  • 4. Dificuldades de aprendizagem no Ensino Superior Ementa: Este minicurso busca examinar os processos de in/exclusão produzidos em instituições educativas de Ensino Superior, os quais estão implicados com a definição de posições de (não) aprendizagem. Pretende, também, possibilitar a construção de princípios pedagógicos que problematizem as narrativas de fracasso escolar, não-aprendizagem e deficiência e promovam a construção de aprendizagens. Platão e educação Ementa: Exame dos conceitos de paideia e de cuidado e suas implicações na formação na atualidade, e apresentação de algumas questões do pensamento de Platão que envolvem a aprendizagem, a formação ética, a relevância da teoria e do método na investigação. Referências bibliográficas: PAVIANI, J. Platão e a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. SCOLNICOV, S. Platão e o problema educacional. São Paulo: Loyola, 2006. Paulo Freire e Educação Ementa: A reflexão buscará contextualizar as principais teses de Paulo Freire em relação aos desafios atuais do ensino superior e da formação continuada do profissional docente. Além da teoria de Freire, serão abordadas as convergências desta com as transformações em curso na lógica da produção e socialização do conhecimento através do diálogo problematizador e da síntese dos diferentes saberes em jogo. Referências bibliográficas: Paulo Freire. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e terra, 2005. STRECK, D. REDIM. E. ZITKOSKI, J. Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. ZITKOSKI, Jaime. Paulo Freire e a Educação. Belo Horizonte: autêntica, 2008. EAD: ensino e aprendizagem online Ementa: O minicurso abordará questões voltadas ao ensinar e aprender em comunidades virtuais. Compreender quem é o aluno virtual e suas necessidades, utilização de fóruns e chats como recursos de aprendizagem e der avaliação serão alguns dos temas tratados no encontro. Referências bibliográficas: CARVALHO, Fábio Câmara Araújo de; IVANOFF, Gregório Bittar. Tecnologias que educam: ensinar e aprender com tecnologias que educam. São Paulo, Pearson, 2009. BARBOSA, Rommel Melgaço Barbosa (org). Ambientes Virtuais de aprendizagem. Porto Alegre, Artmed, 2005. PALLOFF, Rena M.; PRATT, Keith. O aluno virtual. Porto Alegre, Artmed, 2004. Discutindo a teoria da democracia racial Ementa: Discutir as consequências do mito da democracia racial e a importância da educação das relações étnico-raciais na Universidade. Referências bibliográficas: BRASIL, Lei 10639 de 9 de janeiro de 2003. D.O.U. 10/01/ 2003.
  • 5. CAVALLEIRO, Eliane (Org.). Racismo e antiracismo. Repensando a nossa Escola. São Paulo: Summus, 2001. HERNANDEZ, Leila Maria Gonçalves Leite. A Africa na sala de aula: visita à história cotemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005. Docência no Ensino Superior: planejamento e metodologias de ensino Ementa: Examinar a docência universitária na sua complexidade e o planejamento como processo intencional de construção de conhecimentos, de projeto-compromisso entre professor e alunos. A metodologia será analisada na perspectiva do planejamento em ação, num movimento de síncrese, análise e síntese. Referências bibliográficas: ANASTASIOU, Léa e ALVES, Leonir (orgs.). Processos de ensinagem na Universidade. Joinvile, Santa Catarina: Univille, 2004. GANDIN, Danilo. Planejamento como prática educativa. São Paulo: Loyola, 1983. VASCONCELLOS, Celso. Construção do conhecimento em sala de aula. São Paulo : Libertad, 1994, (cadernos pedagógicos do Libertad , 2). VASCONCELLOS, Celso. Processo de Mudança da Prática Educacional. São Paulo: Libertad, 1998 (Série Textos de Aprofundamento - 1) VASCONCELOS, Celso. Metodologia Dialética em sala de aula. Revista AEC, v.21, n 83, abr./jun.1995. VASCONCELLOS, Celso. Planejamento: Projeto de Ensino-Aprendizagem e Projeto Político-Pedagógico, 12a ed. São Paulo: Libertad, 2004. Cultura e juventude Ementa: Estudo das novas configurações acerca