Introdução à Permacultura

11,660 views
11,318 views

Published on

4 Comments
11 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
11,660
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
54
Actions
Shares
0
Downloads
501
Comments
4
Likes
11
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introdução à Permacultura

  1. 1. Introdução à Permacultura e Meio Ambiente <ul><ul><li>Objetivos: </li></ul></ul><ul><ul><li>- Abordagem de temas ambientais amplos e interligados, com a finalidade de aprendizado das potenciais resoluções de problemas ecológicos, baseadas na observação dos padrões naturais. </li></ul></ul><ul><ul><li>- Ampliação do conhecimento acerca de metodologias economicamente viáveis, ecologicamente corretas e ambientalmente saudáveis, empregadas para pontencializar os recursos naturais disponíveis localmente. </li></ul></ul>
  2. 2. Temas Abordados <ul><ul><li>Introdução à Permacultura </li></ul></ul><ul><ul><li>Ecologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Água, solo e agricultura urbana </li></ul></ul><ul><ul><li>Resíduos sólidos: poluição e mudança de padrões de consumo </li></ul></ul>
  3. 3. Introdução à Permacultura <ul><li>Conhecendo os problemas planetários </li></ul><ul><li>Ética da permacultura </li></ul><ul><li>Princípios da permacultura </li></ul>
  4. 5. Definição de Permacultura <ul><li>Design das comunidades humanas sustentáveis; </li></ul><ul><li>Filosofia e uma abordagem de uso da terra que inclui: </li></ul><ul><ul><li>microclima; </li></ul></ul><ul><ul><li>plantas anuais e perenes; </li></ul></ul><ul><ul><li>animais; </li></ul></ul><ul><ul><li>solos; </li></ul></ul><ul><ul><li>manejo da água; </li></ul></ul><ul><ul><li>necessidades humanas </li></ul></ul><ul><ul><li>“ TEIA ORGANIZADA DE COMUNIDADES PRODUTIVAS” </li></ul></ul>
  5. 6. Quais os 3 piores problemas globais?
  6. 7. Em resumo... <ul><ul><li>Água / Ar / Solo / Fogo / Espírito </li></ul></ul><ul><ul><li>Permacultura – Estratégia para a gestão dos recursos naturais </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Geração de energia em vários níveis e não recuperação dos recursos” </li></ul></ul>
  7. 8. Ética da Permacultura <ul><li>Cuidado com a Terra </li></ul><ul><li>Cuidado com as pessoas </li></ul><ul><li>Distribuição do excedente </li></ul><ul><li>Redução do Consumo </li></ul>
  8. 9. Princípios da Permacultura - 1 <ul><li>Tudo funciona pelo menos de duas formas </li></ul><ul><ul><li>Galinhas eliminam insetos e plantas indesejáveis, provém ovos e filhotes </li></ul></ul><ul><ul><li>Composteira destinação final dos resíduos orgânicos e produção de composto orgânico </li></ul></ul>
  9. 10. Princípios da Permacultura - 2 <ul><li>Encontre soluções, não problemas </li></ul><ul><ul><li>Uma frase famosa de Bill Mollison é: “você não tem problemas com lesmas, você tem uma deficiência com patos” </li></ul></ul><ul><ul><li>Garrafas pet podem virar jardineiras </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais as outras possibilidades? </li></ul></ul>
  10. 11. Princípios da Permacultura - 3 <ul><li>Cooperação e não competição </li></ul><ul><ul><li>Compartilhe informações e idéias. Desta forma todas as pessoas podem aprender a viver de forma sustentável. </li></ul></ul>
  11. 12. Princípios da Permacultura - 4 <ul><li>Faça coisas sustentáveis - Recicle as águas cinzas, composte o lixo orgânico e recicle seus resíduos </li></ul>
