Your SlideShare is downloading. ×
Visão Digital da Marca ESPM
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Visão Digital da Marca ESPM

327

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
327
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Visão Digital da Marca
  • 2. http://www.linkedin.com/in/luizfelipe
  • 3. http://www.onbranding.com.br
  • 4. http://www.updateordie.com/updates/author/lbarros
  • 5. http://www.delicious.com/luizfelipecrb
  • 6. http://www.twitter.com/luizfelipecrb
  • 7. http://www.facebook.com/luizfelipecrb
  • 8. http://www.flickr.com/photos/luizfelipecrb
  • 9. http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=7303190181456384742&rl=t
  • 10. As Mídias Digitais no Brasil
  • 11. Internet no Brasil: 62.3 milhões de pessoas 90% 69% 38% 39% 15% Classe A Classe B Classe C Classe DE Total BrasilFontes: Ibope Nielsen Online Brasil e CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 12. Internet no Brasil: Faixa etária 2006 2007 2008 10 - 15 anos 38% 53% 59% 16 - 24 anos 48% 60% 67% 25 - 34 anos 35% 45% 47% 35 - 44 anos 20% 24% 29% 45 - 56 anos 11% 12% 15% 60 anos ou mais 2% 3% 2%Fontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 13. Internet no Brasil: Local de Acesso Classe A Classe B Classe C Classes DE Casa 94% 78% 39% 12% Trabalho 49% 35% 17% 9% Casa de outra 16% 21% 25% 22% pessoa Escola 13% 15% 17% 19% Centro público 6% 26% 51% 72% de acesso pago Centro público de 1% 3% 5% 6% acesso gratuitoFontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 14. Internet no Brasil: Local de Acesso Classe A Classe B Classe C Classes DE Casa 94% 78% 39% 12% Trabalho 49% 35% 17% 9% Casa de outra 16% 21% 25% 22% pessoa Escola 13% 15% 17% 19% Centro público 6% 26% 51% 72% de acesso pago Centro público de 1% 3% 5% 6% acesso gratuitoFontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 15. Internet no Brasil: Local de Acesso Classe A Classe B Classe C Classes DE Casa 94% 78% 39% 12% Trabalho 49% 35% 17% 9% Casa de outra 16% 21% 25% 22% pessoa Escola 13% 15% 17% 19% Centro público 6% 26% 51% 72% de acesso pago Centro público de 1% 3% 5% 6% acesso gratuitoFontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 16. Internet no Brasil: Local de Acesso Classe A Classe B Classe C Classes DE Casa 94% 78% 39% 12% Trabalho 49% 35% 17% 9% Casa de outra 16% 21% 25% 22% pessoa Escola 13% 15% 17% 19% Centro público 6% 26% 51% 72% de acesso pago Centro público de 1% 3% 5% 6% acesso gratuitoFontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 17. Tempo e Qualidadeda Exposição 1ª tela: TV 2ª tela: computador 3ª tela: celular EXPOSIÇÃO (horas/dia) 24 horas
  • 18. Telefonia Móvel// 157,5 Milhões de celulares// 81,5% Pré-Pagos// 18,5% Pós-Pagos 3ª tela: celular
  • 19. Tecnologia nos lares do país Total Classe A Classe B Classe C Classes DE TV aberta 98% 100% 100% 99% 94% Rádio 87% 99% 96% 90% 76% Telefone celular 76% 97% 94% 82% 56% Telefone fixo 40% 91% 76% 42% 15% Computador 30% 91% 67% 25% 4% Videogame 15% 57% 32% 15% 3% TV por assinatura 7% 54% 20% 6% 1%Fontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 20. Tecnologia nos lares do país Total Classe A Classe B Classe C Classes DE TV aberta 98% 100% 100% 99% 94% Rádio 87% 99% 96% 90% 76% Telefone celular 76% 97% 94% 82% 56% Telefone fixo 40% 91% 76% 42% 15% Computador 30% 91% 67% 25% 4% Videogame 15% 57% 32% 15% 3% TV por assinatura 7% 54% 20% 6% 1%Fontes: CETIC.br (TIC Domicílios e Usuários 2008)
  • 21. Crise da Mídia Tradicional
  • 22. overloadTemos um de informação.
  • 23. overloadTemos um de informação. Não somos capazes de consumir tudo que nos está disponível.
  • 24. ...
  • 25. Recebemos milhares de estímulos por diaE maior parte deles não diz nada para nósA multiplicação dos pontos de contato, o maior número deopções e a fragmentação da atenção do público reduziram avisibilidade das marcasEm um dia normal, somos impactados por mais conteúdosdo que uma pessoa era em sua vida inteira na idade média As marcas precisam encontrar novas formas de se conectar com seus consumidores Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=vMmRzMKOWxI
  • 26. O consumo de mídia não é mais linear.Nossa atenção está fragmentada pordiversos veículos e meios diferentes.Passamos a consumir em pequenospedaços - como snacks - sempreprivilegiando a conveniência.
