Revitalização área central de Americana
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Revitalização área central de Americana

on

  • 2,708 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,708
Views on SlideShare
2,691
Embed Views
17

Actions

Likes
0
Downloads
13
Comments
0

1 Embed 17

http://www.slideshare.net 17

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Revitalização área central de Americana Revitalização área central de Americana Presentation Transcript

  • Projeto de Revitalização da Área Central
  • 1996
    Alargamento das calçadas das Ruas 30 de Julho e 12 de Novembro
    Em 1996, a área central de Americana começa a sofrer pequenas, mas importantes, mudanças em sua estrutura. A primeira obra a ser realizada pela Comissão de Revitalização da Área Central foi o alargamento das calçadas das ruas 30 de Julho e 12 de Novembro, na gestão do prefeito Frederico Pollo Müller.
    1
  • 1997 Abertura da Rua Carioba
    O grande marco de 1997 foi a abertura da Rua Carioba para o tráfego de veículos, facilitando assim o trânsito no local e integrando ainda mais o comércio daquela região, que vinha registrando queda nas vendas com o fechamento da passagem da linha férrea, na altura da Avenida Antonio Lobo.
    2
  • 2000Remodelação Praça Comendador Muller
    Após a execução do projeto “Lixo no Lixo”, a Comissão de Revitalização deu início ao árduo trabalho de convencimento das autoridades municipais para a remodelação total da Praça Comendador Müller, projeto este que resultou em dezenas de horas em reuniões para solucionar inúmeros problemas até a concretização dos objetivos da Comissão.
    A praça foi remodelada e entregue à população contendo dez quiosques padronizados e dois banheiros públicos. A entrega dos quiosques aos ambulantes foi feita através de sorteio.
    4
  • 2002 Pesquisa ACIA
    Em agosto de 2002, a Associação Comercial e Industrial de Americana (ACIA) e o Sindicato do Comércio Varejista de Americana e Região (Sincovam), encomendaram pesquisa, com o objetivo de detectar a opinião dos consumidores sobre diversos aspectos relativos ao comércio da cidade. A pesquisa foi feita pelo Instituto de Pesquisas Manager (Ipema) com 620 pessoas, sendo homens e mulheres a partir de 16 anos de idade, de todas as classes sociais, credos e raças, residentes em Americana.
    Os assuntos abordados foram: atendimento, local onde o consumidor prefere realizar suas compras, horário de preferência e nível de satisfação dos clientes.
    5
  • 2002 Regulamentação do horário de funcionamento do Comércio
    No dia 20 de novembro de 2002, o vereador Décio Rosolen Filho, protocolou na Câmara Municipal de Americana o Projeto de Lei nº 178/2002, o qual disciplinaria o horário de funcionamento do comércio local.
    Segundo o vereador, o objetivo do projeto era atualizar a legislação sobre o assunto, já que a mesma estava ultrapassada e não mais condizia com a realidade da atualidade, pois nos dias de hoje, se o consumidor não encontra os estabelecimentos funcionando no Centro e nos bairros, imediatamente recorre aos shoppings da região.
    O projeto foi aprovado, no início de dezembro, em primeira discussão, por 16 votos favoráveis e dois contrários. Na ocasião, cerca de 50 comerciantes estiveram presentes na Câmara assistindo a discussão e votação durante aproximadamente duas horas.
    6
  • 2002 Regulamentação do horário de funcionamento do Comércio
    Segundo o presidente da Comissão de Revitalização Fernando José Giuliani, com a aprovação do Projeto de Lei nº 178/2002 e criação da Lei nº 3.768, de 2 de janeiro de 2003, o município foi beneficiado com o incremento do comércio na cidade e a conseqüente arrecadação de tributos, que hoje ficam nos municípios vizinhos que mantém seu comércio aberto por maior espaço de tempo e atraem consumidores de Americana nos finais de semana e feriados. A Lei propõe que os estabelecimentos comerciais permaneçam abertos das 8 às 18 horas de segunda à sexta-feira e das 8 às 15 horas aos sábados. O funcionamento entre 18 e 22 horas durante a semana e aos sábados das 15 às 20 horas é facultativo. Aos domingos e feriados também fica facultativo o estabelecimento abrir no período entre 8 e 20 horas.
    Sobre a questão do trabalho aos domingos, Giuliani explica que os empregados do comércio e do setor de serviços têm jornada limitada de oito horas/dia e 44 horas semanais, com a garantia de um dia de descanso a cada seis dias trabalhados. Sendo que, se o empregado trabalhar no domingo, receberá folga compensatória durante a semana seguinte e a cada quatro semanas o descanso recairá obrigatoriamente aos domingos, de forma que o funcionário não sofre qualquer prejuízo econômico-financeiro e nem no que diz respeito ao descanso.
    7
  • 2002“Contêrnerização da Coleta de Lixo”
    Para deixar os trabalhos de limpeza da área central ainda mais eficientes, em dezembro de 2002, a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos (Unidade de Limpeza Pública) da Prefeitura de Americana em conjunto com a Comissão de Revitalização da Área Central lançaram o projeto “Conteinêrização da Coleta de Lixo Doméstico” que instalou 30 novos conteinêres de polietileno em pontos estratégicos do Centro da cidade.
    Segundo o presidente da Comissão de Revitalização da Área Central, Fernando José Giuliani, na época, o projeto era inédito na Região Metropolitana. Os novos contêineres são importados da Alemanha e tiveram um custo total de R$ 20 mil.
    Na ocasião, foram adquiridos também quatro caminhões de lixo próprios para a coleta dos contêineres. Os caminhões foram adquiridos pela Prefeitura com verba auxiliar do Governo do Estado de São Paulo para o setor, sendo R$ 210 mil provenientes do governo estadual e R$ 40 da Prefeitura.
    8
  • 2003Decreto proíbe tráfego de caminhões na área central
    Em junho de 2003, o prefeito assinou o Decreto nº 5.814, que proíbe tráfego de caminhões com capacidade de carga superior a dois mil quilos nas principais vias públicas da região central da cidade entre às 9 e 18 horas, de segunda-feira a sábado, exceto feriados.