  12. 13. Princípios da Permacultura - 5 <ul><li>Trabalhe onde vale a pena </li></ul><ul><ul><li>Somente capine se você vai replantar imediatamente, caso contrário, você estará capinando novamente no mesmo mês... </li></ul></ul>
  13. 14. Princípios da Permacultura - 6 <ul><li>Use o máximo da capacidade de tudo </li></ul><ul><ul><li>Use a luz do sol para plantar, aquecer sua casa, aquecer sua água e cozinhar sua comida </li></ul></ul><ul><ul><li>Use a água da chuva para lavar o carro, os animais de estimação, o quintal, regar a plantas.... </li></ul></ul>
  14. 15. Princípios da Permacultura - 7 <ul><li>Traga a produção de alimentos de volta para a cidade </li></ul><ul><ul><li>Plante seus próprios vegetais e frutas, produza alimentos orgânicos </li></ul></ul><ul><ul><li>Crie galinhas e abelhas no quintal </li></ul></ul><ul><ul><li>Faça iorgute em casa! cultive lactobacilos </li></ul></ul>
  15. 16. Princípios da Permacultura - 8 <ul><li>Ajude a tornar as pessoas independentes </li></ul><ul><ul><li>Colete sua própria água </li></ul></ul><ul><ul><li>Gere sua própria energia </li></ul></ul>
  16. 17. Princípios da Permacultura - 9 <ul><li>Minimize a manutenção e gastos com a energia para atingir uma produção máxima </li></ul><ul><ul><li>Escolha um lugar para uma represa que conservará máxima quantidade de água com uma mínima quantidade de terra </li></ul></ul><ul><ul><li>Faça uma horta espiral ou mandala </li></ul></ul>
  17. 18. Espiral de Ervas
  18. 19. Horta Mandala
  19. 20. Ecologia <ul><li>O que é ecologia? </li></ul><ul><li>Diversidade ecológica </li></ul><ul><li>Ecossistema </li></ul><ul><li>Efeito de borda </li></ul><ul><li>Importância dos Animais </li></ul>
  20. 21. O que é Ecologia? <ul><li>“ Oikos” (grego) = casa </li></ul><ul><li>“ Logos” (grego) = estudo </li></ul><ul><li>Ecologia = estudo da casa </li></ul><ul><li>É o estudo dos sistemas naturais e suas interconexões </li></ul>
  21. 22. O que é Ecologia? <ul><li>Permacultura </li></ul><ul><ul><ul><li>Agricultura cultivada </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Integrar sociedades humanas dentro de ecossistemas sustentáveis </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- utilizar de forma integrada e harmônica os recursos naturais, humanos e financeiros </li></ul></ul></ul>
  22. 23. Permacultura - Sustentabilidade
  23. 24. Sistema <ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>Bananeiras fornecem alimentos para os homens, protegem o solo contra erosão, provém alimentos para as galinhas (insetos), além de água (na base das folhas). </li></ul>
  24. 25. Ecossistema <ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>Galinhas depositam nutrientes no solo para as plantas, fornecem alimento para os humanos (carne e ovos) e fazem controle de insetos. </li></ul>
  25. 26. Micro -> Macro Sistemas
  26. 27. Diversidade Ecológica <ul><li>o número de espécies diferentes em determinadas áreas; </li></ul><ul><li>o papel ecológico que estas espécies desempenham; </li></ul><ul><li>o modo como a composição de espécies muda conforme muda a região; </li></ul><ul><li>o relacionamento de espécies que ocorrem em áreas específicas; </li></ul><ul><li>os processos e interações que ocorrem dentro destes sistemas. </li></ul>
  27. 28. Efeito de Borda <ul><li>Bordas são interfaces entre dois meios </li></ul><ul><li>Lugares onde espécies, clima, solos, encostas ou quaisquer condições naturais se encontram </li></ul><ul><li>Ecologia variada </li></ul><ul><li>Alto índice de produtividade </li></ul>
