Your SlideShare is downloading. ×
CritéRios De CorreçãO Das RedaçõEs Do Saresp 2009 97
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

CritéRios De CorreçãO Das RedaçõEs Do Saresp 2009 97

6,172
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
6,172
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
36
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Critérios de Correção das Redações do Saresp 2009
    • Redação em Branco(B) – Quando o aluno entregou a folha de redação em branco ou escreveu até 5 linhas.
    • Possibilidades que devem ser consideradas:
    • o aluno não quis fazer a redação (protesto), mas, no cotidiano, em sala de aula, não apresenta problemas para produzir textos escritos, de acordo com as expectativas da série em que está;
  • 2. - o aluno não se apropriou do sistema de escrita, ou seja, no cotidiano, em sala de aula, não consegue produzir textos escritos sem apoio, por isso entregou a folha de redação em branco; - o aluno preencheu o espaço de até 5 linhas (com letra de tamanho padrão ou letra grande) com palavras ou frases com pouquíssima ou nenhuma articulação entre elas, sem a intenção de atender a proposta, em especial, no que se refere ao gênero (em que modelo escrever) e ao tema (sobre o que escrever).
  • 3. ATENÇÃO Redações com poucas linhas, em geral, não consegue desenvolver o tema, nem atender às especificidades do gênero, mesmo que haja certa coerência construída pelo uso de alguns organizadores internos. Nesses casos, se há evidências de que o aluno teve a intenção de atender a proposta, a produção deve ser enquadrada no nível 1- receber conceito insuficiente em todas as competências avaliadas.
  • 4. Redação Anulada (A) – Quando o aluno utilizou o espaço indicado para a redação para expressar-se por meio de desenhos, palavrões, frases de protesto, sinais gráficos etc. Possibilidades que devem ser consideradas: - o aluno teve a intenção de anular a prova, utilizando desenhos, palavrões, frases de protestos, recados para o corretor, sinais gráficos etc ; - o aluno não se apropriou do sistema de escrita; ou seja, no cotidiano, em sala de aula, não consegue produzir textos escritos sem apoio, por isso entregou a folha de redação com desenhos.
  • 5.
    • Redação em Registro Não – Alfabético (NA) Quando o aluno ainda tem hipótese de escrita não alfabética.
    • Possibilidades que devem ser consideradas:
    • o aluno utiliza letras, mas a forma como as agrupa demonstra uma hipótese de escrita pré-silábica, silábica ou silábico-alfabética;
    • o aluno utiliza desenhos ou garatujas como tentativa de um registro escrito.
  • 6. ATENÇÃO No processo de correção, é preciso distinguir os registros dos alunos que ainda não se apropriaram do sistema de escrita alfabética, dos registros dos alunos que apresentam problemas de ortografia, separação das palavras, letras pouco legíveis, pontuação, coesão etc .
  • 7. Redação que não atendeu à proposta contida no instrumento de avaliação – Quando o aluno produziu um texto sobre outro tema e/ou em outro gênero ou apenas copiou, literalmente, os textos da proposta. Nesses casos, o professor deve assinalar, na planilha de correção, o campo Insuficiente ( nível 1 ) em todas as quatro competências do Ensino Fundamental ou em todas as cinco competências do Ensino Médio. Possibilidades que devem ser consideradas nesse critério:
  • 8.
    • o aluno compreendeu a proposta de redação, mas, propositadamente, não quis produzir o texto, de acordo com o tema e/ou gênero proposto (por protesto ou porque já tinha um texto pronto sobre outro tema e/ou gênero) ;
    • o aluno não compreendeu a proposta de redação, porque apresenta problemas de leitura;
    • copiou a proposta de redação, provavelmente, pelo motivo anterior.
  • 9. Definição das Competências Previstas para a Avaliação das Redações Produzidas Competência I - Tema – Desenvolver o texto, de acordo com as determinações temáticas e situacionais da proposta de redação. (sobre o que escrever). Obs.: Se o aluno não atendeu à proposta de redação, isto é, escreveu sobre outro tema, sua produção se enquadra no nível 1 – Insuficiente, em todas as competências.
  • 10. Competência II – Gênero – Mobilizar, no texto produzido, os conhecimentos relativos aos elementos organizacionais do gênero (em que modelo escrever). Obs.: Se o aluno não atendeu à proposta de redação, isto é, escreveu em outro gênero, sua produção se enquadra no nível 1 – Insuficiente, em todas as competências.
  • 11. Competência III - Coesão/Coerência - Organizar o texto de forma lógica e produtiva, demonstrando conhecimento dos mecanismos linguísticos e textuais necessários para sua construção. Competência IV – Registro – Aplicar as convenções e normas do sistema da escrita, como ortografia, segmentação de palavras, frases e parágrafos, concordância e regência, pontuação.
  • 12. Competência V – Proposição – (competência avaliada, apenas, no Ensino Médio). Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, demonstrando um posicionamento crítico e cidadão a respeito do tema.
  • 13.  
  • 14.
    • Gênero Textual “Carta Pessoal”
    • Constituintes Estruturais:
    • determinação do remetente;
    • assunto/informação;
    • marcadores de tempo e espaço;
    • interpelação inicial;
    • fórmula de cortesia;
    • saudação ou expressão de votos;
    • fórmula de despedida.
  • 15. CARTA PESSOAL Local e Data Saudação _____________________ Introdução______________________________________________________________________________________ Desenvolvimento________________________________________________________________________________ Conclusão______________________________________________________________________________________ Despedida______________________________________________________________________________________ ____________________ Assinatura Post Scriptum (P.S.)________________________________
  • 16. Obs.: A carta é um gênero híbrido que incorpora diferentes possibilidades de composição do texto, determinadas pelas escolhas tipológicas que são definidas pela situação sociocomunicativa em que o texto é produzido. A opção pela predominância de uma sequência narrativa, não exclui do autor, a possibilidade de utilização de outras sequências tipológicas: expositiva, descritiva ou argumentativa.
  • 17. DIRETORIA DE ENSINO NORTE 1 OFICINA PEDAGÓGICA PCOPs DE LÍNGUA PORTUGUESA MARILISA PEREIRA MÁRCIA DI GIAIMO MECCA