Análise: Qual é o shopping mais famoso do Brasil?

  • 4,931 views
Uploaded on

O mercado de Shoppings Centers tem crescido rapidamente em todo território nacional e criado não somente um novo tipo de comportamento entre seus frequentadores, como também novas necessidades e …

O mercado de Shoppings Centers tem crescido rapidamente em todo território nacional e criado não somente um novo tipo de comportamento entre seus frequentadores, como também novas necessidades e exigências desse público, cada vez mais crítico e simbólico.

More in: Business , Travel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
4,931
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
64
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. AnáliseQUAL ノ O SHOPPING MAIS FAMOSO DO BRASIL?
  • 2. Índice Introdução.......................................................................03 Muitos e Gigantes...........................................................03 Brasil, um país de shopping center.................................04 Os espaços analisados...................................................06 Eu quero ser exclusivo e único.......................................11 Um ideal de cidade que Fala...........................................13 Os shoppings nos grandes veículos de comunicação.....13 E o mais famoso é..........................................................16 Aplicabilidade do Estudo.................................................17 Plataformas utilizadas.....................................................17 Método de pesquisa........................................................17 Ficha Técnica da Análise.................................................18 2
  • 3. QUAL É O SHOPPING MAIS FAMOSO DO BRASIL?Acompanhando o crescimento econômico positivo do país, assim como em vários setores da economia, o mercado deShoppings Centers tem crescido rapidamente em todo território nacional e criado não somente um novo tipo decomportamento entre seus frequentadores, como também novas necessidades e exigências desse público, cada vezmais crítico e simbólico.Dentro do atual mundo globalizado, onde cada vez mais os consumidores não dispõem de muito tempo para atividadesde entretenimento, circular em um lugar que una espaços de compras, lazer e cultura é uma obrigação do estilo de vidamoderno e das grandes metrópoles, possibilitando mais uma forma de marcas envolverem-se com seus potenciaisclientes. Nesse processo de sedução e encantamento, quem ganha são os shoppings que proporcionam experiênciasinesperadas e geram não somente comentários, mas também envolvimento.Observando o crescimento desse setor; representado pelo número de shoppings existentes nas grandes cidades e osinvestimentos em planejamentos e áreas construídas que confirma os indícios das relações positivas estabelecidasentre os frequentadores dessas cidades artificiais, a Miti Inteligência quer compreender: Quais são as característicasdesses lugares? Qual é o perfil do público que frequenta os shoppings no Brasil? Como algumas das principais marcasexistentes dentro desses espaços se relacionam com os consumidores? E, finalmente, qual é o shopping mais famosodo Brasil? 3
  • 4. Muitos e gigantesOs números da expansão do mercado de Shoppings Centers é um excelente indicativo de como o setor está forte econsolidado no país. De acordo com a ABRASCE, Associação Brasileira de Shoppings Centers, o número de espaçosem 2005 era de 338 empreendimentos. No ano passado, 2009, o número subiu para 392 shoppings e neste ano, em2010, o número previsto é de 408 espaços de compras e entretenimento, contando os 7 shoppings com inauguraçãoprevista ainda para 2010. Estes números referem-se aos shoppings vinculados a associação, como podemos observarabaixo na tabela de evolução: Fonte: ABRASCE • Além do aumento no número de shoppings é possível perceber que o