  28. 29. A importância dos animais <ul><li>Integrados aos ecossistemas </li></ul><ul><li>Interagem harmoniosamente com a natureza </li></ul><ul><li>Podemos aprender com eles </li></ul><ul><li>Podem trabalhar para o homem </li></ul>
  29. 30. A importância dos animais <ul><li>Provedores de esterco </li></ul><ul><li>Polinizadores, dispersores, forrageiros </li></ul><ul><li>Fontes de calor </li></ul><ul><li>Produtores de gás </li></ul><ul><li>Aradores do solo </li></ul><ul><li>Limpeza e fertilização para plantio </li></ul><ul><li>Controle de pragas </li></ul><ul><li>Transformação de nutrientes </li></ul><ul><li>Filtros limpadores de água </li></ul><ul><li>Zooterapia </li></ul>
  30. 31. Água, Solo e Agricultura Urbana <ul><li>ÁGUA: </li></ul><ul><li>Importância </li></ul><ul><li>Ciclos </li></ul><ul><li>Qualidade e Quantidade </li></ul><ul><li>Armazenamento da Água da Chuva </li></ul><ul><li>Tratamento </li></ul><ul><li>Consumo Consciente </li></ul>
  31. 32. Importância da Água <ul><li>Visto pelo lado de fora o planeta poderia se chamar Planeta Água </li></ul><ul><li>2/3 da superfície é dominada por água </li></ul><ul><li>É o recurso mais importante do mundo </li></ul><ul><li>Organismos podem viver sem oxigênio, mas nenhum vive sem água </li></ul>
  32. 33. Flexibilidade da Água <ul><li>A água é uma substância muito maleável </li></ul><ul><li>Estados da água: sólido, líquido, gasoso </li></ul><ul><li>Forma molecular </li></ul><ul><li>Energia </li></ul><ul><li>Solvente universal </li></ul>
  33. 34. <ul><li>Mensagem da Água – Massaru Emoto </li></ul><ul><li>Represa Fujiwara </li></ul><ul><ul><li>Antes de ser oferecida Depois de ser </li></ul></ul><ul><ul><li>oferecida uma oração feita uma oração </li></ul></ul>
  34. 35. Princípios da Permacultura para utilização da água <ul><li>1) Use a água quantas vezes for possível, antes que ela saia do seu sistema permacultural </li></ul><ul><li>2) Garanta que a água seja biológicamente filtrada e limpa através de todo o sistema </li></ul>
  35. 36. Ciclos da Água
  36. 37. Qualidade e Quantidade da Água <ul><li>Quantidade = Imutável </li></ul><ul><li>Qualidade = Esta é a questão! </li></ul>
  37. 38. Qualidade e Quantidade da Água 97% de água salgada 2% de água armazenada em geleiras e pólos 1% de água doce, fresca e armazenada nos seres vivos tendência ½ está contaminada
  38. 39. Captação de Água <ul><li>Identificar as fontes de água (chuva, orvalho, neve, neblina)‏ </li></ul><ul><li>Reservar lugares para o armazenamento (açudes, tanques, cisternas)‏ </li></ul><ul><li>Utilizar benefícios da inclinação do terreno (gravidade)‏ </li></ul>
  39. 40. Captação - Solo Aberto Construção de Swales <ul><li>- Swales = canais de infiltração </li></ul><ul><li>- Aumenta a capacidade de infiltração (recarregar o lençol freático)‏ </li></ul><ul><li>- Reduz o escoamento superficial </li></ul>
  40. 41. Captação – Solo Aberto Cobertura Orgânica (Mulch)‏ <ul><li>- Reduz a evaporação da água </li></ul><ul><li>- Captura água e armazena na superfície até o solo poder absorver </li></ul><ul><li>- Minimiza a erosão </li></ul><ul><li>- Regula a temperatura do solo </li></ul><ul><li>- Evita plantas invasoras </li></ul><ul><li>- Supri nutrientes e matéria orgânica para o solo </li></ul><ul><li>- Utiliza restos do jardim </li></ul>
  41. 42. Captação – Telhado <ul><li>- Tamanho do telhado da casa e material; </li></ul><ul><li>Preciptações média, anual, temporada de chuva e seca; </li></ul><ul><li>Como capturar e direcionar a água (tanques e açudes); </li></ul><ul><li>Como armazenar a água </li></ul><ul><li>Sistema para limpá-la. </li></ul>?
