CALL - 1T14
RESULTADOS
2
Empresa
Defesa &
Segurança
Metalurgia &
Plásticos
GuidanceResultados Estratégias
Acontecimentos 2014
• Aumento de Capital de até R$ 201 milhões, mediante a emissão de até
48.528.020 ações ordinárias e 97...
Acontecimentos 2014
• Renúncia do Conselheiro Fernando José Soares Estima do Conselho de
Administração (“CA”) em 25/04/14,...
Aumento de Capital
Cronograma Parte 1
5
Empresa EVENTO DATA
AGE - aprovação aumento de capital 29/04/2014
Aviso aos Acioni...
Aumento de Capital
Cronograma Parte 2
6
Empresa EVENTO DATA
Início do 1º rateio de sobras
(D+3 - úteis - do término do dir...
Conselho de Administração
Luis Fernando Costa Estima
Danilo Angst
Carlos Augusto Leite Junqueira de Siqueira
Manuel Jeremi...
NATIONAL INSTANT CRIMINAL
BACKGROUND CHECK SYSTEM
Fonte: NSSF
8
Defesa &
Segurança
500.000
700.000
900.000
1.100.000
1.300...
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
DO NICS
Fonte: FBI – Federal Bureau of Investigation
9
Defesa &
Segurança
24% 22% 22% 22% 22% 23% ...
PARES DE MERCADO
10
Defesa &
Segurança
Venda de Motocicletas
Substituição de Carros por Motocicletas
Mobilidade e economia no trânsito
Serviços de entrega
Motota...
12
EMPLACAMENTOS DIÁRIOS
Fonte: Fenabrave
Metalurgia
& Plásticos
0
1.000
2.000
3.000
4.000
5.000
6.000
7.000
2012
2013
2014
13
Fonte: Taurus
CAPACETES TAURUS/DIA
Metalurgia
& Plásticos
4.000
5.000
6.000
7.000
8.000
9.000
10.000
1T11 2T11 3T11 4T1...
14
CAPACETES TAURUS/EMPLACAMENTOS
Fonte: Fenabrave e Taurus
Metalurgia
& Plásticos
1,30
1,21 1,18
1,29
1,51
1,73
1,53
1,45...
15
Metalurgia
& Plásticos
58%
MARKET SHARE
DE CAPACETES
PARA
MOTOCICLISTAS
NO BRASIL
1,6
CAPACETES
POR MOTO
VENDIDA NO
BRA...
EVOLUÇÃO RECEITA LÍQUIDA POR
MERCADO
16
Resultados
RECEITA LÍQUIDA POR GEOGRAFIA
17
Resultados
RECEITA LÍQUIDA POR SEGMENTO
18
Resultados
EBITDA AJUSTADO
19
Resultados
(1) Prejuízo da Taurus Máquinas-Ferramenta Ltda., dado que nestes períodos a operação não é ...
20
INFORMAÇÕES POR SEGMENTO
Resultados
1T14 Part. % 1T13 Part. % Var. 1T14 1T13 Var. 1T14 1T13 Var.p.p
Armas 124,0 73,8% 1...
21
Resultados
CAPITAL DE GIRO
22
CICLO FINANCEIRO x DIAS DE ESTOQUES
Resultados
100
150
200
250
300
350
1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14
Dia...
23
NECESSIDADE DE INVESTIMENTO EM
GIRO
Resultados
260.000
280.000
300.000
320.000
340.000
360.000
2011 2012 2013 1T13 2T13...
24
Resultados
ENDIVIDAMENTO
CRONOGRAMA DE VENCIMENTO DA
DÍVIDA
25
Resultados
POSIÇÃO FINANCEIRA
26
Resultados Em milhões de R$
31/03/2014 31/12/2013 31/03/2013
Var. Mar/14 x
Dez/13
Var. Mar/14 x
Mar/...
27
Resultados
INVESTIMENTOS
INVESTIMENTOS EM IMOBILIZADO
28
Resultados
ORÇAMENTO DE CAPITAL 2014
29
Resultados
Resumo R$ Mil US$ Mil Part %
P&D 10.837 4.516 20%
Modernização 28.939 12.058 52%
T...
GUIDANCE 2014
30
Guidance
A Administração optou por não fornecer estimativas
de Receita Líquida e de EBITDA para 2014;
CAP...
31
Descontinuidade da Forjaria para terceiros: concluída em
novembro/2013;
Transferência da produção de armas longas para ...
32
Reimplantação do Sistema de Controle e Gestão de
Manufatura;
Redução de custos e de recursos empregados na
produção;
Es...
33
Atualizar e introduzir novos módulos no sistema ERP,
melhorando os controles internos e relatórios gerenciais;
Integrar...
34
PRINCIPAIS FRENTES PARA 2014
Reduzir a dependência com o mercado americano através do
aumento do volume de exportações ...