    Durante o mês de dezembro, quando os estabelecimentos comerciais ficam abertos até às 22 horas, a proibição passa a vigorar das 9 às 24 horas.
    O decreto foi uma indicação do atual prefeito Diego De Nadai e tem base no artigo 24 da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, do Código de Trânsito Brasileiro.
    9
  • 2003 Remodelação da Praça Matriz Velha de Santo Antonio
    A reinauguração da Praça Matriz Velha de Santo Antônio, no Centro de Americana, aconteceu no dia 6 de setembro de 2003 e contou com uma programação típica, com missa campal com o padre Constantino Gardinali, pároco da igreja Matriz de Santo Antônio, e acompanhamento do quarteto de cordas e coral, seguida da solenidade e presença do prefeito da cidade, na ocasião, Erich Hetzl Júnior.
    Segundo o presidente da Comissão de Revitalização da Área Central, Fernando José Giuliani, a Praça Matriz Velha de Santo Antônio é o único local da cidade, até o momento, a apresentar o símbolo do "Shop Centro", que marca o início do projeto de transformação da área central em um grande shopping a céu aberto. O projeto do "Shop Centro" inclui a revitalização das ruas Vieira Bueno, Fernando Camargo e 30 de Julho, que ganharão novo calçamento e cobertura em parte de sua extensão.
    As obras de revitalização na Praça da Matriz Velha tiveram início em abril de 2003 pela Prefeitura de Americana e custaram cerca de R$ 150 mil.
    10
  • 2003 Inauguração da Praça Matriz Velha de Santo Antonio
    11
  • 2003 “Linha Verde” na Avenida Antonio Lobo
    No dia 6 de setembro de 2003 a Comissão de Revitalização inaugurou também a “Linha Verde”, na Avenida Antônio Lobo, entre a Rua Carioba e o Viaduto Centenário, que foi o marco inicial da revitalização daquele região.
    No local foi desenvolvido um projeto de revitalização com paisagismo valorizando a história da linha férrea que corta o Centro da cidade. O projeto contou com o apoio dos comerciantes da região.
    12
  • 2003 e 2004 Revitalização Rua Carioba
    Em maio de 2003, comerciantes da Rua Carioba se reuniram com a presidente da Associação Comercial e Industrial de Americana (ACIA), na ocasião, Nilza Tavoloni, diretores da Distrital Centro e da Comissão de Revitalização da Área Central para reivindicar algumas melhorias para o local, como: segurança, falta de iluminação, quedas bruscas de energia, coleta de lixo, enchentes, vandalismo e até prostituição.
    Após a reunião, a Comissão de Revitalização providenciou algumas melhorias para os comerciantes do local, como: sinalizações de trânsito, construção de uma praça próxima a linha férrea, paisagismo no local onde funcionava o embarque e desembarque de bois, melhoria na iluminação do local, inibindo assim o vandalismo e a prostituição.
    13
  • 2004 Calçadão da Rua Viera Bueno
    Em 2004, a Comissão de Revitalização encarou a árdua tarefa de transformar a Rua Vieira Bueno, na região central, em calçadão, o que gerou muita polêmica e resultou até em uma audiência pública, realizada no final de março, na qual foi autorizada a conclusão das obras no local, que já haviam sido iniciadas.
    O calçadão da Rua Vieira Bueno foi inaugurado no dia 11 de junho, com apresentação da Orquestra Municipal de Americana, exposição de fotos do local (antes e depois das obras), apresentações de peças teatrais e uma homenagem ao antigo Cine Glória com a projeção de um filme de época.
    As obras da Rua Vieira Bueno duraram cerca de 70 dias e custaram R$ 120 mil à administração municipal, incluindo as obras de saneamento da Rua 12 de Novembro.
    15
  • 2004 Inauguração
    Calçadão da Rua Viera Bueno
    16
  • 2004 Obras de Saneamento na Rua 12 de Novembro
    Paralelamente às obras da Rua Vieira Bueno, a Comissão de Revitalização juntamente com a Secretaria de Obras da Prefeitura de Americana realizou melhorias nas tubulações de saneamento da Rua 12 de Novembro.
    Segundo o presidente da Comissão de Revitalização, Fernando José Giuliani, as melhorias de saneamento na Rua 12 era uma reivindicação antiga dos comerciantes do local.
    17
  • 2004Restauração da Estação Ferroviária de Americana
    Outra obra da Prefeitura em conjunto com a Comissão de Revitalização da Área Central em 2004 foi a restauração e reforma da Estação Ferroviária da cidade, inaugurada no dia 22 de dezembro, com a apresentação do quinteto de metal da Banda Municipal de Americana e apresentações de balé, street dance e capoeira.
    O novo espaço da Estação Ferroviária será ocupado por projetos da Secretaria de Cultura e Turismo de Americana, como o Raízes e o Arte na Praça, além da Casa do Artesão, do Cine Clube, salas de exposições e balcão de informações turísticas.
    18
  • 2004Estação Cultura de Americana
    19
  • 2006
    Limpeza e Manutenção na Área Central
    Em julho de 2006, a Comissão de Revitalização da Área Central em parceria com a Prefeitura Municipal e a Distrital Centro da Associação Comercial e Industrial de Americana, realizou manutenção em diversos pontos e lavagem do calçadão das ruas Vieira Bueno, 30 de Julho e Fernando Camargo. AS obras contaram com o apoio da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. “Estamos fazendo pequenos reparos solicitados pelos comerciantes da área em questão para melhor atender o consumidor que vem até o Centro fazer suas compras”, comentou Fernando Giuliani, presidente da Comissão de Revitalização.
    20
  • 2006
    Central de Orientação
    Em dezembro de 2006, a Comissão de Revitalização da Área Central de Americana em parceria com a Prefeitura Municipal e GAMA implantou um novo serviço no Centro da cidade, a “Central de Orientação”. O objetivo principal da Central é servir a comunidade - consumidores e comerciantes da área central -, através de um ponto de apoio que possa registrar as reivindicações, observações e sugestões referentes à área central e encaminhá-las aos departamentos competentes.
    O quiosque da Central de Orientação está localizado na Praça Comendador Müller e funcionará normalmente durante o horário comercial (de segunda a sábado) e durante eventuais períodos em que o comércio funcionar em horário especial.
     