  42. 43. Armazenamento - Cisternas
  43. 44. Cisternas - Ferrocimento
  44. 45. Lago Artificial <ul><li>Reservatório de rega de emergência; </li></ul><ul><li>Diversidade biológica (bactérias, algas, peixes, rãs, insetos, pássaros, plantas aquáticas)‏ </li></ul><ul><li>Beleza ao jardim </li></ul><ul><li>Educação ambiental </li></ul>
  45. 46. Tratamento da Água <ul><li>Limpeza biológica da água </li></ul><ul><li>Imitação de ecossistemas aquáticos naturais </li></ul><ul><li>Sistema de filtragem para águas cinzas </li></ul>
  46. 47. Tratamento da Água <ul><li>Águas Cinzas: águas servidas utilizadas para limpeza (tanques, pias, chuveiros)‏ </li></ul><ul><li>Águas Negras: águas servidas que foram utilizadas nos vasos sanitários (contém coliformes fecais)‏ </li></ul>
  47. 48. Zona de Raízes
  48. 49. Zona de Raízes
  49. 50. Bacias de Evapotranspiração <ul><li>Sistema fechado; </li></ul><ul><li>Não há infiltração no solo; </li></ul><ul><li>Plantas realizam o processo de evapotranspiração; </li></ul><ul><li>Bananeiras e taiobas (raízes rasas e folhas largas)‏ </li></ul>
  50. 51. Bacias de Evapotranspiração Grandes fragmentos de tijolos, pedras e telhas Pedras, cacos pequenos cascalhos, brita, seixo Areia com cascalho Solo + Mulch Plantas
  51. 52. Círculo de Bananeiras
  52. 53. Recuperação de Nascentes <ul><li>APP – Área de Proteção Permanente </li></ul><ul><li>Proibido qualquer tipo de construção num raio de 50 metros – Crime ambiental </li></ul><ul><li>Problemas </li></ul><ul><ul><li>Impermeabilização </li></ul></ul><ul><ul><li>Compactação </li></ul></ul><ul><ul><li>Erosão / Assoreamento </li></ul></ul><ul><ul><li>Destruição da mata nativa </li></ul></ul>
  53. 54. Recuperação de Nascentes <ul><li>SOLUÇÕES: </li></ul><ul><li>Preservação dos mananciais; </li></ul><ul><li>Proteção da mina </li></ul><ul><li>Recuperação da mata ciliar – espécies nativas; </li></ul><ul><li>Curvas de nível no terreno </li></ul><ul><li>Canais de infiltração </li></ul><ul><li>Conscientização da população para a proteção das nascentes </li></ul>
  54. 55. Consumo Consciente Cozinha <ul><li>Lave louça apenas uma vez ao dia; </li></ul><ul><li>Encha a pia para enxaguar; </li></ul><ul><li>Utilize o mínimo de produtos de limpeza; </li></ul><ul><li>Utilize produtos biodeagradáveis; </li></ul><ul><li>Direcione a água cinza da cozinha para o pomar e jardim; </li></ul><ul><li>Instale torneiras de baixo custo </li></ul>
  55. 56. Consumo Consciente Lavanderia <ul><li>Somente utilize a máquina de lavar com carga total; </li></ul><ul><li>Reduza a frequência do uso da máquina; </li></ul><ul><li>Instale torneiras de baixo consumo; </li></ul><ul><li>Conecte a água cinza para o jardim. </li></ul>
  56. 57. Consumo Consciente Banheiro <ul><li>Instale torneiras e chuveiro de baixo consumo; </li></ul><ul><li>Reconecte a água cinza da pia para uso na caixa do sanitário; </li></ul><ul><li>Utilize um timer no chuveiro; </li></ul><ul><li>Escove os dentes com a torneira fechada. </li></ul>
  57. 58. Consumo Consciente Outros <ul><li>Use mulch no jardim; </li></ul><ul><li>Lave o carro com balde, nunca com mangueira, e faça isso num gramado; </li></ul><ul><li>Irrigue o jardim manualmente; </li></ul><ul><li>Tire a sujeira do quintal com a vassoura e não com a mangueira </li></ul>
  58. 59. Água, Solo e Agricultura Urbana <ul><li>SOLO E AGRICULTURA URBANA: </li></ul><ul><li>Tipos de Solo </li></ul><ul><li>Compostagem </li></ul><ul><li>Sistema Agroflorestal </li></ul>