2014 05-15 - 1 t14-call
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2014 05-15 - 1 t14-call

1,364
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,364
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2014 05-15 - 1 t14-call

  1. 1. CALL - 1T14 RESULTADOS
  2. 2. 2 Empresa Defesa & Segurança Metalurgia & Plásticos GuidanceResultados Estratégias
  3. 3. Acontecimentos 2014 • Aumento de Capital de até R$ 201 milhões, mediante a emissão de até 48.528.020 ações ordinárias e 97.056.038 ações preferenciais, pelo preço de emissão de R$1,38 por ação (mais informações a seguir). • Aprovação das Demonstrações Financeiras de 2013 e rerratificação do exercício de 2012, face reapresentação espontânea em AGO/AGE de 30/04/14; • Liquidação das debêntures da 1ª série; no montante de R$ 15 milhões; • Obtenção de perdão (waiver) pela não decretação de vencimento antecipado em 14/05/14, pelo Banco Citibank S.A., relativo ao total da Nota de Crédito à Exportação (NCE) de R$ 20,3 milhões em 31/03/2014. Este waiver é dado em decorrência do não cumprimento das obrigações dos índices financeiros de 31/12/13. Deste modo, cerca de R$ 6,8 milhões, que estão atualmente no curto prazo, retornarão para o longo prazo no 2T14; 3 Empresa
  4. 4. Acontecimentos 2014 • Renúncia do Conselheiro Fernando José Soares Estima do Conselho de Administração (“CA”) em 25/04/14, determinando eleição de todo o Conselho face ter sido eleito por voto múltiplo (art. 141 da Lei das S.A.); • Obtenção de perdão (waiver) pela não decretação de vencimento antecipado em 30/04/14, pelo Banco Itaú Unibanco S.A., relativo ao total da Cédula de Crédito Bancário de R$ 93 milhões em 31/03/2014. Este waiver é dado em decorrência do não cumprimento das obrigações dos índices financeiros de 31/12/13. Deste modo, cerca de R$ 49,5 milhões, que estão atualmente no curto prazo, retornarão para o longo prazo; • Redução do número de produtos no portfólio (SKUs) de 5.000 em dezembro/13 para cerca de 800 em março de 2014, com meta de atingir 400 até o final do segundo trimestre/14, concentrando em produtos com margens maiores e adequações nos custos; 4 Empresa
  5. 5. Aumento de Capital Cronograma Parte 1 5 Empresa EVENTO DATA AGE - aprovação aumento de capital 29/04/2014 Aviso aos Acionistas nos IPE (CVM) 05/05/2014 Aviso aos Acionistas nos jornais societários 06/05/2014 Data de corte dos acionistas que ainda terão direito de preferência (D+15 - úteis - da publicação do Aviso nos jornais societários) 27/05/2014 Início do período do direito de preferência (pregão seguinte a data de corte dos acionistas que terão direito de preferência) 28/05/2014 Data que as ações ficam ex-direitos de subscrição (pregão seguinte a data de corte dos acionistas que terão direito de preferência) 28/05/2014 Data de término do direito de preferência (D+30 - corridos - do início do direito de preferência) 27/06/2014
  6. 6. Aumento de Capital Cronograma Parte 2 6 Empresa EVENTO DATA Início do 1º rateio de sobras (D+3 - úteis - do término do direito de preferência) - prazo solicitado pelo Itaú 03/07/2014 Fim do 1º rateio de sobras (D+5 - úteis - do início do 1º rateio de sobras) 09/07/2014 Início do 2º rateio de sobras (D+3 - úteis - do término do 1º rateio de sobras) - prazo solicitado pelo Itaú 14/07/2014 Fim do 2º rateio de sobras (D+5 - úteis - do início do 2º rateio de sobras) 21/07/2014 Convocação de AGE para homologação do aumento de capital - IPE (D+3 - úteis - do término do 2º rateio de sobras) - prazo solicitado pelo Itaú 24/07/2014 Convocação de AGE para homologação do aumento de capital - Jornais (D+1 - útil - da úblicação no IPE) - prazo solicitado pelo Itaú 25/07/2014 28/07/2014 29/07/2014 AGE de homologação (D+15 - corridos - contados da 1ª convocação de AGE nos jornais societários) 15/08/2014