  • 27. Inversãodo poder
  • 28. Democratização das Ferramentasde Produção e Distribuição Mídia Mídias Sociais “hits” qualquer coisa
  • 29. MídiaB2C
  • 30. MídiasSociais C2C
  • 31. Uma banda sem nenhum grande hite sem verba da sua gravadora para promover seu 2º álbum. Com ferramentas para lançar e distribuir uma produção independente.
  • 32. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=bav63MWNUKg
  • 33. 180 vídeos imitando a coreografia no YouTube
  • 34. HERE IT GOES AGAINAssistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=pv5zWaTEVkI
  • 35. 1 milhões de visualizações noYouTube em 6 dias.
  • 36. Música no comercial da Nike + iPod. Principal apresentação do VMA Europe 2006.
  • 37. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=xRbYtxHayXo100 milhões de pessoas assistiram na internet(a população total do Reino Unido está em torno de 80 milhões de pessoas)
  • 38. Gestão de Marcasnos Meios Digitais
  • 39. #1: Presença DigitalSua marca já está na internet, independente de você ter colocado ou não.Resumir sua participação ativa na internet a um site corporativo ou campanhasde mídia é, no mínimo, miopia.
  • 40. #2: Monitoramento de Mídias SociaisIdentificando oportunidades e entendendo o público, relacionamento com oconsumidor, gestão ativa de crises e captalizando o que existe de bom.
  • 41. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=h42UeR-f8ZA
  • 42. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=FZ1st1Vw2kY
  • 43. AÇÃO DORITOS GIGANTE HOTSITE DE CAMPANHA Outubro/2008 - MÍDIAS SOCIAIS Novembro/2008 PROMOÇÃO INTERATIVIDADEAtravés do monitoramento de mídias sociais, aPepsico encontrou comunidades no Orkut de fãsdo produto e, dentre elas, uma em especialchamou a atenção: “Queremos Doritos 5 Kg”.Inspirada nesse comunidade, a empresadesenvolveu uma ação onde um pacote gigantede Doritos com 132 Kg foi içado na fachada deum prédio e durante 27 dias o público poderiatentar adivinhar no hotsite da campanha onúmero de tortillas que continham no pacote.Para ativar a ação, blogueiros conhecidos, donosde comunidades relacionadas ao produto epessoas do mercado publicitário receberampacotes especiais de 5 Kg de Doritos.
  • 44. RESULTADOS197 citações espontâneas em blogs150 mil acessos ao hotsite em 1 mês26 mil apostasDESDOBRAMENTOSSérie limitada “double sized” do produtoSérie limitada de 5 Kg para gerar boca-a-boca em parceria comkey account (Wal-Mart)
  • 45. VÍDEO AMADOR, COMERCIAL PRODUZIDO PELAPRODUZIDO POR UM FÃ MARCA, INSPIRADO NO ANTERIORAssistir vídeo: Assistir vídeo:http://www.youtube.com/watch? http://www.youtube.com/watch?v=KKQUZPqDZb0 v=dIttOsrKdBE
  • 46. #3: Teto de vidroAs marcas precisam estar preparadas e estruturadas para os meios digitais,pois uma campanha mal coordenada pode repercutir negativamente e jogarfora todo o esforço anteriorMuito cuidado, enganar o público querendo fazer um "viral" pode terconsequências desastrosas
  • 47. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=edd9MC4emsY
  • 48. as oportunidadesnas Mídias Digitais
  • 49. #1: A marca além da comunicaçãoDeixando seu posicionamento vivo 24/7. A experiência de marca é extendida
  • 50. Visite: http://www.maecomfilhos.com.br
  • 51. GET THE GLASS Visite: http://www.gettheglass.com
  • 52. THE LOST EXPERIENCE
  • 53. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=JZu2QsDOgyc
  • 54. Visite: http://www.thehansofoundation.org/
  • 55. LOST: Missing Pieces:Vídeos disponibilizados para download pelaoperadora Verizon Wireless apenas nos EUA,com duração entre 1m22s e 3m27sOs 13 “mobisodes” mostravam algunsacontecimentos inéditos da série e da vidapassada de seus personagensEles foram disponibilizados entre novembro de2007 e fevereiro de 2008, intervalo entre a 3ª ea 4ª temporada, aguçando a curiosidade dosfãs e revelando alguns mistérios e mostrandoa interação entre alguns personagensA pirataria para sites de video sharing como oYou Tube foi rápida e a Verizon não divulgou ovolume de downloads feitos
  • 56. #2: O poder do boca-a-bocaVisibilidadeFonte: pesquisa conduzida pela Universidade de Harvard (2008)
  • 57. #2: O poder do boca-a-bocaCredibilidade ser recomenda por pessoas que não possuem ligação com a empresa confere autenticidade e dá credibilidade a ela. as ações da empresa passam a ter o endosso de quem as passou adiante, já que são elas que estão passando a mensagem para frente, não a marca. boca a boca experiência anterior 10% das pessoas só a experiência influenciam o pessoal tem um poder comportamento de de influência quanto 90% das pessoas uma recomendaçãoFonte: pesquisa conduzida pela Universidade de Harvard (2008)
  • 58. #2: O poder do boca-a-bocaEconomia ao passar uma mensagem adiante, o público se transforma em nossos veículos, potencializando o alcance dela.
