Your SlideShare is downloading. ×
FBSIC - Apresentação EUE2012, Lisboa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

FBSIC - Apresentação EUE2012, Lisboa

260
views

Published on

Published in: Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
260
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • IttransmitsAll fits in a proper wayInformation, activities, organization,
  • Successful businesses depend on identified opportunities and how we manage it and therefore is vital to have … to support decision makers!
  • Cadastre is the base. Cadastre means property and value. Is a very serious issue.
  • Transcript

    • 1. Sistema de Informação Cadastral (FBSIC) Ferbritas, S.A. Lisboa, Portugal EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa
    • 2. Agenda1. Ferbritas, S.A.2. O Projecto FBSIC3. Apresentação da Aplicação Web FBSIC4. Conclusões EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 2
    • 3. Agenda1. Ferbritas, S.A.2. O Projecto FBSIC3. Apresentação da Aplicação Web FBSIC4. Conclusões EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 3
    • 4. Abordagem integral e integrada Investigação e Cadastro e Gestão e Planeamento Projecto Desenvolvimento Expropriações Fiscalização Planeamento Projecto de e Gestão Infra-estruturas • Diversas metodologias de Sistemas • Pluridisciplinaridade Gestão • Multiplicidade técnica e tecnológica Controlo Integrada de de Empreendimentos Gestão de • Rigor, coerência, compatibilidade, … Qualitidade de Projectos Materiais • Gestão integrada. Cartografia SIG Cadastro Topografia Expropriações EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 4
    • 5. Porquê o cadastro?Desde 1989 a Ferbritas realiza:- Levantamento Cadastral;- Aquisição de terras para construção de empreendimentos, incluindo a execução e gestão do Processo Expropriativo.Experiência:- As nossas equipas executam estas actividades há mais de 20 anos;- Conhecemos as dificuldades quotidianas das actividades de campo e escritório;- Identificamo-nos com as necessidades dos clientes;- Redesenhámos os processos produtivos para promover maior eficiência, eficácia e produtividade no que respeita à informação cadastral;- Implementámos vários projectos de Sistemas de Informação (ERP, DMS, GIS, BPM).Inovação = Salto qualitativoPor tudo isto construímos o Sistema de Informação Cadastral – Aplicação Webbaseada em tecnologia SIG EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 5
    • 6. A importância do cadastroDefinição de Cadastro: Território… registo oficial da quantidade, valor, e Propriedadepropriedade da terra, que é usado como base para Estratégicoo pagamento de impostos … registo dos limites dapropriedade, edifícios e detalhes relacionados … EstruturanteO Cadastro está relacionado com: Transversal• Justiça fiscal e socioeconómica; Valor Económico• Cidadania; Valor Social• Empreendedorismo;• Oportunidades de negócio; Equidade• Administração Local, Regional e Nacional; Justiça• Políticas nacionais. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 6
    • 7. Cadastro e SIG: estão relacionados … Integração Não Integração vs Eficiência Perda de Recursos Eficácia Ausência de conhecimento Resultados Oportunidades perdidas EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 7
    • 8. SIG – a tomada de consciência1. O controlo e gestão da propriedade rural e urbana e o uso do Território, desde as suas fases de planeamento até à sua monitorização é um processo permanente que dá origem a enormes quantidades de informação correlacionada.2. Toda esta informação importante e diferenciada é produzida, processada (ou não) e armazenada (ou não) durante muitos anos por gerações de pessoas em múltiplas organizações (e reorganizações).3. A informação em si não é equivalente a conhecimento.4. ambas são indispensáveis e representam valor significativo para os cidadãos, os empreendedores, a Administração Pública e a gestão dos negócios privadosConclusão: A utilização de uma Infra-estrutura Corporativa de Dados Espaciais (IDE) para integrar a informação é uma das nossa opções estratégicas chave. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 8
    • 9. Agenda1. Ferbritas, S.A.2. O Projecto FBSIC3. Apresentação da Aplicação Web FBSIC4. Conclusões EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 9
