1ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

1ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013

on

  • 237 views

 

Statistics

Views

Total Views
237
Views on SlideShare
237
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

1ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 1ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 Presentation Transcript

  • Joelsio José Lazzarotto COMO TORNAR A PROPRIEDADE MAIS LUCRATIVA E MELHOR GERENCIADA?
  • Estrutura da Apresentação 1. Considerações sobre a lucratividade e o planejamento agropecuário 2. Estratégias práticas para aumentar o lucro e diminuir riscos 3. Programa Mais Alimentos – MDA 4. Exemplo de plano de negócio para a produção e comercialização 5. Balanço patrimonial, fluxos de caixa e demonstração de resultados (Evandro Lovatel)
  • O que é LUCRATIVIDADE? Valor das vendas Custos de produção– Produção Preços Insumos Mão-de-obra Máquinas e equipamentos Juros Seguro Funrural Outros Lucro ou Prejuízo (capacidade de pagamento)
  • Por quê calcular a lucratividade das atividades agropecuárias? 1. “Conhecer” a situação econômica e financeira da propriedade 2. Identificar os principais gargalos e riscos envolvidos 3. Auxiliar e facilitar a tomada de decisões:  Realizar, ou não, determinados investimentos (capacidade de pagamento)  Ampliar, manter ou abandonar determinada atividade  Efetuar pequenos ajustes ou grandes mudanças na propriedade  Modificar as estratégias de compra de insumos e/ou de venda da produção 4. Melhorar o assessoramento técnico 5. Ampliar as pressões por políticas públicas específicas (ex.: preços mínimos)
  • COMO??? PLANEJAMENTO DespesasReceitas O que produzir? Como produzir? Quanto produzir? Quando e onde produzir? Quando vender? Onde vender? A que preço vender? Para quem vender? Lucro ou Prejuízo $
  • Alguns tipos de estratégias práticas para aumentar o lucro e diminuir riscos 1. Ajustes tecnológicos nos sistemas de produção: adubação manejo de pragas e doenças controle da produção outros aspectos 2. Organização coletiva e efetiva de produtores (associativismo): ampliação de trocas de experiências maior poder de compra e de venda de produtos maiores facilidades de comercialização da produção maiores facilidades para acessar a assistência técnica maiores possibilidades de agroindustrialização da produção e de estabelecimento de marca coletiva para determinado produto local aumento das oportunidades para oferecer serviços de turismo rural local maior pressão por políticas públicas outras vantagens
  • Alguns tipos de estratégias práticas para aumentar o lucro e diminuir riscos 3. Agroindustrialização da produção própria e/ou de terceiros: sucos e vinhos produtos de origem animal doces e geléias conservas bolachas, pães, broas, cucas etc. outros 4. Diversificação da produção: diversificação da atividade exemplos: uva Bordô + uva Niágara + uva Chardonnay sobreenxertia na videira diversificação de atividades exemplos: videira + hortaliças videira + suco de uva videira + piscicultura videira + reflorestamento comercial videira + frango colonial
  • Alguns tipos de estratégias práticas para aumentar o lucro e diminuir riscos 5. Produção diferenciada: produção orgânica produção certificada marca com imagem de qualidade associada produto com identidade socioambiental outros produtos 6. Realização de trabalhos externos à propriedade: prestação de serviços de máquinas e equipamentos emprego temporário da mão-de-obra 7. Mudança de atividade: mudança gradual exemplo: uva Isabel (-25% a.a. da área) Reflorestamento comercial mudança rápida (radical) exemplo: uva Bordô Kiwi
  • Programa Mais Alimentos – MDA 1. Programa Mais Alimentos – Produção Primária linha de crédito do Pronaf que financia investimentos em infraestrutura produtiva da propriedade familiar financiamentos de projetos individuais (até R$ 130 mil/ano, com limite total de R$ 200 mil) e coletivos (até R$ 500 mil), com juros de 2% a.a., até três anos de carência e até dez anos para pagar (para operações de até R$ 10 mil, o juro é de 1% a.a.) 2. Programa Mais Alimentos – Agroindústria linha de crédito Pronaf Agroindústria, que financia equipamentos para beneficiamento e processamento de produtos agropecuários para a agricultura familiar o agricultor familiar pode financiar projetos de até R$ 50 mil, com juros de 2% a.a., até três anos de carência e até oito anos para pagar 3. Como acessar recursos do programa? procurar empresa de assistência técnica e extensão rural (exemplo: Emater) para verificar e avalizar a viabilidade do projeto que será desenvolvido
  • Plano de negócio para a produção e comercialização (exemplo)
