• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Apostila introdução-à-computação-professora-kadidja
 

Apostila introdução-à-computação-professora-kadidja

on

  • 182 views

 

Statistics

Views

Total Views
182
Views on SlideShare
182
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apostila introdução-à-computação-professora-kadidja Apostila introdução-à-computação-professora-kadidja Document Transcript

    • Introdução à Computação 1 6. Conceitos básicos sobre computadores 6.1 O que é um Computador? Sob a óptica dos profissionais de Informática. “Um computador é uma máquina que processa informações (dados, sons e imagens) e que pode ser programado para a solução das mais diferentes tarefas”. Outra definição: “O computador é um sistema integrado de hardware e software”. Sob a óptica das empresas, empresários, trabalhadores e governos. “O computador é uma máquina capaz de proporcionar ao homem o aumento de produtividade na realização de suas tarefas”. A questão da produtividade pelo uso do computador: Uma secretária seria mais produtiva se digitasse uma carta em um computador em apenas 5 minutos, ao invés de escrevê-la em 30 minutos em uma máquina de escrever? Sim, considerando o fator tempo. Porém, considerando uma secretária escrevendo uma carta bem redigida em 30 minutos em uma máquina de escrever, e outra digitando uma carta mal redigida em apenas 5 minutos em um computador. Qual delas seria a mais produtiva? Sob a óptica dos cientistas “O computador é uma ferramenta que estende o poder mental do homem melhorando sua percepção, pensamento e raciocínio”. “O computador é um meio que transporta informações”. O computador tem a função básica de processar: informações sejam elas numéricas, alfanuméricas (letras e símbolos), sons (voz humana ou música) e imagens (estáticas ou em movimento). Entretanto, o computador ainda não pode pensar por si próprio e gerar conhecimentos, usando os sentimentos, mas no futuro poderá vir a realizar algumas funções relativas a essas. Atualmente os computadores conseguem inferir, ou seja, deduzir por meio de raciocínio baseado em casos previamente registrados em suas memórias (Área de pesquisa RBC – Raciocínio Baseado em Casos). Dentre os vários componentes, métodos e técnicas que coexistem na empresa no domínio das Tecnologias da Informação, o COMPUTADOR destaca-se como componente principal, na medida que centraliza diversas outras tecnologias e torna-se o componente tecnológico de maior interação com o componente humano das organizações. A evolução do homem sempre foi caracterizada pelo fato de que ele foi capaz de construir ferramentas para estender sua capacidade de realizar tarefas. O computador é uma ferramenta que permite liberar o homem da realização de tarefas repetitivas, proporcionando maior desenvolvimento mental e estendendo sua mente em relação ao manuseio e acesso às informações.
    • Introdução à Computação 2 “Utilizando computadores teremos acesso rápido e confiável às informações e, tendo acesso a elas podemos produzir outras informações e, inferindo sobre estas novas informações podemos gerar conhecimento e, usando e disseminando estes conhecimentos, podemos alterar as formas como as pessoas e a sociedade pensam e agem, buscando sempre um mundo melhor.” [Bianchi – 2001]. 6.2 Classificação dos Computadores. Quanto sua forma de operação. Computadores Analógicos É uma classe de computadores que resolve problemas referentes a condições físicas, por meio de sensores mecânicos e elétricos, utilizando circuitos equivalentes ao fenômeno físico que está sendo tratado. Computadores Digitais É uma classe de computadores que processa informações representadas por combinações de dados discretos e descontínuos, ou seja, são computadores projetados para executar operações aritméticas e lógicas. Quanto seu porte e capacidade de processamento A classificação mais usual dos computadores quanto ao seu porte é: MAINFRAMES (Grande porte); MINICOMPUTADORES (Médio Porte – maioria dos servidores empresariais) e MICROCOMPUTADORES (Pequeno porte – PC, Notebook, Laptop, etc.) 6.3 Histórico da evolução dos Computadores Computare = calcular, em Latim. Portanto, o termo "COMPUTAÇÃO", que deriva do latim do latim "computare", quer dizer "execução de cálculos", “fazer cômputos”, “calcular”. Uma das categorias que contribuíram para o avanço da ciência do cálculo foram os primitivos pastores. Durante séculos eles soltavam seus rebanhos pela manhã, para pastar em campo aberto, e recolhiam a tarde. Tudo de maneira simples, até que um dia alguém perguntou para um pastor como ele sabia que a quantidade de ovelhas que saiu foi igual a que voltou? Primeira forma de Calcular O pastor resolveu o sério problema acima, da seguinte forma: Pela manhã, ele fazia um montinho de pedra colocando nele uma pedra para cada ovelha que saia, e de noite retirava uma pedra para cada ovelha que voltava. O Pastor, mesmo sem saber, foi o primeiro ser humano a calcular. Calculus = pedra, em Latim. Primeira forma de representar quantidades A primeira maneira que os homens encontraram para mostrar a quantidade que estavam se referindo foi com o uso dos dedos das mãos. Digitus = dedo, em Latim.
