Your SlideShare is downloading. ×
Temas enem 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Temas enem 2012

1,749

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,749
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
105
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 2. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 3. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 4. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 5. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 6. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 7. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 8. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 9. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 10. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 11. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 12. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 13. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 14. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 15. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 16. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 17. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 18. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 19. O volume de detritos em órbita monitorados pela Rede de Vigilância Espacial saltou de 9.949objetos catalogados em dezembro de 2006 para 16.094 em julho de 2011.Alguns modelos computacionais mostram que a quantidade de lixo em órbita "chegou a umnível extremo, com detritos suficientes em órbita para causar colisões contínuas e criar aindamais destroços, o que aumenta o risco de falha de viagens espaciais", disse o conselho em umcomunicado divulgado nesta quinta-feira, como parte de seu relatório de 182 páginas.Cita ainda recomendações para a NASA sobre como mitigar e aprimorar a situação do lixoespacial, o que incluiria a colaboração com o Departamento de Estado para desenvolver osistema regulatório sobre a remoção de lixo espacial.Atualmente, por exemplo, acordos internacionais proíbem países de remover ou coletar objetosespaciais de outros países. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 20. A corrida armamentista transformou-se também em uma corrida tecnológica. No final desse período, muitas técnicas e equipamentos, até então exclusivos do setor militar, foram apropriados pela sociedade e pela economia.Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 21. "A Geografia, issoEm 1976, Yves Lacoste escreveu a primeira edição do livroserve, em primeiro lugar, para fazer a Guerra" que causou,na época um escândalo na corporação dos geógrafos universitários franceses da época. Nestelivro, o autor aponta o verdadeiro papel da Geografia:A principal resposta que fornece ao seu questionamento constitui o próprio título do livro: isto - a geografia - seve emprimeiro lugar (embora não apenas) para fazer a guerra, ou seja, para fins político-militares sobre (e com) o espaçogeográfico, para produzir/reproduzir esse espaço com vistas (e a partir) das lutas de classes, especialmente com o exercíciodo poder. Ser ou não ser de fato uma ciência pouco importa, em última análise, argumenta o Autor. O fundamental, a seuver, é que, malgrado as aparências mistificadoras, os conhecimentos geográficos sempre foram, e continuam sendo, umsaber estratégico, um instrumento de poder intimamente ligado a práticas estatais e militares. A geopolítica dessa, dessaforma, não é uma caricatura e nem uma pseudogeografia; ela seria na realidade o âmago da geografia, sua verdade maisprofunda e recôndita. (Vesentini, 2002, p.7) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 22. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 23. Um avião percorre uma faixa deterra em linha reta fotografandosucessivamente. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 24. A revolta é tão grande pois, parte do problema se deve à sonegação deimpostos por gregos ricos.Pessoas que declaram ganhar até 12 mil euros por ano e são isentas deimposto de renda possuem casa própria, casa de campo, iate e doiscarros.Nas declarações ao fisco, apenas324 moradores dos subúrbios deAtenas admitiram ter piscina: oGoogle Earth mostra 16.974. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 25. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 26. Astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional fotografaram uma enorme queimada na floresta Amazônicabrasileira Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 27. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 28. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 29. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 30. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 31. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 32. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 33. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 34. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 35. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 36. Colisão entre satélites em órbita Satélite comercial e satélite científico russo se chocam sobrea Sibéria dia 10 de fevereiro, criando uma nuvem de escombrosA colisão entre um satélite comercial, da empresa americana de comunicações Iridium, e um satélite russo provavelmentedesativado, foi a primeira ocorrência desse tipo, segundo Nicholas Johnson, pesquisador chefe do Programa de EscombrosOrbitais da Nasa, no Johnson Space Center, em Houston.“Nos últimos 20 anos, houve apenas três outras colisões acidentais entre objetos em órbita, mas todos de proporçõesmuito menores,” comenta Johnson. “A maior quantidade de destroços já produzida em um evento desses foi de quatropedaços, e neste caso, como a colisão envolveu duas naves intactas o resultado foi centenas de destroços. Não sabemosainda exatamente quantos.” 13 de fevereiro de 2009 Scientific American Brasil http://www2.uol.com.br/sciam/noticias Strela-2M Iridium Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 37. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 38. Satélite UARS, levado à orbita em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via APPhoto) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 39. Segundo a NASA, o satélite caiu ao sul do oceano pacífico, mais precisamente a 14,1 graus delatitude sul e 170,2 graus de longitude leste. Essa localização se situa em uma área remota egrande do oceano", informou em comunicado a agência espacial.De acordo com os cientistas, o satélite caiu num local distante de terra firme. Os restos doequipamento devem estar agora entre 480 e 1.300 quilômetros de seu ponto de reentrada naatmosfera.A Nasa também divulgou a hora exata em que o satélite, que pesa aproximadamente 6toneladas, atingiu a Terra: 4h01 GMT (1h01 de Brasília).Após concluir em 2005 sua vida científica, o Uars se despedaçou em 26 partes após a reentrada.O satélite foi construído por US$ 750 milhões, e sua finalidade era medir mudanças atmosféricase os efeitos da poluição. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 40. No fim de outubro ou começo de novembro, um satélite alemão deve cair de volta para a Terra. Trata-se do ROSAT, satélite de duas toneladas e meia lançado em 1990 que se desligou em 1998 e, desde então, vaga pela órbita da Terra. Isso tudo depois da queda do satélite norte-americano USAR em 24 de setembro.A chance de um pedaço do equipamento germânico cair sobre uma pessoa é de 1 em 2000.Maior, portanto, que o satélite da NASA, que tinha chances de 1 em 3.200 de cair sobre uma pessoa naTerra. A probabilidade deve-se principalmente a critérios de construção dos aparelhos, refletidosdiretamente na sua deformação ao entrar em contato com a atmosfera. Mas não fique desesperado, achance de você especificamente ser atingido por um detrito é de uma em 14 trilhões.Mais antigo, o satélite alemão não foi planejado à luz das preocupações quanto à desintegração ao retornarao planeta e, em função disso, seus fragmentos serão maiores que os do USAR da NASA, que é pouco menorque o ROSAT. A agência espacial da Alemanha estima que algo em torno de 30 pedaços sobreviverão àreentrada na atmosfera e poderão cair em qualquer lugar do planeta.Heiner Klinkrad, diretor do Space Debris Office (órgão que monitora casos de lixo espacial) da AgênciaEspacial Europeia, afirmou que não é possível até o momento prever onde e quando o ROSAT cairá. SegundoHeiner, previsões com algum nível de acurácia só serão possíveis em até duas horas antes da reentrada dosatélite. Até lá, pode ser no quintal de sua casa ou em algum ponto do oceano.http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2011/10/outro-satelite-deve-cair-na-terra-em-novembro.html Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 41. Um novo satélite da Força Aérea americana pela primeira vezvigiará em tempo integral a partir do espaço as centenas desatélites e milhares de escombros que poderiam aterrissar nopaís e outros bens de aliados que circundam a Terra. Se tudo sair conforme o planejado, o satélite Space- Based Space Surveillance, terá uma visão livre e integral de cada vez mais congestionado tráfego na órbita terrestre. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 42. Atualmente, a Força Aérea conta com uma rede terrestre detelescópios ópticos e por radar ao redor do planeta paramonitorar cerca de um mil satélites ativos e 20 mil partes deentulho.Os telescópios podem ser usados apenas em noites com céulimpo e nem todas as estações de radares sãosuficientemente poderosas para detectar satélites no fundoda órbita espacial.A mais de 600 mil quilômetros acima da Terra, o novo satéliteterá uma visão desobstruída do espaço profundo, seminterferências da luz do dia ou do clima. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 43. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 44. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 45. A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de ampliar os direitos dos casais homossexuaispode aparecer na prova junto de outros temas referentes a essa questão como crimes eagressões por conta da homofobia.Em maio, em decisão inédita, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união civil entreos homossexuais.A partir da decisão, casais formados por parceiros do mesmo sexo passaram a ter direitos comoherança, pensão por morte ou separação e declaração compartilhada do Imposto de Renda (IR),entre outros.A conquista pode estimular temas de redação, exigindo que o aluno se posicione. Vale lembrarque também circularam pelo noticiário recente a lei que criminaliza a homofobia e o “kit gay”elaborado pelo Ministério da Educação (MEC). Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 46. Conjunto de material didático destinado a combater a homofobia nas escolas públicas.Um convênio firmado entre o Ministério da Educação (MEC), com recursos do Fundo Nacionalde Desenvolvimento da Educação (FNDE), e a ONG Comunicação em Sexualidade (Ecos)produziu kit de material educativo composto de vídeos, boletins e cartilhas com abordagem douniverso de adolescentes homossexuais que seria distribuída para 6 mil escolas da rede públicaem todo o país do programa Mais Educação.No vídeo intitulado Encontrando Bianca, um adolescente de aproximadamente 15 anos se apresenta como José Ricardo,nome dado pelo pai, que era fã de futebol. O garoto do filme, no entanto, aparece caracterizado como uma menina, comoum exemplo de um travesti jovem. Em seu relato, o garoto conta que gosta de ser chamado de Bianca, pois é nome de suaatriz preferida e reclama que os professores insistem em chamá-lo de José Ricardo na hora da chamada.O jovem travesti do filme aponta um dilema no momento de escolher o banheiro feminino em vez do masculino e simulaflerte com um colega do sexo masculino ao dizer que superou o bullying causado pelo comportamento homofóbico naescola. Na versão feminina da peça audiovisual, o material educativo anti-homofobia mostra duas meninas namorando. Osecretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC, André Lázaro, afirma que o ministério tevedificuldades para decidir sobre manter ou tirar o beijo gay do filme. “Nós ficamos três meses discutindo um beijo lésbico naboca, até onde entrava a língua. Acabamos cortando o beijo”, afirmou o secretário durante a audiência. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 47. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 48. O texto altera a lei do racismo, tornando também crime a discriminação ou preconceito porgênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero.Entre as punições, estão multa e até cadeia.Pelo projeto, vai ser crime, entre outras coisas, praticar ou incitar a discriminação por qualquertipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética,filosófica ou psicológica.Para o pastor evangélico Silas Malafaia, se for aprovado, o projeto vai impedir manifestaçõesreligiosas contrárias à homossexualidade. “Homofobia já tem lei. Uma pessoa que tentar bater,espancar, matar um homossexual vai para a cadeia. O projeto quer criminalizar a crítica, eu nãoposso mais criticar porque se um homossexual se sentir ofendido, vexatoriamente, por filosofia,isto é por pensamento, eu posso ir para cadeia e pegar uma pena de dois a cinco anos. No artigo5º da nossa Constituição, nós somos livres para expressar opinião, inclusive filosófica, estáescrito na carta magna. Eu não sou contra os homossexuais. Cada um tem o direito de ser quequiser. É um direito, agora eu tenho o direito de criticar”, declarou.Mas quem defende o projeto diz que a lei apenas impedirá que os homossexuais sejamperseguidos e humilhados, igualando esse crime ao crime de racismo Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 49. “O PLC 122 não vai proibir nenhum pastor de dizer que a homossexualidade é pecado, porqueisso é um dogma da igreja deles, porém os pastores não podem dizer que os homossexuais sãofrutos do demônio, que os homossexuais são abominação e, por isso, merecem ser eliminadosda face da Terra. A dignidade da pessoa humana deve ser o limite do uso da liberdade deexpressão”, defendeu o deputado Jean Wyllys (PSOL – RJ).O projeto tramita no Congresso Nacional há dez anos. Foi aprovado na Câmara, mas no Senado,foi arquivado, porque mudou a legislatura. No início deste ano, a proposta foi retomada e estána comissão de Direitos Humanos.A relatora, senadora Marta Suplicy, negocia agora com parlamentares mudanças em algunspontos do projeto.Durante a manifestação, um pequeno grupo saiu em defesa do projeto, a favor doshomossexuais. Ao final, líderes religiosos entregaram no Senado um documento com mais deum milhão de assinaturas contra a proposta. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 50. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 51. No Rio Deputada defende o direito de não contratar homossexuaisA deputada Myrian Rios, do PDT, associa homossexualidade a pedofilia e diz que eles podemtentar “bolinar meu filho”.Um vídeo em que a atriz e deputada estadual Myrian Rios (PDT) defende, em discurso noplenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o direito de não contratar umhomossexual, causou polêmica nesta segunda-feira na internet.Na gravação, da última terça-feira, Myrian, que se define como “missionária católica”, pede aoscolegas parlamentares que votem contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 23/2007,que inclui a orientação sexual entre as características pelas quais um cidadão não pode serdiscriminado, segundo a Constituição do Estado do Rio de Janeiro. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 52. No Rio Deputada defende o direito de não contratar homossexuaisA deputada Myrian Rios, do PDT, associa homossexualidade a pedofilia e diz que eles podemtentar “bolinar meu filho”.Um vídeo em que a atriz e deputada estadual Myrian Rios (PDT) defende, em discurso noplenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o direito de não contratar umhomossexual, causou polêmica nesta segunda-feira na internet.Na gravação, da última terça-feira, Myrian, que se define como “missionária católica”, pede aoscolegas parlamentares que votem contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 23/2007,que inclui a orientação sexual entre as características pelas quais um cidadão não pode serdiscriminado, segundo a Constituição do Estado do Rio de Janeiro. "Essa PEC é uma porta para a pedofilia", vislumbrou Myrian no seu discurso. E justificou: "Por exemplo, digamos que eu tenha duas meninas em casa e minha babá seja lésbica. Se minha orientação sexual for contrária e eu quiser demiti-la, não posso. Vou ter que manter a babá em casa e sabe Deus se ela não vai cometer pedofilia Apresentação elaborada pela Eu não FERNANDA BRUM LOPES - Geografia contra elas. Professora vou poder fazer nada".