  • Plano de negócio na produção e comercialização de uva (via organização coletiva de pequenos produtores) 1) Número de produtores envolvidos? 10 produtores 2) Área conjunta de produção vitícola? 8 hectares 3) O que produzir? Uva 1 (cv. Bordô): para venda a intermediários visando ao processamento Uva 2 (cv. Isabel Precoce): para processamento próprio com venda de suco a intermediários e consumidores finais Uva 3 (cv. Niágara): para consumo in natura com venda a intermediários e consumidores finais 4) Como produzir? Produção da cv. Bordô: latada convencional Produção da cv. Isabel precoce: latada convencional Produção da cv. Niágara: cultivo protegido orgânico Produção de suco: instalação de pequena agroindústria Recursos para investimento: Mais Alimentos – Produção Primária e Mais Alimentos – Agroindústria 5) Quanto produzir? cv. Bordô: 3,0 hectares, 60.000 quilos cv. Isabel Precoce: 3,0 hectares, 60.000 quilos, 45.000 litros de suco cv. Niágara: 2,0 hectares, 50.000 quilos 6) Quando e onde produzir? Município de Caxias do Sul, em 10 propriedades rurais, com início de implantação dos vinhedos em 2013
  • Plano de negócio na produção e comercialização de uva 7) Quais os valores dos investimentos e dos custos de produção previstos? cv. Bordô: Investimento total (IT): R$120.000,00; custo de produção previsto (CPP): R$0,35/kg cv. Isabel Precoce: IT (parreiral + agroindústria): R$212.500,00; CPP para venda a intermediários: R$3,20/l CPP para venda direta: R$3,50/l cv. Niágara: IT: R$140.000,00; CPP para venda a intermediários: R$0,75/kg CPP para venda direta: R$0,95/kg 8) Quando vender? cv. Bordô: primeiras vendas de uva em fevereiro de 2016, com produções estabilizadas a partir de 2018 cv. Isabel Precoce: primeiras vendas de suco a partir de janeiro de 2016, com produções estabilizadas a partir de 2018 cv. Niágara: primeiras vendas de uva em fevereiro de 2016, com produções estabilizadas a partir de 2018 9) Onde vender? cv. Bordô: Serra Gaúcha – RS Suco de uva: Serra Gaúcha (40%) e outros locais (60%) Uva de mesa (Niágara): Serra Gaúcha (40%) e outros locais (60%) 10) Para quem vender? cv. Bordô: vinícolas da Serra Gaúcha (100%) Suco de uva: intermediários (60%) e mercado regional (20% em feiras e estabelecimento próprio para vendas; 20% via programa de aquisição de alimentos do MDA) Uva de mesa : intermediários (60%) e mercado regional (40% feiras e estabelecimento próprio para vendas) 11) A que preços vender? cv. Bordô: R$0,60/kg Suco de uva: R$4,20 (intermediários) e R$6,00 (venda direta) Uva de mesa (Niágara): R$1,20 (intermediários) e R$1,40 (venda direta)
  • Plano de negócio na produção e comercialização de uva Síntese do planejamento e das expectativas de resultados econômicos e financeiros Número de produtores associados: 10 Produto Área (ha) Produção de uva (kg) Produção de suco (l) Canais de comercialização (%) Custos de produção (R$/un) Preços de venda (R$/unidade) Intermediários Venda direta Intermediários Venda direta Intermediários Venda direta Uva para processamento (cv. Bordô) 3,0 60.000 0 100,0 0,0 0,35 -- 0,60 -- Suco de uva (cv. Isabel Precoce) 3,0 60.000 45.000 60,0 40,0 3,20 3,50 4,20 6,00 Uva de mesa (cv. Niágara) 2,0 50.000 0 60,0 40,0 0,75 0,95 1,20 1,40 Produto Investimentos totais Custo totais anuais (a) Receitas totais anuais (b) Lucros totais anuais (b-a) Lucratividade (%) Uva para processamento (cv. Bordô) 120.000,00 21.000,00 36.000,00 15.000,00 41,67 Suco de uva (cv. Isabel Precoce) 212.500,00 149.400,00 221.400,00 72.000,00 32,52 Uva de mesa (cv. Niágara) 140.000,00 41.500,00 64.000,00 22.500,00 35,16 Total 472.500,00 211.900,00 321.400,00 109.500,00 34,07 Tempo de recuperação do capital (anos) (taxa 6,0% a.a.) 7,52 Custos totais: devem incluir pagamento de juros do financiamento + mão-de-obra familiar
  • Plano de negócio na produção e comercialização de uva Síntese do planejamento e das expectativas de resultados econômicos e financeiros Ano FC descontado FC descontado acumulado 0 -157.500,00 -157.500 1 -148.584,91 -306.085 2 -140.174,44 -446.259 3 91.938,31 -354.321 4 86.734,26 -267.587 5 81.824,77 -185.762 6 77.193,18 -108.569 7 72.823,75 -35.745 8 68.701,65 32.957 9 64.812,88 97.769 10 61.144,23 158.914 -500.000 -400.000 -300.000 -200.000 -100.000 0 100.000 200.000 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Ano FC descontado acumulado (R$)
  • Plano de negócio na produção e comercialização de uva Síntese do planejamento e das expectativas de resultados econômicos e financeiros Síntese por produtor R$ Investimento total (a) 47.250,00 Amortização anual do investimento (10 anos, com 3 de carência) (b) 4.725,00 Lucro anual (c) 10.950,00 Sobra final (c-b) 6.225,00 Por que adotar esse tipo de estratégia para pequenas propriedades? - Diminui riscos - Diversifica canais de comercialização - Agrega valor à produção - Melhora a distribuição anual do fluxo de caixa - Apelo social
  • Muito obrigado! joelsio.lazzarotto@embrapa.br (54)3455-8031