Your SlideShare is downloading. ×
Curadoria web
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Curadoria web

462
views

Published on

Aulas sobre curadoria web e curadoria em ecommerce. …

Aulas sobre curadoria web e curadoria em ecommerce.
Nestas aulas são abordados os diferentes tipos de curadoria em ecommerce, bem como são apresentados exemplos de sites como OpenSky, Kabbodle, Pinterest entre outros.
O objetivo das aulas é oferecer um panorama de curadoria web e suas implicações nos negócios digitais e no comércio eletrônico, seus alcances e limites.

Published in: Business

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
462
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Prof. MSc Felipe Correa de Mello eCommerce PLANO DE MARKETING Aulas 07 e 08: Curadoria web 2012
  • 2. Press Start
  • 3. 1. Apresentação do artigo: ―Where is the web going‖ por NirEyal, professor de marketing na Universidade de Stanford;2. Apresentação do conceito e práticas de curated commerceretirado do relatório ―curated commerce: how less can bemore‖ pela equipe do centro de pesquisas do eMarketer;3. Apresentação de questões para debate e reflexão (atividadeem grupos).
  • 4. Links para aulahttp://www.nirandfar.com/2012/01/where-is-web-going.htmlhttp://techcrunch.com/2012/02/05/personalized-ecommerce-is-already-here-you-just-dont-recognize-it/https://opensky.com/homehttp://www.kaboodle.com/www.pinterest.comhttp://www.foodspotting.com/www.goodreads.comhttp://olioboard.com/http://foodgawker.com/*O conteúdo do relatório E-marketer é restrito aos assinantes corporativos do portal; nesta apresentaçãoforam selecionadas, a partir do relatório, as informações mais relevantes.
  • 5. Parte ITendência: Curadoria Web
  • 6. Para onde está indo a internet?Segundo Nir Eyal, para compreender para onde estamos indo, énecessário entender a história do desenvolvimento dosempreendimentos web.Entender o movimento que nos leva de uma fase a outra:1. Primeira fase da tecnologia web: Foco nas leis de desenvolvimento de hardware: princípios que focam na infra-estrutura;2. Segunda fase: fase de plataformas: Grandes empresas sem muito capital inicial (Zuckberg, Bill Gates);3. Terceira fase: fase de aplicação.
  • 7. Como companhias mudam ocomportamento do usuários tãoprofundamente e produzem umcrescimento massivo, aparentementeda noite para o dia?
  • 8. •Porcentagem de usuários criando conteúdo: função habilidade dosusuários;•Quanto mais fácil em se criar conteúdo mais pessoas irão criá-lo;•Criação de conteúdo gera um benefício exponencial para acomunidade e por definição quanto e como plataformas onlineobtém sucesso;•Plataformas devem permitir que usuários criem algo relevante para osoutros. Viabilidade do negócio depende disto.
  • 9. Fonte: Nir Eyal
  • 10. História da web: relação entre porcentagem de usuários criandoconteúdo e de habilidade dos usuários.Fases1. Interface: Apple e Microsoft – Revolução dos PCs2. Netscape: tomou vantagem da infra-estrutura já desenvolvida e―criou‖ a Web 1.03. Facebook: usou tecnologias como BBS e RSS para ―massificar‖ e darrelevância e valor aos feeds
  • 11. Empreendedores que transformaram umatecnologia acessível a muitos ao transformarem-na fácil de usarInterface guiou a inovação ao transformarinformações ―incompreensíveis‖ em informaçõesfáceis de usar
  • 12. Fonte: Nir Eyal
  • 13. Segundo Nir Eyal, a nova fase é a Curadoria Web De acordo com o professor, a curadoria gera diferente valor , para os usuários, em relação à web social. Seu argumento é de que as redes sociais apesar da possibilidade em se criar facilmente conteúdo e compartilhar de muitos para muitos, faz com que os usuários sejam “inundados‖ por conteúdo; muito dele, irrelevante. Problema atual: excesso de ruído. Solução: curadoria de conteúdo. Para ele, a web deve ser: Effortless, simple, social and fun. E destaca alguns exemplos de sites (ou redes sociais) que são assim: Pinterest, Evernote e Tumblr.