número de salas de cinema também cresceu e num ritmo ainda mais acentuado. No ano de 2005 o número total de salas, 1.115, representava apenas 46,65% do número total de salas no ano de 2009, último ano com dados totais analisados. Esse é um forte indicativo dos motivos que levam os consumidores aos shoppings centers: Aproveitar ao máximo o pouco tempo de lazer que têm. • Outro dado que indica esse bom momento do setor são os valores movimentados em milhões de reais: em 2005 foram R$ 45,5 bilhões. Já em 2010 estima-se que os shoppings dentro do país movimentem R$ 87 bilhões de reais, 52,29% a mais do que no primeiro ano do levantamento.E não é apenas a quantidade de shoppings que está crescendo; o número de metros quadrados construídos dessesempreendimentos também é cada vez maior. Atualmente existe no Brasil o maior shopping da América Latina. OShopping Aricanduva, fica em São Paulo e possui 425.000 m². No ranking de maior metragem, é seguido pelo SalvadorShopping, na Bahia, com 298.000 m².A comparação entre os dois shoppings dá a dimensão da supremacia em tamanho do top Shopping Leste Aricanduva,que é composto por uma área “convencional” de compras e mais outros dois conjuntos de serviços: o InterlarAricanduva, voltado para o segmento moveleiro e o Auto Shopping Aricanduva, especializado em automóveis, motos,acessórios e serviços. São mais de 500 lojas em um único lugar, uma tendência que se evidencia cada vez mais com oritmo de vida das grandes metrópoles e a falta de tempo de muitos consumidores para dedicação ao lazer. Osprincipais shoppings brasileiros com destaque em área construída são o Norte Shopping, Rio de Janeiro (RJ) comaproximadamente 245.000 m², o Midway Mal, Natal (RN) com 231.000 m², Center Shopping Uberlândia, em MinasGerais com aproximadamente 189.000 m² e o Palladium Shopping Center, em Curitiba (PR) com 185.000 m². 4
  • 5. Brasil, um país de shopping centersComprar em grandes centros de entretenimento e consumo é possível em todo o país, principalmente nas grandescapitais ou cidades com grande desenvolvimento urbano, conforme listado pela ABRASCE, onde podemos observarabaixo o número de empreendimentos por região do país: Fonte: ABRASCE • A região sudeste possui o maior número de shoppings com 54% de participação do mercado total. Isso é resultado do grande desenvolvimento das principais capitais do país, São Paulo e Rio de Janeiro, além do investimento de grupos como Multiplan, Iguatemi e BrMalls na região. • A região Nordeste aparece em 3º lugar, mas com uma participação muito próxima da segunda colocada, a região Sul. Possivelmente esse percentual é resultado do recente crescimento econômico de alguns estados da região e o investimento por parte de algumas construtoras locais como o grupo JCPM.As construtoras desses grandes shoppings também são responsáveis pelo sucesso não apenas desse mercado, poisinvestem altas quantias na construção de espaços cada vez maiores e com mais opções de lazer e serviços para osfrequentadores, mas no desenvolvimento econômico do país como um todo, proporcionando aumento no número deempregos diretos e indiretos do setor, disponibilizando para as marcas outras possibilidades inteligentes e eficazes deimpactar seus clientes.Os shoppings atualmente são pequenas cidades artificiais, onde todos os problemas que os consumidores encontramnas ruas das cidades, como variações de temperatura, mudanças climáticas abruptas, tempo de deslocamento entreuma loja e outra e segurança, são minimizados ou excluídos. É o ambiente onde o cliente quer realizar suas compras eresolver questões do cotidiano, como ir ao banco ou consertar uma peça de roupa, com agilidade, praticidade esatisfação. Outro dado relevante para uma alteração de planejamento nos shoppings é a mudança de hábitos ecomportamento dos próprios usuários desses espaços.Em pesquisa encomendada à FEA-USP, que estudou os objetivos que levam consumidores a frequentarem essesespaços, obtivemos interesses bem distintos, dependendo do dia da semana. Na cidade de São Paulo, mais dametade dos entrevistados (52,6%) vão ao shopping pelo menos uma vez por semana. Nos finais de semana, oshopping é escolhido como destino de lazer e durante a semana como um espaço de compras rápidas e uso deserviços como praça de alimentação e caixas automáticos de bancos. 5
