Projeto dicas abordagem para captação de recursos - 20101202 (by Fernando Misato)

1,033 views
938 views

Published on

Esta apresentação é um roteiro utilizado para orientar a conversa com candidatos a patrocinadores financeiros do projeto Dica para o Primeiro Emprego. Este projeto forma jovens e adolescente em conhecimento técnico, moral, ética e comportamento pessoal e profissional em ambiente corporativo. (by Fernando Misato)

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,033
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • 7 out of 10 Canadians give money (kim klein)
  • 7 out of 10 Canadians give money (kim klein)
  • 7 out of 10 Canadians give money (kim klein)
  • 7 out of 10 Canadians give money (kim klein)
  • 7 out of 10 Canadians give money (kim klein)
  • Projeto dicas abordagem para captação de recursos - 20101202 (by Fernando Misato)

    1. 1. Dicas para o Primeiro Emprego<br />Porquecolaborar com esseprojeto.<br />ApresentaçãoporFernando Misato<br />CoordenadoraGeral do Projeto Bettina Osler<br />Dezembro de 2010. <br />
    2. 2. Agenda<br />Detalhar o objetivo do projeto e como ele se diferencia na formação de jovens e adultos para prepará-los para mercado de trabalho.<br />Definição do Projeto<br />Responsabilidades<br />Porquecolaborar<br />Caminhosparacolaborar<br />Pessoas e entidades envolvidas na organização e operação do projeto.<br />A importância da colaboração monetária e/ou operacional para manter o projeto.<br />O projeto pode gerar renúncia fiscal.<br />
    3. 3. Definição do Projeto<br /><ul><li>Formaçãoemferramentaseletrônicaspara o trabalho.
    4. 4. Formação moral
    5. 5. FormaçãoÉtica
    6. 6. Formaçãoemcomportamentoprofissional (referênciaspositivas)
    7. 7. Análise e companhamentocomportamental</li></li></ul><li>Definição do Projeto<br /><ul><li>Abrangência territorial</li></ul>São Braz e Região<br />
    8. 8. Definição do Projeto<br /><ul><li>PúblicoAlvopreferencial (avalia-se projetosporencomenda)</li></li></ul><li>Definição do Projeto<br /><ul><li>Capacidade de Atendimento
    9. 9. Terças à tarde – CapacitaçãoComportamental
    10. 10. Quartas à tarde – CapacitaçãoTécnica
    11. 11. Quintas à tarde – OrientaçãoVocacional
    12. 12. Projetopiloto – 15 pessoas
    13. 13. Projetoregulares – a definir</li></li></ul><li>Definição do Projeto<br />Fotos do projeto<br />
    14. 14. Agenda<br />Definição do Projeto<br />Responsabilidades<br />Pessoas e entidades envolvidas na organização e operação do projeto.<br />
    15. 15. Responsabilidades<br />
    16. 16. Responsabilidades<br /><ul><li>ProjetoemOperação
    17. 17. Equipe de voluntários
    18. 18. Betina
    19. 19. Bel
    20. 20. Taminato
    21. 21. Misato
    22. 22. fenixcorretora
    23. 23. brasilcrachas
    24. 24. DMCI – Ediouro
    25. 25. Lux (agencia de desenvolvimento)
    26. 26. CDI
    27. 27. Sociedade São Braz
    28. 28. ISAL
    29. 29. UniversidadeTuiuti
    30. 30. ACISF (ver com a Soraia)
    31. 31. CASTEVAL (conversar)</li></li></ul><li>Responsabilidades<br /><ul><li>Infra estrutura
    32. 32. SalanaParóquia da Igreja do São Braz (sedidaprovisoriamente)
    33. 33. Sociedade São Braz
    34. 34. Sala com computadores (12 computadores, 3 de fatoparabomuso)
    35. 35. CarênciasImediatas
    36. 36. Licenças de Softwares
    37. 37. Computadoresemfuncionamento
    38. 38. Orientadores de Cursos</li></li></ul><li>Responsabilidades<br /><ul><li>Operação de Captação de Recursos
    39. 39. Empresáriosvoluntários
    40. 40. SalanaParóquiadaIgreja do São Braz (sedidaprovisoriamente)
    41. 41. Sociedade São Braz</li></li></ul><li>Responsabilidades<br /><ul><li>Prestação de Contas
    42. 42. Betina –
    43. 43. Fernando Misato –
    44. 44. HirotoshiTaminato</li></li></ul><li>Agenda<br />Definição do Projeto<br />Responsabilidades<br />Porquecolaborar<br />A importância da colaboração monetária e operacional para manter o projeto.<br />
    45. 45. PorqueColaborar<br /><ul><li>Precisamos de recursospararealizar</li></li></ul><li>PorqueColaborar<br /><ul><li>SuaEmpresafaz parte dacomunidade.</li></li></ul><li>PorqueColaborar<br /><ul><li>Somente com a soma de esforçosrealizaremos</li></li></ul><li>PorqueColaborar<br /><ul><li>Benefícios</li></ul>Sua empresa<br />Aqui<br />Dicas para o Primeiro Emprego<br />Divulgações<br />Diversas<br />
    46. 46. Agenda<br />Definição do Projeto<br />Responsabilidades<br />Porquecolaborar<br />Caminhosparacolaborar<br />O projeto pode gerar renúncia fiscal.<br />
    47. 47. CaminhosparaColaborar<br /><ul><li>Renúncia Fiscal</li></li></ul><li>CaminhosparaColaborar<br /><ul><li>Encaminhamosproposta formal
    48. 48. Enquadramosnasnormas do colaborador</li></li></ul><li>CaminhosparaColaborar<br /><ul><li>Orçamento</li></li></ul><li>PróximoPasso !!<br />Como podemosevoluir no relacionamento??<br />
    49. 49. Contatos:<br />Betina Osler –<br />Fernando Misato – (41) 9118-0093 – fernandomisato@yahoo.com.br<br />HirotoshiTaminato<br />htaminato@gmail.com<br />

    ×