  • 53. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 54. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 55. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 56. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 57. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 58. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 59. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 60. A tragédia do Realengo, quando um jovem entrou na escola naZona Oeste do Rio de Janeiro e atirou contra 12 crianças, levantoua discussão sobre a criminalidade e a agressão dos jovens no país.O ataque sem precedentes na história do Brasil, foi interrompidopelo sargento Márcio Alves, da Polícia Militar.Doze estudantes morreram (10 meninas e 2 meninos). Segundo investigações Wellington sofreu bullying no período em que estudou na escola. (Colegas colocavam a cabeça do autor do ataque no vaso sanitário e davam descarga, ou em latas de lixo, sem contar os insultos por causa de sua cor – parda – e por sua suposta “feiura”. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 61. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 62. A proibição da Marcha da Maconha, que se tornou Marcha pela Liberdade de Expressão, teveum ato de repressão policial que repercutiu no Brasil inteiro. O "Churrascão da GenteDiferenciada", que foi organizado por meio da rede social Facebook, também reuniu muitaspessoas para protestar contra a mudança de local de um metrô, em São Paulo. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 63. Alguns moradores se colocaram contra a obra porque ela atrairia, segundo uma moradora entrevistada pelo jornal Folha de S.Paulo, “drogados, mendigos, uma gente diferenciada..." Foi o bastante para que a expressão “gente diferenciada" ganhasse a internet e batizasse o "churrasco" de hoje. O governo paulista nega que a mudança tenha sido provocada pelos protestos dos moradores.A discussão sobre o metrô em Higienópolis tem a vem com a apropriação privilegiada dosespaços urbanos pelos mais ricos que, quando podem, fecham ilegalmente ruas, se blindam emcondomínios privados com guardas privados. A rejeição de pessoas do bairro – 3500 assinaturas– à estação do metrô expressava o que foi dito por alguns, sentido por todos eles, de impedirque seja facilitado o acesso ao bairro – a que mesmo seus empregados particulares tem quechegar tomando 2 ou 3 ônibus -, com a alegação que chegariam camelôs, drogas (como se oconsumo fosse restrito a setores pobres), violência, etc. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 64. Cerca de 600 pessoas protestaram neste sábado em frente ao shopping do bairro deHigienópolis, em São Paulo, com um "churrascão". Com ironia, eles criticaram a oposição de umgrupo de moradores à construção de uma estação de metrô na avenida Angélica, que corta aregião, umas das mais valorizadas da capital paulista, e protestaram contra o governo de SãoPaulo, que anunciou a mudança do local da estação alegando motivos técnicos (ficaria próximademais de uma estação e longe demais de outra, da mesma linha). Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 65. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 66. No dia 15 de junho desse ano (2011), os oito ministros do STF surpreenderam e decidiram liberar a Marcha da Maconha, alegando que a ‘liberdade de expressão’ é direito constitucional. Os ministros também afirmaram que a ação não é apologia ao crime. A manifestação não pode ser considerada crime, até porque não há previsão de punição para fatos dessa natureza no Código Penal.No entanto, na mesma sessão, os ministros negaram, também por unanimidade, pedido paralegalização do cultivo doméstico da maconha. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 67. Descriminalizar ou não as drogas?Legalizar ou não o consumo?As respostas para essas perguntas ainda provocammuita polêmica e mostram que o consenso estádistante.Independente de uma definição, crescem no país (eem todo o mundo) as manifestações em prol doconsumo da maconha.A Marcha da Maconha é um evento que ocorre anualmente em diversos locais do mundo. Trata-se de um dia de luta e manifestações favoráveis às mudanças nas leis relacionadas à maconha,em favor da legalização da cannabis, regulamentação de comércio e uso, tanto recreativoquanto medicinal e industrial. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 68. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 69. Questões como preconceito e direito das minorias podem cair no exame. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 70. O CQC desta segunda-feira, dia 28/03/2011, exibiu o quadro “O Povo Quer Saber” com odeputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).Ao responder perguntas de anônimos e famosos, o político revelou que sente saudades daépoca da ditadura e disse não correr o risco de ter um filho homossexual.Ao ser questionado por Preta Gil sobre como reagiria caso um filho seu namorasse uma negra,ele intitulou a possibilidade de “promiscuidade*”.(*Comportamento que viola o que é considerado moral. Relacionamento com vários parceirossexuais.)“Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco porquemeus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambiente como lamentavelmente é oteu”, disse o deputado.Em seu blog, Marcelo Tas se manifesta contra o depoimento deBolsonaro. “Ao contrário dele, eu repudio a ditadura e opreconceito de qualquer natureza. Inclusive o preconceito dealguns que acreditam que um programa de humor não devatratar desse assunto”, disse o líder do CQC. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 71. Segue um trecho de Mino Carta:Três séculos de escravidão vincam até hoje os comportamentos dasociedade brasileira“Escrevi certa vez que se Ronaldo, o Fenômeno, se postasse na calada da noite em certas esquinas de São Paulo ou do Rio, ede improviso passasse a Ronda, seria imediata e sumariamente carregado para o xilindró mais próximo. Digo, o mesmoRonaldo que foi ídolo do Brasil canarinho quando adentrava ao gramado. Até Pelé, creio eu, nas mesmas circunstânciasenfrentaria maus bocados, embora se trate de “um negro de alma branca”.Aí está: o protótipo do preto brasileiro, o modelo-padrão, está habilitado a representar e orgulhar o Brasil ao lidar com aredonda ou ao compor música (popular, esclareça-se logo), mas em um beco escuro- será encarado como ameaça potencial.Muitos, dezenas de milhões, acreditam em uma lorota imposta pela retórica oficial: entre nós não hápreconceito de raça e cor. Pero que lo hay, lo hay.(…)A herança da trágica dicotomia, casa-grande e senzala, continua a determinar a situação do País, dolorosamente marcada Há quem pretenda que o preconceito à brasileira não épela desigualdade.racial, é social, mas no nosso caso os qualificativos são sinônimos: o miserável nativo não é branco. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 72. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 73. DARWINISMO: As interpretações perigosas...Algumas interpretações de Darwin deturparam seus pensamentos. Umsociólogo, amigo de Darwin (Herbert Spencer) adaptou as idéias deDarwin para a sociedade e seus escritos acabaram popularizando aexpressão “sobrevivência do mais apto” - Darwinismo SocialOs adeptos do DARWINISMO SOCIAL defendiam a tese de que existiam raçassuperiores e inferiores, a qual foi amplamente utilizada pelos governos europeuspara justificar seus domínios na Ásia e na África no período doimperialismo, criando as condições para o aumento do preconceitocontra os povos desses continentes, vistos como inferiores. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 74. DARWINISMO: As interpretações perigosas...Um primo de Darwin – Francis Galton (antropólogo) pregava a idéia de eugenia (melhoriada espécie por meio de seleção de indivíduos)Nos Estados Unidos entre 1909 e 1939, 60 mil pessoas foram esterelizadassimplesmente por não terem estudos ou serem pobres oumesmo por apresentarem um problema físico qualquer. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 75. O DARWINISMO SOCIAL NO BRASIL...Nas últimas décadas do século XIX, em nosso país, muitos intelectuais e pensadores, tais comoNina Rodrigues e Sílvio Romero, acabaram por adotar a tese da existência de uma raça superior.Defendiam o branqueamento da população como uma forma de superara mistura de “cores” que caracteriza o povo brasileiro. A aplicação prática dessa concepção se incentivo à imigração maciça de trabalhadorestraduziu noeuropeus (italianos, alemães, espanhóis, poloneses, ucranianos), que, ao longo do tempo, branqueariam a sociedade do país. Mais tarde, já no século XX, esse pensamento perdeu força e a mistura de raças passou a ser vista como algo benéfico. Foi nesse momento, por exemplo, que o samba, o violão, o frevo e a capoeira deixaram de ser criminalizados e marginalizados no Brasil, passando a ser aceitos em setores sociais mais elitizados. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 76. Questões como preconceito e direito das minorias podem cair no exame. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 77. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 78. “olhe-me nos olhos… eu disse nos olhos”. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 79. “olhe-me nos olhos… eu disse nos olhos”. A quantas anda o seu preconceito? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 80. A foto da designer gráfica Tanja Kiewitz, de 35 anos, provoca uma reação imediata de surpresa –e, certamente, alguns sentimentos que tentamos afastar.Tanja disse que posou visando combater a discriminação da sociedade contra pessoas como ela,que têm algum tipo de deficiência física.A campanha é de uma ONG dedicada a alertar para os problemas vividos na França e na Bélgicapor pessoas incapacitadas parcialmente, chamada CAP48.Elas não querem que a sociedade sinta pena ou vire os olhos ou tente não enxergar. Querem,isso, sim, que a sociedade se equipe, mentalmente, para aceitá-las como são e lhes dêoportunidade para se realizarem pessoalmente e profissionalmente.É válida para combater o preconceito e a discriminação? Você se senteobrigado a rever seus sentimentos do que é “normalidade”? Ou acampanha é apelativa e pode provocar repulsa?http://www.modacomestilo.com.br/termo/preconceito Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 81. quinta-feira, 28 de julho de 2011Anders Behring Breivik, o atirador que se responsabilizou pelo atentado terrorista ocorrido naNoruega, no dia 22/07/2011, publicou um manifesto (ou e-book) na internet horas antes domassacre. Intitulado “A European Delaration of Independence – 2083”, o texto cita o Brasil váriasvezes, e de forma questionável. Na capa deste manifesto está assinado o pseudônimo “AndrewBerwick”.Veja alguns trechos do polêmico manifesto que citam o Brasil:“Brasil vem se estabelecendo como o segundo país do mundo com o menor nível de igualdadesocial". “Os resultados são evidentes e se manifestam num alto nível de corrupção, falta deprodutividade e um eterno conflito entre várias ‘culturas’ competindo, enquanto a miríade de‘sub-tribos’ criadas (preto, mulato, mestiço, branco) paralisa qualquer esperança de sequeralcançar o mesmo nível de produtividade e igualdade de, por exemplo, Escandinávia, Alemanha,Coreia do Sul e Japão”. “...é evidente que uma abordagem similar na Europa seria devastadora eum atraso para as nações (...)”.“(...) Um país que tem culturas que competem entre si vai acabar se dividindo internamente ou,a longo prazo, vai terminar como um lugar permanentemente disfuncional como o Brasil eoutros países semelhantes”, diz. “Quando você acrescenta o Islã a esta mistura, o pior cenáriomuda de um país disfuncional para o fracasso total; a sharia [lei islâmica] e disputa entre povos”.“Seja extremamente cuidadoso quando lidar com material radiológico”. Neste trecho ele citou oacidente de Goiânia com césio 137, em 1987. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 82. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 83. "O homem é, por natureza, um ser social“ (Aristóteles).As pessoas necessitam uma das outras para viverem em plenitude e as redes sociais são apenaso reflexo desse desejo humano. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 84. A internet é uma rede mundial de computadores e pessoas. Não existenada mais eficiente de que as redes sociais para interação dessaspessoas.Tudo que fazemos online nos remete a uma comunicação com outrapessoa, o envio de um email, sala de bate papo, fórum, chat, jogo onlinee principalmente as redes sociais (Orkut, Twitter, Facebook, Linkedin,dentre outras). Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 85. "Redes Sociais" está sendo um assunto discutido no mundo inteiro, como Brasil não poderia ser diferente. A guerra está apenas começando,certamente nos próximos 10 anos as novidades serão inimagináveis. OJapão, por exemplo, está desenvolvendo uma tecnologia para celular,quando duas pessoas de mesmo perfil se aproximarem fisicamente emalgum lugar específico, os celulares vibrarão.As Redes Sociais são o meio onde as pessoas se reúnem por afinidades ecom objetivos em comum, sem barreiras geográficas e fazendoconexões com dezenas, centenas e milhares de pessoas conhecidas ounão. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 86. O mundo testemunhou recentemente uma onda de revoltas popularesnos países árabes.Tudo começou na Tunísia, no movimento que ficou conhecido como aRevolução de Jasmim, e o uso da internet foi parte importante domovimento. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 87. O gesto desesperado de um jovem, no dia 17 de dezembro, deflagrou uma onda deprotestos e choques entre manifestantes e a polícia.Mohamed Bouazizi ateou fogo em si mesmo na cidade de Sidi Bouzid (centro do país)quando policiais impediram que ele vendesse vegetais em uma banca de rua sempermissão.O ocorrido gerou uma onda de protestoscontra o desemprego na região, quebaseia sua economia na agricultura e éuma das mais pobres do país.Os protestos se espalharam então paraoutras partes da Tunísia. O governo acusou aoposição de explorar o incidente. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 88. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 89. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 90. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 91. Nove ações no Facebook que levaram à prisãoO Facebook, assim como muitas redes sociais e plataformas de interação, tem sido visto deforma leviana por alguns usuários. Murais, álbuns de fotos, páginas de evento e de empresa; sãotodos locais onde flagras podem ser encontrados e usados como provas Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 92. 1 – Evento do “Dia de Ataque ao Professor”Na cidade de Carson, no estado de Nevada, seis meninas de 12 a 13 anos foram presas por criarum evento no Facebook chamado “Dia de Ataque a um Professor”. “Quem descobriu o eventofoi o pai de um dos alunos onde cinco das meninas estudam”, disse a delegada Jessica Rivera. Oconvite teria sido mandado a 79 alunos. Os posts criados no evento mencionavam nomes deprofessores específicos.“O Facebook agora é famoso, por isso quem ameaça e abusa de outras pessoas lá, precisa levara rede mais a sério, pois nós não vamos pegar leve”, explicou Rivera. “As meninas disseram queera brincadeira e que nada pretendiam, mas que tipo de gente aceita um convite desses,comenta no mural e ainda manda para os amigos?”, argumenta a delegada – “Isso não é coisade criança”. Cinco alunas receberam três dias de suspensão e uma recebeu cinco Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 93. 2 – Incitação a violênciaDurante o tumulto de Londres, diversos usuários foram presospor usar Facebook e Twitter para incitar a violência entre oscidadaos.Um dos oportunistas chegou a postar uma foto de si noFacebook, com diversos itens, sugerindo que teriam sidoroubados de lojas durante o tumulto.Redes sociais estavam sendo constantemente monitoradas àprocura de possíveis saqueadores querendo contar vantagem.A polícia de Londres chegou a declarar que durante o tumulto, qualquer mensagem na web quefosse considerada um incentivo às manifestações violentas seriam motivo de multa para osautores. Mesmo assim, cerca de duas mil pessoas foram presas por incitarem a violência pelasredes Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 94. 3 – Roubo a bancoEm abril desse ano, a polícia de Houstonprendeu quatro suspeitos de roubo abanco por postarem fotos suspeitas noFacebook, ligando-os inclusive a doisbancários de 19 anos, responsáveis pelaidéia do roubo.Como logo depois do ocorrido, seus murais continham mensagens nada sutis dizendo “Fiqueirico” ou “Venham pegar o $$$”, a polícia conseguiu desvendar o crime em menos de umasemana.O próprio advogado de um dos banqueiros descreveu seu cliente como “jovem e imaturo” eainda completou: “Sempre soube que não se devia postar fotos no Facebook de si mesmofumando ou bebendo porque empresas podem estar sempre de olho, mas não sabia que não sepodia falar sobre o próprio roubo”. Oi? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 95. 4 – Ranking de PessoasUm adolescente foi preso em Illinois em maio desse ano pordivulgar no Facebook uma lista onde falava dascaracterísticas físicas de 50 meninas de seu colégio.A lista descrevia as meninas com apelidos explícitos e falava sobre aparência física, desejossexuais, além de atividades íntimas e outras características. Alguns dos apelidos eram “AnjoCaído”, “Bomba Loira” e “Ressaca”.O jovem foi expulso da escola e enviado para outro colégio em Chicago. Dale Jones, pai de umadas meninas, disse que preocupava-se pela sentença ter sido mais branda do que a séria ofensaque o adolescente tinha cometido com as moças. “Fico feliz que a investigação tenhacontinuado. Espero que levem outras queixas em consideração quando conseguirem maisprovas”, admitiu Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 96. 