da sociabilidade e da identidade da juventude contemporánea, enfatizando os aspectos ligados à política, à estética, as formas de sociabilidade e a expressão. Referências bibliográficas: Pere-Oriol Costa, José Manuel Pérez Tornero e Fabio Tropea (1996), "Tribus urbanas. El ansia de identidad juvenil: entre el culto a la imagen y la autoafirmación a través de la violencia", Paidós, Barcelona. Abramo, Helena e Martoni Branco, Pedro Paulo (Org) (2005), "Retratos da juventude brasileira. Análise de uma pesquisa nacional", Fundação perseu Abramo, São Paulo. PNUD (2009), "Informe sobre desarrollo humano para Mercosur 2009-2010 - Innovar para incluir: jóvenes y desarrollo humano", Libros del Zorzal, Buenos Aires. Cinema na sala de aula de Atividades da Área de Ciências Humanas Ementa: Subsidiar o trabalho do professor em sala de aula quanto ao uso de filmes como recursos no ensino e na aprendizagem. Referência bibliográfica: FERRO, Marc. Cinema e História. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992. Ensino Propulsor: auxiliando o professor na construção de cadernos digitais Objetivo: construir cadernos de atividades digitais utilizando recursos do PowerPoint.
  • 6. A oficina se desenvolve em três etapas: (1) pressupostos teóricos; (2) construção de caderno digital; (3) reflexão acerca da utilização dos cadernos na prática pedagógica do professor. Solicita-se aos professores participantes que pensem em um conteúdo breve a ser desenvolvido na forma de caderno digital. É importante que este material contenha alguns exercícios relacionados ao tema escolhido. Foucault e educação Ementa: O curso visa apresentar uma visão geral do uso das teorizações foucaultianas para pensar o campo educacional nos nossos dias. Parte-se de uma breve introdução ao pensamento do filósofo, no intuito proporcionar aos participantes uma compreensão das diretrizes e da importância de sua complexa e múltipla obra. A seguir, são discutidas algumas produções acadêmicas que utilizam os estudos foucaultianos para problematizar a educação contemporânea. Referências bibliográficas: 1. Introdução ao pensamento foucaultiano: OKSALA, Johanna. Como ler Foucault. Rio de Janeiro: Zahar, 2011. (ler introdução e capítulo 1) VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. (ler capítulo 1) REVEL, Judith. Foucault – conceitos essenciais. São Carlos: Claraluz, 2005. 2. Estudos foucaultianos e Educação: SARAIVA, Karla. Formação de professores nas tramas da rede. Em Aberto, Brasília, v. 23, n. 84, p.123-137, nov. 2010. Disponível em <http://www.rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1794/1357>. Acesso jun. 2011. GARCIA, Maria Manuela Alves. Didática e trabalho ético na formação docente. Cadernos de Pesquisa [online], vol.39, n.136, p.225-242, 2009. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/cp/v39n136/a1139136.pdf>. Acesso jun. 2011. VEIGA-NETO, Alfredo. De geometrias, currículo e diferença. Educação & Sociedade, n. 79, p.163-186, ago. 2002. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/es/v23n79/10853.pdf>. Acesso jun. 2011. SILVA, Roberto Rafael Dias da; FABRIS, Elí Terezinha Henn. O jogo produtivo da educabilidade/ governamentalidade na constituição de sujeitos universitários. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 15, n. 44, ago. 2010 . Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v15n44/v15n44a11.pdf>. Acesso jun. 2011. Estágios da Licenciatura: um desafio, um trabalho em parceria Ementa: O minicurso constitui-se como um momento de troca de experiências e de reflexão a respeito do estágio dos cursos de licenciatura, contemplando o olhar do(a) aluno(a) estagiário(a),do(a) professor(a) o supervisor(a) e do(a) representante da escola que acolhe o(a) acadêmico(a). Referências bibliográficas: BAGNO, Marcos. Pesquisa na escola: O que é e como se faz. 20. ed. São Paulo: Loyola, 2006. CARDOSO, Bia (org). Ensinar: tarefa para profissionais. Rio de Janeiro: Record, 2007.