  59. 60. Solo Arenoso <ul><li>Estrutura pobre; </li></ul><ul><li>Baixa fertilidade; </li></ul><ul><li>Não retém água; </li></ul><ul><li>Cuidados </li></ul><ul><li>Juntar regularmente matérias orgânicas e fertilizantes; </li></ul><ul><li>Utilizar adubo verde; </li></ul><ul><li>Praticar o mínimo de lavoura </li></ul>
  60. 61. Solo Argiloso <ul><li>Endurece secando </li></ul><ul><li>Retém demasiada água </li></ul><ul><li>Cuidados </li></ul><ul><li>Juntar matérias orgânicas , composto e gesso </li></ul>
  61. 62. Solo Limoso <ul><li>Solo pobre; </li></ul><ul><li>Lamacento </li></ul><ul><li>Cuidados </li></ul><ul><li>Juntar matérias orgânicas grosseiras </li></ul>
  62. 63. Solo Saudável <ul><li>Adubação verde &quot;acumuladores dinâmicos” resgatam nutrientes com suas raízes profundas, trazendo-os até as folhas, que os devolvem ao solo para se decomporem (Confrei) </li></ul><ul><li>Plantios de cobertura melhoram a estrutura geral dos solos, forragem animal, alimentação humana ou mulch </li></ul>
  63. 64. Solo Saudável <ul><li>Leguminosas - associação com microorganismos, de forma a retirar o Nitrogênio existente na atmosfera, fixando-o no solo em forma de nódulos </li></ul><ul><li>Mulch </li></ul><ul><li>Esterco animal </li></ul>
  64. 65. NPK – Azoto (N)‏ <ul><li>Funções: </li></ul><ul><li>Crescimento das folhas e dos caules </li></ul><ul><li>Dá cor verde e resistência contra parasitas / doenças </li></ul><ul><li>Sinais: </li></ul><ul><li>Folhas verde claro ou amarelo </li></ul><ul><li>Mau crescimento </li></ul><ul><li>Queda das folhas </li></ul><ul><li>Problemas com parasitas </li></ul><ul><li>Soluções: </li></ul><ul><li>composto, fertilizante verde, estrume ou fertilizante químico </li></ul>
  65. 66. NPK – Fósforo (P) <ul><li>Funções: </li></ul><ul><li>Maturação das sementes e dos frutos </li></ul><ul><li>Formação das raízes </li></ul><ul><li>Resistência à seca </li></ul><ul><li>Sinais: </li></ul><ul><li>Atraso no crescimento </li></ul><ul><li>Má formação dos rebentos laterais e das flores </li></ul><ul><li>Doenças </li></ul><ul><li>Soluções: </li></ul><ul><li>estrume de aves, cinzas de lenha, farinha de osso, fertilizante químico </li></ul>
  66. 67. NPK – Potássio (K)‏ <ul><li>Funções: </li></ul><ul><li>Raízes e caules resistentes </li></ul><ul><li>Sementes e frutos ricos em lípidos </li></ul><ul><li>Favorece a circulação dos nutrientes através da planta </li></ul><ul><li>Sinais: </li></ul><ul><li>Folhas enroladas e enrugadas ou queimadas </li></ul><ul><li>Amadurecimento irregular, sobretudo dos frutos </li></ul><ul><li>Mau crescimento </li></ul><ul><li>Soluções: </li></ul><ul><li>cinzas de lenha, estrume, composto, e folhas ou caules de bananeira trituradas, fertilizante químico </li></ul>
  67. 68. Compostagem
  68. 69. Resíduos Orgânicos <ul><ul><li>QUEM DISSE QUE... </li></ul></ul><ul><li>...folhas, sobras de comida, </li></ul><ul><li>de leite , de farinha, galhos, </li></ul><ul><li>palitos, guardanapos, serragem, </li></ul><ul><li>borra de café, flores murchas, </li></ul><ul><li>cascas de frutas e legumes, </li></ul><ul><li>pedaços de madeira, saquinhos </li></ul><ul><li>de chá, grama cortada, cascas de </li></ul><ul><li>ovos, poeira de varrição, insetos </li></ul><ul><li>mortos, esterco, ossos e caroços, </li></ul><ul><li>bagaço de cana, e qualquer outro </li></ul><ul><li>resto orgânico... </li></ul><ul><li>... É LIXO? </li></ul>
  69. 70. Compostagem <ul><li>VANTAGENS: </li></ul><ul><li>Ótimo condicionar de solo (vasos, hortas e jardins); </li></ul><ul><li>Reduz a quantidade de lixo destinada ao lixão ou aterro; </li></ul><ul><li>Contribui para evitar a venda irregular de &quot;terra preta”; </li></ul><ul><li>Menor consumo de sacos de lixo; </li></ul><ul><li>Espaços menores: enterre os </li></ul><ul><li>resíduos orgânicos </li></ul><ul><li>Bom exemplo </li></ul>