  • 59. #3: Os novos formadores de opinião Os blogs possuem um papel central na disseminação de mensagens através do boca-a- boca na internet. Quando falam sobre um tema específico em seu conteúdo editorial, eles emprestam sua credibilidade a ele, pois assim como os jornais, o que faz o blogueiro ter relevância ou não é seu conteúdo. Os leitores de blogs são fieis e possuem o hábito de consumir o conteúdo deles. Eles geram uma identificação com os blogueiros, que exercem um enorme poderPesquisa conduzida pela e.Life, publicada pelo de influência sobre eles.IDG Now! em 07 de novembro de 2007.
  • 60. #3: Os novos formadores de opiniãoOs resultados da pesquisa conduzida pelo Yahoo!, a internet e o boca-a-bocafiguram como os canais mais confiáveis para obtenção de informação. 30 24 24 12 10 Mídias sociais Boca-a-boca Internet Publicidade Ponto de venda e redes de relacionamento Fonte: Pesquisa Yahoo! Long & Winding Road
  • 61. http://www.bluebus.com.br/show/1/84915/coca_cola_apresenta_hidrotonico_com_acao_em_blogs_de_aluguel
  • 62. http://freelandoprodiabo.com/?p=3
  • 63. http://www.naozero.com.br/blogs+de+aluguel
  • 64. #4: Novos negóciosO tamanho da sua prateleira aumentou, você pode vender mais
  • 65. 5 milhões de 25 mil de faixas no faixas online. total de suas lojas. 3,6 milhões de 100 mil títulos de livrostítulos de livros. 55 mil DVDs. 3 mil DVDs.
  • 66. AppStore: ganhando dinheiro após a venda do produto (iPhone) e gastando apenas com espaço de banda. Nem a própria produção dos apps é feita pela Apple.1 bilhão de aplicativosbaixados para iPhone em apenas 9 meses
  • 67. Assistir vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=6iOBPk9ixwk
  • 68. 1.2 milhões de downloads no primeiro diaUS$ 10 milhões de receita em uma semana1.5 milhões de downloads “pagos” totais1.75 milhões de CDs vendidos
  • 69. O melhor exemplo (so far)
  • 70. A campanha presidencial de Barack Obamaexplorou o poder das mídias sociais comonenhuma marca havia feito antes.Sua estratégia foi de levar a mensagem aopúblico onde quer que ele estivesse, semprerespeitando as particularidades das mídiassociais utilizadas e como o público interagecom elas.Além disso, o monitoramento constante e amanutenção de um diálogo real com o públicoaproximaram o candidato da população ederam voz e poder de participação para ela.
  • 71. Mais de 90% dos fundos levantado para acandidatura vieram da internet, com umvalor médio inferior a US$ 100 por pessoa.No total, a arrecadação através da internetatingiu a marca de US$ 500 milhões.
  • 72. Outra maneira de acompanhar acandidatura do democrata eraassinando um serviço de SMS.Os 2.9 milhões de americanosque assinaram o serviçoreceberam um SMS informandosobre a escolha do vice presidentedo candidato 2 horas antes doanúncio oficial.
  • 73. Em sua página no YouTube, vídeos feitos especialmente para o canal e trechos de seus discursos foram assistidos 345 milhões de vezes.
  • 74. Na rede de networking profissional LinkedIn, seusmembros tinham acesso ao currículo do candidato e ele atuava em grupos de discussão fazendo e respondendo perguntas.
  • 75. O perfil do candidato no Twitter conquistou 165 mil seguidores durante acampanha e era atualizado constantemente com trechos de seus discursos, novidades sobre a corrida presidencial e pensamentos do candidato.
  • 76. Um aplicativo para iPhone permitia ao público acompanhar notícias, datas de eventos e eratambém uma ferramenta para convidar amigos para conhecer as propostas do candidato.
  • 77. A campanha de Barack Obama deu umpasso além do que as marcas hoje fazem. Elecriou ferramentas em seu próprio site para que os eleitores pudessem participar e também foi atrás deles dentro das redes sociais onde eles já estavam. Em cada uma delas, o conteúdo entregueera pertinente e relevante, mostrando umgrande conhecimento da dinâmica delas econferindo autenticidade ao seu discurso.Em todos os pontos de contato a campanha era conveniente para os eleitores e facilitava sua vida entregando o conteúdo em cada um deles.
  • 78. luiz.felipe@mac.com http://www.linkedin.com/in/luizfelipe @luizfelipecrb http://www.onbranding.com.brhttp://www.updateordie.com/updates/author/lbarros

×