  • 7. PICONEZ, Stela C. B. (coord.) A prática de ensino e o estágio supervisionado. Campinas: Papirus, 2002. A ação social da Universidade Ementa: Os projetos sociais da Unisinos e sua importância enquanto espaços de Extensão Universitária. A sua inserção na Rede Jesuíta de Cidadania e Ação Social. A Extensão Universitária redefinida a partir da concepção de Responsabilidade Social Universitária – RSU/Ausjal. Avaliação no Ensino superior: formas, instrumentos e critérios Ementa: A avaliação no Ensino Superior será abordada a partir de suas diferentes formas, instrumentos e critérios. Pretende-se socializar as experiências e reflexões no sentido de oportunizar a problematização das notas, dos pareceres e das atividades suplementares de apoio como contribuição para pensar as práticas docentes avaliativas. Método Cientifico e Trabalho de Conclusão de Curso para as Informáticas Ementa: Este minicurso tem por objetivo propiciar a discussão e troca de informação entre os profesores dos cursos de informática no que tange ao processo que norteia o Trabalho de Conclusão dos cursos, bem como apresentar os diferentes métodos de pesquisa quantitativa e qualitativa. Alguns critérios e normas para a correta elaboração de um Trabalho de Conclusão serão também alvo de discussão. Referências bibliográficas: WAINER, J. Métodos de pesquisa quantitativa e qualitativa para a Ciência da Computação. In Tomasz Kowaltowski and Karin Breitman. (Org.). Atualização em informática 2007. Sociedade Brasileira de Computação e Editora PUC-Rio, 2007. p. 221-262. YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. Porto Alegre : Bookman, 2001. Oficina sobre o uso das TICs, com ênfase em TV e vídeo, na sala de aula Ementa: Unidades Temáticas: Educação,TICs, Televisão e Vídeo O uso da TV e do Vídeo no trabalho docente A produção de vídeo Objetivos: Objetivo Geral: Capacitar os professores para o uso das TICS na sala de aula. Objetivos específicos: Resgatar historicamente aspectos da Educação e da Televisão. Elencar e discutir características da Televisão. Caracterizar e exemplificar a narrativa audiovisual. Relacionar audiovisual e Educação.
  • 8. Relacionar Televisão e Computador. Caracterizar a produção do vídeo educativo. Listar e caracterizar as TICs, mormente o vídeo no trabalho docente. Analisar produtos audiovisuais no processo ensino-aprendizagem. Produzir uma narrativa, utilizando a tecnologia do vídeo Metodologia: Exposição dialogada sobre o uso das TICs na sala de aula. Apresentação e análise de vídeos. Produção de uma narrativa, utilizando o vídeo Recursos: Apresentação em Power Point DVD para reprodução Câmeras de vídeo Referências bibliográficas: CARRAVETTA, Luiza Maria Cezar e COELHO, Marta de Moraes. O vídeo Educativo: uma ferramenta para o professor. Porto Alegre: Arte Mais, 2010. Transdisciplinaridade no Ensino Superior Ementa: A transdisciplinaridade como proposta de reinvenção das práticas em nível universitário. Desdobramentos do conceito. Como pensar uma instituição de ensino superior com cultura transdisciplinar. Um tempo de todos os tempos: discutindo a diversidade geracional na sala de aula Ementa: Caracterizar as diferentes gerações (Veteranos, Babyboomers, "Xs", "Ys") que coexistem no contexto universitário, identificando seus pressupostos e comportamentos predominantes. Problematizar os desafios que se oportunizam, sobretudo aos docentes, nesta convivência/interrelação geracional, refletindo sobre as transformações implicadas nos processos de ensino-aprendizagem. Inovação e Empreendedorismo Ementa: socialização das práticas de docência nas atividades acadêmicas do eixo de inovação e empreendedorismo da Universidade e reflexões a respeito das possibilidades de inovar e empreender nas diferentes áreas de atuação.

×