    • 10. Porquê um Sistema de Informação Cadastral? EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 10
    • 11. Porquê um Sistema de Informação Cadastral? Controlo Cadastral Gestão Privada Planeamento Estratégico e Investimento e Operacional Custo/Beneficio Monitorização Administração Tributação Pública, Central e Local EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 11
    • 12. Porquê um Sistema de Informação Cadastral? Estudos de Viabilidade Estudos Preliminares Demarcação Física da Estudos Ambientais Propriedade Construção, gestão Desenhos Declaração de e supervisão Telas Finais Impacte Ambiental Projecto de Execução Disponibilidade Processo de aquisição (negociação, registo e de local para tributação, etc.) construção Processo de Licenciamento Ambiental EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 12
    • 13. Porquê um Sistema de Informação Cadastral?Conclusões:- Informação cadastral precisa é um contributo significativo para outras actividades-chave da Sociedade estando relacionada com a justiça socioeconómica e fiscal;- É essencial para o cidadão, o empresário e a Administração Pública; Integration- Propriedade significa valor para todos, indivíduos e entidades oficiais, … se soubermos, e dependendo do ponto de vista: • o que temos; • onde é; • quais os direitos e responsabilidades; • o que é essencial e o que é dispensável; • qual é o potencial de rentabilidade; Results • quais são as oportunidades e o que queremos fazer.- Não é só uma questão de reunir e manter informação precisa. O objectivo é oferecer conhecimento para promover a eficiência, eficácia, a equidade social e o investimento;- Vale a pena: é valor acrescentado! EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 13
    • 14. FBSIC – Objectivos Gerais Ver, consultar, editar e imprimir informação das parcelas (geográfica, alfanumérica e documental); Controlo de qualidade do cadastro e da propriedade; Rastreabilidade dos processos; Criação de documentos oficiais; Aprovação final pelo cliente (interno ou externo); Solução escalável; Apoiado por padrões de tecnologia da informação, comunicação e interoperabilidade; Sustentabilidade a longo prazo. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 14
    • 15. FBSIC - Componentes Base de Dados …………………… (Alfanumérica / SIG): MS SQL Server 2008 Servidor de Ficheiros …………………. Fotografias, CAD, Pdf Serviços SIG ................................... ArcGIS Server e ArcGIS Image Server Desktop SIG ………………………….……. ArcGIS / ArcInfo e suas extensões Aplicação Web …………………….……. Solução feita à medida: interfaces com o utilizador, edição alfa/geo, suporte de imagens, geração automática de documentos, a partir de sistema de gestão documental. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 15
    • 16. Uma solução, sete módulos 1. Migração de Dados ..................... dados geográficos e alfanuméricos 2. Campo ........................................ recolha de informação no campo 3. Processamento da Informação .... validação e integração dos dados recolhidos 4. BackOffice ................................... suporte à administração do sistema 5. Central ....................................... ver/editar informação alfa/geo, controlo de qualidade, geração e impressão de documentos, ... 6. Aprovação ................................... interacção e aprovação pelo cliente 7. Gestão do domínio ..................... gestão da propriedade nos domínios privado e/ou público EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 16
    • 17. FBSIC – Arquitectura Conceptual Campo No escritório / Intranet Extranet Gestão Documental Cartografia push and get Mapa de Áreas Pl. Cadastrais Pl. Parcelares Módulo de Módulo Campo Central (alfa) Fichas Backoffice Cadastrais Módulo de Aprovação Módulo de Base de .mdb Tratamento Base de Dados Dados Informação (SQL Server) Módulo Base de Dados .mdb Domínio Expropriações .mdb Entidades, Módulo de Tipos, Migração Distritos, Concelhos, Freguesias, ... Fich. CAD EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 17
    • 18. FBSIC – Vista Global dos Módulos Módulo de Migração de Dados Módulo de Tratamento de Informação Information Processing Module Módulo de Campo Field Module Módulo de Aprovação EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 18