    • Introdução à Computação 3 Há 5 mil anos atrás para contar até 20 era necessário 2 homens, porque tinham que ser usadas quatro mãos, até que alguém percebeu que bastava apenas acumular o resultado de duas mãos, e voltar a primeira mão. Até essa época as maiorias das pessoas só saibam contar até três. Primeiro sistema científico para contar e acumular grandes quantidas Desenvolvido pelos mercadores da Mesopotâmia cerca de 4.000 anos atrás. Primeiro eles faziam um sulco na areia e iam colocando neles sementes secas (ou contas) até chegar a dez. Depois faziam um segundo sulco, uma só conta – que equivalia a 10; então esvaziava o primeiro sulco e iam repetindo a operação. Cada dez contas no primeiro sulco valiam uma conta no segundo sulco. Quando o segundo sulco completava 10 contas, um terceiro sulco era feito e nele era colocada uma conta que equivalia a 100. Uma quantia enorme como 732 só precisava de 12 continhas para ser expressa. Origem da expressão: CONTAR. A Escrita – os Algarismos arábicos A escrita surgiu por volta de 4 mil aC.. Os algarismos arábicos, usados até hoje para representar valores e cálculos, têm cerca de 1000 anos. Entretanto, o primeiro instrumento, que poderíamos definir como um artifício destinado a tornar os cálculos mais fáceis ao homem, o Ábaco, utilizando seu sistema sexagesimal, parece ter surgido entre os Sumérios cerca de 2500 aC. A partir do momento que o homem teve a necessidade de realizar de maneira rápida e segura, um processamento de dados, ele foi motivado a criar conjuntos de dispositivos mecânicos para auxiliá-lo nas tarefas de Processamento de DADOS. Ábaco - 3500 aC. Acredita-se que o ábaco tenha sido originado na Mesopotâmia por volta de 3500 aC. O Ábaco era uma simples tábua provida de sulcos e contadores. Com a passar do tempo evoluiu para a forma conhecida atualmente, que é uma estrutura provida de hastes metálicas ao longo das quais as contas podem deslizar. A forma moderna do Ábaco apareceu na China no século 13 dC. O Ábaco Chinês tinha 13 colunas com duas contas no topo (marcadas como Céu) e cinco contas na parte inferior (marcadas como Terra).
    • Introdução à Computação 4 A adição e a subtração são realizadas diretamente; a multiplicação e a divisão são adições e subtrações repetidas. No ano de 550 AC surge o Ábaco do matemático grego Pitágoras. Esse sistema de contas e fios recebeu o nome de calculi, pelos romanos. Origem da expressão: CÁLCULO. O Ábaco, atualmente, ainda é ensinado e usado em alguns países do Leste. 1617 – Bastões de Napier. A transição dos complicados cálculos realizados nos Ábacos para a adoção de máquinas artificiais se iniciou com o matemático, teólogo e desenhista de armas militares, o escocês John Napier, inventor dos logaritmos naturais. Criado em 1617, os Bastões de Napier” era um dispositivo capaz de realizar multiplicações de forma eficiente. Os bastões de Napier eram um conjunto de 9 bastões, um para cada dígito, que transformavam a multiplicação de dois números numa soma das tabuadas de cada dígito.