  70. 71. Composteira <ul><li>Separe resíduos orgânicos; </li></ul><ul><li>Escolha um local sombreado; </li></ul><ul><li>Monte a composteira (bambu, madeira velha, tela de galinheiro, blocos ou tijolos); </li></ul><ul><li>Deposite o material orgânico; </li></ul>
  71. 72. Composteira <ul><li>5) Cubra com folhas, grama, serragem ou esterco seco; </li></ul><ul><li>6) Regue o monte para manter o material úmido; </li></ul><ul><li>7) Cubra o monte para não encharcar e não receber sol direto; </li></ul><ul><li>8) Vire o material para arejar (2 a 3 x por semana); </li></ul><ul><li>9) A temperatura não pode passar dos 70 graus </li></ul>
  72. 73. Composteira <ul><li>CONTROLE </li></ul><ul><li>Se o composto não esquentar pode ser por falta de umidade; </li></ul><ul><li>Se o composto apresentar mau cheiro é sinal de que precisa ser revolvido, pois, provavelmente está muito úmido e com pouca circulação de ar; </li></ul><ul><li>Para ver se a umidade está boa, basta pegar um pouco de composto na mão e aperta-lo. Se formar uma massa úmida e não escorrer entre os dedos, é sinal de que está com boa umidade. </li></ul>
  73. 74. Composto Orgânico <ul><li>P R O N T O ? </li></ul><ul><li>Tiver cor marrom café, e cheiro agradável de terra; </li></ul><ul><li>Estiver homogêneo, e não der para distinguir os restos (talvez apenas um ossinho ou caroço mais duro); </li></ul><ul><li>Não esquentar mais, mesmo após o revolvimento; </li></ul><ul><li>Cerca de 45 a 80 dias. </li></ul>
  74. 75. Poluição <ul><li>Resíduos sólidos </li></ul><ul><li>Aterros e lixões </li></ul><ul><li>Impacto ambiental do lixo eletroeletrônico </li></ul><ul><li>Poluição </li></ul><ul><li>Contaminação do solo, água e ar </li></ul>
  75. 76. Resíduos Sólidos <ul><li>Crescimento da população + Rápido processo de urbanização Excedente de subprodutos </li></ul><ul><li>241 mil toneladas de lixo / dia </li></ul><ul><li>90 mil de origem domiciliar </li></ul><ul><li> 600g / habitante (média)‏ </li></ul>
  76. 77. Lixões <ul><li>Depósitos de lixo sem tratamento; </li></ul><ul><li>No Brasil: destino do lixo de mais de 40% dos municípios; </li></ul><ul><li>Poluição do solo, da água e do ar; </li></ul><ul><li>Degradação humana: população carente se alimenta de restos de comida e vende materias depois de revirar o lixo. </li></ul>
  77. 78. Aterros Sanitários <ul><li>Melhor solução para o lixo que não é reciclado ou reutilizado; </li></ul><ul><li>Possui tratamento para os gases e líquidos resultantes da decomposição dos materiais; </li></ul><ul><li>Protege o solo, a água e o ar da poluição. </li></ul>
  78. 79. Impacto Ambiental do Lixo Eletroletrônico <ul><li>2004 – 315 milhões de computadores descartados no planeta; </li></ul><ul><li>EUA – Conselho Nacional de Segurança (1998): aproximadamente 20 milhões teriam como destino: </li></ul><ul><ul><li>70% canto da casa ou empresa; </li></ul></ul><ul><ul><li>15% aterro sanitário; </li></ul></ul><ul><ul><li>11% reciclagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>3% doações </li></ul></ul>
  79. 80. Impacto Ambiental do Lixo Eletroletrônico <ul><li>Alta concentração de metais pesados; </li></ul><ul><li>Contaminação de solos, rios e lençóis subterrâneos; </li></ul><ul><li>Efeitos mais sérios da contaminação ambiental: </li></ul><ul><ul><li>Bioacumulação pelos organismos vivos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fauna e flora concentram metais em níveis milhares de vezes maiores que os presentes no ambiente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atingem todos os níveis tróficos. </li></ul></ul>