    • 19. Agenda1. Ferbritas, S.A.2. O Projecto FBSIC3. Apresentação da Aplicação Web FBSIC4. Conclusões EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 19
    • 20. Uma solução, sete módulos 1. Migração de Dados ....................... dados geográficos e alfanuméricos 2. Campo .......................................... recolha de informação no campo 3. Processamento da Informação ...... validação e integração dos dados recolhidos 4. BackOffice ..................................... suporte à administração do sistema 5. Central ......................................... ver/editar informação alfa/geo, controlo de qualidade, geração e impressão de documentos 6. Aprovação ..................................... interacção e aprovação pelo cliente 7. Gestão do domínio ....................... gestão das propriedade dos domínios privado e/ou público EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 20
    • 21. FBSIC - Módulo Central Autenticação de utilizadores com restrições de acesso aos dados por perfil / utilizador; Inserção de dados, edição e consulta de prédios, parcelas, entidades fiscais e registos de propriedade; Validação de endereços de acordo com formato dos Correios; Integração de informação alfanumérica, geográfica, imagens e documentos; Controlo de fluxo de trabalho e das fases do projecto; Consulta e geração de “snapshots”; Geração de documentos: Ficha Cadastral (. Pdf), Mapa de Áreas (. Xls), Impressão Simples (. Pdf), Planta Cadastral (. Pdf), Planta Parcelar (. Pdf), Extracto de Planta Parcelar (. pdf) Integração com o Sistema de Gestão de Documental: Documentos das entidades, dos Registos da Conservatória e Matriz das Finanças. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 21
    • 22. FBSIC - Módulo Central EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 22
    • 23. Agenda1. Ferbritas, S.A.2. O Projecto FBSIC3. Apresentação da Aplicação Web FBSIC4. Conclusões EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 23
    • 24. FBSIC – Eficiência, Eficácia, Produtividade Integridade dos dados: • Centralização da informação; • Validação da qualidade dos dados (valor e forma); • Registo em base de dados relacional. Disponibilidade dos dados: • Rapidez de acesso; • Segurança no acesso por perfil, por funcionalidade e por projecto; • Possibilidade de integração com outros sistemas. Usabilidade dos dados: • Visualização alfanumérica e geográfica; • Geração de documentação processual; • Análise de indicadores de eficiência do processo operacional. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 24
    • 25. FBSIC – Integração A natureza integradora do SIC permite: • suporte às necessidades presentes e possibilidade de expansão para atender à evolução natural das necessidades de negócio; • integração de informação proveniente de outros sistemas; • recolher, manter e gerir a informação numa única plataforma; • aumentar a eficiência e produtividade dos processos de negócio. EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 25
    • 26. A nossa experiência• Leva algum tempo para se ter uma base de dados completa e precisa. Mas com as prioridades corretas, Retorno por exemplo, pela selecção de troços relevantes da B.D. rede, então os resultados aparecem mais cedo e evoluem numa tendência exponencial.• O controlo cadastral (CC) contribui para a redução de custos: responsabilidade fiscal, manutenção, ...• CC aumenta a eficácia, eficiência, a optimização do ou custo / benefício, relacionados com as actividades principais de um operador de infra-estrutura ferroviária ou do gestor: engenharia, manutenção, arrendamento, actualização de rede, instalações, ...• CC é um tema crucial para qualquer organização que tem que gerir uma infra-estrutura ferroviária.• O negócio exige! Maintenance Engineering• Vale a pena! EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 26
    • 27. Obrigado!Ferbritas, S.A. Luis Mata Fernando Gil CEO GIO – Resp. Gabinete GISRua José da Costa Pedreira, 111750-130 Lisboa, Portugal mata@ferbritas.pt fgil@ferbritas.ptTel: +351 217 511 700Fax: +351 210 118 080Web: www.ferbritas.pt EUE 2012, 14-15 Março 2012 – Centro de Congressos de Lisboa 27