    • Introdução à Computação 5 Dispositivos semelhantes já vinham sendo usados desde o século XVI mas somente em 1614 foram documentados. Os Bastões de Napier, eram também conhecidos como “Ossos de Napier”, pois foram inicialmente esculpidos em ossos de animais e posteriormente em madeira. Exemplo de funcionamento dos Bastões de Napier.
    • Introdução à Computação 6 1621 – Círculos de Proporção – “origem das réguas de cálculo”. Em 1621, um sacerdote inglês chamado William Oughtred, teve a idéia de representar os logaritmos de Napier em escalas de madeira, marfim ou outro material, chamando-o de CÍRCULOS DE PROPORÇÃO. Este dispositivo originou a conhecida RÉGUA DE CÁLCULOS. Como os logaritmos são representados por traços na régua e sua divisão e produto são obtidos pela adição e subtração de comprimentos, considera-se os Círculos de Proporção como o primeiro computador analógico da história. 1642 – Primeira Máquina de Calcular Em 1642, seguindo a linha histórica e lidando com "engenhocas" mais sofisticadas, o físico, matemático e filósofo francês Blaise Pascal, cria a primeira máquina de calcular de que se tem notícia.
    • Introdução à Computação 7 Ela funcionava através de engrenagens mecânicas, e conseguia realizar somente a soma. Era uma Máquina Aritmética, que ficou conhecida como Pascaline. Características da Pascaline Máquina com seis rodas dentadas, cada uma contendo algarismos de 0 a 9. Realizava somente Adição. Permitia somar até três parcelas de cada vez, desde que o total não ultrapassasse 999.999. Uma multiplicação, por exemplo, de 26 por 16 era feita somando-se 16 vezes o número 26. Vida útil - quase 200 anos, sendo aperfeiçoada por outros inventores, para outras operações. 1673 – Primeira Máquina de Multiplicação e Divisão Em 1673, um filosofo e matemático alemão chamado Gottfried Wilhelm Leibnitz aprimora a Pascaline, de tal forma que a nova "calculadora" mecânica é capaz de realizar soma, subtração, multiplicação, divisão cálculo simples de raiz quadrada. Devido à grande precisão necessária na construção deste tipo de calculadora, ela não era muito praticável até 1800. A calculadora foi construída com alavancas para entrada de dados, indicador de resultados e um contador de rotações. Esta calculadora era baseada em um cilindro com caminhos dentados individuais conhecidos como a roda de Leibniz ou tambor de cadência.
    • Introdução à Computação 8 Este foi um passo crucial na matemática. Leibnitz construiu a primeira de quatro calculadoras funcionais em 1694. 1804 – Primeira Máquina com Cartões Perfurados para Entrada de Dados Em 1804, Joseph Marie Jacquard, mecânico de teares Lyon - França, inventou um sistema para comando automático das operações repetitivas e seqüenciais até então executadas manualmente pelos tecelões. O sistema era construído com um conjunto de cartões metálicos perfurados ligados uns aos outros por aros, também metálicos, constituindo uma "fita" continua que avançava, cartão a cartão, sobre uma "estação de leitura". Na "estação de leitura" um conjunto de agulhas metálicas caía sobre os cartões. A combinação de agulhas que passavam através de uma perfuração e as que eram impedidas de o fazer por não existir a perfuração correspondente constituía um código binário para execução de uma operação. Os cartões perfurados foram usados pelos primeiros computadores eletrônicos na década de 40 e continuaram sendo utilizados até o desenvolvimento de métodos de armazenamento mais confiáveis.