  • 6. Fonte: Revista Shopping Centers, Número 157, Julho 2010Além da cidade de São Paulo, quando analisadas as motivações dos frequentadores de shopping das grandes capitaisdo país, é fácil perceber que o desejo por outros serviços dentro dos shoppings, em especial os que envolvem o lazer,crescem cada vez mais na preferência desse público.Baseados nessa nova necessidade dos frequentadores e na intenção de melhorar ainda mais seus serviços, muitosshoppings e grupos de construtoras em todo o Brasil investem em áreas temáticas, buscando oferecer novosbenefícios para esses clientes exigentes e encantá-los, gerando um fluxo ainda maior de consumidores nessesespaços, segmentando-os por interesses e poder aquisitivo. 6
  • 7. Os espaços analisadosQuanto maior é o tempo de permanência do consumidor dentro do shopping, maior a possibilidade de realizarcompras, circular pelo espaço, conhecer mais sobre a estrutura do empreendimento, ser encantado e surpreendidopelo que encontra, enfim, aproveitar todas as possibilidades que ele oferece. Para verificar de que forma essa seduçãopelos shoppings exercem sobre seus frequentadores, analisamos o buzz gerado entre os internautas envolvendo osprincipais grupos de construtoras deste tipo de empreendimento em um cenário nacional. Veja abaixo os resultados:Interações por palavras-chave – plataforma postX • O Grupo Iguatemi é o mais citado dentre todos os grupos, pois muitos dos internautas escrevem a palavra Iguatemi referindo-se ao shopping que frequentaram. Isso ocorre porque o nome do grupo nomeia os principais empreendimentos construídos como Iguatemi São Paulo, Iguatemi Porto Alegre, Iguatemi Florianópolis, Iguatemi Rio e outros mais. Exemplo: “Campanha Arca de Noel Iguatemi Porto Alegre”ou “Ipad chega primeiro no Iguatemi Campinas”. • O segundo mais citado é o Grupo Zaffari responsável pela construção dos cinco Shoppings Bourbon em várias cidades do Rio Grande do Sul e um empreendimento em São Paulo. Muitos dos posts referem-se sobre o outro grande foco de atuação do grupo, a construção de Supermercados na região. Além disso, muitos comentários sobre a campanha de natal e a decoração do shopping também foram bastante mencionados. Exemplo: “Hoje eu e minha mãe fomos no Zaffari Bourboun e compramos um MONTE de frutas, e apesar dos agrotóxicos, não resisti comprar uns moranguinhos" • O Grupo JCPM possui o terceiro maior número de posts entre as construtoras monitoradas e muitos deles referem-se de forma muito positiva ao espaço físico construído pelo shopping. Esses comentários fazem referência ao luxo e requinte do empreendimento. Exemplo: @mauriciodesousa: recife: no elegante centro de eventos JCPM, pude falar com empresarios sobre nossos casos de sucesso na area de li http://twitpic.com/3c1qyc 7
  • 8. • O grupo BrMalls é citado nas mídias sociais na maioria das vezes de forma neutra, falando principalmente do crescimento do grupo, a intenção de abrir pelo menos dois shoppings por ano nos próximos 10 anos e da intenção da companhia em desativar o Estação Convention Center em Curitiba para a criação de mais salas comerciais no Shopping estação. Exemplo: BRMalls começa a ter retorno das sinergias feitas este ano - DCI http://uxp.in/22878763 • Uma das interações capturadas através da palavra-chave do grupo Multiplan demonstra o posicionamento diferenciado que o grupo apresenta para os shoppings da sua