  7. 7. Conselho de Administração Luis Fernando Costa Estima Danilo Angst Carlos Augusto Leite Junqueira de Siqueira Manuel Jeremias Leite Caldas Marcos Tadeu de Siqueira Ruy Lopes Filho Conselho Fiscal Amoreti Franco Gibbon Suplente: Edgar Panceri Juliano Puchalski Teixeira Suplente: Carlos Eduardo Bandeira de Mello Francesconi Marcelo de Deus Saweryn Suplente: Lisiane Miguel Wilke Mauro César Medeiros de Mello Suplente: Roberto Hesketh Reinaldo Fujimoto Suplente: José Airton Veras Carvalho 7 Empresa Diretoria Estatutária André Ricardo Balbi Cerviño Eduardo Feldmann Costa Eduardo Ermida Moretti Dóris Beatriz França Wilhelm Administradores
  8. 8. NATIONAL INSTANT CRIMINAL BACKGROUND CHECK SYSTEM Fonte: NSSF 8 Defesa & Segurança 500.000 700.000 900.000 1.100.000 1.300.000 1.500.000 1.700.000 1.900.000 2.100.000 2.300.000 2.500.000 2011 2012 2013 2014 Efeito Newtown
  9. 9. DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DO NICS Fonte: FBI – Federal Bureau of Investigation 9 Defesa & Segurança 24% 22% 22% 22% 22% 23% 24% 24% 22% 22% 23% 24% 13% 12% 12% 12% 12% 12% 12% 11% 10% 12% 10% 13% 41% 43% 42% 44% 44% 45% 43% 46% 48% 45% 47% 41% 22% 23% 23% 22% 22% 20% 20% 19% 21% 21% 20% 21% abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 West South Other Northeast Midwest
  10. 10. PARES DE MERCADO 10 Defesa & Segurança
  11. 11. Venda de Motocicletas Substituição de Carros por Motocicletas Mobilidade e economia no trânsito Serviços de entrega Mototaxi Crédito Aumento da Inadimplência Restrição à liberação de crédito % de entrada em financiamentos Número de prestações Manutenção da motocicleta X Aquisição de capacetes Inexistência de financiamento para motos usadas de baixa cilindrada FATORES DE IMPACTO 11 Metalurgia & Plásticos
  12. 12. 12 EMPLACAMENTOS DIÁRIOS Fonte: Fenabrave Metalurgia & Plásticos 0 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 6.000 7.000 2012 2013 2014
  13. 13. 13 Fonte: Taurus CAPACETES TAURUS/DIA Metalurgia & Plásticos 4.000 5.000 6.000 7.000 8.000 9.000 10.000 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14
  14. 14. 14 CAPACETES TAURUS/EMPLACAMENTOS Fonte: Fenabrave e Taurus Metalurgia & Plásticos 1,30 1,21 1,18 1,29 1,51 1,73 1,53 1,45 1,68 1,64 1,70 1,51 1,70 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14
  15. 15. 15 Metalurgia & Plásticos 58% MARKET SHARE DE CAPACETES PARA MOTOCICLISTAS NO BRASIL 1,6 CAPACETES POR MOTO VENDIDA NO BRASIL 4,8 MILHÕES DE UNIDADES/ANO DE MERCADO POTENCIAL
  16. 16. EVOLUÇÃO RECEITA LÍQUIDA POR MERCADO 16 Resultados
  17. 17. RECEITA LÍQUIDA POR GEOGRAFIA 17 Resultados
  18. 18. RECEITA LÍQUIDA POR SEGMENTO 18 Resultados
  19. 19. EBITDA AJUSTADO 19 Resultados (1) Prejuízo da Taurus Máquinas-Ferramenta Ltda., dado que nestes períodos a operação não é descontinuada. PERÍODO: 1T13 1T14 = LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 9.194 (4.540) (+) IR/CSLL 14.813 (807) (+) Despesa Financeira, Líquida 26.867 46.965 (-) Receita Financeira, Líquida (13.841) (37.081) (+) Depreciação/Amortização 8.083 8.078 = EBITDA PERÍODO CVM Inst. 527/12 45.116 12.615 (+) Prejuízo da Taurus Máquinas-Ferramenta Ltda. (1) 1.850 1.702 = EBITDA AJUSTADO 46.966 14.317