  • 14. Parte IIcurated commerce
  • 15. Curadoria web em ecommerce (relatório eMarketer) •Porque consumidores preferem uma seleção menor de produtos? •Como funciona o curated commerce? •O que é preciso saber sobre curated commerce? •Quais são as possibilidades de aplicação e suas limitações?
  • 16. ―Curated ecommerce is becoming recognized by both retailersand shoppers for its simplicity and ability to help fill an online void.There will always be a place for comprehensive, multicategory retailsites, but fine-tuned collections enhanced by personal touches alsoperform a necessary function in the ecommerce ecosystem‖ (eMarketer)
  • 17. Curated commercei. Compradores podem vir a ser ―esmagados‖ pela escolha (embora não articulem ou percebam isto);ii. Aspectos do curated commerce são novos incrementos em práticas tradicionais;iii. Primeira impressão importa;iv. Curadoria é uma extensão, não um substituto.
  • 18. Muita oferta, dificuldade em escolher •Problemas na conversão podem ser atribuídos a inúmeros fatores, porém uma das queixas mais comuns dos e-consumers é o de não conseguirem achar o que estavam procurando; •Isto pode ser atribuído a um merchandising mal feito; por uma oferta limitada de produtos; disponibilização confusa dos produtos ou a apresentação exagerada de muitos produtos.
  • 19. Fato: a abundância de produtos não implicanecessariamente o aumento das vendas.Solução: empresas buscando novas formasde conectar os consumidores a seu catálogo.
  • 20. Interface •Funcionalidade e preço sempre serão importantes, porém a curadoria cria um ponto de vista distinto e re-contextualiza produtos em formas mais direcionadas; •Com uma oferta menor de produtos e uma interface e design funcional e visual, a identidade da marca terá um impacto maior.
  • 21. Menos é mais!A superabundância pode ser paralisante, especialmentequando o consumidor não sabe exatamente o que quer.Embora pareça estranho, menos pode ser mais para osconsumidores.Esta ideia foi chamada de ―paradoxo da escolha‖ peloprofessor Barry Schwartz que defende que eliminar aspossibilidades de escolha pode reduzir a ansiedade naprática de compra
  • 22. ―When you actually show people fewerproducts–fewer but better products, withmorecontext—they buy them, and repeat and buythem again, and recommend themto theirfriends. They don’t return them.‖ —JohnCaplan, CEO of OpenSky, in an interview witheMarketer, February 2, 2012
  • 23. Consumidores no estágio inicial de compra(pesquisando, descobrindo, tomando decisões) compõem o maior grupode visitante em sites de ecommerce:55% estão ou “passeando” (shopping) ou “learning”.Fonte: iPerceptions, "Retail/ecommerce Industry Report, Q3 2011,"Dec 15, 2011
  • 24. “Social commerce is about our friends curatingproducts for us. They find the things we trust andprovide recommendations and so we’re more likelyto buy from them. Curated commerce is effectivelythe same thing, just being done by brands andservices.‖ —Tristan Watson, CEO of Love YourLarder, in an interview with eMarketer, February7, 2012
  • 25. Tipos de curated commerce1. Editorial and Ecommerce;2. Subscription Clubs;3. Tastemakers;4. Social Curation.
  • 26. Editorial EcommerceMr Porter and Net-a-Porter: His and Hers
  • 27. Editorial EcommerceO que as marcas e varejistas precisam saber:•A tradicional separação entre conteúdo e propaganda não é umaverdade inquestionável e rígida;•O crescente uso de dispositivos móveis está atenuando a linha quesepara o conteúdo editorial e o ecommerce;•É mais fácil para varejistas de ecommerce operarem comocompanhias de mídia do que publishers irem para o ecommerce.