5 – Relacionamento proibidoEm setembro de 2010, Robert Nickson Jr., de 27anos, foi preso na Pensilvânia por manter umrelacionamento com uma adolescente de 14 anos.No perfil do homem, o status de relacionamentodizia “noivo”. Porém, a polícia acusou Robert doque no Brasil chamamos de “estupro presumido”,pois entende-se que manter uma relação com umamenor de 14 anos é um ato de violênciapresumida.Robert disse à polícia que conheceu a menina graças a um amigo comum e que orelacionamento começou um mês depois, com direito a anel de noivado e anúncios publicos doinício do romance. A jovem chegou a declarar que sabia que era proibido por lei, mas que achouque jamais seriam pegos.Nickson acabou sendo incluído em uma investigação federal sobre pornografia infantil, devidoàs várias fotos que postou com a noiva menor de idade. Ele foi sentenciado por estupropresumido, agressão sexual e corrupção de menor, com pagamento de fiança de US$100.000 Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 97. 6 – Ameaça a oficiaisCheryl Allen, ex-candidata ao congresso americano, foi presaem janeiro desse ano, acusada de ameaçar servidorespúblicos pelo Facebook. Os posts publicados intimidavamjuizes e outros oficiais, falando sobre atentados de bombas evingança. Cheryl foi mantida sob fiança de US$100.000.Durante o julgamento, Allen alegou inocência o tempo todo.Acredita-se que a maior parte dos posts com ameaças deviam-se a críticas de Cheryl quanto ainvestigações feitas durante sua campanha, sugerindo que o governo precisava de uma “trocacompleta”. Um dos posts dizia: “O que uma pessoa tem que fazer para tirar todo o governo dopoder? É por isso que tínhamos que portar armas e ir ao triribunal, para poder reaver meudireito de julgamento de novo”. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 98. 7 – Ameaças de morteEm janeiro desse ano, um grupo de adolescentes na Flórida,com 13 a 14 anos de idade, foram presos na escola por fazeruma série de ameaças em seus murais do Facebook contra umcolega de aula. Eles, dentre os quais três meninas e ummenino, acreditavam que o jovem teria sido responsável pelaprisão de um amigo e a partir daí começaram a trocar postsplanejando uma possível morte do colega.“Ele acabou com a vida do meu melhor amigo, vou dar um fim a isso”, dizia uma das mensagens.Assim como “Ah, ele vai morrer. É só me mostrar quem ele é primeiro, que ele morre”. Outroscolegas começaram a publicar que ajudariam na morte do adolescente quando viram a onda deposts. Mais tarde foi provado que a vítima em questão nada tinha tido a ver com a prisão doamigo. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 99. 8 – Briga de BarRuth Ramirez, moradora de Chicago, de 26 anos, se entregou à polícia por causa de uma brigade bar, em abril desse ano. Ramirez teria quebrado um pedaço de vidro no rosto de outramulher e postado no Facebook a respeito.A mulher só foi reconhecida quando um amigo da vítima viu um post mencionando o assunto epediu à moça que reconhecesse a agressora. Ruth foi acusada de lesão corporal grave e mantidasob fiança de US$100.000 Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 100. 9 – Mudança do status de relacionamentoEric James Wilson, de 21 anos, foi preso em fevereiro desseano em Palm Bay, na Flórida, por supostamente agredir suaentão esposa. Eric foi acusado pela polícia por violênciadoméstica e contravenção.James teria se irritado depois que a mulher questionara uma mudança em seu status derelacionamento no Facebook. Eric chegou a agredir a mulher jogando-a contra a parede eusando uma arma de fogo, mas acabou apenas recebendo ordens para não se aproximarnovamente nem fazer qualquer tipo de contato Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 101. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 102. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 103. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 104. O tema é um forte candidato para estar na redação do Enem.Meio ambiente é tema recorrente no Enem. Por isso, é importante atualizar-se sobre o novocódigo florestal, que tramita no Congresso Nacional.Além de dividir opiniões de ruralistas e ambientalistas, o assunto não é consensual dentro dopróprio governo e permanece nebuloso para a sociedade civil.Questões sobre a ocupação do território nacional e desenvolvimento sustentável podemmotivar perguntas de ciências humanas e a própria redação. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 105. Desde 1934, quando surgiu, o Código parte dopressuposto de que a conservação das florestas e dos outros ecossistemas naturais interessa a toda a sociedade. Afinal, são elas que garantem, para todos nós, serviços ambientais básicos. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 106. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 107. “No Brasil, a mão que produz é a mesma que preserva”Senadora Kátia Abreu, Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 108. “No Brasil, a mão que produz é a mesma que preserva”Senadora Kátia Abreu, Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil É impossível o desenvolvimento sem o desmatamento? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 109. “O novo código prevê a anistia paraquem desmatou até julho de 2008.” Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 110. “O novo código prevê a anistia paraquem desmatou até julho de 2008.” É possível esse controle? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 111. “Os ‘adversários’ do Brasil, dizem que a mudança no código, vai trazer enchentes e deslizamentos. Não é verdade”. (Canal do Produtor) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 112. “Os ‘adversários’ do Brasil, dizem que a mudança no código, vai trazer enchentes e deslizamentos. Não é verdade”. (Canal do Produtor)Existe o risco de aumento desses fenômenos? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 113. O texto do novo Código Florestal‘desprotege’ as águas, uma vez quepermite a recuperação de apenas 15 metros de matas ciliares dos rios menores (hoje é 30m) (SOS Florestas) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 114. O texto do novo Código Florestal‘desprotege’ as águas, uma vez quepermite a recuperação de apenas 15 metros de matas ciliares dos rios menores (hoje é 30m) (SOS Florestas) O novo Código Florestal prejudica a hidrografia brasileira? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 115. Se o Código Florestal não for‘modernizado’ o brasileiro vai voltar a pagar caro pelos alimentos. (Canal do Produtor) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 116. Se o Código Florestal não for‘modernizado’ o brasileiro vai voltar a pagar caro pelos alimentos. (Canal do Produtor)Se o novo Código Florestal não for aprovado, há o risco de faltar alimentos? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 117. “Se o texto atual for aprovado, o Brasilpoderá gerar 13x mais gases estufa que em 2007.” (SOS Florestas) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 118. “Se o texto atual for aprovado, o Brasilpoderá gerar 13x mais gases estufa que em 2007.” (SOS Florestas)Isso é fato? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 119. “Do ponto de vista moral, os ‘ambientalistas’ se colocam numaposição moralmente superior, como sefossem proprietários dos valores que deveriam nortear a sociedade.” Denis Lerrer Rosenfield, professor de Filosofia UFRGS Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 120. “Do ponto de vista moral, os ‘ambientalistas’ se colocam numa posição moralmente superior, como se fossem proprietários dos valores que deveriam nortear a sociedade.” Denis Lerrer Rosenfield, professor de Filosofia UFRGSÀqueles que são contra as idéias ambientalistas, sãocontra a NATUREZA? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 121. “As áreas desmatadas já sãosuficientes para a ampliação da produção agrícola.” (Canal do Produtor) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 122. “As áreas desmatadas já são suficientes para a ampliação da produção agrícola.” (Canal do Produtor)É possível multiplicar a produção de alimentosno Brasil sem avançar sobre as florestas? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 123. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 124. O caso da proibição do véu na França põe em debate se o Estado tem o direito de intervir emhábitos culturais do ser humano. O assunto pode eventualmente aparecer na proposta deredação do exame. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 125. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 126. A intervenção internacional para preservar direitos da população, como ocorreu na Líbia, podedar uma boa discussão na redação do exame. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 127. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 128. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 129. O terremoto de 9 graus na escala Richter seguido de um tsunami que devastou a costa nordestedo Japão, em março, provocou a mais grave crise nuclear desde o desastre de Chernobyl, há 25anos, na extinta União Soviética.Por isso, na prova de ciências da natureza, questões sobre energia nuclear devem aparecer.Nesse tema, é importante ter em mente os prós e contras dessa matriz energética e seusimpactos ambientais nos países onde é utilizada – inclusive no Brasil. É bom se preparar também para questões básicas sobre placas tectônicas e desastres naturais. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 130. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 131. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 132. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 133. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 134. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 135. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 136. Um tsunami é uma onda ou uma série delas que ocorrem após perturbações abruptas quedeslocam verticalmente a coluna de água, como, por exemplo, um sismo, atividade vulcânica,abrupto deslocamento de terras ou gelo ou devido ao impacto de um meteorito dentro ou pertodo mar.A energia de um tsunami é função de sua amplitude e velocidade. Assim, à medida que aonda se aproxima de terra, a sua amplitude (a altura da onda) aumentaà medida que a sua velocidade diminui. Os tsunamis podem caracterizar-se porondas de trinta metros de altura, causando grande destruição. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 137. Os sismos tectônicos são um tipo particular de sismo que origina uma deformação da crosta;sempre que os sismos ocorrem em regiões submarinas, a massa de água localizada sobre a zonadeformada vai ser afastada da sua posição de equilíbrio. As ondas são o resultado da ação dagravidade sobre a perturbação da massa de água. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 138. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 139. Entre as marcas registradas do Enem está a intepretação de gráficos e tabelas. Com suadiversidade de dados, o censo demográfico é um prato cheio para questões dessa natureza.Divulgado este ano pelo IBGE, o estudo mostra, por exemplo, que o Brasil ultrapassou a marcados 190 milhões de habitantes e que um em cada dez habitantes ainda vive na pobrezaextrema. Temas como urbanização e janela demográfica também podem motivar osexaminadores. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 140. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 141. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 142. A divisão do Pará em três estados será objeto de inédito plebiscito organizado pela JustiçaEleitoral. A questão é polêmica: se forem criados, Carajás e Tapajós vão custar aos cofrespúblicos pelo menos 9 bilhões de reais só a título de manutenção administrativa. Questõeshistóricas, como a comparação entre a atual discussão e a criação de Tocantins, no fim dadécada de 1980, podem surgir. É importante estar atualizado sobre as características da regiãoNorte, marcada por conflitos agrários, violência urbana e riquezas minerais.Em outubro de 2010, um referendo alterou o fuso-horário no estado do Acre. Apesar de terpassado despercebida para a maioria da população, a votação pode motivar questõestradicionais no Enem, como a de cálculo de fusos em diferentes regiões do Brasil Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 143. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 144. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 145. Depois de 3.519 dias, duas guerras e 1,18 trilhão de dólares em gastos militares, o homem maisprocurado do planeta, mandante do maior atentado terrorista já executado no mundo, o 11 deSetembro, foi morto por forças americanas. A operação aconteceu nos arredores de Islamabad,capital do Paquistão, e levou milhares às ruas de Nova York e Washington. O episódio traz à tonadiscussões sobre o terrorismo como ferramenta política, além de suscitar discussões sobre aGuerra do Golfo. Como energia é tema prioritário no Enem, questões sobre o petróleo merecematenção Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 146. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 147. Depois do ‘11 de setembro’, a expressão ‘terrorismo’ passou a integrar a linguagem cotidiana em todo o mundo.Pós 11/09 foi caracterizado pela disseminação mundial da ação de grupos terroristas ligada às questõespolíticas e/ou religiosas. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 148. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 149. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 150. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 151. FUNDAMENTALISMONão é necessariamente uma postura agressiva.(fundamentalista religioso por exemplo, é seguir a religião ao pé da letra, isso pode ser umaquestão pessoal ou se transformar em uma questão política) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 152. FUNDAMENTALISMONão é necessariamente uma postura agressiva.(fundamentalista religioso por exemplo, é seguir a religião ao pé da letra, isso pode ser umaquestão pessoal ou se transformar em uma questão política)Fundamentalismo não quer dizer violência e não está ligado somente àreligião islâmica.(Yitzak Rabin-judeu, fundamentalismo cristão) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 153. FUNDAMENTALISMOAL-QAEDAUma forma de ativismo(tática) , não de uma organização.Uma vanguarda, base. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 154. FUNDAMENTALISMOAL-QAEDAUma forma de ativismo(tática) , não de uma organização.Uma vanguarda, base.JIHADEsforço em nome da fé.Pode ser uma prática pessoal, um esforço pela expansão da fé.Maomé distinguia duas espécies de Jihad: a MAIOR, contra si mesmo, e a menor, contra outrapessoa.Um ataque suicida é planejado para demonstrar que a fé existe de um lado e está faltando deoutro(impossível ignorar a crença do mártir) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 155. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 156. Osama está vivo ou morto? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 157. O mundo está mais seguro. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 158. A militância islâmica contemporânea é um fenômeno diversificado e complexo.Colocar toda a responsabilidade, ou mesmo uma parte substancial dela, em um único homem é cometer uma simplificação grosseira. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 159. Muitos argumentam que o pensamento e os objetivos de Bin Laden e seuscolaboradores são exclusivamente religiosos e que a política, geralmente é de poucointeresse para eles.Bin Laden era um ativista com um senso muito claro do que desejava(AL-QAEDA, Averdadeira história do radicalismo islâmico, p.41):-retirada das tropas norte-americanas da Arábia Saudita;-reforma fiscal, monetária e saneamento do país;-fim das sanções contra o Iraque;-fim da opressão aos povos da Palestina, Chechênia e Caxemira;-condenou os EUA pelo uso de armas atômicas na 2°Guerra MundialE pelo desenvolvimento contínuo de armas de destruição em massa. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 160. Bin Laden usoumulher como escudo humano, diz conselheiro antiterrordo governo americano .O conselheiro do presidente americano Barack Obama para a luta antiterrorista, John Brennanafirmou, em entrevista coletiva concedida na Casa Branca, que Osama Bin Laden usou suamulher como escudo humano quando foi atacado, no Paquistão(UOL). Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 161. Após ser abatido, o corpo do terrorista foi transportado ao porta-aviões Carl Vinson, no Mar de ritos islâmicos, lavado eArábia, onde foi preparado de acordo com osenvolvido em um lençol branco, ainda segundo informações dogoverno dos EUA. bolsa e lançado ao marO corpo de Bin Laden foi introduzido em umadepois que foram recitadas preces que um tradutorrepetiu em árabe, explicou o porta-voz.(UOL) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 162. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 163. A morte representou uma vitória do presidente BarackObama, que conseguiu, em dois anos de meio no governo, um objetivo que opresidente George W. Bush não alcançou durante os oito anos doseu mandato.(Carta Capital) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 164. publicar as fotos do corpoA Casa Branca afirmou nesta terça-feira (3) quedo líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, poderia terum efeito "incendiário" já que as imagens são consideradas muito fortes.(UOL) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 165. A decisão americana de não apresentar nenhuma prova concreta da morte de Osama pode criarum mito messiânico entre os seguidores do terrorista saudita. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 166. A decisão americana de não apresentar nenhuma prova concreta da morte de Osama pode criarum mito messiânico entre os seguidores do terrorista saudita. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 167. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 168. Quem é mais terrorista? OBAMA ou OSAMA? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 169. A AMÉRICA GENEROSA NÃO EXISTE E NUNCA EXISTIU.Os Estados Unidos têm:-roubado, pedaço a pedaço, grandes territórios de povos impotentes ou quaseimpotentes;-têm posto sua vontade sobre inúmeras nações, contra o desejo e interesses delas,-têm violado centenas de tratados e acordos;-têm cometido crimes de guerras tão chocantes quanto numerosos.-têm manejado um chicote militar e o dólar como isca para construir um impériojamais visto pela humanidade..(...)(A FABRICAÇÃO DO IMPÉRIO AMERICANO, p.22) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 170. A AMÉRICA GENEROSA NÃO EXISTE E NUNCA EXISTIU.Os Estados Unidos têm:-roubado, pedaço a pedaço, grandes territórios de povos impotentes ou quaseimpotentes;-têm posto sua vontade sobre inúmeras nações, contra o desejo e interesses delas,-têm violado centenas de tratados e acordos;-têm cometido crimes de guerras tão chocantes quanto numerosos.-têm manejado um chicote militar e o dólar como isca para construir um impériojamais visto pela humanidade..(...)(A FABRICAÇÃO DO IMPÉRIO AMERICANO, p.22)EFEITO BUMERANG, apoio à déspotas em lugares distantes acaba inevitavelmenteafetando sua própria casa.-2002 os EUA invadem o Iraque (armas químicas no país)-EUA haviam ajudado a sustentar Saddam Hussein numa época em que ele usavaarmas químicas ativamente (final década 70, início década 80.)(CORRUPÇÃO À AMERICANA, p.36) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 171. O revolucionário JOSÉ MARTÍ certa vez afirmou que: “Ver um crime comcalma é cometê-lo.”Diante dos constantes crimes cometidos contra a humanidade pelo imperialismo americano,assassinando e matando milhões de inocentes em todos os continentes do planeta, soacomo covardia nosso silêncio um tanto alienado. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 172. Fez-se vingança. Não justiça. Depois de dez anos, duas guerras, 919.967 mortes e 1,188 trilhão de dólares, conseguimos matar uma pessoa’ Escreveu uma internauta retuitada pelo cineasta Michael Moore Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 173. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 174. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 175. Ao longo de toda a história vimos impérios caírem e novas cidades tomarem o domínio do chamado “mundo conhecido”. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 176. Entre os maiores impérios:-Império RomanoÉ o mais antigo entre os três principais – início no séc 4 a.C. Durou oito séculos.Deixou consequências muito duradouras, como as estradas construídas na época eque são usadas até hoje, e as leis, que foram transmitidas para diversas civilizações O exército romano era poderosíssimo, baseado na tecnologia ApresentaçãoHavia uma organização militar bem consolidada do ferro. elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 177. Entre os maiores impérios:-Império RussoTeve início no século 16 e terminou com a Revolução Russa em 1917 Ivan, o Terrível – apelido pela tamanhapela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia Apresentação elaborada crueldade
  • 178. Entre os maiores impérios:-Império BritânicoFoi o maior império descontinuo da história.Expandiram a língua inglesa e difundiram aquilo que caracteriza o mundo de hoje, que é aindustrialização e a globalização No início do século XX a Europa dominava em torno de 84% da superfície do planeta Terra. E o maior de todos foi sem dúvida o império Britânico .um Imperialista Britânico chamado Cecil Rhodes onde ele diz:” Eu anexaria até os planetas sepudesse”.Havia uma frase que dizia: O sol nunca se põe no império britânico", porque ele se espalhoupor todo o mundo. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 179. Alguns estudiosos acreditam que o domínio ocidental é um fato consumado desdetempos imemoriais. Outros, que se trata de um fenômeno recente.E agora que muita gente espera que o crescimento econômico da China tire o mundo a supremacia ocidentalda recessão, alguns historiadores sugerem quenão passa de um acidente de percurso, uma breve interrupçãode uma ordem mundial mais antiga, sinocêntrica. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 180. O capitalismo, como sistema econômico e social,passou a ser dominante no mundo ocidental a partir do século XVI. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 181. O trabalho assalariado é uma relação tipicamente capitalista. O trabalhador assalariado, além de apresentar maior produtividade que o escravo, tem renda disponível para o consumo, ao contrario daquele. Assume, a escravidão, uma relação de trabalho típica da fase comercial do capitalismo, foi “ extinta” quando o trabalho assalariado passou a predominar. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 182. O mundo unipolar compredomínio americano queemergiu do fim abrupto daGuerra Fria praticamente ofez se tornar o grandeimpério que permanece atéhoje. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 183. Hoje, a comunidade internacional assiste ao nascimento deum novo mundo bipolar, desta vez com a China fazendofrente ao poderio econômico norte-americano. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 184. Diferente daquela divisão entre as superpotências EstadosUnidos e União Soviética, que, durante os anos da GuerraFria, era marcada mais por ações de espionagem, desastresdiplomáticos e uma constante ameaça de uma guerra nuclearque poderia devastar o planeta. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 185. é um relógio simbólico mantido desde 1947 pelo comitê de diretores do Bulletin of the AtomicScientists da Universidade de Chicago. Ele utiliza uma analogia onde a raça humana está a"minutos para a meia-noite", onde a meia-noite representa a destruição por uma guerranuclear.O número de minutos para a meia-noite, uma medida do nível nuclear, de aparelhamento etecnologias envolvidas, é atualizado periodicamente Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 186. é um relógio simbólico mantido desde 1947 pelo comitê de diretores do Bulletin of the AtomicScientists da Universidade de Chicago. Ele utiliza uma analogia onde a raça humana está a"minutos para a meia-noite", onde a meia-noite representa a destruição por uma guerranuclear.O número de minutos para a meia-noite, uma medida do nível nuclear, de aparelhamento etecnologias envolvidas, é atualizado periodicamenteHorário Inicial – 23:53 hs..Desde a sua criação o mais próximo que orelógio chegou do seuHorário final foi em, quando EUA e URSStestaram armasNucleares num intervalo de apenas 9 mesesentre um teste eoutro.Atingiu 23:58 hs. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 187. “Eu não sei com quais armas a Terceira Guerra Mundial será travada; mas acredito que a Quarta será com pedaços de paus e pedras.” Albert Einsten Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 188. Esta nova disputa de forças se dá, pelo menos por enquanto,no campo econômico. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 189. Mais que nenhuma outra nação do mundo, a China saiufortalecida da crise financeira mundial que abalou o planetaentre 2008 e 2009. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 190. “turma do Brasil”, laços comerciaiscom o mundo emergente, passoupraticamente ileso pela crisefinanceira global e cresceu em 2011 aum ritmo anual médio de 4,4%.“turma do México”, integrado às linhas de produção dos EUA,sofreu um tremendo baque em 2009 e vem crescendo hoje, àmédia de 2,7%. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 191. Enquanto os países mais ricos, especialmente os europeus, ainda lutamdesesperadamente para equilibrar suas contas e ajudam-se uns aos outros paraevitar uma bancarrota de proporções continentais, a China, que saiu maisrapidamente do que se esperava da crise, tem dado mostras de que quer assumiruma posição de liderança. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 192. Esta bipolaridade protagonizada por Estados Unidos e China,por enquanto ainda é desigual e pende muito mais para olado norte-americano. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 193. Estamos falando de um Produto Interno Bruto (PIB) de US$14,2 trilhões (EUA) contra US$ 4,9 trilhões da China, que já éa terceira maior economia do planeta. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 194. Estamos falando de um Produto Interno Bruto (PIB) de US$14,2 trilhões (EUA) contra US$ 4,9 trilhões da China, que já éa terceira maior economia do planeta.1° - EUA  14,2 trilhões (US$)2° - Japão  5,0 trilhões (US$) Até 20103° - China  4,9 trilhões (US$) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 195. Estamos falando de um Produto Interno Bruto (PIB) de US$14,2 trilhões (EUA) contra US$ 4,9 trilhões da China, que já éa terceira maior economia do planeta.1° - EUA  14,2 trilhões (US$)2° - Japão  5,0 trilhões (US$) Até 20103° - China  4,9 trilhões (US$)1° - EUA  14,6 trilhões (US$)2° - China  5,8 trilhões (US$) 20113° - Japão  5,4 trilhões (US$) Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 196. Capitalismo aliado às relações colonialistasestabelecidas com a Inglaterra.Em 1949, o socialismo de Mao Tsé-Tung e hojeconsiste em um sistema híbrido que combina apermanência de fundamentos socialistas eingredientes da doutrina capitalista. