A Clave dezembro 2012

202 views

Published on

Jornal mensal da Filarmónica Recreativa Cortense, edição de dezembro de 2012.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
202
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Clave dezembro 2012

  1. 1.  Jornal da Filarmónica Recreativa Cortense Ano IV ♫ número 56 ♫ dezembro 2012 ♫ 0,50 pautasEditorial Pág.2 Publicidade Pág.6Reportagem Pág.7 Pág.3 NotíciasCorreio dos Leitores F.R.C.Pág.5 As notícias da “nossa Banda”. Pág.8 “A Clave” Página 1 dezembro 2012
  2. 2. d ezembro, último mês do ano civil e mês do natal. As ruas e as casas decoram-se para esta época, faz-se a árvore de natal e o presépio e reina em todos nós o espirito natalício, com o sentimento de paz, amor, caridade e solidariedade.Todos os Natais muita gente se pergunta porque chamam àmissa da meia noite a “Missa do Galo”, começam então asinúmeras explicações, que rsrs… é melhor nem contar aqui.Então, nossa Reportagem, resolvemos pesquisar, para matara curiosidade de todos e no próximo natal não termos que ouviras mais absurdas histórias novamente… rsrs…Descontraiam, com os nossos Passatempos (com esta secçãopretendemos, simplesmente, fazer com que as pessoas se riamum pouco, não é nossa intenção ofender ou chocar alguém) eenviem-nos comentários, histórias, artigos, etc, que gostassemde ver publicados para a secção do Correio dos Leitores.Nas Notícias da F.R.C., fique com um resumo das atividadesdesenvolvidas pela Filarmónica Recreativa Cortense e as que sepropõe realizar nesta época natalícia e que vão marcando avida da nossa/vossa banda.Boa leitura, Boas Festas e… até para o ano! Ficha Técnica: Diretor: Alexandre Barata Redação: Alexandre Barata, Adriano Esteves Colaboradores: Samuel Barata, Carolina Pontífice, Mafalda Santos, Rute Esteves Impressão: Filarmónica Recreativa Cortense Tiragem: 75 exemplares Distribuição: Filarmónica Recreativa Cortense Apoios: IPDJ – Instituto Português do Desporto e da Juventude, I.P. “A Clave” Página 2 dezembro 2012
  3. 3. Porquê Missa do Galo?Todos já se devem ter perguntado porquê Missa do Galo e não na galinha, docão, do gato… Na noite de natal, depois de comer tudo o que devia e não deviana ceia, começa a tradicional e milenar “Missa do Galo”, e surge mais um ano amesma pergunta… Tradicionalmente, a Missa celebrada na véspera do Natal é denominada Missa do Galo. Este é o nome dado à celebração da Eucaristia que deve acontecer a meia-noite do dia 24 de dezembro, isto é, na véspera de Natal. A Missa foi instituída pelo Papa São Telesforo, no ano 143. Desde o século IV, um hino latino cantado na cerimônia do Natal aponta o nascimento do Cristo no meio da noite. Daí o costume de assumir a meia-noite como hora do nascimento de Jesus.A comunidade cristã de Jerusalém ia em peregrinação a Belém, paraparticiparem da Missa do Natal, na primeira vigília da noite dos judeus, na horado primeiro canto do galo. Anteriormente, no dia 25 de dezembro, asfestividades eram pagãs, já que nesta data celebrava-se o Deus do Sol. OImperador romano Constantino era cristão e instituiu a Festa de Natal neste dia.Em Roma, a celebração da Missa do Galo acontece, desde o século V, na Basílicade Santa Maria Maior.Segundo o Monsenhor José Roberto Rodrigues Devellard, Coordenador daComissão de Arte Sacra da Arquidiocese do Rio de Janeiro, o nome “Missa doGalo” teve origem no fato de Jesus ser considerado o sol nascente que veio nosvisitar. Só a Missa do Galo e a Missa de Páscoa são celebradas à meia-noite, poisnelas há o sentido de procurar a luz no meio da noite.O galo era considerado uma ave sagrada no antigo Império Romano. O animalpassou a simbolizar vigilância, fidelidade e testemunho cristão. MonsenhorDevellard explica que esta ave é a primeira a ver os raios de sol e, portanto, aoreverenciar o sol nascente, o galo estaria louvando, primeiramente, a JesusCristo.Há também quem diz que o nome “Missa do Galo” consagra a lenda segundo aqual à meia-noite do dia 24 de dezembro um galo teria cantado, anunciando avinda do Messias. Outra origem da expressão é citada em o como o fato de aMissa de Natal normalmente terminar muito tarde “quando as pessoas voltavampara casa, os galos já estavam cantando”.Acredito que nos próximos natais não haverão mais dúvidas do porquê o galo sero escolhido para nomear a tradicional Missa. “A Clave” Página 3 dezembro 2012