  80. 81. Poluição <ul><li>Liberação de elementos, radiações, vibrações, ruídos e substâncias ou agentes contaminantes em um ambiente, prejudicando os ecossistemas biológicos ou os seres humanos. </li></ul><ul><li>Tipos: </li></ul><ul><li>Poluição atmosférica </li></ul><ul><li>Poluição hídrica </li></ul><ul><li>Poluição do solo </li></ul><ul><li>Poluição sonora </li></ul><ul><li>Poluição Térmica </li></ul>
  81. 82. Contaminação do solo, água e ar <ul><li>Solo </li></ul><ul><li>Produto químicos: agrotóxicos; </li></ul><ul><li>Aterros – chorume; </li></ul><ul><li>Lixo tóxico; </li></ul><ul><li>Lixo radioativo. </li></ul>
  82. 83. Contaminação do solo, água e ar <ul><li>Água </li></ul><ul><li>Falta de saneamento básico; </li></ul><ul><li>Lixo; </li></ul><ul><li>Agrotóxicos, inseticidas usado nas lavouras, poluentes não-degradáveis, resíduos de indústrias, metais pesados; </li></ul>
  83. 84. Contaminação do solo, água e ar <ul><li>Ar </li></ul><ul><li>Gases tóxicos (40% da poluição); </li></ul><ul><li>Chaminés das fábricas; </li></ul><ul><li>Queimadas; </li></ul><ul><li>CFC's </li></ul>
  84. 85. Mudança nos Padrões de Consumo <ul><li>Ética dos 3 R's </li></ul><ul><li>Consumismo </li></ul><ul><li>Análise do ciclo de vida x contabilidade ecológica </li></ul><ul><li>Consumo consciente e saudável </li></ul>
  85. 86. Ética dos 3 R's <ul><li>Reduzir o desperdício </li></ul><ul><li>Reutilizar sempre que for possível antes de jogar fora </li></ul><ul><li>Reciclar , ou melhor, separar para reciclagem </li></ul>
  86. 87. Reduzir <ul><li>Consuma produtos mais duráveis; </li></ul><ul><li>Evite desperdício de produtos e alimentos; </li></ul><ul><li>Reduza os supérfluos; </li></ul><ul><li>Reforme e conserve as coisas ao invés de substituí-las por outras; </li></ul><ul><li>Doe os objetos e roupas </li></ul><ul><li>Procure produtos que tenham menos embalagens ou com embalagem reciclável; </li></ul><ul><li>Controlar o uso da água; </li></ul><ul><li>Desligar a TV se não estiver realmente assistindo e a luz do lugar onde não houver alguém. </li></ul>
  87. 88. Reutilizar <ul><li>Vidros de geléia, maionese, massa de tomate etc, para armazenar alimentos ou outros objetos; </li></ul><ul><li>Utilizar a frente e o verso do papel para escrever; </li></ul><ul><li>Oficinas de arte e artesanato; </li></ul><ul><li>Restos orgânicos para produção de composto; </li></ul><ul><li>Computadores usados: MetaReciclagem </li></ul>
  88. 89. Reciclar <ul><li>Reciclagem: transformar algo usado, em algo igual, só que novo. Exemplo: uma lata de alumínio, pós-consumo, é transformada, através de processo industrial, em uma lata nova. </li></ul>
  89. 90. Consumismo <ul><li>Consumo sem consciência; </li></ul><ul><li>Influência da publicidade e propaganda; </li></ul><ul><li>Fruto do capitalismo; </li></ul><ul><li>40% do que nós compramos é lixo; </li></ul><ul><li>Maioria das embalagens não servem pra nada. </li></ul>
  90. 91. Consumo Consciente e Saudável <ul><li>Nossa responsabilidade não acaba no lixo! </li></ul><ul><li>Pensar antes de comprar </li></ul><ul><li>Pensar no resíduo que será gerado </li></ul><ul><li>Evitar embalagens plásticas – vidro é melhor! </li></ul>
  91. 92. Consumo Sustentável <ul><li>Conferência das Nações Unidas – Agenda 21 </li></ul><ul><li>Consciência dos impactos causados no processo produtivo </li></ul><ul><li>Equilibrio entre a satisfação pessoal e sustentabilidade </li></ul>

×