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 197. Capitalismo aliado às relações colonialistasestabelecidas com a Inglaterra.Em 1949, o socialismo de Mao Tsé-Tung e hojeconsiste em um sistema híbrido que combina apermanência de fundamentos socialistas eingredientes da doutrina capitalista.Abertura econômica da China:-aumento do PIB-investimento estrangeiro-produção de patentes-indústria-tecnologia-bens de consumo-áreas poluídas.. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 198. A medida que busca – com sucesso – equilíbrio com asmaiores economias globais, esta nova e próspera China sente-se também no direito de falar mais grosso em termosdiplomáticos no cenário internacional. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 199. Na relação com os EUA já vem se destacando alguns conflitos,dentre eles, principalmente econômicos, censura e militares:-Washington vem acusando Pequim de manter sua moedadesvalorizada de propósito, de forma a ajudar na exportaçãode seus produtos Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 200. Porque o produto chinês é tão barato? Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 201. Porque o produto chinês é tão barato?O principal motivo é a grande oferta de mão-de-obra. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 202. Porque o produto chinês é tão barato?O principal motivo é a grande oferta de mão-de-obra.O país tem mais de um bilhão de habitantes, e boa parte está na zona rural, trabalhando comcarvão (a área propícia para agricultura é muito pequena). Essas pessoas estão loucas paratrabalhar na indústria e, por isso aceitam salários muito baixos.Um trabalhador em uma fábrica chinesa ganhaem torno de US$ 25 mensais, ou seja, cerca de R$50,00.Custo de vida não é baratoBenefícios da parceria BRASIL x CHINA Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 203. Na relação com os EUA já vem se destacando alguns conflitos,dentre eles, principalmente econômicos, censura e militares:-Em janeiro, os Estados Unidos anunciaram um plano devenda de U$ 6,4 bilhões em armas para Taiwan (o país se separouda China em 1949, mas ainda é considerado por Pequim uma província rebelde) Porisso o governo chinês desaprovou os negócios entre os doispaíses e suspendeu seus contatos militares com os EUA. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 204. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 205. Na relação com os EUA já vem se destacando alguns conflitos,dentre eles, principalmente econômicos, censura e militares:-Em janeiro, o Google ameaçou encerrar suas operações naChina se continuasse a ser alvo de censura. A empresa entãopassou a redirecionar os internautas para seu site de HongKong (região administrativa especial da República Popular daChina) onde não há censura. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 206. Na relação com os EUA já vem se destacando alguns conflitos,dentre eles, principalmente econômicos, censura e militares:-Em fevereiro, o presidente dos Estados Unidos, BarackObama, recebeu na Casa Branca o Dalai Lama, exilado líderespiritual do Tibete, enfurecendo a China.Em Pequim, o Dalai Lama é considerado persona non grata, um rebelde quedeseja a independência do Tibete. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 207. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 208. Apesar de temas internacionais terem pouca relevância na prova do Enem, o aceleradocrescimento chinês pode motivar questões. A abordagem deve evidenciar as parcerias com oBrasil e os impactos na nossa economia. Mais uma vez, gráficos, tabelas e textos de apoiopodem aparecer. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 209. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 210. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 211. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 212. A Liga Árabe, nome corrente para a Liga de Estados Árabes é uma organização de estadosárabes fundada em 1945 no Cairo por sete países, com o objectivo de reforçar e coordenar oslaços económicos, sociais, políticos e culturais entre os seus membros, assim como mediardisputas entre estes. Actualmente a Liga Árabe compreende vinte e dois estados, que possuemno total uma população superior a 200 milhões de habitantes Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 213. O conflito entre israelenses e palestinos é uma luta armada, sendo parte de um contexto maior, o conflito árabe-israelense Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 214. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 215. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 216. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 217. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 218. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 219. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 220. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 221. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 222. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 223. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 224. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 225. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 226. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 227. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 228. A África do Sul recebeu o convite para fazer parte do grupo --formado por Brasil, Rússia, Índiae China-- do ministro das Relações Exteriores chinês, informou em comunicado a ministra dasRelações Internacionais da África do Sul, Maite Nkoana-Mashabane.A China, principal parceira comercial da África do Sul, convidou o presidente sul-africano,Jacob Zuma, para participar da reunião de cúpula com líderes do Bric que Pequim vaiorganizar no próximo ano, acrescentou Nkoana Mashabane."A China acredita que a entrada da África do Sul pode promover o desenvolvimento do Bric eaumentar a cooperação entre as economias emergentes", explicou ela.A África do Sul é a 31a maior economia do mundo, segundo dados do Banco Mundialdivulgados em 2009.O presidente russo, Dmitry Medvedev, disse durante uma reunião que a África do Sul entroucom pedido de entrada ao Bric durante encontro de líderes do G20 em novembro, em Seul.A economia sul-africana deve crescer cerca de 3 por cento este ano, projetou o governo.Alguns investidores têm feito aplicações em ativos com base na classificação do Bric e ainfluência financeira global de todos os países membros do grupo ganhou força nos últimosanos Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 229. Segundo vários peritos, esta sigla vai mudar – não por causa da sua pronúncia complicada, masporque a entrada da África do Sul na organização é duvidosa. Há um ano o país anunciou que queria juntar- se aos BRIC. A África do Sul já tem formado o bloco IBAS* com o Brasil e a Índia e tem assinado acordos sobre a parceria estratégica com a Rússia e a China. Participando da reunião dos BRIC, o país poderá representar todo o continente africano, declarou o presidente da África do Sul Jacob Zuma durante o encontro com os membros da organização na primavera do ano passado. *O IBAS foi formalizado pela “Declaração de Brasília”, que apresenta, como principais fatores de aproximação entre Índia, Brasil e África do Sul, as credenciais democráticas, a condição de nações em desenvolvimento e a capacidade comum de atuação em escala global. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 230. Em comparação com outros países africanos situados a sul do Saara, os êxitos da África do Sulsão impressionantes. Este país é responsável por um terço do PIB de toda a região. Apesar disso,comparada com os países do BRIC, é muito menos desenvolvida. Somente as economias com ocrescimento mais rápido fazem parte da organização. O volume do PIB sul-africano constituiapenas um quarto do PIB russo. Em comparação com a China que recentemente tornou-se asegunda maior economia no mundo após os EUA, a África do Sul deixa muito a desejar.Do ponto de vista econômico, a entrada da África do Sul nos BRIC não é motivada, acha o diretordo departamento da informação analítica da agência RBK Aleksandr Yakovlev.Na minha opinião, a África do Sul não é o candidato digno. O volume do PIB não pode sercomparada com o dos países-membros da organização, a economia tem o crescimento maisbaixo. Claro que este país é orientado para a exportação da matéria-prima, mas é muitodiferente da Índia, da China, do Brasil e da Rússia. Muitos peritos dizem que BRIC é umaorganização efêmera que tornou-se obsoleta. Está a ampliar-se na área da política. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 231. Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia

×