  4. 4. Este pequeno jornal é elaborado todos os meses no intuito da “abertura” da FRCà comunidade envolvente, bem como pode servir de veículo de informação detodos os que pretenderem utilizá-lo para divulgação dos mais variados assuntosou até de eventos tanto da freguesia como da região.Gostaríamos de saber a Vossa opinião sobre este aspeto e sobre os temas erubricas apresentados, se são do Vosso agrado ou se gostavam que fossemfocados outros temas.Enviem-nos as Vossas sugestões, opiniões, notícias e propostas para temas quedesejem ver abordados por este jornal, façam-no para o correio eletrónicofilarmonicacortense@iol.pt ou entreguem, a qualquer elemento da FilarmónicaRecreativa Cortense. Lembramos aqui todos os nossos assinantes de que estão a pagamento as assinaturas para o ano de 2013 deste jornal! “A Clave” Página 4 dezembro 2012
  5. 5. PUBLICIDADE Este espaço pode ser Assine “A Clave” seu. Assinatura anual de 6,00 pautas para a Publicite o seu negócio e apoie distribuição em mão ou via e-mail, no envio por correio acresce o valor dos assim a F.R. Cortense. portes de envio. Contacte-nos. Divulgue este jornal pelo seu círculo de amigos e familiares. A FRC agradece! “A Clave” Página 5 dezembro 2012
  6. 6. SOPA DE LETRASPARA RIR  Uma loira telefona para o Pai Natal:- Eu queria falar com o Pai Natal.- É o próprio.- Senhor Próprio, podia chamar o Pai Natal?  Debaixo de uma árvore de natal, toda iluminada, diz um cão ao outro:- "Finalmente, puseram luz no wc!"  Estavam uns garotos a brincar no pátio da igreja por alturas do Natal. Até que umdeles sem querer esbarra num dos bonecos do presépio e parte-o. Passado um bocadochega o padre:- Quem é que partiu o pastor?Todos ficam muito calados até que depois de muita insistência o culpado se acusa.- Então tens de pagar o estrago.- Eu não tenho dinheiro senhor padre.- Então paga o teu pai.- Eu não tenho pai.- Paga a tua mãe!- Também não tenho mãe...- Então não tens ninguém? És sozinho no mundo?- Não! Eu tenho uma irmã mais velha.- Pronto paga ela.- Ela também não pode pagar, não tem dinheiro. É freira.- Não se diz freira; diz-se esposa de Cristo.- Ah, então o meu cunhado que pague!... “A Clave” Página 6 dezembro 2012
  7. 7. Escola de Música FRC Os alunos da temporada 2011/2012 da Escola de Música FRC, já começam a ir assistir aos ensaios da FRC e alguns deles já começam a tocar as novas peças musicais. A Clave deseja-lhes uma boa continuação! A apresentação e início da temporada 2012/2013 da Escola de Música FRC foi realizada no passado dia 2 de dezembro pelas 16h00. Inscreveram-se cerca de uma dezena de “alunos” que logo a seguir tiveram a sua primeira experiência e contato com a música e instrumentos emusicais da FRC. No final da “aula” foram brindados, com a interpretação de uma peça musical natalícia, pelos elementos da FRC presentes. Esta nova temporada é lecionada pelo nosso músico Fábio Pereira. A FRC e A Clave desejam a todos os novos alunos uma boa aprendizagem! Arruada de Natal A FRC, na impossibilidade de apresentar um Concerto de Natal, irá realizar uma arruada de Natal, pelas ruas da freguesia, durante a tarde do dia 25 de dezembro. Serão interpretados temas de Natal bem como haverá outras surpresas para os espetadores. “Janeiras” Vai a FRC efetuar o tradicional canto das “Janeiras”, em toda a freguesia de Cortes do Meio (Ourondinho, Cortes de Baixo, Cortes do Meio, Bouça e Penhas da Saúde), durante os dias 26 e 30 de dezembro (se o tempo o assim permitir). Todas as receitas serão para ajuda ao pagamento do novo fardamento que a nossa/vossabanda estreou no passado dia 11 denovembro.Desde já a FRC agradece a recetividade, colaboração, apoio e boa vontade de todosos cortenses! “A Clave” Página 7 dezembro 2012
  8. 8. Campanha Solidária “Uma Prenda, Um Sorriso” – 4ª edição PARTICIPE, DIVULGUE E COLABORE! Fica o cartaz.“A Clave” Página 8 dezembro 2012

×