    • Introdução à Computação 9 1822 – A Máquina Diferencial Em 1822, o matemático inglês Charles Babbage inventa a Máquina Diferencial, para uso em subtração de números. 1820 – Parte da Máquina das Diferenças 1991 - o Science Museum de Londres desenvolveu o Engenho Diferencial (figura acima) utilizando os planos de Babbage, e funcionou perfeitamente. O início real do desenvolvimento dos computadores como os conhecemos hoje se deve a Charles Babbage que, em 1812, percebe uma "harmonia natural entre máquinas e matemática". Segundo observou Babbage, as operações matemáticas repetitivas poderiam ser desenvolvidas com mais agilidade e confiabilidade pelas máquinas do que pelos homens. Não se deve perder de vista que Babbage vivia no contexto da Revolução Industrial inglesa, que estava mudando radicalmente a forma de ver, pensar e agir da sociedade européia da época.
    • Introdução à Computação 10 1833 – A Máquina Analítica Entre 1833 e 1834 Charles Babbage concebe uma outra máquina denominada Analytical Engine (Máquina Analítica), para executar cálculos gerais automaticamente. A Analytical Engine seria uma máquina para aplicação generalizada, efetuaria as quatro operações base - multiplicação, divisão, adição e subtração - e a sua finalidade seria calcular o valor de qualquer expressão matemática para a qual pudesse ser determinado um algoritmo. A matemática Ada Augusta Lovelace Byron King (Lady Lovelace) foi a primeira programadora para esta máquina. Lady Lovelace ajudou Charles Babbage no projeto da máquina analítica, que permitiria calcular funções matemáticas bem mais complexas que as logarítmicas. Ada criou os programas para essa máquina, que, no entanto, nunca funcionou: as centenas de engrenagens, rodas e barras apresentavam problemas, pois a metalurgia na época não tinha tecnologia suficiente para evitar imperfeições nas peças. Apesar disso, a estrutura do equipamento estava correta, e os computadores atuais ainda têm muito a ver com essa máquina (até pelo fato de nem sempre funcionarem como se previa).
    • Introdução à Computação 11 Charles Babbage é admirado pelos técnicos em computadores porque ele foi a primeira pessoa a perceber que uma máquina de computação deveria ser composta por: Um dispositivo de entrada - utilizou um leitor de cartão inspirado no sistema de cartões perfurados que Jacquard criou para os teares. Uma Memória - utilizou uma memória, a qual ele chamou de moinho. Um dispositivo de saída – ele usou um tipógrafo. Charles Babbage é considerado o “Pai da Computação”. Ada Lovelace é a primeira programadora de computador do mundo. A Máquina Analítica nunca foi terminada. Babagge convenceu o governo Britânico a financiar o projeto. Muitos anos e muitas libras inglesas depois, Babagge ainda não havia finalizado a máquina. Ele foi um fracasso, mas como a imagem era completa, ele criou as bases para um dispositivo de computação. O esforço de Babbage de construir uma máquina de computação despertou o interesse de Ada August, Condessa de Lovelace e filha de Lord Byron. Ele esgotou seus próprios fundos, os bônus do governo, e a herança em uma aposta baseada em seu sistema para vencer em corridas de cavalos. Eles falharam. Aparentemente, "vencer nas corridas é muito mais difícil que projetar um computador". 1837 – Telégrafo Em 1837, o pintor americano Samuel Finley Breese Morse cria um sistema telegráfico utilizando energia elétrica para transmissão de sinais à distância. É o princípio da comunicação de dados à distância, utilizando sinais elétricos. 1890 – Tabulador de Cartões Perfurados