administração. Exemplo: @mitsudiz ta saindo daqui pq a tijuca nao é mais cult? ta virando a barra com condominios novos e projetos de shoppings da multiplanObservando agora o desempenho das palavras-chave que se referem aos nomes dos principais shoppings do Brasilverificamos algumas informações interessantes:Interações por palavras-chave – plataforma postX • Novamente a palavra-chave Iguatemi possui o maior número de posts do período, relacionado ao vínculo existente entre o nome de vários shoppings de todo o Brasil com o nome do grupo que os administram. Alguns posts demonstram a exclusividade e o alto padrão que os shoppings da rede possuem. • O segundo shopping mais comentado é o Bourbon Shopping, do Grupo Zaffari. Da mesma forma que ocorre com o Iguatemi, o grupo usa o nome Bourbon Shopping em todos os seus 6 empreendimentos, sendo 5 no estado do Rio Grande do Sul e 1 em São Paulo, o que aumenta o número de citações. • De maneira geral boa parte dos comentários feitos pelos internautas fala que irão ao shopping, foram ao shopping ou estão no shopping na praça de alimentação para almoçar ou encontrar algum amigo, comprar um ingresso de show, assistir um filme, etc., embora existam reclamações sobre estrutura e/ou manutenção. • Outros posts referem-se aos espaços de lazer e diversão encontrados dentro desses shoppings como uma pista de skate no maior shopping da América Latina ou um teatro dentro do Shopping Norte no Rio de Janeiro. 8
  • 9. Observando a participação dos clientes desses espaços nas mídias sociais além da participação de mercado de algunsgrupos que construíram e administram esses espaços, foram avaliadas três construtoras mais profundamente. • A primeira em faturamento e receitas no mercado brasileiro de shoppings centers, o Grupo Multiplan, atua nesse mercado há 35 anos e possui atualmente 13 shoppings espalhados nos estados do Rio Grande do Sul (Barra Shopping Sul), Paraná (Park Shopping Barigui), Distrito Federal (Park Shopping), Rio de Janeiro (New York City Center e Barra Shopping), Minas Gerais (DiamondMall, Patio Savassi e BH Shopping) e São Paulo (Shopping Vila Olímpia, Shopping Santa Úrsula, Ribeirão Shopping, Shopping Anália Franco e Morumbi Shopping), presente portanto em parte das regiões Sudeste, Sul e Centro Oeste.A maioria das interações avaliadas que se referem à palavra-chave Multiplan são de caráter neutro, referindo-se ànotícias sobre o grupo de maneira geral:Um dos posts em especial apresenta de forma satirizada o posicionamento de luxo que todos os shoppings construídospor esse grupo posicionam-se: • Observando agora o segundo maior grupo de empreendimentos no setor dos shoppings centers no Brasil é o grupo Iguatemi. Construiu 11 shoppings centers e irá inaugurar mais 5 nos próximos anos, sendo 4 no estado de São Paulo e 1 no Distrito Federal. Alguns nomes de destaque do grupo são Iguatemi São Paulo, Iguatemi Campinas, Iguatemi São Carlos, Esplanada Shopping, Galeria Shopping, Iguatemi Jundiaí, Iguatemi Ribeirão Preto, Iguatemi São José do Rio Preto, Iguatemi Rio, Praia de Bellas, Iguatemi Porto Alegre, Iguatemi Caxias do Sul, Iguatemi Florianópolis entre outros.Comparando ao grupo Multiplan, o grupo Iguatemi possui maior número de interações com qualificação positiva emuitas delas referem-se de maneira mais direta sobre o luxo e o status de estar em um dos shoppings da rede: 9
  • 10. • Já o terceiro grupo analisado por seu expressivo crescimento e origem distinta dos outros dois grupos, com atuação principalmente no Nordeste, é o JCPM, Grupo João Carlos Paes Mendonça. Possui cinco shoppings no estado de Pernambuco, dois em Sergipe, dois em São Paulo e dois no estado da Bahia, entre eles o segundo maior do Brasil, o Salvador Shopping. Essa expansão de atuação também para a região Sudeste é resultado do sucesso de muitos empreendimentos construídos além do posicionamento de orgulho com relação à origem nordestina do negócio, aproveitando o nicho encontrado nesta região do Brasil.Verificando as interações capturadas sobre a marca do grupo é possível perceber muitos elogios principalmente aestrutura física dos empreendimentos construídos:Observando num panorama geral, todos os grupos são tonalizados de forma neutra, quando os internautas falam sobrenotícias referentes aos grupos ou quando informam se foram ou não a algum shopping do grupo: 10