  20. 20. 20 INFORMAÇÕES POR SEGMENTO Resultados 1T14 Part. % 1T13 Part. % Var. 1T14 1T13 Var. 1T14 1T13 Var.p.p Armas 124,0 73,8% 181,4 79,3% -31,6% 30,2 63,8 -52,6% 24,3% 35,1% -10,8 Capacetes 32,6 19,4% 29,9 13,1% 9,1% 11,6 10,3 12,7% 35,6% 34,5% 1,1 Outros 11,5 6,8% 17,4 7,6% -33,9% 3,9 3,9 0,0% 34,0% 22,4% 11,5 Total 168,1 100,0% 228,7 100,0% -26,5% 45,7 78,0 -41,4% 27,2% 34,1% -6,9 1T14 Part. % 4T13 Part. % Var. 1T14 4T13 Var. 1T14 4T13 Var.p.p Armas 124,0 73,8% 117,9 75,5% 5,2% 30,2 30,0 0,5% 24,3% 25,5% -1,1 Capacetes 32,6 19,4% 30,3 19,4% 7,6% 11,6 8,8 32,4% 35,6% 28,9% 6,7 Outros 11,5 6,8% 7,9 5,0% 46,0% 3,9 (3,3) NS 34,0% -42,1% 76,1 Total 168,1 100,0% 156,1 100,0% 7,7% 45,7 35,5 28,8% 27,2% 22,7% 4,4 Margem Bruta Comparativo Trimestral - Trimestre Atual x Trimestre Anterior Receita Líquida Resultado Bruto Margem Bruta Comparativo Trimestral - Ano x Ano Receita Líquida Resultado Bruto
  21. 21. 21 Resultados CAPITAL DE GIRO
  22. 22. 22 CICLO FINANCEIRO x DIAS DE ESTOQUES Resultados 100 150 200 250 300 350 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14 Dias de Estoques LTM Ciclo Financeiro
  23. 23. 23 NECESSIDADE DE INVESTIMENTO EM GIRO Resultados 260.000 280.000 300.000 320.000 340.000 360.000 2011 2012 2013 1T13 2T13 3T13 4T13 1T14
  24. 24. 24 Resultados ENDIVIDAMENTO
  25. 25. CRONOGRAMA DE VENCIMENTO DA DÍVIDA 25 Resultados
  26. 26. POSIÇÃO FINANCEIRA 26 Resultados Em milhões de R$ 31/03/2014 31/12/2013 31/03/2013 Var. Mar/14 x Dez/13 Var. Mar/14 x Mar/13 Endividamento curto prazo 358,6 388,5 341,5 -8% 5% Endividamento longo prazo 250,5 273,2 228,8 -8% 9% Saques cambiais 62,3 0,0 5,1 N/A 1125% Debêntures 54,4 57,6 95,9 -6% -43% Antecipação de créditos imobiliários 17,0 19,6 26,6 -13% -36% Adiantamento de Recebíveis 53,9 116,0 60,3 -54% -11% Derivativos -19,7 -35,6 -29,8 -45% -34% Endividamento bruto 777,1 819,2 728,4 -5% 7% (-) Disponibilidades e aplicações financeiras 232,8 281,1 247,3 -17% -6% Endividamento líquido 544,3 538,1 481,1 1% 13% EBITDA Ajustado 67,4 100,0 141,0 -33% -52% Endividamento líquido/EBITDA Ajustado 8,08x 5,38x 3,41x EBITDA Ajustado/Despesas financeiras, líquidas 0,96x 1,36x 2,58x
  27. 27. 27 Resultados INVESTIMENTOS
  28. 28. INVESTIMENTOS EM IMOBILIZADO 28 Resultados
  29. 29. ORÇAMENTO DE CAPITAL 2014 29 Resultados Resumo R$ Mil US$ Mil Part % P&D 10.837 4.516 20% Modernização 28.939 12.058 52% TI 10.854 4.522 20% Transferência da Filial 5 4.553 1.897 8% Total 55.182 22.993 100%
  30. 30. GUIDANCE 2014 30 Guidance A Administração optou por não fornecer estimativas de Receita Líquida e de EBITDA para 2014; CAPEX: o orçamento de capital para 2014 aprovado em AGOE é de R$ 55,2 milhões, tendo sido realizado 5,6% até o 1T14.
  31. 31. 31 Descontinuidade da Forjaria para terceiros: concluída em novembro/2013; Transferência da produção de armas longas para São Leopoldo (previsão julho/2014), no conceito lean manufacturing; Redução da quantidade de modelos (SKUs); AÇÕES DE REESTRUTURAÇÃO EM CURSO
  32. 32. 32 Reimplantação do Sistema de Controle e Gestão de Manufatura; Redução de custos e de recursos empregados na produção; Estruturação da área de Supply Chain com ênfase no PCP; Revisão de toda a cadeia logística (uso de novos modais e redução de estoques). AÇÕES DE REESTRUTURAÇÃO EM CURSO
  33. 33. 33 Atualizar e introduzir novos módulos no sistema ERP, melhorando os controles internos e relatórios gerenciais; Integrar as operações do Planejamento e Controle da Produção (PCP) no Brasil e nos EUA; Ampliar os mercados do M.I.M. ( Metal Injection Molding) para terceiros, promovendo maior rentabilidade do segmento; PRINCIPAIS FRENTES PARA 2014
  34. 34. 34 PRINCIPAIS FRENTES PARA 2014 Reduzir a dependência com o mercado americano através do aumento do volume de exportações para outros países; Ampliar o fornecimento as Forcas Armadas , aproveitando nossa condição de EED; Preparar a Companhia para a prestação de serviços de manutenção de produtos.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×