    • Introdução à Computação 12 Em 1890, o estatístico americano, filho de imigrantes alemães, Herman Hollerith projetou um sistema para armazenar dados de recenseamento. A informação é armazenada como buracos em cartões, que são interpretados por máquinas com sensores elétricos. Herman Hollerith, um empregado do bureau de recenseamento com um Ph.D. em estatística conseguiu um contrato para desenvolver um sistema automatizado. Utilizando as idéias de Jacquard, ele inventou um modelo que codificava os dados do recenseamento como uma série de furos feitos em um cartão de oito colunas. O código foi chamado de Código de Hollerith e ainda é usado atualmente. As máquinas de tabulação eletrônicas projetadas por Hollerith eram capazes de ler a informação nos cartões e processá-las eletronicamente. As máquinas consistiam de três partes: um tabulador, um classificador com compartimentos controlados eletronicamente pelos contadores do tabulador, e um dispositivo para perfurar os dados nos cartões. As máquinas de tabulação de Hollerith foram precursoras da atual indústria de processamento de dados. Em 1896, Hollerith fundou a "Tabulating Machine Company" para explorar suas invenções. ssa empresa acaba sendo bem sucedida depois de seu computador mecânico vencer uma concorrência do governo americano. Em1924 a Tabulating Machine Company se torna a International Business Machines Corporation – a gigante IBM. 1931 – Máquina de Análise diferencial Em 1931, o engenheiro elétrico e físico americano, nascido em Everett, Massachusetts, Vannevar Bush desenvolve no MIT (Massachussetts Institute of
    • Introdução à Computação 13 Tecnology), uma máquina de análise diferencial, que podemos considerar como primeiro computador do mundo. Vannevar estava trabalhando para a GE - General Electric. A máquina era analógica e possuía partes mecânicas, tendo sido construída para resolver equações diferenciais simples. Na verdade era mais uma calculadora do que qualquer outra coisa. As Grandes Guerras e a Computação Foi a partir da II Guerra Mundial que o desenvolvimento dos computadores eletrônicos ganhou mais força, quando os governos perceberam o potencial estratégico que estas máquinas ofereciam. Os governos incentivaram o desenvolvimento de equipamentos que pudessem calcular trajetórias, decifrar mensagens inimigas, projetar armas, etc.
    • Introdução à Computação 14 Década de 30 – Computadores eletromecânicos Até a década de 30 os dispositivos inventados, para auxiliar o homem nas tarefas de cálculo tinham como características serem totalmente mecânicos. Na década de 30 ocorrem tentativas de substituir as partes mecânicas dos computadores por partes elétricas, sendo o uso de relés uma forma de fazer essas substituições, mas o alto custo, tamanho físico e baixo desempenho eram as desvantagens das máquinas construídas com relés. Esquema do Relé Relés Por volta de 1936, as idéias de Babbage foram comprovadas, quando Alan Turing, publicou um artigo, pouco conhecido, On computable numbers. Alan Turing
    • Introdução à Computação 15 O computador moderno nasce das idéias sobre algoritmos, publicadas em 1937 por Alan Turing e dos planos de John von Neumann para uma nova máquina de calcular que pela primeira vez inclui, além de cálculos matemáticos, o processamento lógico de informações. John von Neumann A preocupação de Turing era saber o que efetivamente a computação poderia fazer, e as respostas vieram sob a forma teórica, de uma máquina conhecida como Turing Universal Machine - possibilitava calcular qualquer número e função, de acordo com instruções apropriadas. Em 1940, Alan Turing e sua Equipe constroem o primeiro computador operacional para o serviço de inteligência britânico - o computador foi denominado: Heath Robinson, e utilizava tecnologia de relés e foi construído especificamente para decifrar mensagens alemãs (durante a 2a Guerra Mundial) cifradas pela máquina Enigma. A Era da Eletrônica – 1a . Geração de Computadores Em 1905 o engenheiro inglês J. Ambrose Fleming inventa a Válvula Diodo, e tem inicio a Era das Válvulas. Válvula Diodo No final da década de 30 os relés foram sendo substituídos pelas válvulas eletrônicas, dando inicio a Era da Eletrônica, surgindo o Rádio, a Televisão e os Computadores.