  • 11. Tonalidade por palavras-chave – plataforma postX • Os comentários positivos e Neutros também aparecem muito próximos, pois a preocupação por parte das construtoras dos empreendimentos em criar ambientes amigáveis e sedutores é muito grande. • Muitos desses comentários positivos também se referem à existência de marcas de interesse do público que frequenta determinados shoppings. 11
  • 12. Categorização por palavras-chave – plataforma postX • Na categorização que determina o conteúdo das interações, observamos que a maioria dos posts refere-se a notícias dos grupos. Esse comportamento é muito comum, principalmente dentro do Twitter, quando o usuário busca apresentar um posicionamento relevante, muitas vezes com relação a assuntos do mercado em que atua, como um ponto que dissemina informação ou como um influenciador importante. • Outro comportamento comum é postar onde o usuário se encontra no momento da postagem além de usar as mídias também como um micro diário, descrevendo suas ações durante o dia.Eu quero ser exclusivo e únicoA maioria dos shoppings dos grupos analisados é posicionada para atender às classes A e B, atuando com foco noluxo, sofisticação e muitas vezes exclusividade. Algumas das marcas presentes nestes espaços construídos peloMultiplan, Iguatemi e JCPM personificam esse posicionamento de individualidade e, exatamente por isso, escolhemesses lugares para se instalarem. O prestígio que o shopping ganha tendo em suas lojas marcas voltadas para opúblico de luxo é surpreendente. As marcas também ganham visibilidade por estarem dentro de um lugar referêncianeste universo de consumo.Os shoppings localizados em São Paulo principalmente apresentam uma variedade de lojas de luxo um pouco maiordo que o restante do país. Isso é resultado da imagem que a cidade vende, sendo um centro cultural, de fechamento 12
  • 13. de grandes negócios e centro nervoso e financeiro do país. Mas outras capitais como o próprio Rio de Janeiro, Curitiba,Florianópolis, Salvador e Recife apresentam opções sofisticadas para um público que está espalhado por todo o país,que busca diferenciação não somente nos produtos, marcas e serviços que compram, mas também nos locais ondebuscam satisfazer seus desejos de consumo. Estas são algumas das marcas encontradas nos shoppings construídospor esses grupos em todo o Brasil e sua relação com a rede social Twitter. 13
  • 14. • Todas as marcas, de maneira geral, apresentam forte atuação no meio online. • Os Twitters específicos dessas marcas falam diretamente com o consumidor, informam sobre promoções, campanhas de comunicação promovidas atualmente e dão muitas vezes dicas sobre moda, beleza, saúde. • Muitas marcas têm envolvimento direto com personalidades do esporte, cinema ou televisão, o que aumenta a admiração e identificação do público.Além das marcas – shoppings que FalamOs próprios shoppings se apresentam de uma maneira muito exclusiva dentro das mídias sociais. Observando oTwitter de alguns shoppings analisados (@shopiguatemisp, @iguatemi_bsb, @iguatemifpolis, @iguatemirio,@bariguishopping, @MorumbiShop_, @parkshoppingbsb , @norteshoppingrj, e @ssa_shopping) observamos umamesma linha de envolvimento com os consumidores que buscam informações sobre esses locais de consumo • Informações são postadas pelos shoppings falando sobre novidades tanto nos serviços prestados quanto aos lançamentos e promoções. • Muitos desses canais possuem uma equipe para responder as dúvidas dos internautas. Dessa forma, o relacionamento dos shoppings fica ainda mais próximo e contribui para uma avaliação positiva do espaço.Shoppings nos grandes veículos de comunicaçãoO número de notícias veiculadas no período nos grandes veículos de comunicação é bem menor em relação àsinterações feitas pelo público nas mídias sociais. E novamente o Iguatemi se destaca entre todos os outros: 14