    21
  • 2008Reforma Praça Comendador Müller
    No mês de abril de 2008, a Praça Comendador Müller foi escolhida pela empresa Unilever, em uma parceria entre a Comissão de Revitalização e Secretaria de Cultura e Turismo do município, para ser a primeira praça a receber o projeto de revitalização de praças públicas no interior de São Paulo para divulgar a linha de sabão em pó da empresa. Na ocasião a Praça foi toda reformada.
    O evento contou com apresentações culturais, oficinas de jardinagem e artesanato, recreação infantil e a presença do cantor Ronnie Von.
    22
  • 2009Apresentação do projeto de Revitalização da Área Central ao prefeito Diego
    O presidente da Comissão de Revitalização da Área Central, Fernando José Giuliani, juntamente com o presidente da ACIA (Associação Comercial e Industrial de Americana), Germano Pavan Neto e lojistas da área central reuniram-se com o prefeito Diego De Nadai (PSDB), no início de seu mandato (2009-2012), para a apresentação do projeto de Revitalização da Área Central, visando o pleno desenvolvimento econômico de Americana.
    Na ocasião, Giuliani apresentou uma planta com as modificações que irão tornar o convívio da cidade mais atraente e seguro para a população e consumidores. Conforme projeto, serão realizadas as seguintes mudanças: troca do piso e cobertura do calçadão (Ruas Fernando Camargo, 30 de Julho, 12 de Novembro e Vieira Bueno), padronização das fachadas, acesso para deficientes físicos, identificações em braile para os deficientes visuais, entre outras ações.
    23
  • 2009Repaginação do piso e do Mobiliário Urbano
    Projeto U.D.F.U Prefeitura de Americana
    24
  • 2009Repaginação do piso e do Mobiliário Urbano
    25
    Projeto U.D.F.U Prefeitura de Americana
  • Composição da Comissão de Revitalização da Área Central
    A “Comissão Especial para propor melhorias à Área Comercial Central”, foi constituída, oficialmente, em 15 de julho de 1997, pelo Decreto nº 4.389, para a elaboração de estudos e propostas de melhorias para a utilização da área central-urbana do Município, possibilitando a conservação das ruas, praças e convívio, bem como a segurança dos consumidores e alternativas de melhoria estética da área comercial central do Município, inclusive em seus aspectos culturais. Segue abaixo a atual composição da Comissão, conforme Decreto nº 7.960 de 12 de março de 2009.
    27