    • Introdução à Computação 16 1939 – Harvard MARK I Em 1939, o professor da Universidade de Haward, Howard Aikenum desenvolveu o que veio a ser o primeiro computador eletromecânico do mundo: o ASCC - Americam Automatic Sequence Controlled Calculator, também chamado de MARK I. MARK I O MARK I foi apoiado pelo presidente da IBM (International Business Machines) Thomas Watson e pela Marinha americana em conjunto com a Universidade de Harvard. Era menos poderoso do que certas calculadoras de hoje, mas, assim mesmo, representava um marco entre a pré-história e a historia propriamente dita do computador. Caractrísticas do MARK I Possuía 18 metros de comprimento, dois metros de largura e pesava 70 toneladas. Era constituído por 7milhões de peças móveis. Sua fiação alcançava 800 Km. O computador eletromecânico MARK I logo foi substituído, com chegada dos computadores eletrônicos. O modelo Mark II, que surgiu em 1947. 1941 – Z3 Em 1941, o alemão Konrad Zuse desenvolve um gigante de válvulas, um computador chamado Z3. O Z3, sucessor do Z1 (este totalmente eletromecânico), foi construído principalmente para ser utilizado na codificação de mensagens, e posteriormente para projetar aviões e mísseis. O Z3 foi destruído em Berlim, durante a invasão Russa, no final da 2a . Guerra, deixando poucas informações sobre sua construção.
    • Introdução à Computação 17 Konrad Zuse ao lado de parte do Z1 Z3 1943 – Colossus Pelo lado britânico, foi desenvolvido em 1943 o Colossus. Como o próprio nome sugere: Possuía dimensões gigantescas; Cerca de 1.500 válvulas e Era capaz de processar em torno de 5000 caracteres, por segundo. Esse computador foi criado com a finalidade de decifrar os códigos secretos usados pelo exército alemão na II Grande Guerra. O interesse pela construção do primeiro computador foi grande, seu interesse inicial era militar. Alemanha e USA disputavam uma acirrada corrida contra o tempo.
    • Introdução à Computação 18 1946 – ENIAC (Electronic Numerical Integrator and Computer) Em 1946, os engenheiros americanos John Mauchly e John Eckart Jr., constroem ENIAC – sigla em inglês para Integrador e Computador Numérico Eletrônico. ENIAC - Primeiro Grande computador eletrônico. Características do ENIAC: Totalmente eletrônico; Possuía um metro e meio de altura e mais de 20 metros de comprimento; Pesava trinta toneladas (30.000 Kg); Possuía 17.468 válvulas interligadas por 300 km de fios; Possuía 1500 relés; 500.000 pontos de soldas; Consumia 200 Kw de potência; Ocupava uma área de 180 metros quadrados; Realizava 5.000 operações de adição por segundo, e 500 operações de multiplicações por segundo; Realizava soma em 0,0002 segundos e multiplicação em 0,005 segundos com números de até 10 dígitos. Era muito diferente do que a gente entende hoje por computador. Não tinha monitor nem teclado, muito menos mouse. Além do tamanho imenso, o primeiro computador da história tinha outras curiosidades. O ENIAC foi desativado em 2 de outubro de 1955. 1949 – EDSAC (Electronic Delay Storage Automatic Computer)
    • Introdução à Computação 19 O EDSAC, sigla em inglês de – Calculadora Automática com Armazenamento por Retardo eletrônico - foi desenvolvido na Inglaterra, pelo cientista inglês Maurice Wilkes. Wilkes utilizou os conceitos de von Neumann e sua equipe sobre armazenamento de programa, para criar o EDSAC. O EDSAC foi o primeiro computador do mundo a utilizar os conceitos de programa armazenado de von Neumann. Tem início a Era do Computador. Maurice Wilkes e o EDSAC A programação do ENIAC era toda feita através de ligação de cabos em conectores, o que demorava literalmente semanas. Em 1949, o EDSAC completou com sucesso seu primeiro trabalho - calculou uma tabela de números primos. John von Neumann, Arthur Burks e Herman Goldstine fizeram com que os computadores pudessem ser programados através de programas - rotinas de manipulação de dados que utilizam instruções próprias do computador. Os computadores passaram a diminuir bastante de tamanho. Após o ENIAC e o EDSAC, o computador entrou na fase de produção industrial, motivado pelos sucessos na resolução de cálculos complicados e pelo conseqüente aumento do interesse na sua utilização.