  • 15. Notícias por palavras-chave – plataforma Clipping Express • A palavra-chave Iguatemi tem o maior número de notícias por existirem vários shoppings com o nome do grupo em várias capitais do país. • Todos os demais shoppings possuem um volume de veiculação equilibrado, falando de promoções ou de eventos realizados nos shoppings.Analisadas as notícias veiculadas na grande imprensa, não se evidencia uma qualificação específica entre umshopping e outro como melhor ou pior, mas apresenta uma série de fatos interessantes para que uma valoração sejaconcebida pelo público.Tonalidade por palavras-chave – plataforma Clipping Express • Grande parte das notícias veiculadas é neutra, como a decoração de natal dos espaços, qual agência de 15
  • 16. publicidade criou a campanha que está sendo veiculada sobre determinado shopping ou falando das promoções de final de ano, tradicionais dos shoppings, presenteando seus frequentadores com automóveis e outros presentes sorteados. Essas são outras estratégias comumente usadas para não somente aumentar o fluxo de pessoas nos shopping, mas também turbinar as vendas de natal, que naturalmente geram uma das maiores receitas do setor em todos os anos. • Promoções como essas em outras datas comemorativas como dia dos pais, dia das mães, dia das crianças entre outras também fazem parte do calendário de muitos shoppings.Um exemplo claro disso é o início das vendas do Ipad no Brasil. Muitos dos espaços onde a novidade da Apple serávendida são os shoppings mais exclusivos do país. Possuir lojas onde esse produto será vendido, então, é a certeza deque o shopping é um espaço de luxo e sofisticação.Muitas lojas, em parceria com grandes operadoras de internet móvel estão criando eventos para atrair ainda maispúblico nesses espaços, convidando celebridades para fazerem teste do produto - dessa forma, quem tem interesseem ver o Ipad de perto vai ao shopping e quem apenas que ver seu ídolo também, aumentando o fluxo de pessoasmuito maior do que o convencional, aumentando as possibilidades de vendas dentro desses shoppings e, o melhor,gerando ainda mais uma ideia de lugar divertido, inusitado e irreverente, sinônimo de lazer. • Parte das notícias veiculadas no período analisado refere-se ao lançamento e início de venda do Ipad no Brasil. Muitos shopings analisados terão esses produtos em suas lojas mais exclusivas para venda. • Os shoppings também são citados pela imprensa dentro dos cadernos de cultura e entretenimento, falando sobre a programação dos cinemas existentes nesses espaços, com horários e mais detalhes. Isso demonstra 16
  • 17. novamente a busca por parte dos frequentadores dos shoppings por atividades de lazer e que cada vez mais não são apenas as compras que guiam esses consumidores a esses lugares.E o Mais famoso é...Quando pensamos em shopping, tanto no Brasil como em outros lugares do mundo, a ideia relacionada sempre é deconsumo, sofisticação e prazer; isso porque esses espaços foram criados com o objetivo de reinventar uma realidade,não tão doce nas grandes metrópoles do país.Comprar nas ruas, atualmente, não é uma tarefa simples para muitos de nós, pois a jornada de trabalho impede que oshorários coincidam com o funcionamento comercial, por exemplo. O trânsito das grandes cidades é cada vez maiscaótico, roubando ainda mais o tempo dos consumidores. A própria estrutura