  • 28. Subscription Clubs
  • 29. Tastemakers
  • 30. OpenSky: social e tastemaker Tastemakers
  • 31. OpenSky: social e tastemaker Tastemakers
  • 32. OpenSky: social e tastemaker
  • 33. Social Curation Pinterest
  • 34. Social Curation
  • 35. Social Curation
  • 36. Social Curation
  • 37. Social Curation
  • 38. PinterestCriar coleções;Seguir amigos; descobir suas coleções;Descobrir coleções de outros usuários da rede;Gera trafego para as páginas de produtos de diversosvarejistas.
  • 39. Social Curation Kaboodle
  • 40. Social Curation Goodreads
  • 41. Social CurationO que as marcas e varejistas precisam saber:•Social curation está ligada à descoberta de produtos a partir deconexões com outras pessoas. Não é o modelo tradicional de venda;•Internautas podem se interessar em ver e descobrir coisas sobre umaempresa ou produto que eles não conheciam.
  • 42. ―Brands can get creative in less obviouscategories, though, and market withbackstories rather than attempting totrigger instant conversions‖.
  • 43. ―General Electric isn’t posting photos of light bulbson Pinterest; the company has created boards likeone titled Badass Machines to highlight GE-driventechnology like a solar-powered carousel andInstagram shots of commercial aviation enginesfrom plants around the world‖ (eMarketer).
  • 44. Como o curated commerce irá evoluir?
  • 45. Em relação ao comércio eletrônico, a curadoria ainda está em seuestágio inicial;A prática de curadoria em comércio eletrônico tende a ganhar forçaà medida em que as empresas busquem novas maneiras detransformar o comércio em algo mais personalizado.
  • 46. conclusões
  • 47. Consumidores não se importam com uma menor seleção de produtosse isto os ajudar a encontrar o que eles estão procurando;Para o modelo de curadoria funcionar o consumidor tem que confiarnas escolhas do curador;O sucesso será definido pela habilidade das empresas em identificar osmelhores e mais relevantes itens para seus consumidores ;Curadoria demanda um grau de colaboração e de relação entreempresas e consumidores.
  • 48. Um toque pessoal não irá substituir a personalização: O futurodo ecommerce será baseado em recomendações cada vez maisprecisas.Formas cada vez mais sofisticadas e pessoais de recomendaçãode produtos e serviços fornecerão um complemento à curadoriaem ecommerce .O levantamento do comportamento de consumo e a definição doperfil de gosto do consumidor, via sistemas de estruturação dedados, podem fornecer resultados mais acurados epersonalizados.
  • 49. Para refletir:•Quais os alcances e limites do curated commerce?•Uma abordagem bem sucedida de curated commerceestá restrita a só alguns segmentos de mercado?•O curated commerce é aplicável a produtos de altovalor agregado como eletroeletrônicos e produtos deinformática?
  • 50. QuestõesPesquisar na internet sobre curadoria web e curadoria de conteúdoPesquisar e analisar os sites de curadoria web e ecommerce: Open Sky; Kaboodle e Pinterest1. Qual a opinião do grupo sobre a curadoria web? Será mesmo apróxima fase da internet? Argumentem2. Existem possibilidades de negócio na curadoria web? Justifique.Se sim, dê algumas ideias.3. Segundo o grupo quais são os pontos fortes (vantagens) e quaissão os pontos fracos (limites) da tese apresentada?4. Na opinião do grupo quais são as vantagens e valores doPinterest (pontos fortes) traz para seus usuários? E quais são seuspontos fracos.5.Como as reflexões aqui apresentadas podem ajudar nodesenvolvimento de negócio do projeto de TCC de seu grupo?Desenvolvam ideias e insights. Sejam completos e detalhados.
  • 51. End of transmission