    • Introdução à Computação 20 1950 – EDVAC (Electronic Discrete Variable Automatic Computer) O EDVAC, sigla em inglês de – Computador Automático Eletrônico de Variáveis Discretas - foi o sucessor do ENIAC. Desenvolvido por John von Neumann e sua equipe, na Universidade da Pensilvânia - USA. EDVAC - Primeiro Computador a armazenar um programa internamente. O EDVAC foi planejado para acelerar o trabalho armazenando tanto programas quanto dados em sua expansão de memória interna. Os dados, então, eram armazenados eletronicamente num meio material composto de um tubo cheio de mercúrio, conhecido como linha de retardo, onde os cristais dentro do tubo geravam pulsos eletrônicos que se refletiam para frente e para trás, tão lentamente quanto podiam, de fato a reter a informação, semelhante a um desfiladeiro que retém um eco, que Eckert descobriu por acaso ao trabalhar com radar. Características do EDVAC: Poder codificar as informações em forma binária em vez da forma decimal, reduzindo bastante o número de válvulas. Memória construída com lâmpadas de mercúrio. Excitando uma lâmpada de mercúrio com um impulso elétrico este poderia ser enviado para frente e para trás de modo a ser lido sob a forma de 0 e 1. Utilizava a notação binária pura o que simplificava a construção das ULA (Unidade Aritmética e Lógica). Ao EDVAC seguiu-se toda uma geração com siglas como EDSAC, ILLIAC, FLAC, MIDAC, ORDVAC, OARAC, MANIAC, ODABAC, pois cada Universidade nos U.S.A. construiu o "seu computador".
    • Introdução à Computação 21 A Era dos Transistores – 2a . Geração de Computadores No ano de 1947, John Bardeen, William Shockley e Walter Brattain, da Universidade de Stanford inventam o TRANSISTOR. Usando elementos semicondutores, os transistores funcionam como chaves, porém são menores, mais rápidos, não esquentam, duram mais e consomem menos energia que as válvulas. Em 1952, a Bell Laboratories aprimorou o Transistor que passou a ser um componente básico na construção de computadores. Os Transistores substituíram as Válvulas. Características dos Transistores: Aquecimento mínimo; Pequeno consumo de energia; Mais confiável e veloz que as válvulas.
    • Introdução à Computação 22 1951 – UNIVAC I (Universal Automatic Computer) O UNIVAC I foi criado porJohn Mauchly e Presper Eckert, na Filadelfia e fabricado pela Remington Rand – USA. UNIVAC I - Primeiro Computador produzido em escala Comercial O UNIVAC I era uma máquina eletrônica de programa armazenado que recebia instruções de uma fita magnética de alta velocidade ao invés dos cartões perfurados. O UNIVAC foi utilizado para prever os resultados de uma eleição presidencial. Características do UIVAC I: Programado ajustando-se cerca de 6.000 chaves, e conectando-se cabos a um painel. A entrada e saída de informações eram realizadas por uma fita metálica de ½ polegada de largura e 400 metros de comprimento. Ao todo foram comercializados 46 UNIVAC modelo I, que eram normalmente acompanhados de um dispositivo impressor denominado UNIPRINTER, que sozinho consumia 14.000W. Executava 1905 operações por segundo. Tamanho da memória: 1.000 palavras de 12 digitos em delay lines. Tipos de memória: delay lines e fita magnética. Custava US$ 750,000 mais US$ 185,000 do dispositivo impressor. 1953 – IBM domina o mercado de computadores