de crescimento de muitas cidades, ondenão existe um planejamento urbano consistente, dificulta os acessos a estacionamentos em muitas ruas dos centros. Ese analisarmos os acessos preferenciais, por exemplo, quando falamos de consumidores que precisam de umaestrutura adaptada como portadores de necessidades especiais, idosos e gestantes entre outros, torna-se ainda maisdifícil comprar nas ruas.A criação de espaços climatizados, planejados, com várias opções de compras, serviços emergenciais eentretenimento passa a ser quase a única opção de muitos moradores dos grandes centros urbanos. Como o poderaquisitivo do brasileiro aumenta a cada dia é possível ter acesso à informação de outras partes do mundo e asnecessidades de consumo mudam de forma muito rápida, o espaço que fornecer as melhores condições torna-se omais importante.Dentro da questão simbólica, quando se observa as novas características do consumidor atual, pensar em umshopping que atenda seus usuários de maneira satisfatória está bastante aquém do que este universo poderepresentar. O consumidor possui um conhecimento e envolvimento com marcas, produtos e serviços muito maisprofundo hoje do que em qualquer época. Quando ele vai ao shopping não quer apenas comprar, quer se encantar.Boa parte desse público, classe A e B já satisfizeram muitas de suas necessidades básicas, por isso quer sempre maisdo que consome e deixa de consumir se sua expectativa for frustrada.Outra possibilidade é a trazida pelo Shopping Aricanduva, por exemplo, o maior da América Latina, que oferece muitasopções de entretenimento e serviços, mas o simples fato de ser um empreendimento gigantesco, quase o dobro demetragem do segundo do país, e sua localização em São Paulo faz dele um espaço popular, que comporta um grandenúmero de pessoas e, dessa forma, a idéia de exclusividade se perde, mas que se ganha ao atender outro tipo depúblico.O Shopping Morumbi, construído pelo grupo Multiplan, por exemplo, já apresenta um posicionamento muito maissofisticado, detentor de marcas muito famosas internacionalmente e apresentando um requinte em muitos detalhes desua própria estrutura física.Todos os espaços têm suas peculiaridades e foram criados com objetivos específicos de atingir uma parcela doconsumidor, ou em alguns casos, mais de uma parcela.Mas o shopping mais famoso do Brasil, atualmente, é o Iguatemi São Paulo. Ele apresenta uma carteira de marcasexclusivas, superior a qualquer outro shopping de São Paulo, resultado da imagem que a cidade apresenta dentro efora do país como centro nervoso comercial e de entretenimento no Brasil. Além disso, está localizado em uma dasregiões mais nobres da capital paulista além de ter em seus corredores, com muita frequência, celebridades globais oupersonalidades internacionais que vem para São Paulo e não deixam de conhecer o espaço. 17
  • 18. Estar no Iguatemi de São Paulo, comprar nas lojas desse shopping ou simplesmente falar que passou pela região doShopping é sim um símbolo de status e sofisticação não somente para os moradores de São Paulo, mas para todos osfrequentadores de shoppings do Brasil.Aplicabilidade do EstudoO status associado às marcas, produtos e serviços tende a crescer não somente no mercado nacional ou noposicionamento dos shoppings de todo o Brasil, mas é uma tendência importada de outros países com mais tempo deacesso a grandes bens de consumo para boa parte da população. Todas as classes de uma sociedade almejamascender socialmente e nada melhor do que ostentar isso para criar uma imagem poderosa de “ser, em um mundo decada vez mais “parecer ser”.Através do estudo de inteligência da MITI é possível verificar como o cruzamento de dados que conciliam mídias onlinee mídias sociais pode fornecer um panorama único e importante para a tomada de decisões de grandes empresáriosnão somente do mercado de Shoppings