    • Introdução à Computação 23 A IBM passa a dominar o mercado de computadores ao construir seus computadores em escala comercial, com o lançamento do IBM 701 em 1953 e, principalmente, do IBM 650 em 1954. Este último vendeu mais de mil unidades, um sucesso absoluto de vendas, e que veio refletir a real necessidade que o mundo teria no uso de computadores. 1953 - Iniciada a produção de computadores em escala comercial. 1953 – IBM 701 No console (Unidade que permite que um operador se comunique com um sistema de computador, terminal principal ou centro de controle) do IBM 701 eram utilizados cartões perfurados para o armazenamento de programas e dados. 1954 – IBM 650
    • Introdução à Computação 24 A tabela abaixo resume a evolução dos dispositivos mecânicos (Hardware) para processamento de dados. Evolução das Tecnologias – Hardware Período Inventor Invento Necessidade Manual 3500 aC. Mesopotâmia e Oriente Médio Ábaco. Cálculos aritméticos. 1617 John Napier Réguas Móveis para multiplicar. "Bastões ou Ossos de Napier". Auxílio à Multiplicação. 1621 Oughtred Régua de cálculo circular. Círculos de Proporção. Soma, Multiplicação e divisão. Mecânica 1642 Blaise Pascal Calculadora Aritmética. Adição e subtração. 1673 Leibnitz Multiplicadora e Divisora. Adição, subtração, multiplicação e divisão. 1804 Jacquard Placa perfurada. Programação de Tecelagem. 1822 Máquina Diferencial Funções trigonométricas e logaritmos. Utilizava os cartões de Jacquard. 1833 Charles Babbage “Pai da Computação” Máquina Analítica Máquina automática, com memória e programação através de processos Mecânicos. 1837 Samuel F.B. Morse Telégrafo Máquina usada para transmitir mensagens (sinais) à à distância, usando energia elétrica. 1890 Herman Hollerith Máquina de Cartões perfurados Usada no recenseamento americano, para registro de dados. A Origem da IBM. 1931 Vannevar Bush MIT - (Massachussetts Institute of Tecnology) Máquina de Análise Diferencial Considerada o Primeiro Computador do Mundo. A máquina era analógica e possuía parte mecânicas, tendo sido construída para resolver equações diferenciais simples. Eletrônica 1939 Universidade de Harvard Mark I. Máquina eletro-mecânica.
    • Introdução à Computação 25 Harvard, IBM e Marinha Americana 1o . Computador eletromecânico. Inicio da 1a . Geração de Computadores Primeiro Computador Eletromecânico. 1941 Alemanha Z3 Primeiro Computador eletrônico digital. Utilizava válvulas. Utilizado pelos Alemães na 2a . Guerra, para codificação de mensagens e também construção de mísseis e aviões. 1943 Inglaterra Colossus Possuía dimensões gigantescas, cerca de 1.500 válvulas e era capaz de processar cerca de 5000 caracteres por segundo. Esse computador foi criado com a finalidade de decifrar os códigos secretos usados pelo exército alemão na II Grande Guerra. 1946 Universidade da Pensilvânia ENIAC "Electronic Numerical Integrator and Calculator" Primeiro Grande computador eletrônico. Executava 5000 adições e 500 multiplicações por segundo. 1949 Inglaterra EDSAC “Electronic Delay Storage Automatic Computer.” Primeiro computador a utilizar o conceito de programa armazenado. 1950 Von Neumann EDVAC “Electronic Discrete Variable Automatic Computer.” Desenvolvido na Universidade da Pensilvânia. Primeiro computador a armazenar internamente um programa. 1951 UNIVAC Divisão da Remington Rand. UNIVAC I “Universal Automatic Computer” Inicio da 2a . Geração de Computadores. Primeiro computador produzido comercialmente, utilizando Banda magnética para armazenar Dados. Os primeiros computadores surgiram entre 1939 e 1951 – Era da Eletrônica - sendo comum agrupar os computadores segundo a época em que surgiram relativamente às suas principais características. Surgem então as gerações de computadores.