Centers, mas de qualquer outro setor da economia.Comentários das PlataformasPlataforma postX - Através do monitoramento das mídias sociais foi possível verificar nesta análise a existência devárias linhas de comunicação que partem dos shoppings e reforçam uma relação de interesse e possibilidadescrescentes junto aos consumidores; assim como a visão dos consumidores sobre estes espaços comerciais que fazemparte do dia a dia dos brasileiros, sempre mais exigentes e carentes de conforto e praticidade.Plataforma Clipping Express - Através do monitoramento de notícias online nos principais veículos de comunicação,foi possível identificar algumas estratégias adotadas pelos shoppings centers para possibilitar seu posicionamentocomo centros de compras luxuosos e indispensáveis ao mundo moderno, assim como conhecer um panorama atualdeste mercado crescente e imponente.Metodologia de PesquisaAs mídias sociais representam uma área movimentada para qualquer debate, principalmente no universo de consumo.Para verificar o comportamento dos freqüentadores desses espaços e descobrir qual é o shopping mais famoso doBrasil, realizamos um monitoramento de cinco dias nas mídias sociais envolvendo as palavras-chave de referência.Utilizando a plataforma postX como ferramenta de rastreamento, conseguimos uma cobertura do Twitter, Orkut,YouTube, Facebook, Blogs, Fóruns e Sites de Reclamação – Reclame Aqui, Reclamão e Reclamando.A plataforma Clipping Express permitiu embasar o conteúdo apresentado como cenário atual sobre o tema e mensurarseu reflexo quantitativo e qualitativo nas mídias online por palavras-chave.Os dados colhidos para este estudo de apresentação são principalmente qualitativos que permitiram a avaliação deuma amostragem de 10% das interações, apresentando a tonalidade das citações como positivas, neutras ounegativas e sua categorização conforme os assuntos relacionados a cada interação, visto que as plataformas 18
  • 19. possibilitam sob vários aspectos e diversos gráficos avaliações quantitativas, qualitativas e categorizadas sobre toda acaptura abrangida.Ficha Técnica do Estudo:postX Facebook: 372 postsPalavras-chave: Park Shopping Barigui, Salvador Shopping, Shoppingaricanduva, Barra Shopping, Norte shopping, Morumbi Shopping, ParqueD. Pedro Shopping, Brmalls, JCPM, Iguatemi, Multiplan, Zaffari, Barra Clipping ExpressShopping Sul, Bourbon Shopping, Center Shopping Uberlândia, ShoppingPalladium e Beiramar Shopping. Palavras-chave: Park Shopping Barigui, Salvador Shopping, Shopping aricanduva, Barra Shopping, Norte shopping, Morumbi Shopping, ParquePeríodo monitorado: 28/11/2010 a 03/12/2010 D. Pedro Shopping, Brmalls, JCPM, Iguatemi, Multiplan, Zaffari, BarraTotal de interações: 2625 posts Shopping Sul, Bourbon Shopping, Center Shopping Uberlândia, Shopping Palladium e Beiramar Shopping.Interações por palavra-chave:Park Shopping Barigui: 93 Período monitorado: 28/11/2010 a 03/12/2010Salvador Shopping: 49Shopping aricanduva: 69 Total de Notícias: 425 notícias.Barra Shopping: 47Norte shopping: 229 Notícias por Palavra-chave:Morumbi Shopping: 22 Park Shopping Barigui: 9Parque D. Pedro Shopping: 34 Salvador Shopping: 1Brmalls: 11 Shopping aricanduva:2JCPM: 56 Barra Shopping: 11Iguatemi: 1407 Norte shopping: 8Multiplan: 19 Morumbi Shopping: 12Zaffari: 254 Parque D. Pedro Shopping: 9Barra Shopping Sul: 45 Brmalls: 0Bourbon Shopping: 229 JCPM: 9Center Shopping Uberlândia: 0 Iguatemi: 271Shopping Palladium: 52 Multiplan: 26Beiramar Shopping: 9 Zaffari: 20 Barra Shopping Sul: 10Interações por mídia social: 2625 posts Bourbon Shopping: 22Twitter: 2028 posts. Center Shopping Uberlândia: 0YouTube: 2 posts Shopping Palladium: 14Blogs: 198 post Beiramar Shopping: 1Fórum: 25 posts 19
  • 20. Essa análise foi desenvolvida pela MITI Inteligência.Acesse nosso site: miti.com.brSiga-nos no Twitter: twitter.com/fontemiti 20